Diagnóstico de Sífilis a Partir de Lesões da Mucosa Oral

Propaganda
IMAGENS MÉDICAS
Diagnóstico de Sífilis a Partir de Lesões da
Mucosa Oral
Syphilis Diagnosis Made from Oral Mucosal Lesions
Luis UVA1, João BORGES-COSTA1,2, Paulo FILIPE1,2
Acta Med Port 2014 May-Jun;27(3):403-403
Palavras-chave: Doenças da Boca; Sífilis; Sífilis Cutânea; Treponema pallidum.
Keywords: Mouth Diseases; Syphilis; Syphilis, Cutaneous; Treponema pallidum.
A
B
Figura 1A - Condilomas planos da mucosa oral
Figura 1B - Uma semana após tratamento
Descreve-se o caso de um homem de 28 anos, com
placa esbranquiçada na face inferior da língua com uma semana de evolução (Fig.1a). Referia também aparecimento
de placa com descamação no dorso do pénis 6 semanas
antes. Analiticamente tinha TPHA positivo (1/32), VDRL
reativo (32 diluições), presença de anticorpos no soro para
Treponema pallidum e serologia VIH 1/ 2 negativa.
As lesões de sífilis secundária podem ter variadas formas clínicas, aparecem 6 a 8 semanas após o complexo
primário e os condilomas planos são as que têm maior po-
tencial de contágio.1
Foi administrada benzilpenicilina benzatínica por via
intramuscular em dose única de 2.4 M.U.I Verificou-se reação de Jarisch-Herxheimer 10 horas após terapêutica e desaparecimento das lesões em poucos dias (Fig. 1b).2
A sífilis pode imitar várias outras entidades clinicas.3
O reconhecimento das manifestações mucosas da sífilis
é fundamental para o diagnóstico e quebra da cadeia de
transmissão na comunidade.
REFERÊNCIAS
9-
an
os
icas
méd
bio
TA
4
201
s
35
197
35 a
no
s
over as ciên
om
cia
pr
AC
Revista Científica da Ordem dos Médicos 403 www.actamedicaportuguesa.com
A
ES
a
1. Clínica Universitária de Dermatologia. Hospital de Santa Maria. Lisboa. Portugal.
2. Unidade de Investigação em Dermatologia. Instituto de Medicina Molecular. Lisboa. Portugal.
Recebido: 06 de Agosto de 2013 - Aceite: 16 de Setembro de 2013 | Copyright © Ordem dos Médicos 2014
DICA PORTU
GU
MÉ
1. Guerra Rodrigo F, Marques Gomes M, Mayer-da-Silva A, Filipe P. Dermatologia. Ficheiro clínico e terapêutico. 3ª ed. Lisboa: Fundação Calouste
Gulbenkian; 2010.
2. Workowski KA, Berman S. Sexually transmitted diseases treatment guidelines, 2010. MMWR Recomm Rep. 2010;59:1-110.
3. Domantay-Apostol GP, Handog EB, Gabriel MT. Syphilis: the international challenge of the greta imitator. Dermatol Clin. 2008;26:191-202.
Luis UVA, João BORGES-COSTA, Paulo FILIPE
Diagnóstico de Sífilis a Partir de Lesões da
Mucosa Oral
Acta Med Port 2014:27:403-403
Publicado pela Acta Médica Portuguesa, a Revista Científica da Ordem dos Médicos
Av. Almirante Gago Coutinho, 151
1749-084 Lisboa, Portugal.
Tel: +351 218 428 215
E-mail: [email protected]
www.actamedicaportuguesa.com
ISSN:0870-399X | e-ISSN: 1646-0758
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards