Enviado por ka.bittar.1984

Estética Corporal

Propaganda
Contraindicações absolutas da massagem
Trauma na coluna vertebral: Trauma significa ferida. Feridas na coluna vertebral
podem ser muito perigosas, dependendo da gravidade podem matar ou deixar a
pessoa paralítica. A grande preocupação de feridas na coluna é que a medula
espinhal pode ficar comprometida. A medula espinhal é a conexão entre o cérebro e o
corpo e ela não se recupera, inclusive não há tratamentos médicos que possam
reconstruí-la. Felizmente, a nossa coluna é bem protegida e machucar a medula
espinhal acontece, na maioria das vezes, em acidentes graves. Depois de quedas ou
acidentes de veículos a pessoa deve ser encaminhada para um hospital. Só com
autorização médica a massagem pode ser feita.
Tumores ou outras doenças na coluna vertebral: De novo, feridas ou doenças
perto da medula espinhal podem ser muito perigosas. Dores duradouras na coluna
têm que ser examinadas por um médico especialista. Só com autorização médica a
massagem pode ser feita.
Febre / gripe / infecções: Estados febris ou gripes podem piorar com massagem,
porque as manobras da massagem estimulam a circulação da linfa e do sangue no
corpo. As dores relacionadas à gripe e à febre não são tratadas com massagem. Pelo
contrário, tendem a piorar. A massagem só é liberada uma semana depois que a gripe
ou febre acabou. Infecções têm que ser tratadas pelo médico.
Câncer: O câncer pode piorar com a massagem, porque as manobras da massagem
estimulam a circulação da linfa e do sangue no corpo. O câncer é tratado com médico
especialista. Depois de um tratamento de câncer onde a pessoa teve alta, a
massagem pode ser feita com autorização médica.
Trombose: A massagem em quem tem trombose é sempre contraindicada, inclusive
pode ser muito perigosa. Trombose são coágulos na parede interna dos vasos
sanguíneas. Esses coágulos podem se soltar e andar dentro da corrente sanguínea,
causando um AVC (Acidente Vascular Cerebral), ataque cardíaco, entre outros
problemas graves. O grande problema da trombose é que nem sempre o paciente
sabe que tem. Dores, inchaços, temperaturas aumentadas ou diminuídas na área
afetada podem ser indícios. O exame de sangue em laboratório dá pistas importantes
da trombose. Só depois do tratamento adequado com um médico e com autorização
médica a massagem pode ser feita.
Contraindicações relativas da massagem
Problemas na circulação sanguínea e no coração: Existe uma variedade grande de
problemas circulatórias e no coração. Dependendo do problema, a massagem não
deve ser feita. É sempre bom pedir uma autorização médica.
Varizes: Dependendo das varizes a massagem pode ser contraindicada. É sempre
bom pedir uma autorização médica.
Feridas abertas e pus: Feridas abertas, mesmo pequenas, têm grande risco de
infeccionar. Não é bom fazer massagem onde houver feridas abertas.
Doenças de pele e eczemas fortes: A maioria das doenças de pele é autoimune, o
que significa que não é contagioso. Uma grande vantagem é que problemas na pele
são fáceis de detectar e a própria pessoa normalmente sabe o que é. A massagem
normalmente é liberada.
Gravidez: A massagem normalmente é liberada depois dos três primeiros meses de
gestação. Quem decide se pode ou não pode fazer massagem é o médico
responsável e o massagista só atende com autorização médica.
Hérnia de disco: O núcleo pulposo, um espécie de gelatina densa que existe dentro
do disco intervertebral pode derramar e calcificar. Dependendo de onde e como uma
hérnia de disco se formou, ela pode ser perigosa. Felizmente a maioria delas não é.
Normalmente as hérnias de discos não são tratadas com cirurgia. A prescrição de
remédios analgésicos é comum. A massagem só é liberada com autorização médica.
Osteoporose: Osteoporose significa ossos fracos. Normalmente, a doença surge com
a idade. Uma massagem leve sem alongamentos costuma ser liberada.
Infiltrações de corticóide: O corticóide corrói as estruturas da articulação quando
injetado nelas. A massagem só é liberada depois de vinte dias ou com autorização
médica.
Diabetes: Como a massagem estimula a circulação sanguínea e linfática, é melhor
pedir uma autorização médica para atender diabéticos. Normalmente a massagem é
liberada.
Doenças contagiosas: Doenças que têm contágio com contato de pele precisam ser
tratadas por um médico antes de se fazer massagem. Doenças contagiosas que
envolvem troca de sangue, saliva ou relação sexual normalmente são liberadas.
Benefícios da Massagem Modeladora
A massagem modeladora possui diversos benefícios, entre eles está o combate à
flacidez, a redução de medidas e redução das celulites. Cremes específicos para
combater a celulite podem ser utilizados para potencializar os efeitos da massagem.
Outros de seus benefícios são:
 Melhora da circulação sanguínea
 Eliminação das células mortas
 Oxigenação das células e consequente eliminação de gordura
 Eliminação das toxinas do organismo
 Modelagem do corpo
 Eliminação da retenção de líquidos que provoca inchaço
 Melhora da função intestinal
Para que os resultados da massagem possam ser percebidos mais rapidamente,
convém alimentar-se de forma equilibrada e praticar exercícios físicos moderados.
Benefícios da Drenagem Linfática
A principal função da drenagem linfática é retirar os líquidos acumulados entre as
células e os resíduos metabólicos. Ao serem retiradas do local armazenado, tais
substâncias são encaminhadas para o sangue através da circulação. Essa técnica
também estimula a regeneração dos tecidos, melhora o sistema imunológico, é
relaxante e tranquilizante, combate a celulite e a gordura localizada e ainda melhora a
ação anti-inflamatória do organismo. Outros de seus benefícios são:
 Desintoxica o organismo
 Elimina líquidos acumulados no organismo
 Ativa o sistema imunológico
 Atua como analgésico
 Alivia hematomas e inchaços após cirurgias plásticas
 Auxilia no tratamento da celulite
A drenagem também é a principal indicação para recuperação de inchaços póscirúrgicos,
especialmente
nos
casos
de
cirurgias
plásticas
(lipoaspiração,
mamoplastia, abdominoplastia e rosto). Nesses casos, a drenagem ajuda o organismo
a reagir, eliminando líquidos que causam o inchaço e acelerando a recuperação.
Drenagem Linfática na gravidez e no pós-parto
Os efeitos da massagem podem igualmente beneficiar as futuras mamães durante a
gestação e após o nascimento do bebê.
1.
A
drenagem
linfática
ajuda
a
reduzir
o
inchaço
na
gravidez?
Sim. A drenagem linfática é uma técnica que, por meio da massagem, direciona o
excesso de líquidos para os gânglios linfáticos. Dessa maneira, esse excesso é mais
facilmente eliminado do organismo – muitas vezes, pela urina. Durante a gravidez,
ocorre o aumento na produção hormonal. Isso leva, entre outras coisas, a uma
tendência maior na reabsorção do sódio e uma consequente retenção hídrica, que se
traduz em inchaço.
2. Qualquer gestante pode fazer?
Não. A drenagem linfática não é recomendada para grávidas que tenham hipertensão
não controlada, insuficiência renal, trombose venosa profunda ou qualquer doença
relacionada ao sistema linfático. Quem não apresenta esses problemas está liberada.
Em geral, a drenagem é mais recomendada a partir do terceiro mês de gestação.
3. É preciso ter o aval do obstetra?
Sim. O aval dele é fundamental para começar as sessões de drenagem. Somente com
essa autorização, o fisioterapeuta pode aplicar a massagem. Dica: peça a indicação
ao seu obstetra de clínicas e profissionais confiáveis para aplicar a drenagem linfática.
4 . O feto não corre nenhum perigo?
Não. A drenagem linfática ativa apenas os sistemas linfático e venoso. Os
profissionais não mexem no bebê e nem nas regiões próxima a ele.
5. A grávida deve ficar em que posição para que a massagem seja segura?
Há duas posições na drenagem linfática em gestantes: de barriga para cima ou
deitada de lado. Essas são as mais comuns e seguras. No entanto, é sempre bom
falar com a profissional caso você não se sinta confortável em uma dessas posições.
6. Quais os benefícios dessa massagem para a grávida e a periodicidade
recomendável?
A drenagem linfática ativa as circulações venosas e linfáticas e, assim, reduz a
retenção de líquido e diminui o inchaço. De quebra, a massagem também relaxa, alivia
a tensão e as dores musculares. Sobre a periodicidade, o ideal é combinar isso com
seu obstetra. De modo geral, o recomendável é fazer até duas sessões por semana.
7. A drenagem ajuda a reduzir o inchaço depois do parto?
Sim. Como a drenagem é uma técnica que ajuda na eliminação das toxinas e excesso
de líquidos, o inchaço diminui.
8. Quanto tempo depois do parto a mulher pode fazê-la?
Na maioria das vezes, os obstetras liberam logo após o parto. É importante checar
com o seu médico se ele autoriza ou não a massagem nessa fase.
9. É verdade que a drenagem ajuda a mulher a emagrecer?
Não. A drenagem não emagrece. Ela apenas ajuda na redução de medidas
decorrentes do acúmulo de líquidos.
10. Mesmo quem fez cesárea pode fazer drenagem?
Sim. Desde que o médico tenha dado o aval. Em alguns casos, o obstetra espera a
completa cicatrização da cesárea, o que pode demorar até um mês.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

jndghm

2 Cartões jescola001

out

2 Cartões oauth2_google_e1a9ca2f-1989-4964-99db-7868eac0688a

Criar flashcards