Enviado por Do utilizador2148

Memorial Descritivo Gregson Barros da Silva v2

Propaganda
Gregson Barros da Silva
Memorial Descritivo
Orientadores escolhidos
Amarildo Melchiades da Silva
Adlai Raph Detoni
Juiz de Fora/2018.
SUMÁRIO
I. TRAGETÓRIA ACADÊMICA ........................................................................................... 2
II. MOTIVAÇÃO PARA A ESCOLHA DO CURSO ........................................................... 3
III. LEITURAS RELACIONADAS À PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA . 4
IV. ASPECTOS RELACIONADOS À PESQUISA QUE PRETENDE DESENVOLVER
.................................................................................................................................................... 4
V. PRODUTO EDUCACIONAL ............................................................................................ 5
VI. DECLARAÇÃO DE DEDICAÇÃO AO MESTRADO .................................................. 5
VII. INDICAÇÃO DE PROFESSOR ORIENTADOR ........................................................ 6
2
I. TRAGETÓRIA ACADÊMICA
Desde o Ensino Médio havia definido que seria professor de Matemática. Talvez fosse
pela forma de ensinar que minha professora da série despertava na classe, com seu jeito de
conduzir as aulas deslumbrante. Iniciei o curso de Licenciatura Plena em Matemática em
2003, no Centro de Ensino Superior de Valença – CESVA, em Valença, município localizado
no interior do estado do Rio de Janeiro, concluído em dezembro de 2005.
Neste período, atuei como monitor das disciplinas de Cálculo I e Cálculo II,
supervisionado pelo professor Ademar José Teixeira Filho e estagiei no Núcleo de Práticas
Pedagógicas através da Fundação Mudes, onde foi oportunizado trabalhar com reforço escolar
com crianças carentes. Também atuei como professor monitor no Programa Acelera Jovem,
promovido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de
Educação. Meu trabalho de conclusão de curso foi sobre a “Aprendizagem Matemática
através da Resolução de Problemas”. Nele, utilizei como suporte obras sobre investigação
matemática e resolução de problemas, para criar uma metodologia própria para aplicabilidade
nas turmas que fazia estágio e do Programa Acelera Jovem, através da aplicação de atividades
investigativas e estudos sistematizados, por alguns meses, de acordo com a especificidade da
comunidade escolar atendida.
Após concluir a Licenciatura, participei de 2006 a 2008, dos Programas de
Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio (PAPMEM), no Instituto
de Matemática Pura e Aplicada (IMPA). Fui aprovado em 2007 e em 2008,
consecutivamente, em processos seletivos para o cargo de professor de Matemática do quadro
permanente da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro – SEEDUC RJ,
acumulando duas matrículas públicas.
De 2009 a janeiro de 2011, cursei Especialização em Ensino da Matemática, na
Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, onde tive a oportunidade de participar das
atividades promovidas pela equipe do Projeto Fundão. Para obtenção de grau de Especialista
em Ensino da Matemática, realizei o trabalho de conclusão de curso, orientado pela
Professora M. Sc. Lúcia Arruda de Albuquerque Tinoco, com o tema “O Ensino de Álgebra
no Segundo Segmento do Ensino Fundamental”. O objetivo do trabalho apresentado foi o de
refletir, através da investigação matemática, as dificuldades dos alunos na passagem da
linguagem matemática aritmética para a algébrica, bem como a relação latente que deve
existir entre elas, desde os estudos de casos particulares, processo de generalização e a
definição de conjecturas.
3
Em 2013, fui aprovado no Programa de Mestrado Profissional em Matemática –
ProfMat, para o polo de Juiz de Fora, frequentando somente o 1º semestre de 2014, visto que
tive que interromper por necessidade de problemas de saúde em pessoas da família.
De 2015 a 2016, devido a exigência do cargo de Gestor Escolar que atualmente
desempenho, fiz MBA em Gestão Empreendedora, na Universidade Fluminense – UFF.
Como Projeto Empreendedor, organizei meu trabalho focado na relação de aprendizagem
matemática. Intitulado “Matemática em Ação”, realizei o estudo de caso relacionado ao
elevado índice de reprovação dos discentes da escola que me encontro lotado como Gestor,
nas disciplinas de exatas, principalmente Matemática e dos indicadores das avaliações
internas e externas. A proposta do projeto foi a de criar atividades que proporcionassem um
direcionamento que tivesse mais significado para os alunos através de oficinas, atividades de
reforço, clube de monitoria, gincanas do conhecimento etc.
II. MOTIVAÇÃO PARA A ESCOLHA DO CURSO
Visando dar continuidade a minha trajetória acadêmica, das pesquisas já realizadas da
Graduação à Especialização, voltadas a Educação Matemática, a escolha do curso de
Mestrado Profissional em Educação Matemática possibilitará a expansão da busca por
conhecimentos investigativos, de forma que possa colaborar mais para o ensino da
Matemática.
Acredito que o Mestrado em Educação Matemática da UFJF atenderá perfeitamente
no contexto em que me encontro, pois tenho como objetivo o aprofundamento de meus
conhecimentos por meio de intervenções pedagógicas necessárias para aprimorar o
significado ao aprendizado matemático e suas diversas ramificações na Educação Básica bem
como realizar pesquisar o assunto e sua dinâmica no Ensino Superior, no que tange as
dificuldades dos alunos e a necessidade de busca pela autonomia didática.
Tenho pretensão de elaborar e explorar esta temática mais detalhadamente numa
dissertação de mestrado e, mais tarde, aperfeiçoá-la numa tese de doutorado. Também tenho
como objetivo continuar a seguir minha carreira como docente e pesquisador, visando
contribuir com o meio acadêmico e a sociedade.
4
III. LEITURAS RELACIONADAS À PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA
Busco referências bibliográficas para as minhas pesquisas nas obras e artigos de João
Pedro da Ponte, na coleção Tendências em Educação Matemática e, recentemente, nos livros
referenciados como suporte para dissertação do Mestrado dentre eles, o livro do autor
Ubiratan D’Ambrósio, “Educação Matemática – da Teoria a Prática”. Além das leituras
regulares, sou assinante da Revista do Professor de Matemática (RPM) e leitor dos periódicos
publicados no site da Sociedade Brasileira de Matemática.
IV. ASPECTOS RELACIONADOS À PESQUISA QUE PRETENDE DESENVOLVER
Os motivos para dar continuidade à pesquisa investigativa acerca do ensino e
aprendizagem da Matemática em sala de aula, justifica-se por diversos motivos, dentre eles o
de considerar uma ciência capaz de ser acessível a todos, deixando de ser a disciplina vilã nas
escolas, talvez, até mesmo por um fator cultural estigmatizado no país, o que podemos
verificar através dos resultados obtidos nas avaliações externas de larga escala, dentre elas a
do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), que colocou o Brasil no ranking
dos dez últimos países em desempenho na área de Matemática e Ciências. A busca de uma
educação de qualidade, que propicie uma abordagem significativa pode ser um trabalho que
seja alcançado de médio a longo prazo e o desejo de tornar essa realidade possível, me
motiva, enquanto professor, a dar minha colaboração, pois acredito que as potencialidades
individuais e coletivas podem despertar pelo estímulo constante através de ações diárias e
boas práticas pedagógicas em sala de aula.
Procurar uma mudança no ensino da Matemática escolar não pode ser apenas uma
baseada nos conteúdos a serem ensinados. Acredito que o melhor caminho ainda para
desmistifica-la é apresentando os conhecimentos matemáticos com verdadeiro significado,
que possibilite ao aluno fazer conexões de ideias e no momento certo saber como e qual
utilizar.
Baseado nessas inquietações, durante meu trajeto acadêmico, questionei-me a respeito
de alguns tópicos, que considero importante para estudo e discussão, de acordo com a linha de
pesquisa que escolhi e possivelmente servirão de base para minha dissertação, caso aprovado
neste certame:
5

Qual a relação que os alunos possuem com a Matemática? Será que eles a consideram
uma ciência útil?

Qual o nível de interesse dos alunos em cada modalidade de ensino, inclusive no curso
superior?

Quais os impactos causados pelos professores mediante a metodologia de ensino
utilizada para tratar Matemática em sala de aula? Há uma interferência, de fato, na
aprendizagem do aluno?

As diferentes fases da vida (infância, adolescência, juventude e adulta), diferenciam o
interesse em aprender Matemática?

Qual a visão que os professores de Matemática têm em relação a formação continuada
e a influência que isso tem diante o processo de ensino?

A presença de novas tecnologias e recursos digitais colaboram para o aprendizado em
sala de aula?
V. PRODUTO EDUCACIONAL
Ao final do curso, como obtenção do título de mestre, tenho por objetivo desenvolver
um livro que relate as diversas experiências dos professores de Matemática, considerando
todas as modalidades da Educação Básica ao Ensino Superior e junto com esses relatos de
experiência, práticas pedagógicas bem sucedidas em sala de aula (Construção coletiva de
propostas pedagógicas diferenciadas para a aprendizagem Matemática nas diversas
modalidades de Ensino).
VI. DECLARAÇÃO DE DEDICAÇÃO AO MESTRADO
Declaro para os devidos fins que, se aprovado e classificado no Processo Seletivo do
Mestrado Profissional em Educação Matemática disponibilizarei os seguintes horários de
dedicação aos estudos:

De segunda-feira a quarta-feira: estudo residencial, no turno da noite, de 19 h às 22 h.

Quinta-feira: presencial na UFJF, somente no turno da manhã, de 09 h às 11 h.

Sexta-feira: presencial na UFJF, manhã e tarde, 08 h às 15 h.

Sábado: pela manhã, 08 h às 12 h, estudo residencial.
6
VII. INDICAÇÃO DE PROFESSOR ORIENTADOR
De acordo com a linha de pesquisa escolhida (linha 1) e as temáticas ofertadas no
Anexo 10 do Edital/2019, os professores indicados, em ordem de preferência são:
1º. Amarildo Melchiades da Silva. (Ensino e aprendizagem de matemática no Ensino
Fundamental e Ensino Superior; Educação Financeira Escolar e Educação
Matemática)
2º. Adlai Raph Detoni. (Ensino de Geometria, em todos os níveis de formação, inclusive
com aporte informático; Como pesquisador em Fenomenalogia e Educação
Matemática está aberto a estudos em currículo e metodologia didática).
0
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards