título: perfil dos vendedores ambulantes de alimentos em

Propaganda
TÍTULO: PERFIL DOS VENDEDORES
ALIMENTOS EM MACEIÓ.
AMBULANTES
DE
SUBTEMA: CAPACITAÇÃO E FORMAÇÃO: REALIZAÇÃO DE
ATIVIDADES INOVADORAS RELATIVAS À QUALIFICAÇÃO DOS
PROFISSIONAIS DE VISA -- PROPOSTA PARA PROGRAMA DE
BOAS PRÁTICAS DE HIGIENE NA MANIPULAÇÃO DE
ALIMENTOS.
AUTORES: Aparecida Cristina Bezerra de Souza Fernández¹
Ricardo Walker de Siqueira Lima²
Ronaldo Jerônimo Pimentel²
1-Aluna Curso Pós-Graduação Qualidade Sanitária dos Alimentos 2- Médico Veterinário
(Orientadores Curso Pós-Graduação Qualidade Sanitária dos Alimentos).
INSTITUIÇÃO:VIGILÂNCIA SANITÁRIA MACEIÓ-AL
PERÍODO: 01/01/2009 a 24/02/20091 INTRODUÇÃO
De modo geral os alimentos comercializados pelos ambulantes são produtos de rápido
preparo e vendidos nas ruas. É visível que somente o fato de manipular tais alimentos
nesses locais já traz importantes riscos à saúde dos consumidores. Isso se justifica uma vez
que o processamento destes alimentos é realizado de forma artesanal, ou seja, não existem
controles específicos, não dispõem de uma infra-estrutura apropriada e, na grande maioria
das vezes, as pessoas que comercializam não tem conhecimentos específicos no tocante à
manipulação segura dos alimentos.
OBJETIVO
Identificar fatores de riscos na manipulação e comercialização de alimentos vendidos por
ambulantes que possam oferecer riscos à saúde do consumidor, e de subsidiar as VISA’s
municipais nas ações educativas.
METODOLOGIA
Foram analisados 155 questionários de entrevistas, aplicados pelos fiscais das VISA’s
municipais aos ambulantes presentes na orla, entre 01 de janeiro a 24 de fevereiro de 2009
nas praias de: Mirante da Sereia, Ponta Verde, Pajuçara e Jatiúca. O check-list foi baseado
em parâmetros recomendados pelas portarias do Ministério da Saúde 1428/93, 326/97 e
275/02 e atribuída classificação: “´ótimo”, “bom”, “regular”, “ruim” e “péssimo”.
RESULTADOS
Dos questionários analisados 77% dos pontos de vendas em relação a estrutura física não
possuíam reservatório de água, 84% não faziam higienização das mãos e 59% não usavam
luvas descartáveis, em relação a validade de produtos 88% estavam aptos ao consumo, 88%
dos produtos eram mantidos na temperatura de refrigeração e 56% em temperatura ideal de
aquecimento e
que apenas 28% dos ambulantes manipuladores de alimentos havia
participado de algum tipo de treinamento.
APRENDIZADO COM A VIVÊNCIA
Tais fatores permitiram identificar o perfil higiênico-sanitário do comércio ambulante de
alimentos, demonstrando não conformidades em relação à manipulação dos produtos
comercializados, expondo a população a ocorrências de doenças transmitidas por alimentos.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Esse resultado subsidiará as VISA’s municipais na estruturação de cursos de capacitação em
manipulação de alimentos , definirá um conteúdo programático que atenda a estes
treinamentos, servirá como parâmetro para pesquisa e desenvolvimento desta atividade,
bem como propiciará a elaboração de políticas públicas, voltadas para regulamentação da
mesma.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards