Níveis de citocinas inflamatórias de indivíduos com Síndrome de

Propaganda
Níveis de citocinas inflamatórias de indivíduos com Síndrome de Down
com doença periodontal antes de depois do tratamento periodontal.
Fernanda Salgado Cesar Rodrigues, Thamiris Orrico Rodrigues, Niels Olsen Saraiva Câmara, Elisa
Maria Aparecida Giro, Marcia Hiromi Tanaka. Instituto de Ciência e Tecnologia de São José dos
Campos, Odontologia, [email protected]
Palavras Chave: Doença periodontal, Síndrome de Down, Sistema imunológico.
Introdução
Resultados e Discussão
Indivíduos com Síndrome de Down (SD) têm um
aumento na prevalência de doença periodontal (DP)
em
comparação
com
indivíduos
cromossomicamente normais¹. Além da deficiência
no sistema imune dos indivíduos SD é interessante
ressaltar que no braço longo do cromossomo 21
existe um agrupamento de genes (cluster) composto
pelos genes Interleucina-10 receptor beta (IL10RB)
e Interferon-gama receptor 2 (IFNGR2) juntamente
com os genes dos dois receptores do Interferon-alfa
(IFN-α), estando os quatro genes orientados um em
seguida do outro (tandem). Pelo fato de possuírem
um cromossomo 21 extra, na presença de DP, a
expressão gênica de IL10RB mRNA é maior nesses
indivíduos, porém a expressão do Interferon-gama
(IFNγ) mRNA tem se mostrado semelhante entre os
2-3
grupos SD e Controle, ambos com DP .
Tabela 1- Parâmetros clínicos (mediana; mín-máx)
em ambos os grupos com doença periodontal (antes
e depois do tratamento) dos sítios coletados.
Material e Métodos
Foram selecionados para este estudo um total de 30
indivíduos, os quais foram divididos nos seguintes
grupos: Grupo 1- Síndrome de Down com Doença
Periodontal (SD) (n=20) e Grupo 2- Nãosindrômicos com Doença Periodontal (Controle)
(n=10). Todos os indivíduos participantes do estudo
receberam tratamento periodontal não-cirúrgico,
orientação de higiene bucal e acompanhamento por
45 dias. As amostras de fluido gengival antes e
depois do tratamento foram de 3 sítios doentes e 3
sítios sadios. A quantificação das proteínas IFN-γ, e
IL-10 foi realizada pela tecnologia Luminex. Para
análise estatística foi utilizado o GraphPad Prism 6
(GraphPad Software, La Jolla, CA, USA).
XXVII Congresso de Iniciação Científica
b
1.5
d, e
IL-10 (pg/ml)
Avaliar as citocinas IFNγ e IL-10 no fluido gengival e
relacionar suas quantidades nos sítios doentes e
sadios, antes e depois do tratamento periodontal
não cirúrgico em indivíduos com Síndrome de Down
em
comparação
com
indivíduos
cromossomicamente normais, ambos com DP.
8
IFN-g (pg/ml)
Objetivos
2.0
10
6
j
4
b, f, g
2
0
e
d, f
b
d
1.0
0.5
b
d
g, j
0.0
SD A
SD B
CA
CB
SD SA SD SB C SA
C SB
SD A SD B
CA
C B SD SA SD SB C SA C SB
Figura 1 – Concentração das citocinas (pg/ml) IFN-γ
e IL-10 no fluido gengival
Conclusões
Notavelmente, podemos observar uma maior
quantidade de citocinas pro e anti inflamatórias
(IFN-γ, e IL-10) no fluido gengival dos indivíduos
com SD em comparação com os do grupo controle,
mesmo após o tratamento periodontal.
Agradecimentos
FAPESP 2011/23798-2.
__________________________________________
1
Desai, S. Down syndrome: a review of the literature. Oral surgery, oral
medicine, oral pathology, oral radiology, and endodontics 1997;3:279285.
2
Cavalcante LB, Tanaka MH, Pires JR, et al. Expression of the
interleukin-10 signaling pathway genes in individuals with Down
syndrome and periodontitis. J Periodontol 2012;83:926-935
3
Tanaka MH, Giro EM, Cavalcante LB, et al. Expression of interferongamma, interferon-alpha and related genes in individuals with Down
syndrome and periodontitis. Cytokine 2012;60:875-881.
Download