Homem e Sociedade

Propaganda
PLANO DE ENSINO
CURSO: Disciplina de núcleo comum
SÉRIE: 3º semestre
DISCIPLINA: Homem e Sociedade
CARGA HORÁRIA SEMANAL: EAD
CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas-aula
I – EMENTA
A origem humana das perspectivas biológica e cultural. O conceito
antropológico de cultura. O significado do termo cultura: senso comum e
científico; a simbolização da vida social, a diversidade cultural e as culturas
nacionais. A cultura como visão de mundo. Etnocentrismo, relativismo cultural e
as relações étnico-raciais. Identidade cultural na atualidade, diversidade e
inclusão. A educação e ensino de história e cultura afro-brasileira.
II – OBJETIVOS GERAIS
A Antropologia é uma ciência que se caracteriza por considerar o ser humano
em sua diversidade. O contato com a disciplina pode criar oportunidades para
que os discentes se constituam como indivíduos críticos e ativos na
constituição de uma sociedade ética e democrática. Para isso são propostos os
objetivos abaixo:
 Instrumentalizar o corpo discente para analisar e interpretar a realidade
social como processo de contato com as diferenças.

Possibilitar uma compreensão crítica do ser humano em sua relação
com a herança cultural e as constantes transformações da sociedade.

Caracterizar a Antropologia como uma ciência que permite compreender
os processos de constituição de identidades nas suas variadas
expressões - étnicas, religiosas, profissionais, políticas e assim por
diante.

Oferecer aos alunos espaço para a discussão de temáticas que
permitam a compreensão das manifestações culturais que ocorrem na
sociedade contemporânea seja de ordem da construção de identidades,
da concepção de corpo, da cultura organizacional, da construção de
valores e direitos, dos fenômenos e conteúdos da comunicação, e assim
por diante.
III – OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Desenvolver o senso crítico e analítico dos futuros profissionais para
identificarem os aspectos significativos das ações individuais e coletivas.
Permitir aos alunos uma reflexão sobre o significado da cultura e suas
implicações na construção e transformações das relações sociais.
Enfatizar a importância das abordagens antropológicas na compreensão das
diversas manifestações sociais. Promover uma compreensão relacional e
integradora do fenômeno cultural com a multiplicidade de aspectos que
caracterizam o humano-técnicas, costumes, produção de conhecimento,
formulação de regras, comunicação, organização, valores, afetividade - em
suas expressões de diversidade.
IV – CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
O HOMEM
1.1 - Principais visões sobre a origem humana: o evolucionismo e o debate das
determinações biológicas versus processo cultural. O conceito de cultura
através da história.
A CULTURA
2.1 - O significado do termo cultura: senso comum e científico; a simbolização
da vida social, a diversidade cultural e as culturas nacionais. A Antropologia e o
estudo da cultura.
2.2 - As principais características da cultura como visão de mundo: herança
cultural e formas de compreender o mundo, a participação dos indivíduos na
cultura.
2.3 - A diversidade cultural: etnocentrismo e relativismo cultural; relações
étnico-raciais.
2.4 - A cultura na sociedade atual: nacionalidade, cultura popular e erudita;
meios de comunicação; poder e cultura.
A SOCIEDADE
3.1 - Identidade cultural na atualidade: multiculturalismo, tribalismo urbano e
pesquisa antropológica.
3.2 - O tratamento de questões e temáticas que dizem respeito aos
afrodescendentes.
3.3 - A pluralidade étnico-racial, história e cultura dos afro-brasileiros.
3.4 - As raízes africanas da nação brasileira
V – ESTRATÉGIAS DE TRABALHO
Aulas expositivas e de apresentação de trabalhos de pesquisa com incentivo à
participação dos alunos no questionamento e discussões.
Indicação de leituras adicionais de livros, revistas, jornais e artigos bem como
de recursos audiovisuais como filmes e produção videográficas pertinentes às
relações indivíduo-cultura e contato com a diversidade cultural.
VI – AVALIAÇÃO
Seminários, trabalho e provas teóricas de acordo com o regimento da
universidade.
VII – BIBLIOGRAFIA
Básica
COSTA, M. C. C. Sociologia: introdução à ciência da sociedade. Moderna,
1997.
DaMATTA, R. A. RELATIVIZANDO : uma introdução à antropologia social. Rio
de Janeiro: ROCCO, 1987.
LARAIA, R. de B. CULTURA: um conceito antropológico, Rio de Janeiro:
JORGE ZAHAR, 2009.
Complementar
BOAS, F.; CASTRO, C. (org.). Antropologia cultural. Jorge Zahar: 2009.
DALLARI, D. de A. Elementos da teoria geral do Estado. São Paulo: Saraiva,
2003.
GUERRIERO, S. (org.). Antropos e Psique: o outro e sua subjetividade. São
Paulo: Olho D’água, 2008.
PEIRANO, M. Rituais ontem e hoje. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003.
SANTOS, R. J. Antropologia para quem não vai ser antropólogo, Porto Alegre:
Tomo Editorial, 2005.
WEBGRAFIA – sugestão de textos eletrônicos disponíveis a acesso
público:
Barbosa, Maria do Socorro Ferraz. “A Presença Portuguesa e Africana diante
dos Índios”, in, http://www.fundaj.gov.br/docs/indoc/cehib/ferraz.html
LEITÃO, Débora Krischke. “A Arte de Sensibilizar o Olhar – ou Por que ensinar
Antropologia?” In, http://www.geocities.com/deborakrischkeleitao/artigo.html
Sobre o etnocentrismo:
CARVALHO, José Carlos de Paula “Exemplos de Etnocentrismo”;
“Etnocentrismo: inconsciente, imaginário e preconceito no universo das
organizações” in, http://tryck.vilabol.uol.com.br/etno.htm
LINTON, Ralph. “O cidadão norte-americano”, in,
http://www.consciencia.net/2004/mes/02/linton-citacao.html
Sobre contato cultural:
MIDLIN, Betty – “Aculturação” in, http://www.fb.org.br/indigena/2003_acult.asp
VIANNA, Hermano e LEMOS, Ronaldo. “A tradição remixada: a questão da
propriedade sobre conhecimentos tradicionais”, in
http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=31164
Carneiro da Cunha discute papel dos índios – entrevista de RENATO
SZTUTMAN
especial para a Folha 500 anos, in
http://www1.folha.uol.com.br/fol/brasil500/entre_7.htm
Sobre infância e tradição oral:
ALDEIA DE SAPUKAI – Histórias (infantis) Guarani
Histórias pertencem a uma coletânea levantada entre os Guarani a respeito
das histórias que costumam ser contadas para as crianças mais novas. São
histórias "para crianças" destinadas um público infantil, in
http://www.highrisemarketing.com/djweb/historia/historia/sapuk.htm
Revista digital de antropologia urbana – “OS URBANITAS” (vários artigos
disponíveis) - http://www.osurbanitas.org/
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards