Escola: ______ Data: Nome: nº._____ Série 3º. ____ Avaliação de

Propaganda
Escola:________________________________________________________________________________________________________Data:________________
Nome: ___________________________________________________________________________ _____________________________nº._____ Série 3º. ____
Avaliação de Filosofia
1) (UEL) A filosofia é entendida como uma ciência universal que procura a razão mais fundamental, ou seja, as causas primeiras de todas as coisas. Com relação
ao conhecimento e às ciências, em confronto com a filosofia, é correto afirmar que:
A - o mito, tanto na Grécia antiga como atualmente, encerra o sentido da filosofia, que é dar uma explicação para tudo, mesmo que, para isso, tenha que construir
idéias fantasiosas e irracionais.
B - a filosofia serve-se também do senso comum para intuir explicações sobre a realidade, mas com ele não se confunde.
C - a filosofia é a ciência que fundamenta as opiniões dos indivíduos, não importando se elas são ilógicas ou inconseqüentes.
D - tanto a filosofia como a teologia são conhecimentos causais, racionais, teóricos, universais e teleológicos..
2) (UENP) Marque (V) para verdadeiro e (F) para falso:
( ) Os famosos "sofistas" do século V a. C são, muitas vezes, estrangeiros. O movimento de pensamento que eles representam mostra-se ao mesmo tempo como
uma continuidade e como uma ruptura em relação ao que os precede. Sofista é o mestre ou o professor de uma arte ou técnica ou ofício. A palavra sofista não tem
o sentido pejorativo, que veio a adquirir mais tarde, em Atenas.
( ) Os pensadores cristãos nunca se cansaram de comparar Sócrates e Jesus: ambos foram condenados por seus ensinamentos, ambos compareceram aos
tribunais e não se defenderam, ambos nada deixaram escrito, ambos criaram uma posteridade sem limites, e tudo o quanto sabemos de ambos depende de fontes
indiretas, escritas depois de estarem mortos.
( ) Alguns preceitos são os fundamentos da filosofia socrática: "Conhece-te a ti mesmo" e "Sei que nada sei" são as duas expressões que ninguém no pensamento
ocidental jamais duvidou que fossem de Sócrates.
( ) A filosofia nasce na Grécia, no século V a.C., com os filósofos pré-socráticos, procurando encontrar o princípio do universo. Alguns vão explicar o mundo,
apelando para uma arché, ou seja, o elemento constitutivo básico do qual a totalidade do universo seria constituída.
( ) Heráclito defendeu a idéia de permanência substancial e constante do ser.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA.
A) V, V, V, F, V.
B) F, F, V, V, F.
C) V, V, F, V, V.
D) V, V, V, V, F.
E) V, V, V, V, V.
4) (IFET- RS) Sócrates inaugura o período clássico da filosofia grega, também chamado de período antropológico. O problema do conhecimento passou a ser uma
problemática central na filosofia socrática, pois "a briga" de Sócrates com os sofistas tinha por objetivo resgatar o amor pela sabedoria e a valorização pela busca
da verdade.
Nesse contexto, Sócrates inaugura seu método que se fundamenta em dois princípios básicos, que são:
A) A indução e dedução das verdades lógicas;
B) A doxa e o lógos convergindo para o conceito racional.
C) A ironia e a Maiêutica enquanto caminhos para conhecer a verdade através do auto-conhecimento (conhecer-te a ti mesmo).
D) O diálogo e a dúvida dialética.
E) A amizade e a justiça social.
5) (IFET-BA) Platão considera as opiniões e as percepções sensoriais, ou conhecimento das imagens das coisas, como fonte de erro, pois nunca alcançam à
verdade plena.
Considerando a alegoria do Mito da Caverna, utilizada por Platão no livro A República para elucidar suas concepções antropológica e epistemológica, é incorreto
afirmar que:
A) O Mundo Sensível é inferior ao Mundo Inteligível;
B) O verdadeiro conhecimento é atingível pela razão;
C) As sombras dos verdadeiros seres são o que os sentidos captam;
D) A verdade essencial é conhecida através do conceito;
E) O ser humano nunca se libertará das "prisões" a que está submetido por mais que lute e se esforce;
6) (UEM) “Chamamos senso comum ao conhecimento adquirido por tradição, herdado dos antepassados e ao qual acrescentamos os resultados da experiência
vivida na coletividade a que pertencemos.” (ARANHA, Maria L. de Arruda e MARTINS, Maria H. Pires. Filosofando:
introdução à filosofia. p.60.) Considerando essa definição do senso comum adequada à filosofia da práxis de Antonio Gramsci, assinale o que for correto.
01) O senso comum é o conjunto de ideias, valores e juízos destituídos de razão e de bom senso, inaptos ao conhecimento e falsificadores da realidade.
02) Encontra-se no senso comum a presença de elementos ingênuos, aleatórios e difusos, além do fato de ser conservador, isto é, resistente a mudanças,
constituindo-se numa forma de conhecimento não sistematizado e acrítico.
04) Segundo Antonio Gramsci, os intelectuais orgânicos representam a elite técnica dos professores e das pessoas de conhecimento elevado, formadores da
opinião pública e responsáveis pela organização da cultura.
08) A função do intelectual orgânico é favorecer a passagem do senso comum ao bom senso, isto é, o núcleo sadio das crenças e práticas populares, dotado de
ética adequada e ação efetivo contra as contradições da realidade.
16) Para Antonio Gramsci, a formação dos intelectuais e governantes é, na maior parte das vezes, ideológica, favorecendo as disputas de classe e divisões da
cultura.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards