Enviado por Do utilizador7693

A Revolução Feminina sufocada pela Revolução Francesa

Propaganda
A Revolução Feminina sufocada pela Revolução Francesa
Já ouviu falar em Robespierre, Marat, Danton ou Napoleão? Provavelmente sim, mas e o que você sabe sobre
as mulheres da França revolucionária?
Provavelmente já ouviu as críticas baseadas em boatos espalhados sobre a rainha Maria Antonieta e nunca
ouviu falar de Olympe de Gouges. Esta última foi uma revolucionária, jornalista, escritora e autora de peças
de teatro que enfrentou os jacobinos no período mais sombrio da Revolução. Olympe escreveu peças
antiescravistas e manifestos defendendo o direito ao divórcio e direitos políticos das mulheres. No seu
panfleto “Declaração dos Direitos da Mulher e da Cidadã” de 1792 (em referência direta à Declaração dos
Direitos do Homem e do Cidadão, de 1789) Olympe alertava: “Ó mulheres! Mulheres, quando deixareis vós
de ser cegas?”.
Olympe, que era girondina, foi acusada
injustamente pelos jacobinos de trair os
valores republicanos e a natureza de seu
próprio sexo. Sem direito à defesa, Olympe foi
guilhotinada em 1793 por ordens de
Robespierre, durante a fase conhecida como
Terror. Antes de ser executada, repetiu uma
frase que já tinha divulgado em panfleto:
“Se a mulher tem o direito de subir ao cadafalso (palanque onde fica a guilhotina), ela deve ter igualmente o
direito de subir à tribuna (palanque para debate político)”.
Seus ideais eram radicais de mais para a época, por isso, a Declaração dos Direitos das Mulheres não foram
aplicadas na sociedade francesa, e sua execução serviu de exemplo para as demais mulheres que se atrevessem
questionar a falta de direitos femininos. Na França, no Brasil e em vários países, as mulheres só conquistam o
direito ao voto no século XX, mas só depois de muitas lutas, repressões e mortes de mulheres que sonhavam
com o sufrágio feminino (direito ao voto para as mulheres).
*Texto escrito por Luciana Berbel Rodrigues, para fins didáticos.
Fontes:
GOUGES, Olympe de. Declaração dos direitos da mulher e da cidadã. Interthesis: Revista Internacional Interdisciplinar,
Florianópolis, v. 4. 1, jan/jun, 2007.
DRIGO, Jasmim Sedie; PAGNOSSI, Nádia Carrasco. Tradução do texto: Reflexões sobre os Negros, Autora: Olympe de Gouges.
História & Ensino, Londrina, v. 24, n. 1, p. 283-288, jan./jun. 2018
BOCQUET, Jose-luois; MULLER, catel. Olympe de Gouges. Galera Records, 488 p. 201
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards