Gerencia do processador - escalonamento

Propaganda
GERÊNCIA DO PROCESSADOR
Com o surgimento dos sistemas multiprogramáveis, a gerência do processador
tornou-se uma das principais atividades em um sistema operacional. A partir do
momento que diversos processos (threads) estão no estado “pronto”, critérios devem ser
estabelecidos para determinar qual processo será escolhido para fazer o uso do processador.
Esses critérios compõe a “política de escalonamento”.
Funções básicas
Cada sistema operacional tem sua própria política de escalonamento, e ela tem diversas
funções básicas:
1.
Manter o processador ocupado a maior parte do tempo;
2.
Balancear o uso da CPU entre processos;
3.
Privilegiar a execução de aplicações críticas;
4.
Maximizar o throughput (número de processos executados em um determinado intervalo
de tempo) do sistema;
5.
Oferecer tempos de resposta razoáveis para os usuários interativos.
A rotina do SO que tem como principal função implementar os critérios da política de
escalonamento é denominada “escalonador”. Em um SO multiprogramável o escalonador
é fundamental, pois todo o compartilhamento do processador depende desta rotina.
Outra rotina importante na gerência do processador é o “dispatcher”, que é
responsável pela troca de contexto dos processos após o escalonador determinar qual
processo deve fazer o uso do processador.
Em ambientes que implementam apenas processos, o escalonamento é realizado com
base nos processos para execução. Em sistemas que implementam threads, o
escalonamento é realizado considerando as threads no estado de pronto.
REFERÊNCIAS
MACHADO, Francis B.; MAIA, Luiz P. Arquitetura de Sistemas Operacionais. 4. ed. Editora
LTC, 2011.
Download
Random flashcards
A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards