A natureza da Filosofia

Propaganda
A natureza da Filosofia
1.1 - O que é Filosofia?
“não confie muito nos seus órgãos dos sentidos, pois aquilo que você pensa que
está vendo na realidade é uma ilusão.”
“Por que a realidade que você percebe não é a realidade real; ela é a sua
realidade daquele determinado momento.”
“Devemos repelir qualquer idéia de que a filosofia seja um quadro exposto a
contemplação passiva do homem,”
“A filosofia é antes de mais nada, em primeiro lugar e acima de tudo, uma arma,
uma ferramenta,um instrumento de ação com a ajuda da qual o homem conhece
a natureza”
1.2 – Noções de reflexão filosófica
“A filosofia é um modo de pousar os acontecimentos além das aparências”
“No início (século VI a.c) o filósofo procurava responder não só ao porquê das
coisas mas também ao como”
“No século XVI, com Francia Bacon, a ciência começou a se separar da Filosofia”
“Somente a partir do século XVII, com Galileu, é que a ciência se separa da
Filosofia”
“O filósofo reflete sobre a condição humana atual e sobre que tipo de homem é
desejável no futuro, por isso reflete sobre a escola, para saber que tipo de homem
essa escola está formando, e um ser criativo, político e participante ou um ser
conformado com o status quo.”
“O pensamento filosófico deve ser:
Radical: deve ir a origem dos problemas
Rigoroso: deve seguir um método adequado
De conjunto: deve se preocupar com o todo”
1.3 – Os principais períodos da Filosofia
Filosofia Antiga (Do séc. VI a.C. ao século VI d.C.)
“A filosofia Antiga nasceu na Grécia , no séc VI a. C. com os filósofos présocráticos indo até o período helenístico, que é o predomínio da cultura
grega nos três grandes reinos (da Macedônia,Síria e Egito).”
“Os filósofos pré-socráticos tinham, como ponto central de suas reflexões, a
busca do princípio ou fundamento das coisas, a “arché”.”
“Queriam entender os fenômenos naturais através da observação, sem ter que
recorrer aos mitos e aos deuses.”
“Sócrates(470-399 a.C). “personagem mais enigmática de toda história da
Filosofia, não escreveu uma única linha e está entre os que mais influência
exerceram sobre o pensamento europeu”(Gaarder, 1996:78). Ele criou o método
socrático, que consistia na busca do rigor através da discussão e do diálogo,
através do qual o homem é encarado de frente para ser compreendido e
analisado.”
“Platão era discípulo de Sócrates quando este morreu condenado a beber cicuta,
aos 29 anos, por sua atividade como filósofo.”
“Conhecemos a vida de Sócrates através de Platão, que foi também um dos
maiores filósofos da história.”
“Para Platão a verdadeira realidade se encontra no mundo das idéias, lugar da
essência imutável de todas as coisas”
“Depois de Platão vem Aristóteles que também foi um grande filósofo grego e que
durante vinte anos foi aluno da Academia de Platão, para onde foi quando este
tinha 61 anos.
Platão estava tão mergulhado no mundo das idéias que quase não registrou as
mudanças da natureza, Aristóteles, ao contrário, interessava-se justamente pelas
mudanças naturais.”
“Para ambos a plenitude humana dependia do aperfeiçoamento da razão.
Após a morte de Aristóteles(322 a,C), a filosofia helênica continuou a investigar
os problemas levantados por Sócrates, Platão e Aristóteles”
Filosofia Patrística (do séc. I ao séc. VII)
“É a filosofia dos primeiros padres da igreja, por isso recebe este nome. Inicia-se
com as epístolas de são Paulo, que se converteu ao cristianismo pouco depois da
morte de Jesus e começou a viajar como missionário através de todo o mundo
greco-romano, transformando o cristianismo numa religião universal”
Filosofia Medieval ( do séc. VIII ao séc. XIV)
“Apesar da igreja ter fechado a academia de Platão, os filósofos gregos não foram
esquecidos, Platão e Aristóteles continuaram influenciando neste período,
“embora o Platão que os medievais conhecessem fosse o neo-platônico, e o
Aristóteles que conhecessem fosse aquele conservado e traduzido pelos árabes,
particularmente Avicena e Averróis”(CHAUÍ,1995:45).”
“O maior e mais importante filósofo da idade média foi São Tomás de Aquino
(1225 a 1274), que era uma teólogo. Naquela época, não havia nítida distinção
entre Teologia e Filosofia. Ele tentou conciliar a Filosofia de Aristóteles e o
Cristianismo.”
Filosofia da Renascença (do séc. XIV ao séc. XVI)
“É marcada pela descoberta de obras de Platão desconhecidas na idade média,
de novas obras Aristóteles, bem como pela recuperação das obras dos grandes
autores e artistas gregos e romanos. (CHAUÍ,1995:45)”
Filosofia Moderna – ( do séc. XVII a meados do séc. XVIII)
“A filosofia muda o foco de suas indagações para o intelecto do homem ao invés
de começar a indagar sobre a natureza e Deus.Começa a questionar sobre a
capacidade de conhecer e, depois, como o intelecto pode conhecer o que é
diferente dele.”
Filosofia da Ilustração – ( meados do séc. XVIII ao começo do séc. XIX)
“Este período enfatiza a primazia da razão. O nome Iluminismo vem de
luzes(nome dado a razão) e acredita:
- Que, pela razão, o homem pode conquistar a liberdade e a felicidade social e
política ( a Filosofia da ilustração foi decisiva para as idéias da revolução
Francesa de 1789)”
Filosofia contemporânea – ( meados do séc. XIX até os nossos dias)
“Por se tratar de um período que está sendo vivido por nós, fica difícil proceder a
classificação,pois não podemos manter a necessária distância para analisar com
mais objetividade, mas pode-se citar as diferentes correntes, com seus nomes
mais expressivos, que servirão de base para futuras investigações, segundo
Aranha (1986):
Crítica da Ciência, Positivismo, Neopositivismo e Filosofia
Analítica, Pragmatismo, Filosofia da Existência, Fenomenologia,
Existencialismo, Marxismo, Estruturalismo, Filósofos Independentes (sem
escola), Escola de Madri.”
Unidade II
2.2 Ética e valores
“ Valor
O que caracteriza a pessoa é o fato de ele ser um ente que valora.
O é o único ser que faz sua vida desenrolar-se, essencialmente no mundo da
cultura, o qual é, em ultima análise, o próprio mundo dos valores.
Atribuir um valor a alguma coisa é não ficar indiferente a ela. Portanto, a nãodiferença é a principal característica do valor.”
Corte de paradigma – I. Kant (1724 – 1804)
“Separa a moral da religião e gera uma cosmovisão antropocêntrica.
Kant – Crítica da razão prática.
O homem é um ser determinado, dominado, de maneira imperativa e categórica,
por uma lei que é a lei moral, inexplicável pela Física ou pela Matemática.”
2.3 Estética
“Etimologicamente, a palavra estática vem do grego aisthesis, com o significado
de “faculdade de sentir”, “ compreensão pelos sentidos”, percepção totalizante.“
Em sua atuação, o Homem é capaz de, pelo conhecimento, escolher, atribuir
valores. Esses elementos cognitivos e valorativos podem ser integrados a noção
de “ver como”, que possui, ainda, um ”caráter emocional”. “
“A estética necessita da confirmação e da relação de duas dimensões, a
objetiva(existência externa do objeto), sobre a qual se exerce a atividade
reflexiva, e a subjetiva, tanto na dimensão individual como na social. Na estética
conclui-se uma série de questões da sensibilidade e do sentimento estético do
domínio cultural próprio à arte.”
2.5 Antropologia Filosófica

Teorias que fundamentam as concepções do homem
Teorias Dualistas
Idealismo
“No sentido gnosiológico ( ou epistemológico ) o termo foi empregado pela
primeira vez por Wolf: “Denominam-se idealistas, diz ele aqueles que admitem
que os corpos tem somente uma existência ideal, em nossos ânimos e por isso
negam a existência real dos próprios corpos do mundo.
Platônico - Platão, Agostiniano – Santo Agostinho, Cartesiano – Descartes.”
Realismo
“Concepção filosófica segundo a qual existe uma realidade exterior, determinada,
autônoma, independente do conhecimento que se pode ter sobre ela. O
conhecimento verdadeiro, na perspectiva realista, seria então a coincidência ou
correspondência entre nossos juízos e essa realidade.”
Aristotélico – Aristóteles
“Afirma que é possível conhecer o que é o real concreto e mutável por meio das
definições e conceitos que permanecem inalterados. Basta que para isso seja
estabelecido previamente o que importa ser conhecido acerca do ser distinguindoo daquilo que pode ser deixado de lado por ser meramente ocasional, factual ou
acidental.”
Marxismo – Karl Marx
“A teoria marxista compõem-se de uma teoria científica, o materialismo histórico,
e de filosofia, o materialismo dialético. O materialismo dialético parte da
consideração de que os fenômenos materiais são processos. O mundo não é uma
realidade estática, não é um relógio, um mecanismo regulado pelo ”divino
relojoeiro, mas é uma realidade dinâmica, é um complexo de processos.”
Teorias Unicistas
Visão Unicista
“A visão Unicista parte da conceituação centrada na totalidade – ou cosmos – “
Fenomenologia – Edmund Husserl
“A fenomenologia é o método e a filosofia fornece os conceitos básicos para a
reflexão existencialista [...]. O postulado básico da fenomenologia é a noção de
intencionalidade, pela qual se considera que toda consciência é intencional, tende
para algo fora de si.”
Existencialismo – Sartre e Heidegger
“Segundo o existencialismo, a noção de engajamento significa a necessidade de
um determinado pensador estar voltado para análise da situação concreta em que
vive, tornando-se solidário nos acontecimentos sociais e políticos do seu tempo.”
Unidade III
3.3 Existencialismo
“O existencialismo é uma filosofia de protesto, seus partidários não são muito
preocupados com a metodologia e a exposição sistemática. Alguns filósofos,
porém entendem que a fenomenologia proporciona uma metodologia rigorosa
para descrever a experiência de vida e a hermenêutica proporciona um enfoque
interpretativo à experiência individual.”
3.4 Holismo
O Holismo é uma tendência que sintetiza unidades em totalidades organizadas na
qual o homem é um todo indivisível não podendo ser explicado pelos seus
distintos componentes (físico, psicológico ou psíquico) considerados
separadamente. Tudo é interdependente. Tudo se interliga e se inter-relaciona de
forma global.”
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards