Remédio de tratamento a diabetes está em falta no estado do Rio

Propaganda
Remédio de tratamento a diabetes está em falta no
estado do Rio de Janeiro
O RJTV mostra o sofrimento de pacientes que têm um tipo menos comum de
diabetes. O medicamento que controla a diabetes Insipidus está em falta na
rede estadual de saúde, e quem antes conseguia o remédio gratuitamente,
precisa agora comprar o medicamento na farmácia para continuar o
tratamento.
Há quase dois meses, a rotina de Dona Regina Costa é esta: ligar para o
Iede, Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, para saber se o remédio
já chegou. A resposta é a mesma: não há remédio, nem previsão para
chegada.
O paciente chega a produzir quase dez litros de urina por dia, quando o
normal seriam dois: “Quando eu não to tomando remédio, eu preciso tomar
duas vezes por dia. Me atrapalha, sinto muita sede e por consequência disso,
urino muito", diz a diabética.
O medicamento DDAVP, que trata o problema, é distribuído de graça no Iede.
Mas, segundo os pacientes, está em falta. O remédio é distribuído para o Iede
pela Secretaria Estadual de Saúde, que, segundo a direção do instituto, não
tem feito o repasse. Nas farmácias, cada frasco custa, em média, R$ 200. São
necessários dois por mês no tratamento.
"Entra e sai. A água não fica retida, o sódio o potássio, tudo vai embora
também na urina", diz dona Regina.
A Secretaria Estadual de Saúde informou que por um atraso na licitação de
compra do remédio, que a Dona Regina precisa, o estoque não foi suficiente
para o mês de setembro.
Ainda de acordo com a Secretaria, a entrega do medicamento será
regularizada, até, no máximo, a segunda quinzena de outubro.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards