PERSPECTIVAS DE CONTROLE SOCIAL NO FILME GATTACA

Propaganda
BIOPODER: PERSPECTIVAS DE CONTROLE SOCIAL NO FILME
GATTACA (1997)
Bárbara Barros de Olim
Bacharelanda em História pela Universidade Federal de Sergipe
Integrante do Grupo de Estudos do Tempo Presente
Integrante do Grupo de Pesquisa História Intelectual e das Idéias
[email protected]
Atualmente, a constante divulgação sobre os avanços científicos na área da engenharia
genética nos levam a crer num futuro onde todos os males que afetam a saúde humana
posam ser manipulados e evitados geneticamente. Mas esse seria um futuro viável?
Estaria o homem apto a consertar as imperfeições de Deus? Dentro dessa perspectiva, o
filme “GATTACA, uma experiência genética” de Andrew Niccol, nos leva a um
possível futuro próximo onde a sociedade utiliza a manipulação genética como forma de
expurgar os males dos indivíduos, controlando-os de forma a obter indivíduos livres de
doenças físicas e mentais e, por conseguinte controlando a si própria. Como
conseqüência dessa prática, vemos uma sociedade onde as relações sociais e
econômicas são permeadas por um positivismo genético, onde os que são manipulados
geneticamente possuem as melhores perspectivas e oportunidades em detrimento
daqueles que são gerados de forma natural. No filme, acompanhamos a história de um
individuo que, ao contrário da norma de seu tempo foi gerado de forma natural, que se
utiliza de subterfúgios genéticos para driblar o sistema bioopressor e alcançar seus
objetivos.
Palavras-chave: Cinema, poder, representações.
Download
Random flashcards
Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

jndghm

2 Cartões jescola001

out

2 Cartões oauth2_google_e1a9ca2f-1989-4964-99db-7868eac0688a

Criar flashcards