Rotinas do PROTAN

Propaganda
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE
SERVIÇO DE PSIQUIATRIA
SERVIÇO DE ENFERMAGEM EM SAÚDE PÚBLICA
ROTINAS DO PROGRAMA DE ATENDIMENTO DOS
TRANSTORNOS DE ANSIEDADE – PROTAN
Equipe Permanente
Coordenador - Dr Aristides V. Cordioli
Dra Gisele Gus Manfro
Enfermeira Elizeth Heldt
Médicos Colaboradores
Drª Carolina Blaya
Drª Daniela Knijinik
Dr. Marcelo Basso
Drª Letícia Kipper
Drª Ana Carolina Seganfredo
2006
1.
PROGRAMA DE ATENDIMENTO DOS TRANSTORNOS DE ANSIEDADE –
PROTAN
Entre os transtornos psiquiátricos, os Transtornos de Ansiedade são os mais freqüentes
na população, e um dos principais motivos para busca de tratamento psiquiátrico. Em razão de
sua alta incidência, do comprometimento que acarretam aos seus portadores no desempenho
profissional, relações interpessoais e familiar, criou-se um programa no ambulatório de
psiquiatria do HCPA, com objetivo de prestar assistência aos portadores destes transtornos e, ao
mesmo tempo, desenvolver atividades de ensino e pesquisa. A ênfase tem sido o
desenvolvimento e a utilização de novas estratégias terapêuticas efetivas e pesquisas na área.
As atividades se desenvolvem no ambulatório de psiquiatria do HCPA.
1.2. Integrantes da Equipe Multidisciplinar

Equipe Permanente

Médicos Colaboradores

Alunos - Residentes e Cursistas do 2º e 3º ano do curso de Especialização em Psiquiatria
da UFRGS

Alunos de graduação do curso de Medicina e Enfermagem
2. ATIVIDADE ASSISTENCIAL E DE ENSINO
2.1.
Ingresso
O PROTAN não dispõe de primeiras consultas para pacientes da rede pública básica
(SUS). O acesso ao PROTAN é gerenciado pela enfermeira Elizeth e ocorre de duas formas:

Através dos postos da rede básica (SUS): os pacientes solicitam ao Posto de Saúde de
sua região, marcação de consulta no ambulatório de triagem geral de Psiquiatria do HCPA
(Quartas feiras pela manhã). Por ocasião da entrevista de triagem, os pacientes com diagnóstico
de Transtorno de Ansiedade são agendados diretamente para os residentes ou cursistas;

Encaminhamento interno: os pacientes que já estão sendo atendidos no HCPA e que
apresentam sintomas de ansiedade vêm encaminhados por outros programas do HCPA (clínico
ou psiquiátrico; ambulatorial ou de internação) e são agendados pela recepcionista para uma
entrevista de triagem com a enfermeira Elizeth. Caso o paciente apresente um quadro
sintomático compatível com algum dos diferentes Transtornos de Ansiedade (Pânico, TOC,
GAD, Fobias, Stress Pós-Traumático), agenda-se uma consulta para avaliação diagnóstica com
um dos residentes ou cursistas. Caso não preencha os critérios, é encaminhado para outro
programa específico do Serviço de Psiquiatria ou retorna para quem o encaminhou com as
informações pertinentes da não inclusão no PROTAN.
É na consulta de ingresso que os pacientes são orientados sobre o funcionamento do
programa (duração do tratamento, faltas às consultas, atrasos...), e é fornecido uma cópia das
orientações, conforme anexo 1.
2.2.
Consulta de Avaliação
Compete aos residentes e cursistas fazer a avaliação psiquiátrica do paciente
(anamnese, solicitação dos exames complementares), o estabelecimento do diagnóstico
definitivo e o plano terapêutico. Podem ser utilizados roteiros semidirigidos de entrevista, ”check
list”, aplicação de escalas específicas de cada transtorno para avaliação da intensidade dos
sintomas ou outros instrumentos definidos pelo programa.
2.3. Tratamento

Consulta Individual: Uma vez concluída a avaliação, o médico deverá fazer a escolha da
terapia apropriada conforme as diretrizes definidas (farmacoterapia, TCC...) para o
respectivo diagnóstico. A freqüência das consultas é determinada de acordo com a
necessidade individual. A duração do tratamento é de 6 meses, podendo estender-se até 1
ano.

Grupos: O PROTAN tem dado ênfase a essa modalidade de tratamento por ser
comprovadamente custo/efetivo e facilitar o treinamento de profissionais. Os pacientes, com
idade entre 18 a 65 anos, são encaminhados pelos médicos cursistas e residentes,
considerando os critérios definidos a seguir.

Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) para Transtorno do Pânico: A TCC
em grupo é uma alternativa terapêutica para os pacientes com transtorno do pânico
que apresentam sintomas residuais, principalmente evitação fóbica e ansiedade
antecipatória. A duração do tratamento é de 4 meses, 12 sessões. Coordenação:
Elizeth Heldt e Gisele Manfro.

Terapia Cognitivo-Comportamental para Fobia Social: A TCC para pacientes
com fobia social visa corrigir as disfunções cognitivas, reduzir a ansiedade
antecipatória e a esquiva fóbica. Por se desenvolver em grupo, cada sessão em si é
considerada como uma oportunidade para exposição e treino de habilidades sociais.
A duração do tratamento é de 3 meses, 12 sessões. São incluídos no grupo os
portadores de Fobia Social Generalizada. Coordenação: Daniela Knijinik.

Terapia Cognitivo-Comportamental para Transtorno Obsessivo Compulsivo:
psico-educação, técnicas de exposição e prevenção de resposta, técnicas cognitivas
são utilizadas em grupo, contexto que favorece a identificação dos sintomas,
estimula a motivação para o tratamento de casa e para a realização das tarefas de
casa, além de facilitar o treinamento de outros profissionais. Pode ser utilizada
associada com medicamentos anti-obsessivos. A duração é de 3 meses, 12
sessões. É uma abordagem em desenvolvimento e geralmente integra protocolos de
pesquisa. Coordenação: Aristides V. Cordioli.
2.4. Horário de funcionamento do PROTAN:
Consultas

Quinta - feira, das 12:00 às 16:00 h, salas 701, 702, 703, 704 e 802 / semanal.
Grupos

TCC para T. Pânico: terça - feira, das 9:00 às 10:15 h, sala 50 / semanal.

TCC para Fobia Social: quinta - feira, das 12:15 às 13:30 h, sala 702 / semanal.

TCC para TOC: quinta-feira, das 18:00 às 20:00 h, sala 650 / semanal.
Reuniões Administrativas / Seminários

Quinta - feira, das 11:00 às 11:50 h, 4º andar / semanal.
3. ATIVIDADES DOS RESIDENTES E CURSISTAS
3.1. Do 3º Ano
 Participar das reuniões administrativas e seminários do programa;
 Permanecer no ambulatório às quintas - feiras, das 12:00 às 16:00 h para:
 Atender junto com os residentes e cursistas do 2º ano as primeiras consultas de
avaliação e, quando necessário, as re-consultas;
 Atender pacientes agendados ou não, conforme necessidade da demanda do
ambulatório (fornecimento de receitas, por exemplo);
 Auxiliar na supervisão dos R2.
 Participar dos grupos de TCC para Pânico, Fobia Social e TOC;
 Participar das pesquisas do PROTAN.
3.2. Do 2º Ano
 Participar das reuniões administrativas e seminários do programa;
 Atender os pacientes agendados para a primeira consulta de avaliação;
 Determinar as re-consultas e atender conforme as orientações do programa;
 Apresentar casos durante as reuniões de equipe, conforme cronograma;
 Realizar atendimento e supervisão de pelo menos um caso de Terapia CognitivoComportamental durante o estágio;
 Participar dos grupos de TCC para Pânico, Fobia Social e TOC;
 Solicitar supervisão durante o horário do ambulatório.
4. Supervisão direta no ambulatório (nas quintas-feiras)
 Drª. Gisele Gus Manfro
 Drª Letícia Kipper
 Dr. Marcelo Basso
 Drª Carolina Blaya
5. ESCALA DE ATIVIDADES: consultas e grupos
RESIDENTES/
CURSISTAS
SALA
TCC PÂNICO
FOBIA
SOCIAL
701
701
702
703
704
802
Mar- jul
-----------Mar- jul
---Mar - jul
Mar- jul
----------
TOC
---------Mar- jul
Mar- jul
---
BIBLIOGRAFIA
Cordioli, AV. Psicofármacos: consulta rápida. 3ª ed, P. Alegre: Artes Médicas,
2005. P. 351-374.
__________ . Psicoterapia: abordagens atuais. 2ª ed, P. Alegre: Artes Médicas,
1998. P. 301: 328.
__________. Terapia Cognitivo-Comportamental para TOC. In: Knapp e cols.
Terapia cognitivo-comportamental na prática psiquiátrica. Porto Alegre: Ed.
Artmed, P.193-209.
__________. Vencendo o transtorno obsessivo-compulsivo – uma manual da
terapia cognitivo-comportamental para pacientes e Terapeutas. Porto Alegre:
Artmed, 2004.
Cordioli,
AV;
Teruschkin,
B.
Fobias
específicas:
terapia
cognitivo-
comportamental. Ver de Psiquiatria do Rio Grande do Sul, 1999; 21(3):214-220
Manfro, GG; Heldt, E; Shinohara, H. Transtorno de Pânico. In: Knapp e cols.
Terapia cognitivo-comportamental na prática psiquiátrica. Porto Alegre: Ed.
Artmed, p 217-225.
Picon, P; Knijnik, DZ. Fobia Social. In: Knapp
e cols. Terapia cognitivo-
comportamental na prática psiquiátrica. Porto Alegre: Ed. Artmed, p 226-247.
Cordioli AV. Terapia Cognitivo-Comportamental em grupo para o Transtorno
Obsessivo-Compulsivo. Tese
de Doutorado, 2002. Capítulos: O transtorno
obsessivo-compulsivo: uma revisão da literatura, pg.17 e terapia cognitivocomportamental do transtorno obsessivo-compulsivo p.92.
Heldt, E. Avaliação de resposta à Terapia Cognitivo-Comportamental em grupo
para Transtorno de Pânico em curto e longo prazo. Dissertação de Mestrado,
2002. Capítulos: Terapia Cognitivo-Comportamental p. 26-34 e As sessões p.
34-40 (pedir por e-mail).
Sugestões para o Clube de Revista:
American Journal of Psychiatry
Archieves of General Psychiatry
Acta Psychiatric Scandandinavica
British Journal of Psychiatry
Journa of Nervous and Mental Disease
Sites :
http://www.ufrgs.br/psiq/tansied.html
http://www.ufrgs.br/toc/
E- mail:
Cordioli: [email protected]
Elizeth: [email protected]
Daniela: [email protected]
Gisele: [email protected]
PROTAN – 2006 - AGENDA DE REUNIÕES E SEMINÁRIOS
DATA
09/02
16/02
13/02
02/03
09/03
16/03
23/03
30/03
06/04
13/04
20/04
27/04
04/05
11/05
18/05
25/05
01/06
08/06
15/06
22/06
29/06
06/07
13/07
20/07
27/07
03/08
10/08
17/08
24/08
31/08
07/09
14/09
21/09
28/09
05/10
12/10
19/10
26/10
02/11
09/11
16/11
23/11
30/11
07/12
14/12
ASSUNTO
APRESENTAÇÃO
Psicofarmacologia do T. do Pânico
Psicofarmacologia da Ansiedade Social
Psicofarmacologia do TOC
Transtorno do Pânico
Transtorno do Pânico
Entrevista – TCC Pânico
Transtorno Obsessivo-Compulsivo - Clínica
Transtorno Obsessivo-Compulsivo - TCC
Entrevista – TCC TOC
Fobia Específica
Ansiedade Social
Ansiedade Social
Entrevista – TCC Ansiedade Social
TAG
FERIADO
Estresse Pós Traumático
Estresse Pós Traumático
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Jornada Gaúcha ????
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Avaliação 1º semestre
Clube de revista
Discussão de casos
Entrevista
Clube de revista
Feriado
Discussão de casos
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Feriado
Apresentação de caso
Congresso Brasileiro ?????
Feriado
Apresentação de caso
Apresentação de caso
Clube de revista
Discussão de casos
Clube de revista
AVALIAÇÃO
APRESENTADOR
EQUIPE
Marcelo Basso
Gisele e Elizeth
Gisele e Elizeth
Gisele
Marcelo Basso
Cordioli
Cordioli
Cordioli
Daniela
Daniela
Daniela
Carolina
Regina
Regina
Sala 701
Sala 701
Sala 702
Sala 703
Sala 704
Sala 802
Sala 701
Sala 701
Sala 702
Sala 703
Sala 704
Sala 802
Anexo 1
Prezado (a) Sr. (a):
É fundamental para o sucesso do tratamento que está se iniciando, a sua compreensão
sobre o Programa dos Transtornos de Ansiedade - PROTAN, bem como a concordância das
rotinas definidas a seguir.
O PROTAN é formado por equipe multidisciplinar, especializado no atendimento, ensino
e pesquisa dos Transtornos de Ansiedade. Propõe-se a ser um programa de tratamento breve,
que poderá ser com consultas individuais ou em grupo, dependendo de cada caso.
Para que os portadores das doenças de ansiedade tenham oportunidade igual de
acesso a este programa, faz-se necessário uma delimitação de tempo de permanência entre 6
meses a 1 ano para cada paciente. Após este período, a manutenção do tratamento será na
rede pública.
IMPORTANTE:
 Atrasos superiores à 10 minutos, a consulta será remarcada conforme agenda.
 O não comparecimento às consultas deve ser avisado, sendo desligados os pacientes que
tiverem duas faltas consecutivas sem justificativa.
 Poderão também ser desligado do programa pacientes que não consigam seguir as
combinações propostas, ou que, por alguma outra razão, não se beneficiarem do atendimento
do programa.
 A alta do programa é realizada após esbatimento dos sintomas e os pacientes são
encaminhados aos postos de saúde para manutenção do tratamento.
INFORMAÇÕES ÚTEIS:
 Os avisos referentes à faltas ou outras informações sobre consultas individuais ou grupos
poderão ser obtidos pelo telefone 2101-8272, com as secretárias da Zona 7.
 Intercorrência do tipo: efeitos colaterais das medicações, início de sintomas ou outras
poderão ser avisadas e receber orientações pelo telefone 2101-8272, diretamente com o(a)
médico(a) responsável pelo seu atendimento, somente no horário de funcionamento do
PROTAN ( quinta - feira, das 12 às 16 h).
 O HCPA não dispõe de serviço de emergência psiquiátrica. Portanto, se a intercorrência
necessitar de atendimento de urgência, os pacientes poderão procurar ajuda nos seguintes
locais que funcionam 24 horas:
 Pacientes de Porto Alegre: Centro de Saúde da Vila dos Comerciários - Avenida
Tronco, s/nº ;
 Pacientes da região metropolitana e interior: Hospital Psiquiátrico São Pedro Avenida Bento Gonçalves, 2440.
Coordenação do Programa dos Transtornos de Ansiedade
PROTAN
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards