PositionPaperFrameworkReputation - Wiki LES PUC-Rio

Propaganda
Position Paper
Extensão do Governance Framework
Andrew Diniz da Costa1, Carlos J. P. Lucena1, Viviane T. Silva2
1 Laboratório
de Engenharia de Software (LES)
Departamento de Informática – PUC-Rio
2 Departamento
de Sistemas Informáticos y Computación
Universidad Complutense de Madrid (UCM)
Madrid, Espanha.
Outubro, 2007
Introdução
Sistemas multi-agentes (SMAs) [Jennings, Wooldridge] são sociedades em que entidades
autônomas e heterogêneas podem trabalhar de forma conjunta para fins similares ou
totalmente distintos. Devido o escopo da heterogeneidade, autonomia e diversidade de
interesses entre diferentes membros, sistemas de governança foram definidos. Estes
sistemas reforçam o comportamento dos agentes a partir da definição de um conjunto de
normas que descrevem as ações aos quais os agentes estão proibidos, permitidos e
obrigados a fazer. A partir disso, pode-se verificar quais agentes violam as normas
presentes nos sistemas, para que assim sejam calculadas suas respectivas reputações.
Seguindo esta linha de pesquisa, o Governance Framework [Duran, Guedes] foi
criado com o intuito de auxiliar o cálculo de reputação, realizar julgamentos e aplicar
punições aos agentes presentes em uma aplicação. No entanto, o framework apresenta a
ausência de uma característica fundamental para domínios de reputação, que é a
detecção de mudanças no comportamento dos agentes.
Assim, este trabalho visa realizar uma extensão do Governance framework. Através
dela poderão ser criadas instâncias inteligentes capazes de detectar mudanças de
comportamento em algum agente. A seguir, há uma breve descrição do Governance
Framework, seguida dos objetivos que serão alcançados durante o semestre.
Governance Framework
O Governance Framework possui três módulos principais: reputação, julgamento e
punição (ver figura 1). O primeiro é responsável por representar os tipos de reputação
que os agentes podem adotar, além de realizar o cálculo da reputação correspondente. O
módulo de julgamento julga os agentes a partir de testemunhos, isto é, informa o
veredicto de culpado ou inocente, já o módulo de punição indica qual punição deve ser
aplicada ao agente considerado culpado. Os dois primeiros módulos foram trabalhos de
dissertação de mestrado, enquanto que o terceiro ainda não foi criado.
Figura 1 – Modelo do Governance Framework
Como o framework supracitado aplica os conceitos de Sistemas Multi-Agentes
(SMAs), decidiu-se estender o Agent Society Framework, que é um framework FIPA
complaint, isto é, um padrão de desenvolvimento segundo a organização FIPA que dita
às especificações para SMAs. Através dessa extensão, não houve a necessidade de
representar uma série de funcionalidades e entidades, como, por exemplo, um agente,
organização, sub-organização, o serviço de páginas brancas, etc.
Objetivos
Nesse semestre, pretendemos estender o módulo de reputação, para que além de
calcular as reputações dos agentes, também possa detectar mudanças em seus
comportamentos. A motivação para esse trabalho foi a nossa participação na competição
Agent Reputation Trust (ART) Testbed 2007 [ART], e o sucesso obtido com o agente
finalista Zé Carioca LES [Costa]. No domínio da competição, agentes trocam
informações durante cada jogo, entretanto, o comportamento de cada agente pode
mudar. Logo, houve a necessidade de representar um agente inteligente que pudesse
detectar se as mudanças ocorridas trariam maiores benefícios. Nem sempre uma
mudança é propositada por um agente, mas sim causada pelo ambiente em que ele
habita. Perceber algumas dessas sutilezas é uma das metas da extensão.
Para entendermos de forma mais clara a proposta de trabalho, a seguir estão listados
os objetivos a serem alcançados.
o
Extensão do módulo de reputação do Governance Framework, permitindo que
agentes possam detectar mudanças de comportamento de outros agentes.
o
Criação de uma instância de Bolsa de Valores que represente a extensão
supracitada.
o
Modelagem do framework estendido.
o
Modelagem da instância Bolsa de Valores.
o
Monografia sobre o trabalho realizado no semestre.
Referências
[ART] ART Testbed Team. Agent Reputation and Trust Testbed.
http://www.lips.utexas.edu/art-testbed/, 2007.
[Costa] Costa, Andrew D.; Soares, Fábio A.; Azevedo, Sérgio C.; Lucena, Carlos J. P.;
Silva, Viviane T., Zé Carioca LES Finalista da Competição Agent Reputation Trust (ART)
Testbed, SBES 2007.
[Duran] Fernanda Duran, Viviane Torres da Silva, and Carlos J. P. de Lucena (2006)
“Using Testimonies to Enforce the Behavior of Agents”.
[Guedes] Guedes, José de Souza Pinto; Silva, Viviane Torres; Lucena, Carlos José Pereira
de: A Reputation Model Based on Testimonies, [email protected] workshop, Luxembourg,
Grand-Duchy of Luxembourg, June 6, 2006.
[Huynh a] Huynh, T. D., Jennings N. R., Shadbolt, N. R.: FIRE: An Integrated Trust and
Reputation Model for Open Multi-Agent Systems. In: Proceedings of the 16th European
Conference on Artificial Intelligence (ECAI) (2004) pp. 18–22
[Huynh b] Huynh, T. D., Jennings N. R., Shadbolt, N. R.: Certified Reputation --- How an
Agent Can Trust a Stranger Proc. 5th Int. Conf. on Autonomous Agents and Multi-Agent
Systems, Hakodate, Japan.(2006)
[Huynh c] Huynh, T. D., Jennings N. R., Shadbolt, N. R.: Trust in Multi-Agent Systems
The Knowledge Engineering Review 19 (1):1-25. (2004)
[Jennings] Jennings, N. R. and Wooldridge, M. Agent-oriented software engineering.
In Bradshaw, J. (Ed.) Handbook of Agent Technology, AAAI/MIT Press, 2000.
[Wooldridge] Wooldridge, M. and Jennings, N. R. Pitfalls of agent-oriented
development. Proceedings of the Second International Conference on Autonomous
Agents (Agents'98), ACM Press, pp. 385-391, 1998.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards