Fisiologia Renal

Propaganda
2011
Livro base: Fisiologia
Linda S. Costanzo,
tradução da 4ª edição, Elsevier Editora, Ltda, 2011
Compartimentos
Hídricos
Corporais
LIC
LEC
Distúrbios dos Líquidos Corporais
Tipo
Contração
isosmótica de
vol.
Exemplo
Diarréia,
queimadura
Volume Volume Osmola- Hemató- Plasma
do LEC do LIC
ridade
crito
(ptn)
↓
NA
NA
↑
↑
Contração
Suor, febre,
hiperosmótica de diabetes
vol.
insípido
↓
↓
↑
NA
↑
Contração
hiposmótica de
vol.
Insuficiência
Suprarrenal
↓
↑
↓
↑
↑
Expansão
isosmótica de
vol.
Infusão de
NaCl isotônico
↑
NA
NA
↓
↓
Expansão
Ingestão
hiperosmótica de elevada de
vol.
NaCl
↑
↓
↑
↓
↓
Expansão
hiposmótica de
vol.
↑
↑
↓
NA
↓
Síndrome do
ADH
inapropriado
Copiado de: Costanzo, 4ª Edição, 2010
Sistema Urinário
• Função renal:
- excreção
- controle do volume e composição
dos líquidos corporais.
• Composto por um par de rins,
um par de ureteres
bexiga urinária e
uretra.
• Rins
- situam-se na parte dorsal do abdome
- formados por tecido conjuntivo e
por milhares de néfrons.
•Fluxo sanguíneo - 21% do débito cardíaco.
•Anatomia dos rins
- hilo (por onde passam as aa, veias,
vasos linfáticos, suprimento nervoso
e ureter)
- córtex (região externa),
medula (região interna),
pirâmides renais, papila,
cálices principais,
pequenos cálices, pelve renal.
•Artérias renais - A. segmentares
- A. interlobares
- A. arqueadas
- A. interlobulares
- art. aferentes
- capilares glomerulares – art. eferentes
- capilares peritubulares.
Formação da urina pelos rins
Néfron- unidade funcional do rim,
cada rim possui cerca de 1 milhão de néfrons
que não podem ser regenerados.
1.
Glomérulo - rede de capilares
onde ocorre a filtração.
Passagem livre de substâncias do plasma
formando o filtrado glomerular
(composição: = plasma menos as proteínas).
1. Túbulos - reabsorção de água e solutos
específicos para o sangue
ou secreção de substâncias dos
capilares peritubulares para os túbulos.
y
Cortex
CNT
Medullary Ra
DCT
Outer Stripe
Inner Stripe
Outer Medulla
PCT
PST
TAL
CD:
PC
CD:
IC
Inner Medulla
DTL
Proximal convoluted tubule PCT
Proximal straight tubule
PST
Thick ascending limb
TAL
Distal convoluted tubule DCT
Connecting tubule
CNT
Collecting duct
CCD
Processamento renal:
• Substâncias que não são reabsorvidas, nem secretadas.
Ex: creatinina.
• Substâncias que são parcialmente reabsorvidas.
Ex: eletrólitos.
• Substâncias que são totalmente reabsorvidas.
Ex: nutrientes como aminoácidos e glicose.
• Substâncias que não são reabsorvidas e são secretadas.
Ex: eletrólitos.
• Excreção = filtrado - reabsorvido + secretado
Filtração Glomerular
Variação da pressão hidrostática nos vasos
sangüíneos renais
Os fatores determinantes da Filtração Glomerular:
figura extraída, enquanto disponível, de: http://www.oup.com/uk/orc/bin/9780198568780/
mmHg
Pressão efetiva
de filtração
Extraído de:
http://fisio.icb.usp.br
comprimento do glomérulo
espaço capsular
DETERMINANTES
DA UFG:
Pressão
hidrostática
glomerular
Pressão
hidrostática
capsular
+
Pressão
coloidosmótica
ptn plasm.
Pressão efetiva de filtração
Valores dos fatores determinantes da
Filtração Glomerular:
F. G. = kf x PEF
constante de
permeabilidade
12,5 ml / min x mmHg
x
Pressão efetiva de
filtração
10 mmHg
Taxa de Filtração Glomerular (TFG): 125 ml/min
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards