Psicologia-e-políticas-sociais-a-atuaçao-do

Propaganda
RESUMO
PSICOLOGIA E POLÍTICAS SOCIAIS
A atuação do(a)s psicólogo(a)s nas política sociais
Artileu Antônio Bonfim 1
Alexandre Kaitel2
Neste estudo discuto o compromisso da psicologia enquanto ciência e profissão com
as questões sociais e para tanto realizo uma reflexão sobre a atuação dos psicólogos
nas políticas sociais.
O pressuposto foi que a atuação de psicólogos nas políticas
sociais deva ser comprometida com a emancipação sociopolítica que pode ser gerada
e nutrida através de ações de formação cidadã. O objetivo central da pesquisa foi
investigar e refletir sobre a atuação profissional nessas políticas, analisando os
“saberes” e “fazeres” destes profissionais com o propósito de comprovar ou não o
compromisso social da psicologia, bem como compreender como se dá este
compromisso e que impacto ele tem na vida dos usuários das ditas políticas. Foi
utilizada a abordagem qualitativa, e a metodologia empregada foi o de entrevistas
semi-estruturadas, de sete profissionais; mulheres na faixa etária de 23 a 30 anos,
com ano de conclusão de curso entre 2004 a 2009. Cinco fizeram sua formação na
PUC MINAS São Gabriel, uma na UFMG e outra na Faculdade Newton Paiva. Após a
transcrição e categorização dos dados, foi feita a análise de conteúdo. No referencial
teórico foram discutidas questões concernentes a: conceituação e função das políticas
públicas em contexto de desigualdade social. a função redistributiva de renda e poder
e também o objetivo de autopromoção das políticas sociais; O papel da política de
assistência social com focalização nos “mínimos sociais”; reflexão crítica acerca da
inserção e atuação da psicologia tentando rever seu compromisso social; Processo
formativo como fase inicial do compromisso social da psicologia e intervenção
psicossocial como modalidade de atuação. Para tanto, alguns(mas) teóricos(as) que
Graduando do curso de Psicologia da PUC Minas – Unidade São Gabriel. Resumo da Monografia apresentada no 1º
semestre de 2011, como requisito parcial para a conclusão de curso.
2 Mestrado em Psicologia social Professor do Curso de Psicologia da PUC Minas – Unidade São Gabriel e orientador
desta monografia.
1
discutem sobre estes temas foram utilizados(as), tais como: Batista (2006), Bock
(2003), Demo (1996 e 2001), Enriquez (2001), Machado (2001), Martinez (2003),
Rocha (2001), Saadallah (2007) e Yamamoto (2003). A análise dos dados evidenciou
que nos últimos anos, apesar de não existir dados oficiais que comprove, a inserção
dos psicólogos nas políticas sociais aumentou significativamente.
Na área
governamental principalmente, pois, os equipamentos de operacionalização das
políticas sociais tanto de saúde quanto de assistência social requerem equipe
multidisciplinar. É o caso, por exemplo, do CAPS na saúde e dos CRAS e CREAS na
assistência social. Foi constatado que o aumento da inserção dos psicólogos nestas
políticas não equivale afirmar que a atuação ocorre de forma efetivamente
comprometida com as questões sociais. Não foi possível precisar se a atuação traz
como pressuposto o protagonismo social dos usuários. Durante a análise dos dados,
foi percebido que elas nomeiam a atuação como sendo uma intervenção psicossocial,
reconhecendo apropriadamente o campo e o objeto desta intervenção. A atuação
profissional tem uma ampla visão do sujeito e do campo e que está presente no
discurso
delas
protagonismo.
os
Elas
conceitos:
emancipação,
declaram-se
empoderamento,
verdadeiramente
autonomia
comprometidas
com
e
a
operacionalização destes conceitos, não conseguindo, porém mensurar os impactos
desta atuação na vida dos usuários. Concluí que a atuação/intervenção esta ainda
muito focada nas questões individuais e em alguma medida colabora para com os
processos de conquista da autonomia, mas, não sendo possível afirmar que a
emancipação do usuário se efetive.
Área do Conhecimento: Ciências Humanas. Psicologia. Psicologia Social.
Palavras-chave: Compromisso social, emancipação, autonomia, formação e políticas
sociais.
Referência da monografia:
BONFIM, Artileu Antônio. Psicologia e políticas socias: A atuação do(a)
psicólogo(a)s nas políticas sociais. 2011. 53f. Monografia (Conclusão do curso) Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Faculdade de Psicologia (São
Gabriel), Belo Horizonte/MG.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards