04-Escalonamento Preemptivos e nao preemptivos

Propaganda
Luiz Henrique da Silva
Valdenir Trevissan Junior
As decisões de escalonamento de CPU podem ocorrer de quatro maneiras:
1. Quando o processo passa do estado de execução para o estado de espera
(bloqueado);
2. Quando um processo passa do estado de execução para o estado pronto;
3. Quando um processo passa do estado bloqueado para o estado pronto;
4. Quando um processo termina.
Um algoritmo de escalonamento é considerado não preemptivo quando o
processador que está sendo usado em algum processo especifico, não pode ser
movido até que o processo seja finalizado. Por sua vez, os algoritmos não
preemptivos são mais simples e adequados para o processamento não
interativo, semelhante aos esquemas de processamento em lote dos sistemas
batch. Embora não proporcionando interatividade, são geralmente mais
eficientes e previsíveis quanto ao tempo de entrega de suas tarefas.
E o preemptivo é quando é possível a mudança do processador durante o
processo. O escalonamento preemptivos é mais apropriado em sistemas de
multiusuários interativos ou em sistemas de tempo real.
Para que o processador seja retirado do processo atual, ele deve interromper o
trabalho, e ser designado a outro processo que foi anteriormente interrompido.
Essa troca estabelece que o estado do processo em execução seja armazenado
adequadamente para posterior recuperação. É mais frequente que os algoritmos
preemptivos sejam mais complexos dada a natureza imprevisível dos processos.
JANDL JUNIOR, Peter. Notas sobre Sistemas Operacionais. Disponível em:
<https://docente.ifrn.edu.br/rodrigotertulino/livros/notas-sobre-sistemasoperacionais>. Acesso em: 27 agosto 2016.
HISATUGU, Wiliam Hiroshi. Sistema Operacionais. Disponível:
<http://www.oocities.org/whisatugu/so_cap6.pdf>. Acesso em: 27 agosto 2016.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards