Enviado por Do utilizador3716

Secreções gastrointestinais

Propaganda
Secreções
Gastrointestinais
Secreções Gastrointestinais
 O canal alimentar é considerado a maior
glândula endócrina e exócrina do corpo;
 Hormônios não são moléculas simples, e sim
uma mistura aquosa de substâncias;
Secreções Gastrointestinais
 Os tecidos exócrinos incluem as glândulas salivares, as células secretoras do
epitélio gástrico e intestinal e as células secretoras do fígado e do pâncreas.
 As secreções geralmente consistem em combinações de água, íons, muco e
enzimas.
Secreções Gastrointestinais
Água e eletrólitos
 líquidos ricos em enzimas e outras substâncias são secretada na luz do canal
alimentar e grande parte é reabsorvida na parte distal do canal.
Para evitar lesões macânicas e enzimáticas ao epitélio de revestimento do canal um
muco é produzido pelas células calciformes do estômago e do intestino.
Secreções Gastrointestinais
 A secreção de substâncias inorgânicas como os íons acontece em duas etapas:
• 1. Água e íons são secretados por transporte passivo ou ativo através do epitélio
glandular sendo secretados na luz da glândula.
•
2. A medida que o líquido passa, modificações secundárias acontecem em sua
constituição enquanto viaja através do epitélio que reveste o ducto glandular para
o canal alimentar.
Secreções Gastrointestinais
Bile e sais biliares
O fígado secreta bile que consiste em água e uma
mistura básica de colesterol, lecitina, sais
inorgânicos, sais biliares e pigmentos biliares.
Secreções Gastrointestinais
 Sais biliares são sais orgânicos compostos de ácidos
biliares produzidos no fígado a partir do colesterol.
 Pigmentos biliares derivam da biliverdina e da
bilirrubina produzidas pela quebra da hemoglobina.
Secreções Gastrointestinais
 A bile produzida no fígado é transportada pelo ducto hepático para a vesícula
biliar, onde é estocada e concentrada.
Secreções Gastrointestinais
Funções da bile:
 Sua alta alcalinidade é importante
nos estágios finais tamponando a
acidez do suco gástrico;
 Os sais biliares facilitam a
digestão enzimática de gordura,
quebrando-a em gotículas, pois o
ácido biliar contido nos sais é
solúvel em lipídeos, agindo como
detergente;
 Agem também na absorção de
vitaminas lipossolúveis.
Secreções Gastrointestinais
 Os sais biliares são removidos do intestino grosso por transporte ativo,
voltando para a corrente sanguínea, a maior parte da absorção ocorre no íleo.
Os sais então se ligam à proteínas transportadoras e voltam ao fígado para se
reciclados.
Secreções Gastrointestinais
•
A secreção biliar serve como via de excreção para colesterol, pigmentos de
hemoglobina, esteróides e drogas que são removidas do sangue pelo fígado, sendo
digeridas ou excretadas nas fezes.
Enzimas Digestivas
• Função:catalisar a hidrólise de grandes moléculas de alimentos.
• Principais grupos:proteases,carboidrases e lipases.
Proteases
(enzimas proteolíticas)
• Endopeptidases
• Exopeptidases
Ambas atacam ligações peptídicas de proteínas
e polipeptídeos.
Ex: tripsina,quimiotripsina e pepsina.
Carboidrases
• Polissacaridases
Hidrolizam as ligações glicosídicas de carboidratos de cadeia
longa (celulose,amido e glicogênio)
• Glicosidases
Agem sobre dissacarídeos (sacarose,frutose,maltose e
lactose).
Lipases
(gorduras insolúveis)
• Emulsificação: as gorduras são tornadas solúveis em água.
• Formação de micelas com o auxílio dos sais biliares: aumento
enorme da área superficial disponível para digestão pela
lipase pancreática.
Controle das Secreções Digestivas
Saliva
Pavlov
Glândula acessório
Parótida
Ducto parótida
Sublingual
Submandibular
Células acinares
Células acinares
Glândulas Gástricas
HCO3
Pepsina
Mecanismo de Secreção Gástrica
CCC
gastrina
+
-
+
-
+
secretina
PIG
Secreção salivar
• A saliva presente na cavidade oral ,é constituída por
secreções de todas as glândulas salivares; células bacterianas ;
água,eletrólitos,amilase e agentes microbianos.
Secreção salivar
• A secreção da saliva é
estimulada pela presença
do alimento na boca ou por
qualquer estimulação
mecânica de tecidos da
boca.
A formação
da saliva na
glândula
salivar:
Secreção salivar
Funções:
• papel fundamental para a saúde da boca;
• umidificação e a lubrificação dos alimentos , o que facilita a mastigação e a
transformação do bolo alimentar a ser deglutido ;
• com o seu teor alcalino , neutralizando os ácidos bucais , exercendo , uma
função de proteção dos dentes contra a cárie dentária .
Secreção gástrica
• O acido clorídrico é a principal secreção do estômago,que é
produzida por células parietais localizadas na mucosa gástrica.
Fatores que estimulam:
• Ação da gastrina,em conjunto com histamina;
• Cafeína,alcool e ingredientes ativos de pimenta.
Secreção gástrica
• Funções do HCL:
• Quebra as ligações peptídicas de
proteínas;
• Ativa enzimas gástricas;
• Mata microorganismos que
entram com a comida.
Secreção gástrica
• Pepsina:
• Principal enzima secretada pelo
estômago,quebra as ligações
peptídicas das grandes moléculas
protéicas.
Secreção gástrica
A secreção gástrica ocorre em 3 fases:
• Cefálica:mediada pelo cérebro;
• Gástrica:mediada pela gastrina e histamina;
• Intestinal:controlada pela gastrina e secretina.
Secreção intestinal
Glândulas de brunner:
secreção de muco (líquido
alcalino).
Localizam-se logo no início do
duodeno, principalmente
entre o piloro e o ducto
pancreático.
Função:
Proteger a parede duodenal do suco
gástrico que é altamente ácido.Permite a
neutralização do quimo ácido liberado
pelo estômago.
A secreção de suco intestinal é
regulada por:
• Hormônios
• Sistema nervoso.
O intestino grosso não secreta enzimas,porém produz
uma secreção líquida alcalina.
Secreção pancreática
• PÂNCREAS → glândula mista
• Endócrino
• Exócrino
Secreções digestivas que entram no intestino
delgado através do ducto pancreático.
A secreção pancreática tem três níveis de secreção:
• 1- Fase cefálica: O parassimpático vai atuar no estômago e
também vai estimular as enzimas pancreáticas e o
bicarbonato.O sistema nervoso vagal também vai estimular a
gastrina.
Quimo ácido
Liberação de
secretina e PIV
Secreção líquida
de bicarbonato.
A secreção de íons bicarbonato produz o pH apropriado para a ação das
enzimas pancreáticas, que funcionam, idealmente, em meio ligeiramente
alcalino, ou neutro (pH de 7,0 a 8,0).
• 2-Fase gástrica: Extensão do estômago, secreção de ácido e
enzimas pancreáticas (só um pequeno aumento inicial) e
gastrina.
• 3-Fase intestinal: (a mais forte) quando os alimentos se
encontram no intestino (a sua presença estimula a secreção
de colecistocinina), o pH ácido (ainda devido ao ácido do
estômago) estimula a secretina e o bicarbonato.
Peptídeo colecistocinina(CCC)- secretado em resposta à presença de
ácidos graxos e aminoácidos do quimo intestinal. Ela estimula a
secreção de enzimas bem como a contração da vesícula biliar,forçando
a bile para o duodeno.
Hormônios inibidores
Somastotanina
• Secreção ácida gástrica,secreção pancreática, fluxo sanguíneo intestinal e
a motilidade.
Encefalinas
• Secreção ácida gástrica e a motilidade.
As pedras no caminho
A principal causa da pancreatite
aguda é a migração de uma pedra
que se forma na vesícula. Antes de
ser jogada no duodeno, ela passa
pela via biliar, que atravessa o
pâncreas.
Daí, pode empacar ali, o que
impede a liberação normal de suco
pancreático e causa a inflamação.
Às vezes, resquícios da pedra ficam
nos ductos pancreáticos e acarretam
outras irritações.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards