L2 Politica Macroeconomica

Propaganda
Política Macroeconômica [L2]
A - Julgue as assertivas abaixo C (certas) ou E (erradas).
1.
[ ]
A política macroeconômica envolve a atuação do governo sobre a
capacidade produtiva e despesas planejadas, com o objetivo de permitir que a
economia opere a pleno emprego, com baixas taxas de inflação e justiça social.
2.
[ ]
Aumentar a capacidade produtiva da sociedade, aumentando o
produto potencial deve ser um objetivo de longo prazo da política econômica. É deste
problema que tratam as políticas de estabilização.
3.
[ ]
Política Fiscal diz respeito aos Gastos Públicos e Impostos. São
instrumentos utilizados essencialmente no controle da inflação.
4.
[ ]
Políticas de estabilização da inflação não são compatíveis com a
melhoria no grau de distribuição de renda.
5.
[ ]
Os instrumentos ligados ao controle do volume da quantidade de
moeda e títulos públicos é objeto da política cambial.
6.
[ ] Um dos mais importantes instrumentos de política monetária é a
compra e venda de títulos públicos.
7.
[ ]
Quando a política fiscal é frouxa, a demanda agregada aumenta, o que
provoca aumento nas expectativas inflacionárias por partes dos agentes. A resposta
mais eficaz nesse caso é o aumento da taxa de juros pelo BACEN.
8.
[ ] O bolsa família é um programa de transferência de renda, visto que é
direcionada a um benefício social, por meio da tributação dos indivíduos com renda
mais alta.
9.
[ ] A atuação do Estado na economia é essencial para corrigir os
desequilíbrios macroeconômicos por meio de política fiscal. Além da política fiscal,
outros instrumentos são utilizados para o reequilíbrio econômico.
10.
[ ]
A política fiscal pode ser conduzida independentemente da política
monetária, pois não há inter-relação de seus efeitos.
11.
[ ] No Brasil temos alta carga tributária e ambiente político e de negócio é
considerado. Isso resulta em recursos direcionados para especulação e não para
geração de emprego e renda, mesmo com o reestabelecimento da confiança na
economia.
12.
[ ]
Na classificação dos objetivos da Política Econômica pode-se especificar
dois grupos distintos: objetivos estruturais e conjunturais. Controle demográfico e
ajuste fiscal induzido são essencialmente objetivos de natureza conjuntural.
13.
[ ] A taxa de câmbio de um país, quando não fixada pelo governo, tende a
aumentar à medida que aumenta a inflação interna desse país acima dos demais
países.
14.
[ ] A valorização da taxa de câmbio, no Brasil, torna as importações mais
baratas.
15.
[ ] As questões relativas ao emprego e à inflação são consideradas como
conjunturais, de curto prazo. É a preocupação central das chamadas políticas de
estabilização.
p. 1
16.
[ ]
As políticas monetária e fiscal representam meios alternativos
diferentes para distintas finalidades. A política econômica deve ser executada através
de uma combinação adequada de instrumentos cambiais e monetários.
18.
[ ]
A demanda agregada depende fundamentalmente da evolução da
demanda dos grandes agentes macroeconômicos: famílias, empresas e governo.
19.
[ ] O mercado de capitais físicos está embutido no mercado de bens e
serviços através dos investimentos (gastos com a formação de capital) e da poupança
(financiamento da formação de capital). Igualmente, o mercado de capitais financeiros
é analisado no mercado monetário e de títulos.
20.
[ ]
A justificativa econômica para que a administração da economia se
preocupe com as questões estruturais se dão pela importância do emprego dos fatores
de produção e na relevância do controle de preços e combate à inflação.
21.
[ ] A oferta de divisas depende das exportações e da entrada de capitais
financeiros, enquanto a demanda de divisas é determinada pelo volume de
importações e saída de capitais financeiros.
22.
[ ]
A política de incentivos as exportações também pode ser usada para
aumentar as vendas externas, pois seu grau de flexibilidade é menor.
23.
[ ] A chamada política de rendas corresponde a uma tentativa de
intervenção nos mecanismos de formação de preços e salários, que podem ocorrer por
intermédio dos empresários, trabalhadores e o governo, ou ainda por imposição
econômica.
24.
[ ] O crescimento do produto interno bruto (PIB) é consequência do
crescimento das empresas situadas dentro do país, independentemente de serem
nacionais ou multinacionais.
25.
[ ]
Os gastos sociais do governo brasileiro, como percentual do PIB, têm
sido elevados, embora os resultados, em termos de melhora da distribuição de renda
se mostrem insatisfatórios. Várias causas podem ser citadas para explicar tal fato,
dentre as quais se encontra a tributação sobre os bens de luxo.
26.
[ ] O Produto Nacional Bruto (PNB) é um amplo indicador de atividade
econômica de uma nação. Sobre a composição desse índice, é correto afirmar que
inclui os rendimentos obtidos pelos cidadãos e pelas empresas no exterior, mas não
inclui os rendimentos obtidos por estrangeiros dentro do país.
27.
[ ]
No contexto da globalização, uma tendência crescente é a formação de
blocos econômicos regionais com diferentes níveis de integração, e criação de uma
moeda única adotada pelos países membros.
28. [ ] O caminho natural do investimento é atender a demanda de bens de capital.
29. [ ] O que define um investimento é a expectativa de retorno comparada com o
custo de oportunidade do negócio, a taxa de juros. O fato de um bem importado ficar
mais barato ajuda na tomada de decisão mas não a define.
30. [ ] Uma recuperação mais expressiva da confiança dos agentes econômicos ainda
depende da queda da incerteza. A agenda de reformas e o cenário político já tirnam o
horizonte de longo prazo mais interessante aos investidores.
p. 2
Download
Random flashcards
teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards