Zoologia-1.Reino Animalia

advertisement
Complexo educacional FMU
Curso de Ciências Biológicas
Zoologia de invertebrados I
Reino Animal
Principais Características
Prof: Biólogo Luiz A.B. Mello Lula
2º semestre 2011
2ºsemestre
Gráfico da distribuição do número de espécies dos filos animais
Reino Animalia
1. Características gerais
- Eucariontes.
- Pluricelulares.
- Heterotróficos.
- Únicos seres que possuem tecido nervoso e tecido muscular.
2. Desenvolvimento embrionário
Embrião
Mórula
Blástula
Gástrula
(responsáveis pela formação dos folhetos germinativos)
EMBRIOGÊNESE GERAL DOS ANIMAIS
Diblásticos ou Diploblásticos:
Dois folhetos germinativos (fase embrionária) – Ectoderme e endoderme
Ex: Cnidários
Triblásticos ou Triploblásticos:
Três folhetos germinativos – Ectoderme, endoderme e mesoderme.
Ex: Demais animais
Celoma – cavidade interna do animal
Acelomados : sem cavidade (cnidários e platelmintos)
Pseudocelomados: falso celoma (nematelmintos)
Celomados: cavidade (demais animais)
Os destinos finais desses folhetos germinativos, na formação dos tecidos e órgão
humanos, são:
Ectoderme:
- Epiderme e anexos cutâneos (pêlos e glândulas mucosas);
- Todas as estruturas do sistema nervoso (encéfalo, nervos, gânglios nervosos e
medula espinhal);
- epitélio de revestimento das cavidades nasais, bucal e anal.
Mesoderme:
- Forma a camada interna da pele (derme).
- Músculos lisos e esqueléticos;
- Sistema circulatório (coração, vasos sangüíneos, tecido linfático, tecido conjuntivo);
- Sistema esquelético (ossos e cartilagem);
- Sistema excretor e reprodutor (órgãos genitais, rins, uretra, bexiga e gônadas).
Endoderme:
- Epitélio de revestimento e glândulas do trato digestivo, com exceção da cavidade
oral e anal;
- Sistema respiratório (pulmão);
- Fígado e pâncreas.
Animais protostômios e deuterostômios
Boca ou ânus (aberturas do tubo digestório) – originam-se
blastóporo embrionário.
O blastóporo é o orifício de comunicação entre a
futura cavidade digestória (arquêntero) e o meio
externo.
Protostômios: quando o blastóporo dá origem à boca.
Deuterostômios: quando o blastóporo dá origem ao ânus.
(equinodermos e cordados)
à partir do
3. Estrutura corporal
Tecidos corporais:
Presença de tecidos - grupo de células semelhantes especializadas no
desempenho de determinada função.
Poríferos: não apresentam tecido.
Demais animais: apresentam tecidos.
Parazoa (sub-reino)
Eumetazoa (sub-reino)
Simetria:
Característica dos seres originarem metades equivalentes quando divididos.
Simetria revela organização = locomoção
Assimetria:
possuem diferentes formas, impossibilitando a separação
do corpo. Ex: esponjas (Poríferos)
Simetria radial: possuem partes não simétricas.
Não apresentam cabeça, nem cauda, não tem lado direito e
nem esquerdo, nem dorso e nem ventre.
São animais sésseis – fixos – Ex: Cnidários e Equinodermos
Simetria bilateral:possuem os dois lados iguais
São animais completos e ativos
Cefalização:
Evolução animal: concentração dos principais órgãos dos sentidos e das
células nervosas.
Diferenciação da cabeça
Exemplos: Anelídeos, Moluscos, Artrópodes e Cordados.
Metameria ou segmentação corporal
Consiste na organização do corpo em uma série de segmentos, iguais ou
semelhantes chamados metâmeros.
A metameria surge durante o desenvolvimento embrionário.
Existentes em diversos invertebrados, tais como: anelídeos e artropodes.
Nos vertebrados, a segmentação pode ser percebida na estrutura da
musculatura corporal.
Sistemas esqueléticos
Esqueleto: ponto de apoio para a musculatura = movimentação.
Exoesqueleto: cobertura rígida que envolve o corpo do animal totalmente
(exoesqueleto completo) ou parcialmente (exoesqueleto incompleto),
protegendo os órgãos internos e fornecendo apoio para a musculatura.
Exoesqueleto completo = quitina = artrópodes.
Exoesqueleto incompleto = carbonato de cálcio – concha = moluscos.
Endoesqueleto: estrutura interna, responsável pela sustentação corporal e
fixação dos músculos = ossos.
Árvore filogenética dos animais
Download