Nova York elimina a gordura trans dos pratos de restaurante

Propaganda
Nova York elimina a gordura trans dos
pratos de restaurante
A gordura trans é produzida a partir da transformação da estrutura do óleo vegetal que
pode gerar o entupimento das artérias
Agora é lei: a partir de julho deste ano, as gorduras trans não vão mais poder ser
utilizadas pelos restaurantes nova-iorquinos. É o que determina uma resolução do Conselho de
Saúde da cidade. No Brasil, ainda não chegamos a tanto, mas desde o ano passado, os
fabricantes são obrigados a informar aos consumidores se os alimentos vendidos possuem
algum tipo de gordura trans em sua composição.
A gordura trans é produzida a partir da transformação da estrutura do óleo vegetal.
Esses óleos (de milho, de girassol e o azeite) - também conhecidos como gorduras
insaturadas-, passam por um processo industrial de hidrogenação, que consiste na adição de
uma molécula de hidrogênio. O resultado desse processo é a solidificação do óleo em
temperatura ambiente, processo utilizado pela indústria para aumentar a vida útil dos
alimentos.
A gordura trans possui maior densidade comparada aos óleos vegetais. Quando
absorvida pelo fígado, passa a "competir" com os ácidos graxos essenciais (presente no óleo
de milho, girassol, azeite e peixes), ajudando a diminuir a produção de HDL (conhecido
também como “bom colesterol") fazendo sobrar o LDL (o mau colesterol), que leva pode gerar
o entupimento das artérias.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards