Enviado por Do utilizador2293

RelatórReflexCrític.Lucia Silva

Propaganda
Relatório de Reflexão Crítica
Cursos de Formação Contínua de Professores
Designação da ação
Nome do formador
Nome do formando
Escola
Nível Ensino
Grupo Recrutamento
Situação profissional
Email
1 – IDENTIFICAÇÃO AÇÃO
Integração de Ferramentas Digitais no Processo de Aprendizagem Inclusivo
Curso de formação para a aquisição de novos conhecimentos segundo o modelo eelearning.
Ana Paula Rocha
2 – IDENTIFICAÇÃO FORMANDO
Lúcia Maria Dias da Silva
Agrupamento de Escolas de Samora Correia
Educação Especial (Pré-Escolar,1º,2º,3ºCEB)
(Pré
910
Contratada
[email protected]
3 – REFLEXÃO CRÍTICA
3.1 – MOTIVOS DE INTERESSE NA AÇÃO DE FORMAÇÃO
JUSTIFICATIVA PARA FREQUENTAREM A FORMAÇÃO)
(RAZÕES JUSTIFICATIVAS
Os motivos que me levaram a escolher esta ação de formação prendem
prendem-se com a necessidade
que eu sinto em possuir mais conhecimentos sobre o uso das ferramentas digitais que
atualmente estão ao meu dispor. Sinto que a forma como mostramos o conhecimento às nnossas
crianças pode fazer toda a diferença na sua aprendizagem. Tenho uma grande ad
admiração pelo
avanço tecnológico em geral, e faço questão de acompanhar este fenómeno (ou pelo menos
tentar). Considero que a aplicação destas ferramentas digitais no process
processo de ensino
aprendizagem,
em, já não se trata de uma opção mas sim uma necessidade.
As nossas crianças e jovens são da era digital,
digital, logo é através destas estratégias
estratégias, destas formas
de comunicação que chegamos até eles, que conseguimos cativar o seu interesse e a sua
atenção de forma a envolvê-los
envolvê
neste processo de forma colaborativa
colaborativa, séria e também
divertida.
Quando se trata de crianças e jovens com necessidades educativas
educativas especiais a tónica é a
mesma, e tendo em conta as especificidades destes alunos,
alunos estes recursos digitais são de facto
uma mais valia que podem potenciar muito as suas capacidades. “Diga
“Diga-me e eu esquecerei.
Ensina-me
me e eu me lembro .Envolva-me
.Envolva
e eu aprendo.” Benjamin Franklin
Franklin.
O facto da metodologia utilizada ser em modelo e learning,
ing, foi para mim um fator decisivo,
tendo em conta que me encontro a trabalhar a 300km da minha residência, torna-se desta
forma, complicado gerir o tempo e os custos inerentes
inerentes a uma formação presencial.
Participando nesta formação senti que as distâncias foram encurtadas, rentabilizei o meu
precioso tempo. E acima de tudo adquiri um conjunto de competências importantes.
3 – REFLEXÃO CRÍTICA
DA VERTENTES TEÓRICAS E PRÁTICAS DA AÇÃO
3.2 – APRECIAÇÃO CRÍTICA DAS
TE
ABORDADAS E DAS METODOLOGIAS
(IDENTIFICAÇÃO DAS TEMÁTICAS
UTILIZADAS; REFERÊNCIA CRÍTICA AOS
A CONTRIBUTOS DA FORMAÇÃO
RMAÇÃO PARA O
DESEMPENHO PROFISSIONAL)
Esta formação foi organizada de uma forma muito interessante o calendário dividiu-se em 6
sessões que foram rigorosamente cumpridas. O Módulo 0, Parte 1, teve como finalidade a
Relatório de Reflexão Crítica
Cursos de Formação Contínua de Professores
ambientação ao curso, a apresentação dos formandos e a criação de e-portefólios
e portefólios individuais.
Aqui foi fornecido todo o material de apoio com ligações a links com explicações claras e
exemplificativas. Foi dado a conhecer algumas ferramentas como o Prezi, Blogger, Webnode.
De referir que fomos constantemente informados sobre os canais de comunicação com a
formadora, (e mail, separador dúvidas e Faqs etc.)
Na segunda sessão
Módulo 0–
0 Parte 2: fomos confrontados com os conteúdos
do enquadramento do Curso (Diferenciação pedagógica; Vantagens e limitações das
ferramentas Web 2.0. Respondemos ao questionário VARK que nos ajudou a conhecer melhor
nomeadamente o nosso perfil de aprendizagem. Fiquei a saber que o meu estilo predominante
é o Cinestésico,, o resultado foi (V4; A5; R5; K8).
No Módulo
dulo 1 passamos à conceção,
conce
gestão e autoavaliação da aprendizagem através do
recurso escolhido X. Com base nas opções oferecidas num Think-Tac--Toe (3-em-linha) e na
tomada de decisões individuais, ao
ao longo dos Módulos 1, 2 e 3 foi-nos proposto o
cumprimento de três tarefas (X, Y, Z), em-linha,
em linha, de entre nove possíveis. Cada tarefa, da
escolha
colha dos formandos, constituiria o trabalho em cada um dos três Módulos. De referir que
foi oferecida a possibilidade
possibilida de realizar o trabalho em grupo. O meu público-alvo foram
alunos do 2º ano com défice de atenção em contexto de reforço da aprendizagem de conteúdos
lecionados. Eu escolhi a ferramenta powtoon. é uma ferramenta web 2.0 que permite a
exposição da informação de uma forma animada, é possível a criação de vídeos. Esta
ferramenta alia a realização à criatividade, à inovação e ao dinamismo. Numa aula é uma mais
valia tem um efeito visual atrativo, que capta a atenção dos alunos e depois tem o efeito
surpresa, nunca sabemos com é o “diapositivo” seguinte. Gostei de conhecer esta ferramenta
vou
explorar
mais,
pois
já
percebi
que
tem
muitas
potencialidades.
https://www.powtoon.com/show/cm6KUASdYNd/as
https://www.powtoon.com/show/cm6KUASdYNd/as-plantas/#/.
No Modulo 2, na sequência da escolha anteriormente feita experimentei o Mindomo. Os
mapas mentais constituem-se
constituem se num valioso método para aumentar o foco de atenção com
possibilidade de resumir a informação e jogar com as cores. Tendo em conta que o público
alvo eram alunos com défice de atenção, com
om esta estratégia julgo ser possível ajudar os
referidos alunos, na organização do estudo. Será útil usar esta ferramenta na organização das
tarefas diárias de trabalho. Trabalhar com cores e imagens reforça a capacidade de aprender, e
mantém a mente criativa. Julgo que também eu vou começar a usar mais no dia a dia, para
analisar relatórios, artigos, legislação, julgo que rentabiliza o nosso tempo. É um exercício
divertido para manter sempre ativo o cérebro humano. Podemos desta forma, ampliar os
horizontes do pensamento e abrir novos caminhos
caminhos para o conhecimento.
No módulo 3 que para mim foi o mais difícil, uma
ma vez que já não havia escolha
escolha, não podia
“escapar”” da utilização da ferramenta screencast o matic. Inicialmente assustei
assustei-me, achei que
era uma ferramenta estranha muito avançada para as minhas capacidades no domínio das
ferramentas digitais. Foi uma agradável surpresa constatar que consegui criar qualquer coisa.
Reconheço que podia estar melhor ao nível do som entre outros aspetos. Esta ferramenta
oferece a uma opção bastante interessante
interessante de captura de ecrã. Ao invés de simplesmente fazer
Relatório de Reflexão Crítica
Cursos de Formação Contínua de Professores
apresentações, com imagens estáticas, podemos fazer a apresentação com imagem e som de
informação do nosso computador e/ou inserir informação diretamente da web. Achei o
funcionamento simples e acessível:
acessível: há um retângulo, com pontilhados em volta, que demarca
a área de onde as imagens serão capturadas. As dimensões podem ser alteradas. Para gravar,
basta tocar no botão vermelho. Quando terminamos, clicamos em “done” e o vídeo é exibido a
partir daí podemos
os guardar ou colocar no youtube. Com alunos com necessidades educativas
especiais esta
ta ferramenta pode ser uma mais valia para consolidar aprendizagens, para
explicar determinadas situações recorrendo à exemplificação. Para interagirmos com os
colegas do ensino regular e com os encarregados de educação, com quem articulamos
estratégias, por este meio pode ser muito interessante a partilha de informação.
http://youtube.com/watch?v=grfAW3giGVo
http://youtube.com/watch?v=grfAW3giGVo.
No módulo avaliação, o último da formação, felizmente foi-nos
nos dada a possibilidade para
proceder aos melhoramentos
mentos finais do e-portefólio.
e portefólio. A lista de tarefas passava por proceder ao
preenchimento de questionários relativos à auto-avaliação, foi ainda proposto a análise do
blogue de outro colega foi--nos finalmente pedido para elaborar este documento de Reflexão
crítica final. De referir que houve sempre o incentivo e disponibilidade por parte da
formadora, que constantemente fazia uma apreciação do trabalho
balho apresentado, foi sempre
agradável sentir o feedback estabelecido.
3 – REFLEXÃO CRÍTICA
3.3 – CONCLUSÕES
Foi muito gratificante para mim frequentar esta ação de formação, contactei com ferramentas
inovadoras e estimulantes. Reconheço que tive vários constrangimentos na elaboração dos
trabalhos. Na fase inicial tive alguns impedimentos pessoais que não me permitiram avançar
nas tarefas. Felizmente fui contactada pela formadora Dra. Ana Paula Rocha, que questionou a
minha ausência e me motivou para continuar executando os trabalhos ao meu ritmo e
disponibilizando a sua total colaboração e acompanhamento na realização dos mesmos. Este
contacto foi importante e determinante para chegar até aqui. Contactei com ferrame
ferramentas que
considerava muito complexas, neste momento já
já as considero mais intuitivas. Senti algumas
dificuldades que foram colmatadas com a ajuda da formadora e dos colegas, isto porque ao
acompanhar o trabalho que realizavam ao ver as dúvidas que expunham e as respetivas
respostas eu conseguia realizar o meu trabalho com maior confiança
confiança. O meu objetivo é
aperfeiçoar o meu blogue, E portefólio. Verifiquei que uma colega no cumprimento das
tarefas do último módulo procedeu à analise do meu E portfolio,
portfolio foi a colega Vera Lúcia
Freitas Oliveira, que fez uma critica muito construtiva, fez um conjunto de recomendações
que vou seguir, agradeço-lhe
lhe imenso a forma delicada como fez a abordagem e acima de tudo
a disponibilidade que mostrou para me ajudar.
Em suma, oss benefícios da utilização das ferramentas digitais com as crianças com NEE são
amplos e muito positivos, desde a deficiência física, até aos problemas cognitivos, emocionais
e comportamentais. É fundamental que os profissionais que trabalham com estes alu
alunos
tenham competências para a utilização destes recursos, quer numa ótica de utilização em sala
de aula, quer numa ótica de criação de conteúdos, de materiais e estratégias para ajudar os
docentes do ensino regular, assim como para apoiar os encarregados de educação.
Neste momento sinto
into que tenho ao meu alcance um conjunto de ferramentas que me foram
apresentadas e que irei explorar no sentido de adquirir um maior domínio e segurança para as
usar na minha pratica pedagógica diária.
Relatório de Reflexão Crítica
Cursos de Formação Contínua de Professores
"Seja a mudança que vocêê quer ver no mundo" (Dalai Lama)
4 – BIBLIOGRAFIA
http://ailtonsantos.net/2013/10/14/benjamin-franklin-frase-do-dia/
http://ailtonsantos.net/2013/10/14/benjamin
http://deficienciavisualsp.blogspot.pt/2009/04/blog
http://deficienciavisualsp.blogspot.pt/2009/04/blog-post.html
http://integraferramentasdigitais.blogspot.pt/
http://cms.lucia-silva3.webnode.pt/
silva3.webnode.pt/
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards