Extrato de Pera Padronizado em 10% de Ácido Gálico

Propaganda
Extrato de Pera Padronizado em 10% de Ácido Gálico
No organismo, as espécies reativas de oxigênio são geradas naturalmente por meio de processos respiratórios e, em concentrações adequadas,
são funcionais, como moléculas de defesa e sinalização. Os tecidos cutâneos dispõem de um sistema integrado composto por antioxidantes lipossolúveis como o α-tocoferol (vitamina E), hidrossolúveis, como o ácido ascórbico (vitamina C) e enzimáticos (catalase, superóxido dismutase), os
quais protegem os alvos biológicos da oxidação. No entanto, a incidência de radiação ultravioleta UVA e UVB excessiva associada a um estilo de
vida não saudável estimulam a formação de radicais livres, gerando um desequilíbrio entre os sistemas oxidantes e antioxidantes do organismo.1,2,4
Este desequilíbrio pode desencadear diversas alterações cutâneas como envelhecimento da pele, discromias (manchas) e até mesmo câncer. O uso
de antioxidantes orais pode auxiliar os sistemas endógenos de proteção da pele, além de contribuir para a prevenção de problemas a logo prazo.1,2
O Galicyl é um extrato de Pera padronizado em 10% de ácido gálico (ácido 3,4,5-triidroxibenzóico), um composto fenólico derivado
do ácido benzoico que apresenta um grupo carboxílico e um anel
benzênico substituído com três grupos hidroxilas. Ocorre, preferencialmente, em plantas lignificadas, na forma solúvel (éster de
ácido quínico) ou como tanino hidrolisável. Seus produtos de dimerização (ácido hexa-hidróxi-difênico) e derivados, como o ácido
elágico, são amplamente distribuídos na natureza.8
Os grupos hidroxilas associados aos compostos fenólicos são os
principais responsáveis pelo sequestro de radicais livres, pois doam
um elétron ou um átomo de hidrogênio para interceptar e converter radicais livres em compostos estáveis.1,3
Ainda, o ácido gálico reduz significativamente a síntese de melanina por inibir a atividade da tirosinase e diminuir a expressão de
proteínas relacionadas com a melanogenese, tais como o fator de
transcrição associada – microftalmia (MITF), tirosinase, proteína – 1
tautomerase (TRP1) e dopacromo tautomerase (Dct).9
TESTES CLÍNICOS
Um determinado estudo teve como objetivo investigar a atividade antioxidante da cúrcuma em comparação com três antioxidantes naturais
importantes; o ácido gálico, ácido ascórbico, e xantina em ação na eliminação de radicais livres e seus efeitos combinados sobre esta atividade.5
Os resultados indicaram que as atividades destes compostos
são dependentes da dose. A cúrcuma mostrou maior atividade antioxidante em comparação ao ácido ascórbico e xantonas,
já o ácido gálico apresentou maior atividade antioxidante em
comparação a estes três ativos. Curiosamente, a cúrcuma revelou efeito antioxidante sinérgico quando combinado com ácido
gálico enquanto houve efeito antagonista em combinação com
ácido ascórbico ou xantonas.5
Compound
Curcumin
Figura 1: Estrutura química do ácido gálico
O Ácido Gálico é mais frequentemente encontrado na natureza na
forma de seu dímero de condensação – o ácido elágico.7 Além do
elevado potencial antioxidante,9 excelente mecanismos antiaging
em nossa pele, também é reconhecido por possuir propriedades
anti-inflamatória, antialérgica e anticarcinogênica. Estudos também vêm demonstrando o efeito do Ácido Gálico na melanogênese, regulando a síntese de melanina.5,8 Desta forma, a introdução
do Ácido Gálico em formulações agrega diferentes propriedades
benéficas a estes produtos.3,8
EC50(μg/mL)
TEAC (μM/mg
10.6 ± 0.4
13.1 ± 0.6
Gallic acid
1.2 ± 0.1
26.4 ± 0.1
Ascorbic acid
24.7 ±1.4
5.8 ± 0.7
Xanthone
32.9 ± 0.9
5.1 ± 0.4
Tabela 1: - Atividade antioxidante dos compostos isolados em diferentes concentrações.
*EC = Concentração efetiva. TEAC = Capacidade oxidante equivalente.
MECANISMO DE AÇÃO
O ácido gálico pode inativar reações oxidativas tanto em sua etapa
de iniciação quanto na propagação do processo oxidativo. Na etapa de iniciação, por exemplo, o ácido gálico neutraliza as espécies
reativas de oxigênio, formando radicais fenólicos intermediários,
os quais são relativamente estáveis devido à estrutura de seus
anéis aromáticos. Enquanto estes radicais intermediários são convertidos em hidroperóxidos, dão origem a radicais estáveis para
suportar a degradação oxidativa dos lipídeos, gerando água como
subproduto e submetendo-se às reações em cadeia com os radicais livres, inibindo desta forma, o ataque aos lipídios cutâneos.1,4
Figura 2: Atividade antioxidante dos compostos isolados ao decorrer do tempo
Curcumin
Curcumin + gallic acid
Gallic acid
Figura 3: Atividade antioxidante da curmunina em associação com o ácido gálico
Figura 4: (A) Teor de atividade da tirosinase celular. (B) Conteúdo de melanina celular. (#
p < 0.05, * p < 0.001 comparado com o controle)
POSOLOGIA
Recomenda-se 500mg/dia, dividida em 3 a 4 vezes. Dosagem sugestiva, podendo ser alterada por profissional habilitado.
SUGESTÕES DE FÓRMULAS
Antiaging (IN)
Hiperpigmentação pós-inflamatória (IN)
Galicyl......................................................................................................................100mg
Galicyl......................................................................................................................200mg
Ellagem 90.............................................................................................................100mg
Curcumin C3 Complex®.....................................................................................300mg
Excipiente qsp..................................................................................................1 cápsula
LingonMax™............................................................................................................40mg
Posologia: Tomar 1 cápsula a cada 6 horas (4 vezes ao dia)
Excipiente qsp........................................................................................................1 dose
Antiaging (OUT)
Galicyl.............................................................................................................................10%
Posologia: Tomar 1 cápsula a cada 6 horas (4 vezes ao dia)
Hiperpigmentação pós-inflamatória (OUT)
Phloretin..........................................................................................................................2%
Galicyl.............................................................................................................................10%
Sérum qsp.....................................................................................................................60g
Phloretin..........................................................................................................................2%
Posologia: Aplicar no rosto, pescoço e colo 2 vezes ao dia
Calendula officinalis, ext glicólico.........................................................................5%
Matricaria recutita, ext glicólico.............................................................................5%
Loção não iônica QSP qsp......................................................................................60g
Posologia: Aplicar na região afetada 2 a 3 vezes ao dia
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
WhatsApp: 11 9 8444-0501
mulas
s
nd
I
Atendimento Anápolis (GO):
0800 642-1288
ór
da
Atendimento São Paulo (SP):
0800 701-4424 | 0800 777 4224 | 11 5592-6400
F
1. DEGÁSPARI CH, WASZCZYNSKYJ N. Antioxidants Properties of Phenolic Compounds. Visão Acadêmica, Curitiba 2004, v. 5, n. 1, p. 33-40.
2. GUARATINI, T; MEDEIROS, M.H.G.; COLEPICOLO, P. Antioxidantes na manutenção do equilíbrio redox cutâneo: uso e avaliação de sua eficácia.
Quim. Nova. 2007; 30(1):206-213.
3. KROES, B H et al. Anti-inflammatory activity of gallic acid. Planta Medica. 1992; 58(6):499-504.
4. MOUAD, AM, PORTO ALM. Uma Abordagem Química sobre a Pele e a Biocatálise no Desenvolvimento de Moléculas Antioxidantes. Rev. Virtual
Quim., 2014, 6 (6), 1642-1660.
5. NAKSURIYA O, OKONOGI S. Comparison and combination effects on antioxidant power of curcumin with gallic acid, ascorbic acid, and xanthone. Drug Discov Ther. 2015 Apr;9(2):136-41.
6. PARK, DH et al. Galloyl-RGD as a new cosmetic ingredient. BMC Biochemistry 2014, 15:18.
7. SHAHRZAD, S et al. Pharmacokinetics of Gallic Acid and Its Relative Bioavailability from Tea in Healthy Humans.
8. SIMÕES, C M O et al. Farmacognosia: da planta ao medicamento. 5ed. rev. ampl. Porto Alegre/Florianópolis: Editora da UFRGS, 2004.
9. U, TR et al. Inhibition of melanogenesis by gallic acid: possible involvement of the PI3K/Akt, MEK/ERK and Wnt/β-catenin signaling pathways
in B16F10 cells. Int J Mol Sci. 2013 Oct 14;14(10):20443-58.
10. YEN, GC; DUH, PD; TSAI, HL. Antioxidant and pro-oxidant properties of ascorbic acid and gallic acid. Food Chemistry. 2002; 79(3):307–313
i v i d u a li z a
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards