AS32B - UTFPR

Propaganda
Ministério da Educação
UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ
Câmpus Ponta Grossa
PLANO DE ENSINO
CURSO
Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
MATRIZ
762
Lei nº 9.394 de 20/12/1996. Decreto nº 5.154, de 23/07/2004. Portaria Ministerial nº
300, publicada no D.O.U., de 22/01/2004, retificada na pág. 16, da seção 01 do D.O.U., de
11/06/2004. Portaria Ministerial nº 124, publicada no D.O.U., de 09/11/2006. Resolução
FUNDAMENTAÇÃO LEGAL nº 19/05-COENS, de 11/03/2005. Resolução nº 42/06-COENS, de 07/07/2006. Resolução
nº 60/06-COEPP, de 01/09/2006. Alterada pela Resolução nº 030/14-COGEP, de
14/05/2014.
DISCIPLINA/UNIDADE CURRICULAR
CARGA HORÁRIA (Aulas) Total Total
AT AP APS AD APCC Aulas Horas
Fundamentos de Banco de Dados
AS32B
2º
34 34
4
--72
60
AT: Atividades Teóricas, AP: Atividades Práticas, APS: Atividades Práticas Supervisionadas, AD: Atividades a Distância,
APCC: Atividades Práticas como Componente Curricular.
PRÉ-REQUISITO
EQUIVALÊNCIA
CÓDIGO PERÍODO
Sem pré-requisito
SI33C – Teoria de Banco de Dados ou CC33F – Banco de Dados 1
OBJETIVOS
Planejar e Projetar Banco de Dados Relacional.
EMENTA
Sistemas de gerenciamento de banco de dados (seus principais conceitos, arquiteturas e aspectos operacionais).
Modelagem conceitual, lógica e física de um banco de dados. Linguagem de manipulação de bancos de dados relacionais.
Ferramentas CASE para modelagem.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ITEM
1
2
3
4
EMENTA
CONTEÚDO
-Conceitos de Dados, Informação, Banco de Dados e
Sistemas de gerenciamento de banco de dados
Sistema Gerenciador de Banco de Dados
(seus principais conceitos, arquiteturas e
-Evolução histórica de Banco de Dados
aspectos operacionais)
-Arquitetura Banco de Dados Relacionais
-Modelo de Entidade e Relacionamento
-Conversão para o Modelo Relacional
-Normalização
Modelagem conceitual, lógica e física de um -Notações da Modelagem
banco de dados
-Comandos de definição da base de dados, utilizando a
SQL: create, alter e drop
-Comandos de controle da base de dados, utilizando a
SQL: grant e revoke
Linguagem de manipulação de bancos de -Comandos de manipulação de banco de dados,
dados relacionais
utilizando a SQL: select
-Utilizar ferramentas CASE para modelar e criar um
Ferramentas CASE para modelagem
banco de dados, aplicando as técnicas estudadas em um
estudo de caso prático.
PROCEDIMENTOS DE ENSINO
AULAS TEÓRICAS
Aulas expositivas e dialogadas nas quais poderão ser utilizados como recursos didáticos: multimídia, computador,
ambiente virtual de aprendizagem (moodle), entre outros que se fizerem necessários.
AULAS PRÁTICAS
As aulas práticas poderão incluir o uso de atividades em laboratórios, computadores, softwares e demais ferramentas
eventualmente necessárias para a disciplina.
ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS
Atividades acadêmicas desenvolvidas sob orientação, supervisão e avaliação de docentes e realizadas pelos discentes
em horários diferentes daqueles destinados às atividades presenciais (aulas teóricas e aulas práticas). Estas atividades
poderão incluir: estudo dirigido, trabalhos individuais, trabalhos em grupo, desenvolvimento de projetos, atividades
em laboratório, atividades de campo, oficinas, pesquisas, estudos de casos, seminários, desenvolvimento de trabalhos
acadêmicos, dentre outras.
ATIVIDADES A DISTÂNCIA
ATIVIDADES PRÁTICAS COMO COMPONENTE CURRICULAR
PROCEDIMENTOS DE AVALIAÇÃO
A aprovação dar-se-á por nota final, proveniente de avaliações realizadas ao longo do semestre letivo e por frequência.
Considerar-se-á aprovado na disciplina o aluno que tiver frequência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por
cento) e nota final igual ou superior a 6,0(seis), consideradas todas as avaliações previstas no Plano de Aulas. Ao longo
do semestre será realizada pelo menos uma avaliação substitutiva, de forma que o aluno possa recuperar alguma (as)
das avaliações do semestre.
REFERÊNCIAS
Referencias Básicas:
ALVES, William Pereira. Banco de dados: teoria e desenvolvimento. São Paulo: Érica, 2009. (8 exemplares)
CHEN, Peter. Modelagem de dados: a abordagem entidade-relacionamento para projeto lógico. 1ª ed. São Paulo:
Makron Books, 1990. (7 exemplares)
DATE, C. J. Introdução a sistemas de banco de dados. Rio de Janeiro: Elsevier, 2004. (10 exemplares).
SILBERSCHATZ, Abraham; KORTH, Henry F.; SUDARSHAN, S. Sistema de banco de dados. Rio de Janeiro, RJ: Elsevier,
2006. (6 exemplares)
Referências Complementares:
ELMASRI, Ramez; NAVATHE, Shamkant B. Fundamentals of database systems. 3nd ed. Massachusetts: AddisonWesley, 2000. (2 exemplares)
HAY, David C.; RATTO, Maria Cláudia Ribeiro. Princípios de modelagem de dados. São Paulo: Makron, 1999. (4
exemplares)
KLINE, Kevin E.; KLINE, Daniel; HUNT, Brand. SQL: o guia essencial. Rio de Janeiro: Alta Book, 2010. (3 exemplares)
MACHADO, Felipe Nery Rodrigues; ABREU, Maurício Pereira de. Projeto de bancos de dados: uma visão prática. 9.ed.
São Paulo: Érica, 2002. (4 exemplares)
NASSU, Eugênio A.; SETZER, Valdemar W. Bancos de dados orientados a objetos. São Paulo: E. Blücher, 1999. (4
exemplares)
RAMAKRISHNAN, Raghu; GEHRKE, Johannes. Sistemas de gerenciamento de banco de dados. 3. ed. São Paulo, SP:
McGraw-Hill do Brasil, 2008. (5 exemplares)
XAVIER, Fabrício da Silva Valadares; PEREIRA, Leonardo Bruno Rodrigues. SQL: dos conceitos às consultas complexas.
Rio de Janeiro, RJ: Ciência Moderna, 2009. (3 exemplares)
Assinatura do Professor
Assinatura do Coordenador do Curso
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards