ANÁLISE NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PREÇO DO

Propaganda
ANÁLISE NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PREÇO DO PRODUTO FINAL,
UTILIZADOS PELAS ÁREAS DE MARKETING E FINANÇAS: DAS EMPRESAS NO
RAMO MOVELEIRO DE TUBARÃO.
Autores e orientadores:
Adriana Alves (bolsista); Sidenir Niehuns Meurer (orientadora).
Introdução:
A empresa deve traçar com objetividade a formação de preços do produto final, pois
esse fator é de extrema importância para a mesma. Sendo que, para conquistar uma
parcela significativa de mercado e ter uma imagem forte, ela pode usar estratégias de
preços competitivos ou diferenciação de seus produtos. Para Beulke e Bertó (1995) a
empresa tem que garantir no preço um retorno do que foi investido. Contudo, a
importância da pesquisa justifica-se pela contribuição que esta pretende trazer ao
analisar os procedimentos e as informações que as empresas utilizam para a
formação do preço. Com essa análise, há possibilidades de conhecimentos, sobre a
importância de a empresa colocar o preço devido, do produto final. Objetivo geral da
pesquisa é analisar o processo de formação de preço do produto final, utilizadas pelas
áreas de Marketing e Finanças: das empresas no ramo moveleiro de Tubarão dos
últimos dez anos. Objetivos: a) identificar se as empresas fazem cálculos de apuração
de lucros e prejuízos. b) Verificar as ferramentas estratégicas, utilizadas pelas áreas
de Marketing e Finanças. c) Comparar as duas áreas se há sinergia entre ambas.
Verificar os tipos de custos utilizados para saber o real preço do produto. d)
Reconhecer os métodos dessas empresas para a formação do preço.
Palavras-chave: financeiro, marketing, preço.
Métodos
A pesquisa quanto ao nível profundidade dos estudos é descritiva por usar variáveis,
pois é aquela que analisa, observa, registra e correlacionam os aspectos, que
envolvem fatos, ou fenômenos sem manipulá-los. Para Cervo (1983) o pesquisador
procura descobrir, com a máxima precisão possível, a frequência com que o fenômeno
ocorre, sua razão e conexão com os outros, sua natureza e características. Os
procedimentos utilizados para coleta de dados é bibliográfica, pois será pesquisa
sobre conceitos, assuntos de livros já publicados, ou seja, uma base teórica para
começar o projeto, e de levantamento. Quanto à classificação da abordagem é qualiquantitativa. O público alvo da pesquisa será constituído pelos gestores, funcionários
das referidas empresas. O instrumento utilizado para coleta de dados foi entrevista
com base em um questionário pré elaborado.
Resultados de discussão
Como resultados da pesquisa feita com 5 empresas moveleiras de Tubarão, serão
apontados a seguir: em relação ao preço foi constatado que 60% têm dificuldades de
elaborar e 40% não têm dificuldades. O fator que mais interfere no preço é o custo do
produto com 80% dos resultados. Os métodos adotados para a elaboração do preço
com 3 empresas utilizam o “análise dos preços de venda praticados” e 1 utiliza os
custos e 1 outros. Estratégias de preços cerca de 60% não utilizam, más 40% utilizam
de alguma forma. Na avaliação do custo do produto 60% não fazem e 40% das
empresas tem uma noção básica dos seus custos e colocam nos preços. Áreas de
marketing e finanças definidas em apenas 1 empresa, já em 4 empresas não têm
essas áreas definidas. Somente 20% sabem analisar a DRE e utiliza seus dados para
avaliar se obteve lucros e ou prejuízos, 80% dessas nem fazem o balanço patrimonial.
Esses foram os principais resultados obtidos da entrevista com os gestores das
empresas moveleiras.
Conclusões
Conclui-se que 80% das empresas não sabem analisar uma DRE, não sabem nem o
significado dessa palavra, então ficará muito difícil de colher informações dessa
ferramenta que auxilia muito o gestor a tomar decisões precisas. Verificou-se ainda
que as empresas não têm ferramentas estratégicas, utilizadas pelas áreas de
Marketing e Finanças, para o cálculo do preço do produto final, essas áreas na
empresa não são definidas. Para um melhor resultado, a empresa precisa saber os
seus custos compreendê-los e classificá-los, foi constatado que em grande parte das
empresas não sabem fazer essa classificação, sendo assim, foi constatado que
utilizavam os custos da matéria-prima e da mão-de-obra, esse foi um método
encontrado para a formação do preço, em apenas uma das empresas pesquisadas
trabalhava com uma planilha de custos.
Referências
BERNARDI, Luiz Antonio. Política e formação de preços: uma abordagem
competitiva sistêmica e integrada. São Paulo: Atlas, 1996.
BEULKE, R.; Bertó, D.J. Marketing e finanças: gestão de custos, preços e resultado.
2.ed. São Paulo; Saraiva, 1995.
WERNKE, Rodney. Gestão de custos: uma abordagem prática. São Paulo: Atlas,
2001.
______.Análise de custos e preços de venda: (ênfase em aplicações e casos
nacionais). São Paulo: Saraiva, 2005.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards