Questionário – Proficiência Veterinária

Propaganda
Questionário – Proficiência Veterinária
Área: Hematologia
Habilitada ANVISA/REBLAS
Provedor Alternativo CAP
Certificada ISO 9001
Rodada: Jun/2008
Tema
PLASMÓCITOS E MIELOMA MÚLTIPLO
Elaboradora
Daniela Tendler Leibel Bacellar, Médica Veterinária, M.S.; Professora de Patologia Clínica e Bioquímica
Aplicada, Universidade Castelo Branco.
Texto introdutório
Observe as imagens abaixo obtidas através de aspirado de medula óssea de um canino adulto:
Figura A
Figura B
Figura C
OBS: Para visualizar as figuras em tamanho maior, acesse o questionário online através do site http://www.controllab.com.br/.
Questão 1
Questão 2
Questão 3
Questão 4
Questão 5
Nas imagens acima, a célula indicada com seta vermelha, na figura A, e em maior aumento na figura B, pode
ser chamada de:
1.
Mastócito;
2.
Flaming cell (célula em chama);
3.
Célula de Mott;
4.
Linfócito Granular.
Os grânulos presentes no citoplasma desta células recebem o nome de ___________ e contém em seu interior
___________:
1.
Granulação Metacromática; Heparina;
2.
Corpúsculos de Russell; Imunoglobulina;
3.
Grânulos Cristalóides; Histamina;
4.
Grânulos Azurófilos; Enzimas Lisossomiais.
Na figura C, a seta de cor ________ indica um plasmócito.
1.
Amarela;
2.
Azul;
3.
Verde;
4.
Rosa.
São características morfológicas dos plasmócitos:
1.
Células de núcleo arredondado ou levemente riniforme, centralizado e com citoplasma levemente
basofílico. Quando ativados podem apresentar pequenos vacúolos;
2.
Células grandes, de núcleo arredondado, podendo apresentar discretas reentrâncias, com citoplasma
abundante, levemente basofílico e com discreta granulação;
3.
Células de núcleo arredondado, excêntrico, com citoplasma abundante e basofílico, apresentando
pequena área mais clara próxima ao núcleo;
4.
Células de núcleo arredondado, citoplasma escasso e levemente basofílico. Quando ativados a basofilia
torna-se intensa.
Os plasmócitos são linfócitos ___________ e tem como função ___________:
1.
B; produzir imunoglobulinas;
2.
T helper; regular a resposta imune;
3.
T citotóxico; apresentar antígenos;
4.
B; reconhecimento de antígenos.
Página 1 de 2
Questionário – Proficiência Veterinária
Área: Hematologia
Habilitada ANVISA/REBLAS
Provedor Alternativo CAP
Certificada ISO 9001
Questão 6
Questão 7
Questão 8
Questão 9
Questão 10
Referências
Bibliográficas:
Rodada: Jun/2008
O Mieloma Múltiplo é uma neoplasia de plasmócitos na medula óssea. Sobre esta neoplasia pode-se afirmar
que:
1.
Apresenta elevada freqüência em gatos portadores de FIV e FeLV;
2.
É uma das neoplasias de medula óssea mais freqüente em cães, perdendo em freqüência apenas para a
leucemia linfocítica aguda e para a metástase de linfossarcoma para a medula óssea;
3.
Não costuma liberar células neoplásicas para o sangue periférico, tornando fundamental o exame da
medula óssea;
4.
A freqüência desta neoplasia em felinos é o dobro da observada em cães.
Confirma-se o diagnóstico de Mieloma Múltiplo quando observa-se mais de 20% de plasmócitos, em amostras
de medula óssea, em associação com pelo menos 2 das seguintes alterações, EXCETO:
1.
Lesões osteolíticas;
2.
Gamopatia monoclonal;
3.
Proteinúria de Bence-Jones;
4.
Linfadenomegalia.
Em pacientes com Mieloma Múltiplo pode ser observada hiperviscosidade sangüínea devido a(o):
1.
Policitemia secundária por excesso de interleucinas liberadas;
2.
Fragmentos celulares presentes na circulação em decorrência da intensa destruição celular;
3.
Elevada quantidade de globulinas circulante;
4.
Intensa leucocitose (linfocitose) observada no sangue.
Nos pacientes portadores desta neoplasia é freqüente a ____________ induzida por _____________.
1.
Policitemia absoluta secundária; estimulação da eritropoiese através da liberação excessiva interleucinas,
pelas células neoplásicas, promovendo sinergismo com a eritropoietina;
2.
Anemia hemolítica arregenerativa; deposição de paraproteínas na superfície das hemácias. A anemia é do
tipo arregenerativa pois as células neoplásicas invadem a medula óssea e reduzem a capacidade de
produção de células normais;
3.
Anemia macrocítica e hipocrômica regenerativa; presença de áreas de necrose e focos de hemorragia
interna nos linfonodos afetados;
4.
Policitemia relativa; a hiperviscosidade concentra as hemácias, promovendo um falso aumento na
hematimetria e no hematócrito.
Distúrbios da hemostasia podem ser observados em pacientes com Mieloma Múltiplo devido:
1.
Ao consumo de plaquetas nas áreas de necrose dos linfonodos e redução na trombopoiese;
2.
A deposição de paraproteínas na superfície das plaquetas, levando a disfunção palquetária e alteração na
cascata de coagulação. Pode ocorrer também trombocitopenia por redução da produção na medula
óssea;
3.
Ao seqüestro de plaquetas nos órgãos linfoproliferativos;
4.
A uma destruição de megariócitos na medula óssea por plasmócitos ativados. Esta destruição também
pode ser direcionada para os precurssores mielóides e eritróides.
Cowell, R.L. & Tyler, R.D. Diagnostic Cytology of the Dog and Cat. American Veterinary Publications, 1989
Perman, V., Alsaker, R.D. & Riis, R.C. Cytology of The Dog and the Cat. Indiana, American Animal
Hospital Association, 1979
Prasse, K.W.; Mahaffey, E.A.; Latimer, K.S. Duncan e Prasses`s Veterinary Laboratory Medicine: Clinical
Pathology, 4ed, 2003.
Rebar, et al. Guia de hematologia para cães e gatos. São Paulo: Roca, 2003.
Schalm's Veterinary Hematology. 5ed. Lipiincott Williams & Wikins. 2000.
Thrall, M.A. Hematologia e Bioquímica Clínica Veterinária. São Paulo, Ed. Roca, 2007.
Vail DM: Chapter 98- Hematopoietic Tumors. In: Ettinger SJ, Feldman EC (eds): Textbook of Veterinary
Internal Medicine. Diseases of the Dog and Cat, 5th ed. Philadelphia, W.B. Saunders Co., 2000, pp. 516520.
Zimmerman, B., Yamaguchi, M.I. & Rush, L.J. Immunoglobulin Crystals in Ractive Plasma Cells in a Dog.
Vet Pathol. 44: 389-391, 2007.
Página 2 de 2
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards