Prueba de acceso a la universidad para mayores de 25 años

Propaganda
UNIVERSIDAD COMPLUTENSE DE MADRID
PRUEBA DE ACCESO A LOS ESTUDIOS UNIVERSITARIOS DE LOS
MAYORES DE 25 AÑOS
AÑO 2008
Común
Obligatoria
Optativa
MATERIA: PORTUGUÉS
INSTRUCCIONES GENERALES Y VALORACIÓN
INSTRUCCIONES: Lea atentamente el texto y las preguntas y conteste a todas ellas en portugués.
CALIFICACIÓN : Calificación sobre 10. La puntuación máxima de las preguntas figura al final de cada una
de ellas.
TIEMPO: 1 hora y 30 minutos.
Quando eu estudei, acho que o termo "dígrafos' ainda não havia sido inventado por algum gramático. Mas os
infinitamente variados nomes da análise sintática já existiam. A inventividade dos gramáticos não tem fim!
Estudei muito a análise sintática. Sofri tanto que, naquele tempo, escrevi num relatório para o colégio em que
estudei, o Andrews, no Rio, que eu queria ser engenheiro; eu era bom em matemática, mas não gostava das coisas
da língua. A análise sintática me ensinou a ter raiva da literatura. Só muito mais tarde, depois de esquecer tudo o
que aprendera na análise sintática, aprendi as delícias da língua. Aí, parei de falar os nomes anatômicos dos
músculos da amada. Lia e me entregava ao puro gozo de ler.
Acho que as escolas terão realizado sua missão se forem capazes de desenvolver nos alunos o prazer da leitura.
Ele é o pressuposto de tudo mais. Quem ama ler tem nas mãos as chaves do mundo. Mas o que vejo acontecendo
é o contrário. São raríssimos os casos de amor à leitura desenvolvido nas aulas de estudo formal da língua. Paul
Goodman, controvertido pensador norte-americano, diz: "Nunca soube de nenhum método para ensinar literatura
que não terminasse por matá-la. Parece que a sobrevivência do gosto pela literatura tem dependido de milagres
aleatórios, que estão ficando cada vez menos freqüentes.
Vendem-se, nas livrarias, livros com resumos das obras literárias que caem nos vestibulares. Quem aprende
resumos de obras para passar no vestibular aprende mais que isso: aprende a odiar a literatura. Esta, como o corpo
da pessoa amada, não é objeto de conhecimentos científicos; é objeto de prazer.
Sonho com o dia em que as crianças que lêem meus livrinhos não terão de grifar dígrafos e em que o
conhecimento das obras literárias não será objeto de exames vestibulares: os livros serão lidos pelo simples prazer
da leitura.
(Rubem Alves, professor emérito da Universidade Estadual de Campinas)
PERGUNTAS
1.- Dê título ao texto e justifique-o (2).
2.- Escreva o infinitivo das seguintes formas verbais:
estudei, havia, sofri, era, acho, terão, forem, vejo, diz, caem (2).
3.- Passe a plural (mudando eu em nós):
Estudei muito a análise sintática. Sofri tanto que, naquele tempo, escrevi num relatório para o colégio em
que estudei, o Andrews, no Rio, que eu queria ser engenheiro; eu era bom em matemática, mas não
gostava das coisas da língua (2).
4.- Passe a futuro imperfecto indicativo:
Vendem-se, nas livrarias, livros com resumos das obras literárias que caem nos vestibulares. Quem
aprende resumos de obras para passar no vestibular aprende mais que isso: aprende a odiar a literatura
(2).
5.- Redija uma composição sobre a falta de gosto pela lectura que, desde os primeiros anos de escola, as
regras gramaticais despertam nos alunos (2).
PORTUGUÉS
CRITERIOS ESPECÍFICOS DE CORRECCIÓN
Las cinco preguntas se calificarán con un máximo de dos puntos cada una de ellas.
Se valorará, ante todo, la corrección gramatical (respetando la variedad de la lengua
portuguesa del alumno) y la propiedad de expresión en la respuesta.
Download
Random flashcards
teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards