Enviado por spindola.med

Gabarito-e-Prova-2012-SBR

Propaganda
PROVA DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO DE
TÍTULO DE ESPECIALISTA EM
REUMATOLOGIA 2012
Gabarito da Prova realizada em 9/mar/2012
1
A
2
C
3
C
4
A
5
D
6
C
7
A
8
C
9
B
10
E
11
A
12
B
13
E
14
B
15
C
16
B
17
C
18
B
19
C
20
E
21
D
22
C
23
B
24
A
25
E
26
E
27
A
28
A
29
C
30
D
31
C
32
D
33
A
34
D
35
D
36
B
37
E
38
C
39
B
40
A
41
A
42
E
43
B
44
C
45
D
46
B
47
A
48
E
49
D
50
A
51
B
52
A
53
C
54
E
55
E
56
B
57
D
58
D
59
D
60
E
61
D
62
A
63
B
64
E
65
A
66
E
67
B
68
D
69
A
70
D
71
B
72
A
73
C
74
E
75
C
76
C
77
E
78
A
79
D
80
B
81
D
82
B
83
C
84
B
85
D
86
C
87
E
88
E
89
A
90
B
91
D
92
C
93
D
94
E
95
A
96
C
97
E
98
E
99
D
100
B
PROVA DE SUFICIÊNCIA PARA OBTENÇÃO
DE TÍTULO DE ESPECIALISTA EM
REUMATOLOGIA 2012
Nome do Candidato
N.Inscrição
INSTRUÇÕES
• Verifique se este caderno de prova contém um total de 100 questões, numeradas de
1 a 100.
Se o caderno estiver incompleto, solicite outro ao fiscal da sala.
Não serão aceitas reclamações posteriores.
• Para cada questão existe apenas UMA resposta correta.
• Você deve ler cuidadosamente cada uma das questões e escolher UMA resposta.
• Essa resposta deve ser marcada na FOLHA DE RESPOSTAS que você recebeu.
VOCÊ DEVE
• Procurar, na FOLHA DE RESPOSTAS, o número da questão a que você está
respondendo.
• Verificar, no caderno de prova, qual a letra (A, B, C, D, E) da resposta que você
escolheu.
• Marcar essa letra na FOLHA DE RESPOSTAS fazendo um traço bem forte no
quadrinho que aparece abaixo dessa letra.
ATENÇÃO
• Marque as respostas com caneta esferográfica azul ou preta.
• Marque apenas uma letra para cada questão: mais de uma letra assinalada
implicará anulação dessa questão.
• Responda a todas as questões.
• Não será permitida qualquer espécie de consulta, nem o uso de aparelhos
eletrônicos.
• Você terá 4h (quatro horas) para responder a todas as questões e preencher
a Folha de Respostas.
"Direitos autorais reservados. Proibida a reprodução, ainda que parcial, sem autorização prévia".
edudata
1.
Médico atende paciente com faringite aguda, examina e prescreve AINH e fornece
atestado médico concedendo repouso domiciliar por 24 horas. Após uma semana, o
paciente retorna relatando que o medicamento desencadeou exantema urticariforme
generalizado, que desapareceu 24h após suspensão do mesmo. Alega que não procurou
o médico ou tratamento em outro lugar e que não teve condições de trabalhar por 2 dias.
Foi orientado pela empresa onde trabalha a trazer o atestado médico. Considerando todos
os fatos, do ponto de vista ético, o médico:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Não poderá fornecer o atestado por não ter participado efetivamente da situação
clínica na época.
Deverá fornecer o atestado, direito inquestionável do paciente, cujos fatores
determinantes decorrem de erro médico.
Só poderá fornecer o atestado após resultado de exames de sangue que confirmem
o evento.
Deverá fornecer o atestado, por dever de solidariedade, impedindo prejuízo
financeiro ao paciente.
Fornecerá o atestado, apesar do intervalo de tempo decorrido, para reduzir chance
de denúncia por erro médico.
2. Um representante de laboratório farmacêutico oferece passagem, inscrição e estadia
em congresso de reumatologia no exterior, que ocorrerá seis meses após a visita. A única
condição seria a prescrição para mais cinco pacientes de um agente biológico, dispensado
no programa de medicamentos especiais, para tratamento de artrite reumatóide. Como
deve agir o reumatologista?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Aceitar o patrocínio, pois a medicação tem boa indicação para artrite reumatóide e
não tem custos para o paciente.
Aceitar o patrocínio, pois, possivelmente nos próximos seis meses prescreverá o
medicamento para cinco pacientes com indicação, segundo protocolo da SBR.
Recusar o patrocínio, pois não considera ética a parceria proposta.
Recusar o patrocínio pois não vê necessidade de atualização, devido à sua ótima e
sólida formação reumatológica.
Aceitar o patrocínio, pois o Código de Ética Médica determina o dever de atualização
científica dos médicos.
3. Selecione a afirmativa correta da forma indefinida da AIJ:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Artrite com ou precedida por febre diária com pelo menos 2 semanas de duração,
acompanhada por serosite
Artrite ou entesite em indivíduo do sexo masculino com idade superior a 8 anos
Criança com artrite de causa desconhecida após 6 semanas ou mais
Artrite afetando mais do que quatro juntas por pelo menos 6 meses com fator
reumatóide negativo
Artrite afetando mais do que quatro juntas por pelo menos 6 meses com fator
reumatóide positivo
2 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
4.
Assinale a alternativa que contenha o fator que pode estar relacionado com a
patogênsese da doença mista do tecido conjuntivo
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Mimetismo molecular entre a cadeia polipeptídea 70kDa com antígenos virais,
especialmente Epstein-Barr vírus.
NOD like receptors
Cadeia polipeptídica 70kD intacta
Títulos elevados de anti-RNP, da classe IgM
Célula CD4+ produtoras de interferon
5.
Com relação ao tratamento da nefrite proliferativa difusa do lúpus eritematoso
sistêmico, qual o melhor parâmetro de resposta terapêutica?
(A) Proteinúria de 24 horas
(B) Pressão arterial
(C) Depuração de creatinina
(D) Sedimento urinário
(E) Diurese de 24 horas
6. A disfagia no lúpus eritematoso sistêmico é geralmente causada por:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Espasmo do esôfago
Úlceras do esôfago
Hipomotilidade do esôfago
Candidíase do esôfago
Esofagite induzida por medicamentos
7. A fibrose miocárdica na Esclerose sistêmica está mais comumente relacionada à:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Necrose em banda do músculo cardíaco.
Disfunção sistólica do ventrículo direito.
Hipertensão arterial pulmonar.
Doença pulmonar intersticial.
Doença arterial coronariana.
8. Assinale a afirmativa correta sobre os anticorpos antinucleares (FAN).
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Estabelecem o diagnóstico de doença autoimune em pacientes assintomáticos.
O aumento dos títulos de FAN está associado à atividade do lúpus eritematoso
sistêmico.
Quando ausentes, não excluem o diagnóstico de doença reumática autoimune.
Quando representam anticorpo anticromatina carecem de significado clínico.
São úteis em testes de rastreamento populacional por sua alta sensibilidade.
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 3
9. Sobre o fator reumatóide, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
É o anticorpo de ocorrência mais precoce na Artrite Reumatoide (AR).
Faz parte do repertório natural de anticorpos humanos.
É anticorpo contra a fração Fab de uma imunoglobulina IgA.
É anticorpo contra a fração Fab de uma imunoglobulina IgG.
Os pacientes com AR fator reumatoide positivo possuem alelos de HLA diferentes
dos alelos de pacientes com AR fator reumatoide negativo.
10. Assinale a assertiva correta em relação à terapia anti-TNF.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Infliximabe, Adalimumabe e Etanercepte podem ser igualmente indicados para o
tratamento das espondiloartrites associadas à doença inflamatória intestinal.
Reação infusional é a causa mais frequente de interrupção do infliximabe.
Neutropenia pode ocorrer como efeito adverso e geralmente é grave.
Os efeitos adversos de natureza neurológica não melhoram após suspensão da
terapia.
O uso de anti-TNF aumenta o risco de câncer de pele.
11. Sobre os medicamentos biológicos não bloqueadores do TNF, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Anticorpo anti-IL-6 inibe a diferenciação de células B.
A inibição de moléculas co-estimulatórias promove infecções mais graves.
O risco de efeitos adversos sérios não se correlaciona com o tempo de uso da
droga.
O risco de efeitos adversos sérios desses medicamentos é maior do que da classe
dos anti-TNF.
Complicações infecciosas são menos frequentes e graves comparadas aos
imunossupressores sintéticos.
12.
O principal fator de risco para o desenvolvimento da síndrome de reconstituição
imune (IRIS) nos portadores do vírus da imunodeficiência humana é:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Contagem normal de CD4 no início do tratamento.
Viremia alta no início do tratamento.
Persistência de viremia após o tratamento.
Infecção por Pneumocystis jiroveci no decorrer do tratamento.
Uso de inibidores de protease no tratamento.
4 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
13. Paciente de 60 anos com diagnóstico de osteoartrite de joelhos (radiografia simples
2
com Kellgren-Lawrence III) e IMC = 32 kg/ m . Qual medida terapêutica é mais útil a longo
prazo para este paciente?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
AINES COX-2 seletivos.
Injeções intra-articulares de corticoesteróide.
Sulfato de glicosamina e condroitina.
Exercícios de fortalecimento muscular.
Perda de peso significativa.
14. Em pacientes com artrite reumatoide e boa resposta ao metotrexato, assinale a
alternativa que contém o melhor preditor de progressão radiográfica:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Proteína C reativa elevada.
Articulações edemaciadas.
VHS elevada.
Tempo de doença.
Idade jovem.
15. Assinale a alternativa ERRADA em relação às provas de atividade inflamatória:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A proteína C reativa (PCR) é uma proteína de fase aguda de inflamação sintetizada
em resposta a dano tecidual.
A PCR é mais sensível do que a velocidade hemossedimentação (VHS).
VHS e PCR se alteram simultaneamente.
VHS pode estar aumentada em qualquer doença que aumente o fibrinogênio como
no diabetes mellitus e na doença renal em estágio final.
VHS pode estar diminuída na presença de crioglobulinemia.
16. Em relação à febre reumática, assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Poliartrite migratória é indispensável para o diagnóstico.
Na coreia e na cardite indolente, os títulos de antiestreptolisina O (ASLO) podem
estar normais.
O esqueleto axial nunca é comprometido.
Títulos normais de ASLO excluem este diagnóstico.
Os pacientes que cursam somente com poliartrite no primeiro surto não precisam de
profilaxia da faringite com antibióticos.
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 5
17. Paciente com 23 anos, previamente hígido, é acometido de artrite aguda em joelhos,
tornozelo e punho esquerdo. Ao exame: PA: 120 X 80 mmHg, Temperatura de 38°C,
FC: 120 bpm, sem sopros. Há faringite que iniciou há 5 dias e títulos de ASLO acima de
500UI. Foi medicado com amoxiciclina e ibuprofeno em doses adequadas. A faringite
regrediu em 7 dias e a artrite persiste após 2 meses, apesar de continuar com o
ibuprofeno. Conta história de uretrite com abundante secreção uretral aos 18 anos e
lombalgia eventual após esforços físicos. O exame físico restante é normal. Assinale o
diagnóstico mais provável.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Artrite induzida por clamídia
Febre reumática crônica
Artrite reativa após infecção estreptocócica
Artrite indiferenciada
Espondiloartrite indiferenciada
18. Com relação às artrites virais, assinale a alternativa ERRADA:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Podem ter apresentação aguda e autolimitada, crônica ou intermitente.
Quando relacionada ao vírus da hepatite C pode ser poliarticular, simétrica e erosiva.
A artrite da hepatite B geralmente precede a icterícia por dias ou semanas e
desaparece quando surge a icterícia
As infecções virais que mais frequentemente cursam com acometimento articular
são parvovírus B19, rubéola, vírus da hepatite C, vírus da hepatite B e HIV.
A maioria dos pacientes com infecção pelo vírus da hepatite C tem fator reumatoide
positivo.
19. Em relação ao tratamento da artrite reumatóide é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Nos pacientes com AR inicial e fatores de mau prognóstico está indicado associar
mais de uma terapia biológica.
Os únicos agentes biológicos testados na falha de MTX são adalimumabe,
etanercepte, abatacepte e rituximabe.
O alvo terapêutico deve ser a remissão clínica ou baixa atividade.
Até que o alvo terapêutico seja alcançado, deve-se ajustar o tratamento a cada 6
meses.
Pacientes com falha ao uso de MTX 20-25mg/semana, por VO também falham com
dose equivalente via IM ou SC.
6 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
20. Homem de 60 anos refere dor em trocanter femoral direito há 1 mês. Quanto à
anatomia de interesse, exame físico e diagnóstico diferencial, marque a alternativa
correta.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O glúteo mínimo se insere no trocanter menor e os glúteos médio e máximo se
inserem no trocanter maior
A bursite trocantérica pode ser identificada no exame físico pelo aumento do volume
local
A manobra de hiperextensão do quadril testa o tensor da fáscia lata
A manobra de rotação interna resistida é positiva (dor) nos quadros intra-articulares
do quadril e negativa nos quadros dolorosos trocantéricos
No diagnóstico diferencial de dor trocantérica é importante incluir contratura da
banda iliotibial
21. Quanto ao diagnóstico da Síndrome de Sjögren, assinale a afirmativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Os anticorpos anti-alfafodrina, embora tenham utilidade diagnóstica, não têm
importância prognóstica.
A biópsia é necessária para confirmação do diagnóstico da Síndrome de Sjögren,
mesmo nos casos com anti-Ro e anti-La positivos.
A cintilografia de glândulas salivares é um método diagnóstico em desuso.
Síndrome de HiperIgG4 é um diagnóstico diferencial em pacientes com aumento
simétrico de glândulas parótidas e submandibulares, secura leve e boa resposta ao
glicocorticóide.
As manifestações sistêmicas constituem critério obrigatório para o diagnóstico de
S.Sjögren.
22. Os critérios de classificação do Colégio Americano de Reumatologia para fibromialgia
foram revisados em 2010. Quanto às modificações, assinale a afirmativa correta.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Os novos critérios substituem os critérios anteriores de 1990.
Foram incluídos novos critérios como sono não restaurador, distúrbio do humor,
cefaléia, déficit cognitivo, fadiga e intensidade dos sintomas.
Os novos critérios aumentam a chance de diagnóstico em unidades básicas de
atendimento, pois não consideram o exame físico dos pontos dolorosos (“tender
points”).
Os novos critérios têm sensibilidade e especificidade muito superior aos critérios de
1990.
Os novos critérios foram testados em indivíduos procedentes da rede primária de
atendimento.
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 7
23.
Quanto às diferenças e semelhanças entre fibromialgia e dor miofascial, marque a
afirmativa correta:
(A) A fibromialgia tem prevalência maior que a dor miofascial.
(B) A dor miofascial é causa de lombalgia e cefaleia.
(C) O limiar de dor do ponto gatilho é maior que o limiar do ponto doloroso.
(D) O ponto gatilho se caracteriza por dor com irradiação dermatomérica na síndrome
miofascial.
(E) As duas síndromes possuem fisiopatogenia completamente diferentes.
24. O tratamento da fibromialgia inclui vários medicamentos que modulam a sensação
dolorosa. Quanto aos mecanismos de ação dos principais medicamentos, escolha a
afirmativa correta:
(A) A pregabalina atua nos canais de cálcio reduzindo a ação dos neurotransmissores
das vias dolorosas.
(B) A amitriptilina, ciclobenzaprina e nortriptilina são tricíclicos amino terciários que
inibem a recaptação de noradrenalina e GABA.
(C) A fluoxetina é um inibidor não seletivo da recaptação da serotonina.
(D) A duloxetina é um antidepressivo dual porque inibe a recaptação de noradrenalina e
estimula a produção de glutamato.
(E) O zolpidem é um hipnótico benzodiazepínico indutor do sono.
25.
Assinale a opção terapêutica segura para o tratamento da artrite reumatóide
associada à hepatite C.
(A) metotrexate
(B) leflunomide
(C) prednisona
(D) azatioprina
(E) ciclosporina
26. O antihipertensivo de escolha para paciente com hiperuricemia e gota é:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Enalapril
Hidroclortiazida
Propranolol
Anlodipina
Losartana
27. Assinale a alternativa que contenha o padrão de Anticorpos Antinucleares (FAN)
mais frequentemente encontrados em indivíduos saudáveis:
(A) Nuclear pontilhado fino denso
(B) Nucleolar homogêneo
(C) Citoplasmático reticular
(D) Nuclear pontilhado grosso
(E) Nuclear centromérico
8 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
28. Qual das doenças abaixo NÃO cursa com fator reumatóide positivo?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Ocronose
Paracocidioidomicose
Malária
Mononucleose
Tuberculose
29. Em relação ao tratamento da artrite reumatóide aponte a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Em doses equipotentes, a ação antiinflamatória dos inibidores específicos da COX-2
é superior à dos antiinflamatórios tradicionais (AINHs)
Para os pacientes com contraindicação ao uso de AINHs, os glicocorticoides, em
doses baixas e por tempo prolongado, são uma opção, uma vez que não há risco de
osteoporose
Pacientes com deficiência de glicose-6-fosfato dehidrogenase têm risco de hemólise
com o uso da sulfasalazina
A leflunomida tem ação mais rápida e eficiente, com menor hepatotoxicidade do que
o MTX
Deve-se aguardar 6 meses para a mudança de estratégia de tratamento com
DMARDs
30.
Em relação ao tratamento da artrite reumatóide com agentes biológicos aponte a
alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O tratamento da infecção tuberculosa latente é feito com isoniazida e etambutol
O risco de linfoma é significativamente maior em pacientes com artrite reumatóide
em uso de agentes biológicos do que nos em uso de DMARDs
O uso dos inibidores de TNF-α contraindicam a vacinação por vírus inativados
Os inibidores do TNF são contraindicados em pacientes com infecções recorrentes,
principalmente de pele, partes moles e vias respiratórias
Devem ser usados em associação a anti-histamínicos em pacientes com rinite,
sinusite e urticária crônicas
31. Em relação ao metotrexato, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Os efeitos colaterais mais comuns são a hepatotoxicidade e as citopenias
Quando administrado concomitantemente com folato, aumenta as concentrações
séricas de homocisteína e, consequentemente, o risco de doenças cardiovasculares
É um medicamento eficaz no tratamento da artrite reumatóide, prevenindo as
erosões ósseas
É seguro em pacientes com insuficiência renal e não é necessário ajuste de dose
É a medicação de escolha para pacientes com artrite reumatoide e alveolite
fibrosante
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 9
32. Em relação ao lúpus eritematoso sistêmico (LES), aponte a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O perfil imunológico mostra uma excessiva formação de autoanticorpos decorrentes
da hiperestimulação dos linfócitos T
As manifestações neuropsiquiátricas são decorrentes do dano imunológico e do
tromboembolismo, havendo pouca correlação com comorbidades
É muito importante titular seriadamente o anticorpos antinucleares (FAN) para o
seguimento da doença
Na indução do tratamento da glomerulonefrite proliferativa difusa, a pulsoterapia
mensal combinada com metilprednisolona e ciclofosfamida é eficaz
No tratamento da nefrite lúpica foi demonstrado que o micofenolato tem eficácia
superior à ciclofosfamida
33. Em relação ao uso de medicamentos antiinflamatórios não hormonais (AINHs) em
idosos, aponte a afirmativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Aumento de peso não esperado em uso de AINH e diurético pode significar efeito
adverso renal.
O risco de lesão hepática permanente pelo uso de AINH é muito grande e a
insuficiência hepática grave ocorre geralmente após uso destes medicamentos por
mais de um ano.
Não há diferença significativa de toxicidade entre AINHs de meia vida curta ou longa.
As hemorragias intestinais pelo uso destes medicamentos ocorrem em 90% das
vezes no primeiro mês de tratamento.
Desde que seja feita a prescrição da proteção gastrointestinal com “inibidores de
bomba de protons”, pode-se prescrever AINHs, com segurança, para pacientes
desta faixa etária.
34. Em relação à osteoporose, aponte a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Baixa densidade mineral óssea é o fator preditor mais importante de fratura.
Os glicocorticóides aumentam a expressão da Osteoprotegerina e favorecem o
aumento da reabsorção óssea.
A fratura do punho que geralmente ocorre em mulheres na menopausa tardia pode
ser assintomática e evoluir com dor crônica e deformidade em mais de 50% dos
casos.
O corte de T-score em –2,5 DP foi escolhido para definir o diagnóstico de
osteoporose porque é capaz de identificar cerca de 30% do risco de fraturas ao
longo da vida, em mulheres acima de 50 anos.
Atualmente devemos observar o algoritmo do FRAX® para tomar nossas decisões
sobre o tratamento dos portadores de osteoporose.
10 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
35. Aponte a alternativa ERRADA em relação à indicação de tratamento da doença de
Paget com medicamentos anti-reabsortivos:
(A) Dor óssea que não cede com o uso de analgésicos e AINHs
(B) Cefaléia por envolvimento craniano
(C) Cirurgias eletivas de artroplastia
(D) Casos de hipocalcemia secundária à imobilização
(E) Elevação da fosfatase alcalina
36.
Aponte a alternativa correta em relação ao acometimento ocular nas doenças
reumáticas autoimunes crônicas:
(A) A iridociclite é uma manifestação da uveíte que acomete o segmento posterior do
olho, sendo muito comum na artrite reumatóide do adulto e na síndrome de Sjögren
(B) A uveíte que acomete o segmento posterior na doença de Behçet é mais grave e a
chance de perda significativa da visão é de mais de 50%, mesmo com o tratamento
adequado
(C) A vasculite retiniana é rara na doença de Behçet e muito frequente no lúpus
eritematoso sistêmico (>70%)
(D) O aparecimento do “olho vermelho e doloroso” nas espondiloartrites, que caracteriza
uma urgência em Reumatologia, geralmente é bilateral e recidivante
(E) Não devem causar preocupação ao reumatologista, pois respondem muito bem, de
modo geral, aos AINHs
37. Aponte a alternativa ERRADA em relação às fraturas osteoporóticas:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
As fraturas vertebrais ocorrem mais precocemente nas mulheres após a menopausa
devido à presença significativa de osso trabecular nas vértebras
A resistência do osso ao trauma é determinada em 70% pela massa óssea e sua
medida é essencial para o diagnóstico de fragilidade óssea
As fraturas vertebrais por osteoporose têm na radiografia simples da coluna seu
melhor método diagnóstico. A gravidade destas fraturas pode ser classificada por
critérios semiquantitativos desenvolvidos por Genant
A mortalidade dos homens após a fratura de quadril é maior que a das mulheres
Paciente com uma fratura vertebral tem 70% de chance de apresentar dor por
ocasião do evento, pois a coluna vertebral é muito móvel e a dor é inevitável com os
movimentos
38. Aponte a alternativa correta em relação às manifestações reumáticas do mieloma
múltiplo e dos linfomas, respectivamente:
(A) dor óssea (lesões líticas e fraturas) e crioglobulinemia (tipos I e II)
(B) artrite reumatóide símile e polimialgia reumática
(C) gota (hiperuricemia secundária) e dor óssea (fratura patológica)
(D) vasculite cutânea do tipo leucocitoclástica e osteosclerose sem dor
(E) iridociclite de repetição e vasculite de grandes vasos
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 11
39.
Os agentes infecciosos podem apresentar mimetismo molecular com proteínas
humanas com sequência homóloga. Aponte a afirmativa que contiver a associação
ERRADA entre doença, proteína-alvo humana e agente infeccioso:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
miastenia grave, receptor de acetilcolina, poliovírus
glomerulonefrite difusa aguda, DNA topoisomerase I, estreptococo beta hemolítico
febre reumática, miosina e proteína do sarcolema cardíaco, estreptococo beta
hemolítico
doença celíaca, gliadina-A do glúten, adenovírus tipo 12
artrite reumatóide, epitopo compartilhado de HLA-DRB1, vírus Epstein-Barrglicoproteína 110
40. Aponte a alternativa correta em relação à osteoartrite da coluna vertebral:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A claudicação intermitente pode sugerir uma estenose de canal medular, sendo
geralmente de instalação insidiosa, ou eventualmente abrupta, quando
descompensada por uma hérnia discal, num canal previamente estreitado pela
osteoartrite
A discoartrose nunca é dolorosa e o que provoca a dor é o acometimento simultâneo
das articulações zigoapofisárias
A TC possui grande vantagem em relação ao RX convencional, pois mostra
detalhamento das estruturas, como os ligamentos amarelos, que muito podem
colaborar para o estreitamento do canal medular
A osteoartrite da coluna cervical é uma causa comum de mielopatia secundária
O acometimento da articulação atlas-axis é comum e causa luxação em 40% dos
casos
41. Aponte a alternativa correta em relação ao envolvimento musculoesquelético na
sarcoidose:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Na forma aguda da doença pode haver dor articular, leve e transitória que precede a
febre, comumente ainda sem o achado de lesões características no RX do tórax ou
do aparelho locomotor
As dores articulares nas formas agudas de doença são proporcionais aos achados
inflamatórios no exame físico, sendo geralmente fixas nos joelhos e tornozelos
Quando o derrame articular está presente, o líquido sinovial caracteristicamente é
acentuadamente inflamatório
Na forma crônica da doença, a artrite é muito comum (70% dos pacientes)
A ocorrência de miopatia com rabdomiólise é muito frequente nestes casos
12 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
42. Aponte a afirmativa baseada em evidências, que contiver a associação correta do
medicamento, da possibilidade de seu uso na gravidez, da toxicidade fetal e quanto seu
uso na lactação:
(A) Antimalárico, evidência de risco positiva, toxicidade fetal, não contra-indicado na
amamentação
(B) Leflunomida, contraindicado na gravidez, anormalidades fetais demonstradas, pode
ser usado durante a amamentação
(C) Inibidores de TNF, não há contraindicação formal durante a gravidez, fechamento
precoce do ducto arterioso, permitidos durante a amamentação
(D) Metotrexate, contraindicado uso durante toda a gravidez, toxicidade fetal, permite a
amamentação
(E) Ciclofosfamida, evidência de risco positiva, anormalidades fetais graves,
contraindicada na amamentação
43. Com relação à patogênese da esclerose sistêmica, podemos afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A doença é causada por um gatilho viral identificado, que leva a desequilíbrio da
ação do TGF-β no endotélio
A infiltração tecidual tem predomínio de linfócitos CD3+ e CD4+
As concentrações séricas de IL-2 estão reduzidas em todas as fases da doença
O estado de hipóxia crônica inibe a expressão de VEGF
A presença do anticentrômero determina pior prognóstico quanto ao acometimento
pulmonar intersticial
44. É correto afirmar com relação à doença de Behçet:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Uma das bactérias implicadas no desencadeamento da doença, quando se inicia
com lesão genital, é a Neisseria gonorraeae
Há evidências que pacientes HLA-DR1 positivos têm risco relativo aumentado, para
desenvolver a doença, maior que a população geral e menor que os HLA-B51
A quimiotaxia sobre os neutrófilos está aumentada nos pacientes com a doença em
atividade
A biópsia sinovial demonstra caracteristicamente infiltrado inflamatório
linfomonocitário que lembra o da artrite reumatóide
O uso tópico de antibióticos pode acelerar a cicatrização das lesões mucosas
45. O uso progressivo de medicamentos biológicos tem levado a aumento de infecções
oportunistas. Assinale a alternativa correta em relação ao acometimento osteoarticular na
infecção fúngica.
(A) A coluna vertebral é o local mais frequentemente acometido pela infecção por
Candida albicans
(B) O tempo de tratamento para a paracoccidioidomicose articular deve durar de 30 a 60
dias
(C) O Sporothrix schenkii é frequentemente encontrado no exame histopatológico da
sinóvia, desde que se utilize a coloração adequada
(D) As lesões ósseas da criptococose podem mimetizar metástases osteolíticas
(E) A discite por aspergilose é facilmente distinguível da causada por tuberculose
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 13
46. Em um paciente com policondrite recidivante, qual a assertiva correta?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Há comprometimento global do pavilhão auricular
Tosse crônica e estridor é indicativo de broncoscopia
O acometimento articular é erosivo e deformante
Há associação positiva entre a doença e o HLA-B51
O acometimento ocular característico é a retinopatia proliferativa
47. São várias as vias que levam a processos inflamatórios, sendo uma das mais
importantes a das prostaglandinas. É correto afirmar que:
(A) A PGE-2 estimula a reabsorção óssea
(B) A cartilagem de pacientes com osteoartrite expressam a COX-1 e não a COX-2
(C) Por sua ação vasoconstritora, as prostaciclinas aumentam o risco de trombose
(D) As lipooxigenases são eficazmente inibidas pela indometacina
(E) A potência da ação quimiotática da PGI-2 é superior à do LTB-4
48. Com relação à etiopatogenia da osteoartrite pode-se afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Nos casos crônicos, a expressão de IL-1 é maior que nos agudos.
A ação local do óxido nítrico retarda a lesão óssea subcondral.
Quando acompanhado de sinovite, o achado anatomopatológico é muito semelhante
ao encontrado na artrite reumatóide.
A expressão do TGF-B1 amplifica a resposta inflamatória.
A dosagem aumentada de ácido hialurônico sérico é um biomarcador de pior
prognóstico.
49. O reconhecimento de um quadro de vasculite primária do sistema nervoso central é
um exercício clínico dos mais desafiantes. Sobre esta doença é correto afirmar que:
(A) O achado de granuloma no parênquima cerebral é fortemente sugestivo deste
diagnóstico
(B) O sintoma/sinal mais frequente é a crise convulsiva
(C) O achado radiológico na angio-RNM é altamente específico e define o diagnóstico
(D) O tratamento é empírico e deve incluir altas doses de corticoesteróides e
imunossupressores
(E) A análise do LCR não fornece dados que possam auxiliar no raciocínio clínico
50. Do ponto de vista conceitual, as vasculites de pequenos vasos ou por imunocomplexo
têm por característica:
(A) O processo inflamatório envolve capilares, vênulas e arteríolas.
(B) Essas vasculites associam-se à artrite, púrpura, glomerulonefrite e está associada à
IgE.
(C) O eritema elevatum diutinum não está classificado neste grupo de vasculites.
(D) O vírus da hepatite B está associado à manifestação desse grupo de vasculite.
(E) A crioglobulinemia tipo II é monoclonal para IgG e policlonal para IgM.
14 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
51. A histologia da cartilagem hialina tem a seguinte característica:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A zona média é composta por colágeno tipo IV.
A zona mais profunda é rica em agrecanos.
Na zona calcificada os condrócitos encontram-se hipotróficos.
A microvasculatura vai até a zona média.
As terminações nervosas vão até a zona profunda.
52. Os mecanismos relacionados à dor nas doenças que acometem as articulações
incluem várias vias. Assinale a correta.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A ação de neuropeptídeos e da substância P incrementam a vasodilatação.
O sistema nervoso parassimpático contribui para a perpetuação da inflamação
através de adrenoreceptores.
O aumento da concentração de glutamato impede a ação da substância P.
A dor se origina da ativação dos nociceptores eferentes.
Em modelos animais a capsaicina aumenta a liberação de neuropeptídeos.
53. Com relação à imunogenética da espondilite anquilosante, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Existe elevada agregação familiar e os fatores genéticos contribuem com cerca de
20-30% da susceptibilidade à doença.
Todos os subtipos do HLA-B27 estão associados à maior susceptibilidade à doença,
especialmente o *2706 e *2709.
Além do HLA-B27, os genes mais associados com maior susceptibilidade à doença
são o ERAP-1, IL23-R, 2p15 e 21q22.
A teoria mais aceita para explicar a fisiopatogenia da doença é a do peptídeo
artritogênico, que propõe que, após a apresentação de um peptídeo próprio pelo
HLA-B27, ocorreria reatividade cruzada com derivados protéicos de patógenos
gram-positivos.
O papel primordial do HLA-B27 é a ligação a peptídeos derivados da proteólise de
proteínas intracitoplasmáticas e a formação de um complexo trimolecular com a β2microglobulina, bem como apresentar estes peptídeos aos linfócitos T auxiliares.
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 15
54. Com relação ao mecanismo de ação dos agentes imunobiológicos, é correto afirmar
que:
(A) O etanercepte bloqueia a sinalização do TNF, via receptor solúvel, e a fração ligada
à membrana celular.
(B) O rituximabe promove apoptose dos linfócitos B de memória, bem como depleção
dos plasmócitos, por mecanismo de citotoxicidade celular direta e não dependente
de anticorpo.
(C) O certolizumabe pegol fixa complemento e atravessa a placenta muito mais
facilmente do que os bloqueadores do TNF não peguilados ou ligados à fração Fc do
anticorpo.
(D) Agentes quiméricos, como o rituximabe e o infliximabe, são tão imunogênicos quanto
os totalmente humanos, como o adalimumabe e o golimumabe.
(E) Belimumabe e tocilizumabe são capazes de bloquear diretamente a ação do Blys/
BAFF e IL-6, respectivamente, reduzindo a atividade da doença.
55. Com relação à remodelação óssea em diversas situações clínicas, é correto afirmar
que:
(A) A osteonecrose de mandíbula e as fraturas atípicas, descritas em usuários crônicos
de bisfosfonatos, estão associadas à supressão exagerada da reabsorção, mas não
da formação óssea.
(B) Na Doença de Paget, o aumento da formação óssea é proporcional à reabsorção
óssea.
(C) Em geral, os glicocorticoesteróides aumentam mais a reabsorção do que bloqueiam
a formação óssea.
(D) O aumento da reabsorção óssea é observado frequentemente na osteomalácia, mas
não na osteogênese imperfeita.
(E) No mieloma múltiplo, observa-se bloqueio da formação óssea com aumento
exagerado da reabsorção óssea.
56. Com relação à vitamina D, assinale a afirmativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O ergocalciferol, de origem animal, é mais potente e eficaz do que o colecalciferol,
amplamente distribuído nas plantas e vegetais.
Minimizar a deficiência e insuficiência de vitamina D é uma conduta adequada no
manuseio clínico de pacientes com osteoporose, mesmo naqueles com insuficiência
renal crônica.
A suplementação da vitamina D deve ser cuidadosa em pacientes com depuração
de creatinina inferior a 30 mL/ minuto, especialmente naqueles com baixas
concentrações de paratormônio (PTH).
Tanto o calcidiol (25OHD) quanto o calcitriol (1,25OH2D) podem ser medidos
rotineiramente. No entanto, a mensuração do segundo é preferida, pois quantifica
melhor a concentração plasmática da forma ativa da vitamina D.
Embora raros, a intoxicação pela suplementação de vitamina D pode ocasionar
hipercalciúria e sintomas associados com a hipercalcemia. O calcitriol promove
maior risco e sintomas mais prolongados do que o calciferol, uma vez que é a fração
mais bioativa e hidrossolúvel.
16 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
57. Com relação à artrite psoriásica, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Os principais fatores associados com maior risco de envolvimento articular em
pacientes com psoríase são a extensão e gravidade das lesões de pele e a história
familiar de psoríase.
De acordo com os critérios CASPAR (2006) um paciente com artrite e dactilite,
ausência do fator reumatoide e alterações radiográficas de neoformação óssea
justa-articular, mas sem história pessoal de psoríase, não pode ser classificado
como artrite psoriásica.
Existe forte associação entre a atividade articular e cutânea.
A entesite tem sido associada aos principais achados clínicos e radiográficos da
doença, em especial daqueles relacionados aos aspectos erosivos/ destrutivos e
osteoproliferativos.
Embora com prevalência inferior a 10% dos pacientes, o envolvimento ungueal está
associado ao acometimento articular, especialmente naqueles com artrite de
interfalângicas distais.
58.
Mulher de 28 anos, com monoartrite de joelho direito há 2 semanas. Nega febre,
lombalgia, queixas ginecológicas, urinárias ou oftalmológicas. Vida sexual ativa, com único
parceiro, sem preservativo. Pai com doença de Crohn. Exame físico geral normal.
a
Hemograma com discreta anemia; VHS: 48 mm/1 h e PCR ultra-sensível: 13,1 mg/dL. A
conduta inicial adequada para estabelecer o diagnóstico é:
(A) Exame oftalmológico para investigar uveíte e colonoscopia
(B) Ressonância de sacroilíacas e pesquisa do HLA-B27
(C) Pedir FAN, fator reumatóide e sorologia para clamídia e HIV
(D) Punção articular e análise do liquido sinovial
(E) Exame ginecológico e coleta de material uretral e de cérvix vaginal, incluindo a
pesquisa de clamídia por PCR
59.
De acordo com os novos critérios de classificação das espondiloartrites, com
envolvimento axial, propostos pelo ASAS (Assessment Ankylosing Spondylitis), em 2009,
é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A radiografia simples de sacroilíacas continua como principal ferramenta para
avaliação diagnóstica
A pesquisa do HLA-B27 e a boa resposta aos antiinflamatórios não hormonais não
devem ser utilizados para o diagnóstico
A ressonância magnética de sacroilíacas permite o diagnóstico precoce da doença,
uma vez que pode caracterizar achados inflamatórios agudos como edema
subcondral, osteíte, esclerose e deposição de gordura
A ressonância magnética de sacroilíacas pode ser usada para melhor caracterização
e diferenciação entre achados inflamatórios agudos e crônicos
Presença de história familiar de psoríase e ressonância magnética de sacroilíacas
positiva para lesões crônicas, mas sem edema ósseo, em um paciente jovem com
lombalgia inflamatória crônica são elementos que permitem o diagnóstico
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 17
60. Homem de 42 anos com lombalgia crônica, ora mecânica, ora inflamatória há 3 anos,
rigidez matinal de 40 minutos e má resposta ao uso de vários AINHs por 6 meses. Nega
queixas gastrointestinais, genitourinárias, oftalmológicas ou cutâneas. Teste de Schöber
a
modificado aumentou 1 cm. Apresenta VHS: 12 mm/1 h e PCR ultrassensível: 1,1 mg/dL.
A pesquisa foi negativa para o HLA-B27 e o exame radiológico mostrou sacroiliíte grau II à
direita e grau III à esquerda e RX de coluna lombar normal. Não há envolvimento articular
periférico. BASDAI=3,2. Podemos afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A ressonância magnética de sacroilíacas é fundamental para o diagnóstico, uma vez
que a dor nas costas não é característica e as provas de atividade inflamatória são
negativas
A investigação de amplificação dolorosa e problemas com litígio trabalhista deveriam
ser melhor explorados, pois melhor explicam o quadro do paciente
A sulfassalazina ou o metotrexato são as medicações de escolha
O paciente não preenche os critérios de classificação de Nova Iorque modificados
(1984) nem os propostos pelo ASAS, em 2009
A investigação de infecção tuberculosa latente é o próximo passo propedêutico, uma
vez que a terapia anti-TNF está indicada
61. Em crianças e adolescentes, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O risco de falência ovariana é maior do que a infertilidade masculina em usuários
crônicos de ciclofosfamida.
A artrite não é essencial para se estabelecer o diagnóstico da forma sistêmica da
artrite idiopática juvenil.
A presença de anticorpos antinucleares e do fator reumatoide e elevação da ferritina
são considerados fatores de pior prognóstico nas formas sistêmicas.
O revestimento hialino das articulações sacroilíacas é uma das explicações para a
baixa prevalência de sacroiliíte nessa faixa etária.
Hematúria é um dos critérios principais para a classificação e diagnóstico da púrpura
de Henoch-Schönlein.
62. Em qual dos achados sorológicos abaixo haveria menor risco de reativação da
infecção pelo vírus B da hepatite ao iniciarmos o tratamento com uma droga biológica?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
HBsAg negativo, anti-HBs positivo, anti-HBc negativo
HBsAg positivo, anti-HBs negativo, anti-HBc positivo
HBsAg positivo, anti-HBs negativo, anti-HBc negativo
HBsAg negativo, anti-HBs negativo, HBV DNA positivo
HBsAg negativo, anti-HBs negativo, anti-HBc positivo
18 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
63. Considerando o que é observado nos pacientes com artrite reumatóide e síndrome
de Felty, é correto afirmar que:
(A) Ao contrário do que é observado na artrite reumatóide isolada, não há maior
predileção pelo acometimento do sexo feminino.
(B) O achado de nódulos subcutâneos é cerca de três vezes mais comum quando há
esta associação.
(C) Linfoadenomegalia é encontrado nos casos com evolução para enfermidade
linfoproliferativa.
(D) A leucopenia resulta da acentuada redução na contagem total de linfócitos.
(E) O uso terapêutico do metotrexato é contraindicado em função da leucopenia.
64. Assinale a opção correta relacionada à amiloidose sistêmica:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A infiltração amilóide da musculatura, por vezes com aspecto de pseudo-hipertrofia,
ocorre mais nas panturrilhas.
Nos pacientes com doenças inflamatórias crônicas o amilóide AL se deposita
preferencialmente no parênquima renal, levando a quadro nefrótico.
A manifestação mais encontrada nas formas secundárias às enfermidades
reumáticas é a macroglossia.
A amiloidose AL resulta da deposição de cadeias protéicas de fragmentos de
cadeias pesadas da imunoglobulina.
O amilóide depositado no sistema musculoesquelético em pacientes em diálise é a
beta2 microglobulina.
65. Assinale a alternativa ERRADA em relação às vasculites de grandes vasos:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A polimialgia reumática (PMR) está presente em apenas 10 a 20% dos casos de
arterite de células gigantes.
Picos febris elevados podem ser observados mais frequentemente na arterite de
células gigantes do que nos pacientes com polimialgia reumática isolada.
A claudicação de mandíbula e a sensibilidade local sobre a artéria temporal
superficial aumentam a positividade de achados histopatológicos diagnósticos na
biópsia deste vaso.
Alguns achados histopatológicos e angiográficos da aortite de Takayasu e da arterite
de células gigantes podem ser indistinguíveis.
Apesar de geralmente assintomático, o envolvimento das artérias pulmonares na
arterite de Takayasu chega a acometer quase metade dos pacientes.
66.
Para qual das doenças abaixo o tratamento está associado a maior risco de
vasculites relacionadas ao ANCA?
(A) Tuberculose pulmonar.
(B) Hipertensão arterial.
(C) Lúpus eritematoso sistêmico.
(D) Gota.
(E) Hipertireoidismo.
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 19
67. Em relação às vasculites citadas abaixo qual a afirmativa correta?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Apesar do tratamento da poliangiíte microscópica e da granulomatose com
poliangiíte (Wegener) serem o mesmo, a primeira é mais recidivante.
Na doença por anticorpos antimembrana basal (Goodpasture), quando encontrado o
anticorpo ANCA, geralmente este é anti-mieloperoxidase.
A glomerulonefrite observada nos pacientes com vasculite relacionada ao ANCA é
do tipo proliferativo com crescentes celulares.
Nas formas mais graves de vasculite do grupo ANCA, com síndrome pulmão-rim, o
tratamento de indução com ciclofosfamida deve se estender a um ano após ter
ocorrido remissão total da doença.
A plasmaférese tem se mostrado útil como coadjuvante no tratamento das vasculites
do grupo ANCA, mas tem sido de pouca utilidade quando há comprometimento renal
grave.
68. Assinale a única conduta ERRADA no acompanhamento de uma gestante com lúpus
eritematoso sistêmico e anticorpos anticardiolipina de 80 GPL.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Perda fetal prévia na 22ª semana gestacional: uso profilático de aspirina e heparina.
Três abortamentos espontâneos prévios, sem aparente causa obstétrica: uso
profilático de aspirina e heparina.
Pré-eclâmpsia na gravidez anterior: uso profilático de aspirina, com ou sem
heparina.
História obstétrica prévia de um abortamento na 6ª semana: uso profilático de
aspirina e heparina.
Feto com retardo do crescimento intrauterino: uso profilático de aspirina e heparina.
69. Assinale a afirmativa correta relacionada à miopatia observada nos pacientes com a
síndrome da imunodeficiência adquirida.
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A miopatia associada ao uso da zidovudina (AZT) tem sido menos observada
recentemente em função da utilização atual de doses menores da droga.
Após a descrição inicial da miopatia associada ao uso de AZT, o mesmo quadro tem
sido descrito com os outros antiretrovirais como abacavir, tenofovir e lamivudina.
Após a introdução do tratamento denominado HAART o quadro que simula a
polimiosite passou a ser a manifestação reumatológica mais observada, presente
entre 5 e 10% dos casos.
Uma forma de diferenciar a miopatia induzida por droga antirretroviral daquela
relacionada à própria SIDA é a ausência de elevação da CPK nas formas
associadas a esses medicamentos.
Existe forte correlação entre a contagem de CD4, assim como o grau de
imunossupressão, e o risco do surgimento da polimiosite associada à SIDA.
20 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
70. Entre os agentes etiológicos da artrite infecciosa citados abaixo, qual tem incidência
aumentada em um paciente esplenectomizado?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Micoplasma pneumoniae
Bactérias anaeróbicas
Mycobacterium tuberculosis
Streptococcus pneumoniae
Staphylococcus aureus
71. A manifestação pulmonar mais comum da doença mista do tecido conjuntivo (DMTC)
é:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
BOOP (Pneumonia organizada com bronquiolite obliterante)
Alveolite fibrosante
NSIP (Pneumonia intersticial não específica)
Doença pulmonar parenquimatosa difusa granulomatosa
UIP (Pneumonia intersticial usual)
72. Em radiografia convencional nas Espondiloartrites, a alteração inicial na articulação
sacroilíaca é:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Erosão da porção ilíaca da articulação.
Alargamento da fenda articular.
Esclerose do terço inferior da articulação.
Esclerose subcondral sacra.
Esclerose da margem ilíaca.
73. Qual das descrições abaixo é correta em relação ao eritema nodoso?
(A) A duração dos sintomas é de aproximadamente 90 dias.
(B) Os nódulos subcutâneos têm limites bem definidos.
(C) Ao cicatrizarem deixam manchas escuras no local.
(D) Habitualmente ulceram.
(E) O achado histopatológico é de uma paniculite nodular.
74. Se um paciente interrompe de forma abrupta um curso de 10 meses de moderadas a
altas doses diárias de prednisona, qual das condições abaixo você esperaria observar?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Hipernatremia
Hiperglicemia
Aumento da responsividade à administração de ACTH
Diminuição da produção de IL-1 e IL-2
Hipotensão arterial
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 21
75. Sobre o Micofenolato de Mofetila (MMF) assinale a alternativa ERRADA:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O metabólito ativo do MMF, o ácido micofenólico, inibe reversivelmente a enzima
Inosina Monofosfato Dehidrogenase
MMF pode induzir a apoptose de linfócitos T ativados
A metabolização hepática de quase totalidade do MMF explica porque não é
necessário ajuste de dose do fármaco na insuficiência renal
Mielossupressão é um efeito adverso do MMF e exige monitorização regular
O uso crônico de Rifampicina pode reduzir substancialmente os níveis séricos de
MMF
76.
Sobre a imunopatogênese das miopatias inflamatórias assinale a alternativa
ERRADA:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
DM é uma desordem mediada pela imunidade humoral em que o infiltrado celular é
frequentemente perivascular.
Complexo terminal de ataque à membrana C5b-C9 pode ser detectado na parede
dos vasos sanguíneos antes do aparecimento do infiltrado celular na DM, mas não
na PM.
Na PM o infiltrado inflamatório é essencialmente perifascicular e constituído
basicamente por linfócitos T.
Na PM existe evidência de participação de células T citotóxicas, as quais parecem
reconhecer um antígeno na superfície das fibras musculares.
Na DM pode haver evidência de microinfarto de fibras musculares.
77. Com relação às condições associadas à síndrome do túnel do carpo, assinale a
alternativa ERRADA:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Hipotireoidismo e gota
Gravidez e hanseníase
Artrite reumatoide e uso de inibidores da aromatase
Diabetes mellitus e hemodiálise
Acromegalia e uso de fenobarbital
78. Qual dos testes de força muscular abaixo ajuda a distinguir uma radiculopatia C8-T1
de uma compressão do nervo ulnar no cotovelo?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Déficit de força do músculo abdutor curto do polegar
Déficit de força do músculo flexor ulnar do carpo
Déficit de força do músculo flexor profundo dos dedos
Déficit de força do músculo abdutor do 5º dedo da mão
Déficit de força dos músculos interósseos
22 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
79. Um paciente queixa de alteração da deambulação após artroplastia de quadril para
artrose avançada. Ao exame, observa-se basculamento da pelve e sinal de Trendelenburg
positivo. Qual dos nervos abaixo está provavelmente comprometido nesse paciente?
(A) Nervo glúteo inferior
(B) Nervo obturador
(C) Nervo femoral
(D) Nervo glúteo superior
(E) Nervo isquiático
80. Em relação à Hiperostose Esquelética Idiopática Difusa (DISH) assinale a alternativa
correta:
(A) Alterações radiológicas vertebrais estão invariavelmente associadas a
manifestações clínicas.
(B) Ombros, mãos e pés são sítios de acometimento extra-vertebral do DISH.
(C) Quando DISH está associado à artrite reumatóide, ocorre uma acentuação da
osteopenia periarticular.
(D) É frequente a coexistência de DISH e artrite psoríásica.
(E) Há comprometimento do disco intervertebral e das facetas.
81. Qual a provável raiz comprometida em paciente com cervicobraquialgia por hérnia
discal e parestesias no 3º dedo da mão e com exame neurológico mostrando arreflexia
tricipital e redução de força muscular dos extensores do punho e dos dedos?
(A) C4
(B) C5
(C) C6
(D) C7
(E) C8
82. Qual das alternativas abaixo NÃO representa indicação para avaliação cirúrgica nas
algias vertebrais?
(A) Dor intratável após 4-6 semanas de tratamento adequado
(B) Volumosa hérnia discal foraminal
(C) Déficit neuromotor que persiste após 4-6 de tratamento conservador
(D) Disfunção esfincteriana aguda
(E) Sinais clínicos agudos de compressão medular
83.
Com relação às condições associadas à doença por deposição de pirofosfato de
cálcio, assinale a alternativa ERRADA:
(A) Hemocromatose
(B) Hiperparatireoidismo
(C) Amiloidose
(D) Hipermagnesemia
(E) Hipofosfatasia
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 23
84. Homem negro, 50 anos com dor aguda intensa em terço médio da face anterior de
coxa E há 2 dias, que o impede de deambular. Nega irradiação ou lombalgia associada.
Nega trauma, febre e calafrios. Tem diabetes mellitus tipo II há 18 anos, com insuficiência
renal moderada, retinopatia e neuropatia periférica. Relata episódio semelhante em
3
panturrilha D há 2 meses. Hb=11,3g%, Leucócitos: 8.800/mm , com contagem diferencial
3
normal, Plaquetas: 273.000/mm , Creatinina: 2,6 mg/dL, CK=148 U/L, VHS=63 mm/1h,
EAS com proteína ++. HbA1c=11.3%. RNM revelou área de cerca de 10 cm de diâmetro de
hipersinal em T2 no 1/3 médio de coxa E. Qual a hipótese diagnóstica mais provável?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Piomiosite
Infarto muscular diabético
Osteomielite com abscesso adjacente
Miosite ossificante
Rabdomiossarcoma
85. A Fibrose Nefrogênica Sistêmica (FNS) é um diagnóstico diferencial da Esclerose
Sistêmica. Assinale a alternativa correta com relação à FNS:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
É limitada a pacientes em tratamento dialítico para insuficiência renal
Não apresenta relação com a etiologia, mas com a duração da insuficiência renal
Relatos associam a FNS com a exposição a contrastes contendo bário
As lesões cutâneas da FNS são precedidas por lesões frequentemente confundidas
com celulite
À semelhança da Esclerose Sistêmica, a FNS pode apresentar positividade para os
autoanticorpos Scl-70 e/ou anti-centrômero
86. Assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
A articulação do tornozelo é mais estável quando se encontra na posição de flexão
plantar.
As articulações metatársicas são as responsáveis pela inversão e eversão do pé.
A patela é um osso sesamóide envolvido pelo tendão do quadríceps.
A articulação do joelho permite apenas o movimento de flexão e extensão da perna.
Os músculos gastrocnêmio e sóleo, por terem sua origem no fêmur distal, permitem
também a flexão do joelho.
87. Para o diagnóstico da Síndrome Miofascial, assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Parestesia difusa simétrica
Pontos dolorosos (“tender points”)
Rigidez matinal
Intestino irritável
Fraqueza muscular subjetiva localizada
24 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
88. Sobre a epicondilite lateral, assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Na epicondilite lateral ou “cotovelo de tenista” é descrito um intenso processo
inflamatório nos tendões dos extensores do punho.
A radiografia da articulação do cotovelo é de grande auxílio diagnóstico, pois
favorece a detecção de calcificação precoce, complicação comum nesta doença.
O tratamento de escolha é a infiltração com glicocorticoide, por promover uma rápida
resolução e evitar recidivas.
Quando relacionado ao esporte, a prática recreativa e a idade mais avançada são
considerados fatores protetores.
Entre os diagnósticos diferenciais está a compressão do nervo radial.
89. Homem de 64 anos, após iniciar aula de natação tem se queixado de dor em ombro
direito há 1 mês, com piora progressiva. Refere muita dor quando se deita e em todos os
movimentos do ombro. Ao exame físico, a inspeção é normal e os testes de Hawkins,
Yocun, arco doloroso, Jobe, Gerber e Pate se encontram positivos e extremamente
dolorosos à direita, mas sem restrição à rotação interna e externa. Assinale a alternativa
que contenha os achados que se espera encontrar na ultrassonografia:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
bursa subacromial/subdeltoidea aumentada e sinais de tendinopatia de
supraespinhal, de subescapular e infraespinhal sem roturas.
derrame glenoumeral, tendões supraespinhal e subescapular com rotura completa e
infraespinhal normal.
ausência de bursites, espessamento da cápsula articular axilar associado à rotura
total dos tendões do manguito.
espessamento da cápsula articular, bursite subacromial/subdeltoidea e tendões
normais.
a ultrassonografia pode estar normal.
90. Assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Os exercícios isométricos são aqueles executados com movimento articular, com o
objetivo de se obter ganho de amplitude.
Uma sessão de exercício físico agudo, em indivíduos saudáveis, promove elevação
da concentração de IL-6 sérico em até 100 vezes.
No treinamento de força para os pacientes reumáticos, para haver progressão da
carga, é necessário diminuir o tempo de descanso entre as series de exercícios
executados.
Para os pacientes com osteoporose e cifose dorsal não são recomendáveis
exercícios com extensão de tronco.
Os exercícios de agachamento não são recomendáveis para pacientes com miosite.
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 25
91. Assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O treinamento de força é composto por exercícios repetidos em grandes grupos
musculares, executados por período prolongado e com o objetivo de melhorar o
aproveitamento do consumo de oxigênio pelo músculo.
Já foi demonstrado em estudos que o treinamento aeróbio pode piorar a fadiga dos
pacientes com lúpus eritematoso sistêmico.
Os exercícios de fortalecimento abdominal são fundamentais na reabilitação do
paciente com osteoporose e devem ser executados com o paciente sentado fazendo
a flexão do tronco sobre a quadril.
Deve-se solicitar um teste ergométrico para o paciente com lúpus eritematoso
sistêmico e artrite reumatóide antes de se iniciar um programa de treinamento físico.
A prática regular de exercício leva o organismo à produção de citocinas próinflamatórias.
92. Com relação à osteonecrose da cabeça femural, assinale a alternativa correta:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
O uso do corticoide é um fator de risco independente do tempo de exposição.
O “sinal da crescente” na radiografia de quadril é um achado característico e
concomitante ao início dos sintomas.
É importante solicitar a sorologia para HIV.
O exame osteo-articular é patognomônico, marcado pela perda de amplitude das
rotações interna e externa.
O tratamento a ser instituído é repouso, analgésico e corticosteróides.
93. Mulher de 25 anos com dor muscular difusa há 3 meses, que se iniciou após
mudança de emprego, relata fadiga, sensação de edema nos dedos das mãos e cansaço
ao acordar. Assinale a conduta inicial mais adequada:
(A) Iniciar relaxante muscular e opioides
(B) Iniciar analgésico e antiinflamatório não-hormonal
(C) Solicitar radiografia de mãos e punhos e iniciar antiinflamatório não-hormonal
(D) Solicitar TSH e iniciar o tratamento com analgésico e relaxante muscular
(E) Iniciar antidepressivo e orientar exercícios físicos
94.
As osteocondroses constituem um grupo heterogêneo de artropatias não
inflamatórias decorrentes de alterações regionais do crescimento do esqueleto. Assinale a
alternativa correta:
(A) Vértebras, Doença de Blount, adolescência, sexo masculino.
(B) Tubérculo tibial, Osteocondrite dissecante, 3-12 anos de idade, mesma proporção
entre os gêneros.
(C) Epífise da cabeça femoral, Doença de Legg-Calvé-Perthes, 14-20 anos, sexo
feminino.
(D) Região subcondral de articulações diartrodiais, Doença de Scheuermann, 6-10 anos,
sexo masculino.
(E) Cabeça do segundo metatarso, Doença de Freiberg, 10-14 anos, mesma proporção
entre os gêneros.
26 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
95. Sobre a osteoartrite, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
No estágio inicial da doença há edema na cartilagem, decorrente do aumento da
síntese de proteoglicanos.
A redução do espaço articular do compartimento medial e a do lateral do joelho
provocam a deformidade em valgo e em varo, respectivamente.
As erosões radiográficas subcondrais são tipicamente marginais.
O achado, na ressonância nuclear magnética de joelho, de alteração degenerativa
do corno posterior do menisco caracteriza a necessidade de um reparo artroscópico.
A obesidade é um fator de risco para a osteoartrite apenas nas articulações que
sustentam o peso do corpo.
96.
Adolescente de 14 anos, praticante de ginástica artística, relata lombalgia há 2
meses. A dor é contínua e piora com a movimentação. Nos últimos 15 dias, houve piora
da dor com irradiação para a glúteo direito. A conduta inicial adequada é:
(A) Solicitar provas de atividade inflamatória e iniciar tratamento para espondiloartrite
axial com antiinflamatório não-hormonal.
(B) Orientar alongamento de cadeias musculares e fortalecimento abdominal, pois tratase de lombalgia mecânica.
(C) Solicitar radiografia de coluna lombossacra com incidência dinâmica e retirar do
treinamento imediatamente.
(D) Pedir radiografia da coluna lombossacra e prescrever colete, pois se trata de uma
fratura de corpo vertebral provocada pelos saltos do esporte.
(E) Solicitar ressonância nuclear magnética para confirmar o diagnóstico de hérnia de
disco e iniciar tratamento com glicocorticosteroides.
97. Sobre a estenose adquirida de canal lombar, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Acomete mais frequentemente homens, entre 30-50 anos de idade.
Os sintomas são desencadeados em situações em que o paciente se mantém
sentado por um período prolongado.
O sintoma inicial e mais marcante é a perda de força em membros inferiores para
deambulação.
Infecção urinária de repetição e incontinência urinária são alterações precoces da
doença.
O principal diagnóstico diferencial é com doença arterial crônica de membros
inferiores.
98. A síndrome do pulmão encolhido, caracterizada pela redução acentuada do volume
do pulmão à radiografia é associado à _____________ e decorre de.______________.
(A) Lúpus eritematoso sistêmico e fibrose pulmonar extensa
(B) Dermatomiosite e pneumopatia intersticial
(C) Lúpus eritematoso sistêmico e paquipleuriz crônico
(D) Esclerose sistêmica e pneumonite intersticial fibrosante
(E) Lúpus eritematoso sistêmico e comprometimento da musculatura do diafragma
Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012 - 27
99. Com relação à miopatia por corpúsculo de inclusão, é correto afirmar que:
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
É mais comum em mulher idosa
Apresenta boa resposta à corticoterapia
Pode estar associada à neoplasia
A eletromiografia pode apresentar padrão neuropático
Poupa musculatura distal
100. Paciente com LES apresentando febre alta, prostração, palidez,
3
hepatoesplenomegalia.
Ferritina
de
20.000
ng/mg,
leucócitos
2.100/mm ,
3
Hemoglobina 8,3 g%, plaquetas 82.000/mm e o mielograma mostra macrófagos
fagocitando leucócitos. Entre as opções abaixo, qual é a mais utilizada para o tratamento
dessa condição?
(A)
(B)
(C)
(D)
(E)
Ciclofosfamida
Ciclosporina
Metotrexate
Azatioprina
Micofenolato mofetila
28 – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Título de Especialista – 2012
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards