O estudo da Sociologia Por que estudar a sociedade em que

advertisement
O estudo da Sociologia
Por que estudar a sociedade em que vivemos? Não basta vivê-la? È possível conhecer a sociedade
cientificamente? A sociologia serve pra quê?
O que se pode dizer, inicialmente, é que a Sociologia, assim como as demais ciências humanas (Historia,
Ciência Política, Economia, Antropologia), tem como objetivo compreender e explicar as permanências e
transformações que ocorrem nas sociedades humanas e até indicar algumas pistas sobre os rumos das mudanças.
Através dos tempos, os seres humanos buscam suprir suas necessidades básicas, mediante a produção
não só de alimentos, abrigo e vestuário, mas também de normas, valores, costumes, propriedades,
desigualdades, conflito, arte e explicações sobre a vida e sobre o mundo.
Viver em sociedade é participar dessa produção. Ao fazê-lo, acabamos produzindo a historia das
pessoas, dos grupos e das classes sociais. Por isso, a Sociologia tem estreita relação com a História. Basta dizer
que precisamos de ambas para explicar a existência da própria sociologia.
Mas qual é o campo de estudo específico da Sociologia? Para entender os elementos essenciais da
sociedade em que vivemos, os sociólogos procuram dar respostas como estas:

Por que as pessoas agem e pensam dessa forma e não de outra?

Por que nos relacionamentos uns com os outros de determinada maneira, normalmente padronizada?

Por que existe tanta desigualdade e desemprego no nosso cotidiano?

Por que existe a política e as relações de poder na sociedade?

Quais são nossos direitos e o que significa cidadania?

Por que existem movimentos sociais com interesses tão diversos? Esses movimentos são
revolucionários ou apenas reformadores?

O que é cultura? Qual relação entre cultura e ideologia? Como elas estão presentes nos meios de
comunicação de massa?
A sociologia nos ajuda a entender melhor essas e outras questões que envolvem o nosso
cotidiano, sejam elas de caráter pessoal, grupal, ou, ainda, relativas à sociedade à qual pertencemos
ou a todas as sociedades. Mas o fundamental da Sociologia é fornecer conceitos e outras ferramentas
para analisar as questões sociais e individuais de um modo mais sistemático e consistente, indo além
do senso comum.
Para Pierre Bourdieu, sociólogo francês contemporâneo, a Sociologia, quando se coloca numa
posição crítica, incomoda muito, porque, como outras ciências humanas, revela aspectos da
sociedade que certos indivíduos, ou grupos se empenham em ocultar. Se esses indivíduos e grupos
procuram impedir que determinados e fenômenos sejam conhecidos do público, de alguma forma o
esclarecimento de tais fatos pode perturbar seus interesses ou mesmo concepções, explicações e
convicções.
Ora, uma das preocupações da Sociologia é justamente formar indivíduos autônomos, que se
transformem em pensadores independentes, capazes de analisar o noticiário, as novelas de televisão,
os programas do dia a dia e as entrevistas das autoridades, percebendo o que se oculta nos discursos
e formando o próprio pensamento e julgamento sobre os fatos, ou, ainda mais importante, que
tenham a capacidade de fazer as próprias perguntas para alcançar um conhecimento mais preciso da
sociedade a qual pertencem.
Como bem lembrou o sociólogo Charles Wright Mills, a Sociologia contribui também para
desenvolver nossa imaginação sociológica, isto é, a capacidade de analisar nossas vivências
cotidianas e estabelecer as relações entre elas e as situações mais amplas que nos condicionam e nos
limitam, mas que também explicam o que acontece em nossa vida.
A produção social do conhecimento
Todo conhecimento se desenvolve socialmente. Se quisermos conhecer e compreender como
pensavam as pessoas de determinada época, precisamos saber em que meio social elas vivera, pois o
pensamento de um período da história é criado pelos indivíduos em grupos ou classes, reagindo e
respondendo a situações históricas de seu tempo.
Se quisermos saber por que os indivíduos, grupos e classes pensam de determinada forma, por
que explicam a sociedade desta ou daquele ponto de vista, precisamos saber como os membros dessa
sociedade se organizaram para suprir suas necessidades, relacionar-se e discutir as questões que
envolvem as relações sociais, normas, os valores, os costumes, as tradições e a religiosidade. Ou
seja, devemos entender como são criadas as instituições sociais, políticas e econômicas que
permitem certa estabilidade social. (TOMAZI, Nelson. Sociologia para o ensino médio. São Paulo:
Atual, 2007: 6)
A Sociologia e a miséria humana
Levar à consciência os mecanismos que tornam a vida dolorosa, inviável até, não é neutralizálos; explicar as contradições não é resolvê-las. Mas, por mais cético que se possa ser sobre a eficácia
social da mensagem sociológica, não se pode anular o efeito que ela pode exercer ao permitir aos que
sofrem que descubram a possibilidade de atribuir seu sofrimento a causas sociais e assim se sentirem
desculpados; e fazendo conhecer amplamente a origem social, coletivamente oculta, da infelicidade
sob todas as suas formas, inclusive as mais íntimas e mais secretas. (BOURDIEU, Pierre (coord.). A
miséria do mundo. Petropólis: Vozes, 1997: 735)
Tarefa da Sociologia
Não há escolhas entre maneiras “engajadas” e “neutras” de fazer sociologia. Uma sociologia
descomprometida é uma impossibilidade. Buscar uma posição moralmente neutra entre as muitas marcas da
sociologia hoje praticadas, marcas que vão da declaradamente libertária à francamente comunitária, é um
esforço vão. Os sociólogos só podem negar ou esquecer os efeitos de seu trabalho sobre a “visão de mundo”, e
o impacto dessa visão sobre as ações humanas singulares ou em conjunto, ao custo de fugir à responsabilidade
de escolha que todo ser humano enfrenta diariamente. A tarefa da sociologia é assegurar que essas escolhas
sejam verdadeiramente livres e que assim continuem, cada vez mais, enquanto durar a humanidade.
(BAUMANN, Zigmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001:246)
Para refletir e responder
1- A Sociologia é necessária para compreensão da sociedade em que vivemos? Por quê?
2- No seu entendimento, a Sociologia pode contribuir para que haja mais liberdade de pensamento e
ação?
Download