ALIMENTOS FUNCIONAIS

advertisement
ALIMENTOS FUNCIONAIS
São todos os alimentos que contém certos elementos que têm efeitos
importantes na prevenção das moléstias crônicas. São substâncias de vários tipos e
atuam no nosso organismo de múltiplas formas. Seus efeitos têm sido muito estudados
nos últimos anos, principalmente na prevenção das moléstias cardiovasculares e
vários tipos de cânceres.
No caso das moléstias cardiovasculares é a sua ação antioxidante nos
processos de formação das placas de gordura. Elas têm ação sobre os radicais livres,
impedindo os processos oxidativos que são altamente prejudiciais às células do
organismo. Estes antioxidantes presentes nos alimentos, são principalmente a
Vitamina E, a Vitamina C, o Selênio, as Fibras, os Fitoestrógenos e os Flavonóides.
Ainda não foram definidas as reais quantidades necessárias e
recomendadas dessas substâncias, como também não se sabe a dosagem de cada um
desses elementos nos diferentes alimentos. Apenas chegou-se à conclusão que o
consumo regular desses alimentos por populações foi relacionado com a prevenção de
muitas doenças.
Também são desconhecidas as suas formas de processamento e
armazenamento. Estas substâncias fazem parte de uma grande quantidade de
alimentos, que estão disponíveis numa alimentação variada, natural e equilibrada. Na
verdade não existem alimentos “milagrosos” que por si só possam diminuir ou prevenir
a ocorrência de uma série de doenças.
A lista abaixo enumera uma enorme variedade de alimentos baratos e ao
alcance de todos, cujos efeitos sobre a saúde das pessoas está comprovado. Quanto
mais variada e colorida for a sua refeição, quanto mais elementos frescos e naturais
ela contiver, mais benefício trará para você e sua família.
Goiaba, tomate, melancia e mamão, têm licopeno com ação
antioxidante, aumentando a resistência ao câncer. Cenoura, salsa, abóbora, brócolis,
couve, berinjela, maçã, frutas cítricas, cereja, uva vermelha, vinho, chá verde e soja
possuem flavonóides que previnem o câncer, com ação antioxidante e prevenção da
formação de placas de gordura nas artérias.
A soja, os cereais integrais (trigo, arroz, milho, aveia, cevada, centeio) e
os farelos de cereais realizam a reposição hormonal natural, previnem o câncer e as
doenças cardiovasculares. Os cereais integrais, vegetais folhosos, legumes e feijões
(feijão, grão de bico, lentilha e ervilha) têm fibras insolúveis, que diminuem a absorção
das gorduras, previnem a prisão de ventre e o câncer do intestino.
Os peixes têm ácido graxo ômega 3, reduzem os triglicérides e atuam
nos processos de coagulação. O alho e a cebola têm sulfetos alílicos que previnem o
câncer e inibem a formação do colesterol. Finalmente, a Castanha do Pará, os peixes
marinhos, os frutos do mar, as carnes e as aves, têm selênio com poderosa ação
antioxidante, ajudando a retardar o processo de envelhecimento.
Em conclusão: uma alimentação variada e rica nesses diversos
alimentos aqui mencionados têm um notável efeito protetor contra uma série de
doenças crônicas e degenerativas que atingem os seres humanos. Os alimentos
funcionais devem fazer parte da alimentação diária não só dos idosos como também de
todas as outras faixas etárias.
(Fonte: Baixo Colesterol - As receitas do Instituto do Coração – São Paulo 1999)
FAÇA CÓPIAS E DISTRIBÚA
Download