Prova sobre a Europa

Propaganda
1º trimestre
Exercícios Extras de Geografia
Prof. Gilson Santos
Nomes: _____________________________, _______________________________nºs_________
9º ano/ turma: _____ Data: ____/____/_____
Questões complementares sobre a Geografia da Europa.
1. (Uepb 2013) Associe a Coluna 1, em que estão indicadas algumas das montanhas mais importantes
da Europa, às suas localizações e algumas características, descritas na Coluna 2.
Coluna 1
(1) Pirineus
Coluna 2
(
) Montanhas de formação recente, que ficam entre o
mar Negro e o mar Cáspio, abrigam climas responsáveis
pela presença de florestas, mas também de estepes e
povos étnica e culturalmente muito diversos.
(2) Urais
( ) Cordilheira considerada uma fronteira natural entre a
Península Ibérica e a França, na qual se encontra
localizado o pequeno principado de Andorra.
(3) Alpes
(
) Dobramentos modernos de maior destaque na
Europa, ocupam a região central deste continente, com
grande destaque nos territórios suíço e austríaco.
(4) Cáucaso (
) Relevo de formação recente que se alonga pelos
territórios dos países denominados de leste europeu, tais
como Polônia, Eslováquia, Hungria e Romênia.
(5) Cárpatos (
) Maciço antigo, localizado na Rússia, considerado
como a fronteira física entre a Europa e a Ásia.
Assinale a sequência correta da enumeração.
a) 1 – 5 – 2 – 4 – 3
b) 5 – 1 – 3 – 4 – 2
c) 4 – 2 – 3 – 1 – 5
d) 2 – 3 – 4 – 5 – 1
e) 4 – 1 – 3 – 5 – 2
2. (Espcex (Aman) 2013) Sobre domínios naturais e clima, leia as afirmativas abaixo:
I. A vegetação mediterrânea apresenta espécies xerófilas e se adapta ao clima caracterizado por verões
quentes e secos, sendo típica do norte da Europa e da África;
II. A tundra é uma vegetação típica das áreas polares, onde as temperaturas podem chegar a –35 C. A
reprodução rápida se limita aos meses da primavera e do verão;
III. As florestas equatoriais possuem vegetação perene e latifoliada adaptada ao clima de elevadas
temperaturas e umidade e com pouca amplitude térmica anual;
IV. A vegetação desértica, caracterizada pela grande quantidade de herbáceas e de arbustos, como nas
savanas, é adaptada ao clima desértico, que possui baixa amplitude térmica diária.
Assinale a alternativa que apresenta todas as afirmativas corretas.
a) I e II
b) I e III
c) II e III
d) II e IV
e) III e IV
3. (Upe 2013) Na Europa Central e Ocidental, nas porções oriental e ocidental do Canadá e dos
Estados Unidos assim como no Extremo Oriente, ocorrem paisagens fitogeográficas, que se constituem,
quase sempre, por árvores caducifólias e apresentam uma baixa densidade botânica e certa
homogeneidade de espécies. Estão em grande parte destruídas pelas ações antrópicas, uma vez que se
encontram em áreas densamente povoadas e onde houve um expressivo desenvolvimento econômico.
Grande parte da superfície ocupada por essas formações vegetais foi substituída pelas atividades
agrícolas e pecuárias ou pelas cidades que, por elas próprias, se expandiram.
A quais formações vegetais estamos nos referindo?
a) Savanas e Taiga.
b) Florestas Tropicais e Florestas Subtropicais.
c) Florestas Boreais e Tundra.
d) Florestas Temperadas e Florestas Subtropicais.
e) Estepes e Florestas Temperadas.
4. (Ufg 2013) Leia o texto a seguir.
Para dar-lhes uma ideia das dimensões da Terra, eu lhes direi que, antes da invenção da eletricidade,
era necessário manter, para o conjunto dos seis continentes, um verdadeiro exército de quatrocentos e
sessenta e dois mil quinhentos e onze acendedores de lampiões.
Isto fazia, visto um pouco de longe, um magnífico efeito. Os movimentos desse exército eram ritmados
como os de um balé de ópera. Primeiro vinha a vez dos acendedores de lampiões da Nova Zelândia e
da Austrália. Esses, em seguida, acesos os lampiões, iam dormir. Entrava por sua vez a dança dos
acendedores de lampiões da China e da Sibéria. E também desapareciam nos bastidores. Vinha a vez
dos acendedores de lampiões da Rússia e das índias.
Depois os da África e da Europa. Depois os da América do Sul. Os da América do Norte. E jamais se
enganavam na ordem de entrada, quando apareciam em cena. Era um espetáculo grandioso.
SAINT-EXUPÉRY, A. O pequeno príncipe. Tradução de Dom Marcos Barbosa. Rio de Janeiro: Agir,
2006. p. 30. (Adaptado).
O “balé dos acendedores de lampiões”, referido no texto, é uma construção metafórica que faz uma
a) menção ao atraso econômico das regiões do planeta.
b) crítica à diversidade dos habitantes da Terra.
c) alusão à variação climática na superfície do planeta.
d) referência aos diversos fusos horários da Terra.
e) sátira ao movimento de translação do planeta.
5. (Unesp 2012) Leia os textos.
Em países como Bélgica, França e Portugal a temperatura chegou à casa dos 40 °C e a população
precisou buscar maneiras de se refrescar. Parques, especialmente aqueles com fontes, têm sido o
destino de muitos moradores. A idosos e crianças tem sido recomendado não sair às ruas nos horários
de calor mais intenso para evitar problemas de saúde.
(www.terra.com.br, julho de 2010. Adaptado.)
A onda de frio na Europa já matou 28 pessoas. A nevasca que atinge do Reino Unido à Lituânia
suspendeu milhares de voos e prejudicou as viagens de trens. Estradas estão bloqueadas. Na Polônia,
os termômetros chegaram a registrar –33 °C.
(www.g1.com.br, dezembro de 2010.)
O tipo climático onde tradicionalmente se verifica essa grande variação de temperatura entre as
estações do ano é o
a) Equatorial.
b) Tropical.
c) Semiárido.
d) Polar.
e) Temperado.
6. (Ufu 2012) Para a prática da ciência cartográfica é de fundamental importância a utilização de
recursos técnicos, e o principal deles é a projeção cartográfica. A projeção cartográfica é definida como
um traçado sistemático de linhas numa superfície plana, destinado à representação de paralelos de
latitude e meridianos de longitude da Terra ou de parte dela, sendo a base para a construção dos
mapas. A representação da superfície terrestre em mapas nunca será isenta de distorções. Nesse
sentido, as projeções cartográficas são desenvolvidas para minimizarem as imperfeições dos mapas e
proporcionarem maior rigor científico à cartografia.
Disponível em: < http://www.brasilescola.com/geografia/projecoes-cartograficas.htm>. Acesso em: junho
de 2012. (fragmento).
A primeira carta produzida sobre bases científicas da astronomia e da trigonometria foi criada por
Gerardus Mercator e, não fugindo à regra, não está isenta de distorções, tais como:
a) As áreas aumentam na proporção direta da latitude; a escala não é fixa, ficando as distâncias
distorcidas entre as áreas; há desproporção de áreas, apesar de os rumos serem corretos; a carta
reforça o Eurocentrismo, ou seja, coloca a Europa no centro do mundo.
b) A região temperada aparece sem deformações; fora da faixa temperada, porém, as áreas aparecem
bastante deformadas; contudo, os rumos são corretos; a carta reforça o Eurocentrismo, ou seja, coloca a
Europa no centro do mundo.
c) As linhas retas, em qualquer direção, representam a distância mais curta entre dois pontos; as áreas
são mantidas na sua real proporção, permitindo comparar fenômenos que se distribuem por área; os
rumos são corretos; a carta reforça o Eurocentrismo, ou seja, coloca a Europa no centro do mundo.
d) As áreas são deformadas e também os contornos; não tem utilidade técnica, apenas ilustrativa, sendo
muito usada como mapa escolar; os rumos são corretos; a carta reforça o Eurocentrismo, ou seja,
coloca a Europa no centro do mundo.
7. (Unimontes 2012) A União Europeia admitiu discutir a suspensão temporária do acordo que permite a
livre circulação de pessoas dentro dos países do bloco sem necessidade de apresentar passaporte nas
fronteiras.
Fonte: Jornal Folha de São Paulo, 5/5/2011.
Considerando o texto, é possível inferir que
a) o cidadão europeu aceitará facilmente essa medida, considerando que a livre circulação é uma
situação recente para eles dentro da União Europeia.
b) as crises econômicas que afetaram alguns países da União Europeia e a desigualdade de
desenvolvimento motivam essa discussão.
c) a livre circulação de pessoas na União Europeia foi resultado de negociações do Parlamento Europeu
e definida pelo Tratado de Frankfurt.
d) a união econômica e monetária, na evolução da União Europeia, antecedeu a livre circulação, fato
que favoreceu sua definição.
8. (Uem 2012) No processo de integração da economia mundial, uma das principais tendências tem
sido a formação de blocos macrorregionais. No caso da política de integração europeia, isso ocorreu em
etapas e com a criação de organismos supranacionais. Sobre esse tema, assinale a(s) alternativa(s)
correta(s).
01) Na década de 1940, houve a união alfandegária formada pela Bélgica, Holanda e Luxemburgo
(Benelux), visando ao estímulo do comércio mediante a eliminação das barreiras alfandegárias.
02) Na década de 1950, constituiu-se o Mercado Comum Europeu (MCE), contando inicialmente, entre
os países membros, com Benelux e mais a França, a Alemanha Ocidental e a Itália.
04) Na década de 1960, os países escandinavos, com o objetivo inicial de coordenar a produção da
pesca e de seus derivados, criaram uma comunidade europeia específica, a Comunidade Europeia da
Pesca (CEP).
08) A Associação Europeia de Livre Comércio (ALEC) foi criada na década de 1970 pela Suíça, Áustria
e por Liechtenstein, visando a uma comunidade menor, aos moldes do CEP.
16) Na década de 1990, foi criada a União Europeia (UE), sobre as bases do MCE, que reuniu, na
década seguinte, muitos países da Europa Oriental.
9. (Unesp 2008) Observe a tabela.
Assinale a alternativa que contém o nome atribuído à variação verificada entre as duas séries de dados
e as localidades que apresentam a maior e a menor variação.
a) Variação climática; Liubliana e Atenas.
b) Amplitude térmica; Kiev e Dublin.
c) Mudança climática; Bucareste e Copenhague.
d) Amplitude térmica; Berlim e Reikjavik.
e) Variação climática; Madri e Atenas.
10. (Ufu 2005) A Europa possui poucos rios. A maior parte deles possui pequeno curso e são pouco
volumosos, se comparados aos das áreas tropicais úmidas. Um dos rios mais importantes do continente
nasce nos Alpes Suíços e deságua no Mar do Norte, depois de atravessar a França, a Alemanha e os
Países Baixos. O rio descrito está representado no mapa a seguir e identificado pelo número I.
O mapa e a descrição acima referem-se ao rio
a) Sena.
b) Danúbio.
c) Volga.
d) Reno.
11. (Unesp 2003) O clima da Europa Ocidental é bem diferente do clima da Europa Oriental. Enquanto
na primeira os invernos são suaves e os verões apresentam temperaturas não tão elevadas, na segunda
as diferenças sazonais são maiores, com invernos mais rigorosos, temperaturas mais baixas e verões
mais quentes. O fator determinante das condições climáticas vigentes na Europa Ocidental é a
a) latitude.
b) maritimidade.
c) disposição do relevo.
d) atuação da corrente das Canárias.
e) predominância de ventos de leste.
12. (Ufsm 2002) Observe o mapa do relevo da Europa:
GARCIA, H, C. e GARAVELLO, T. M. "Lições de Geografia". São Paulo: Scipione, 1998. p. 15.
Dentre as cadeias que se encontram numeradas no mapa, assinale a alternativa que identifica
SOMENTE cadeias de dobramentos modernos.
a) 1 - Alpes Escandinavos, 2 - Apeninos, 3 - Alpes, 4 - Cárpatos
b) 2 - Apeninos, 3 - Alpes, 4 - Cárpatos, 5 - Cáucaso
c) 3 - Alpes, 4 - Cárpatos, 5 - Cáucaso, 6 - Maciço Central Francês
d) 4 - Cárpatos, 5 - Cáucaso, 6 - Maciço Central Francês, 7 - Pirineus
e) 5 - Cáucaso, 6 - Maciço Central Francês, 7 - Pirineus, 8 - Montes Peninos
13. (Ufsm 2002) Leia o texto a seguir.
"Após 30 anos de trabalhos o mar do Norte e o mar Negro ficaram ligados ontem através do continente
europeu. Numa cerimônia que marca um momento histórico para a navegação comercial da região,
duas escavadoras removeram a última parte seca do canal Reno - Meno - Danúbio [...]. A obra, porém,
só será inaugurada oficialmente a 25 de setembro [...] (parte do texto extraído do Jornal O Estado de
São Paulo, de 1/08/92.)"
GARCIA, H.C. E GARAVELLO, T."Geografia Geral". São Paulo: Scipione, 2000. p. 121.
Sobre os espaços geográficos interligados pela construção do referido canal, pode(m)-se afirmar:
I. O canal facilitará a integração comercial dos países mais desenvolvidos da Europa Central e Ocidental
com os países menos desenvolvidos da Europa Oriental.
II. A hidrovia ajudará a impulsionar a economia de alguns países do leste europeu, caracterizados por
indústria pouco avançada mas setor agropecuário ainda significativo.
III. Na Alemanha, a área drenada pelo rio Reno e seus afluentes concentra cerca de dois terços da sua
produção industrial, agricultura intensiva e jazidas carboníferas.
Está(ão) correta(s)
a) apenas I.
b) apenas II.
c) apenas I e II.
d) apenas II e III.
e) I, II e III.
14. (Fgv 2002) Em seu percurso desde os lendários castelos da Alemanha, até chegar ao mar Negro,
esse importante rio continua prejudicado pelas bombas lançadas pela OTAN, em 1999.
Fonte: http://www.uol.com.br/nationalgeographic/reportagens
O texto faz referência ao rio:
a) Sena, único canal de acesso dos países da Europa Central ao mar do Norte, que sofre os efeitos dos
conflitos separatistas na Tchecoslováquia.
b) Reno, que interliga as áreas industriais da Alemanha aos portos do mar Negro, através da conturbada
região dos Bálcãs.
c) Ródano, que, embora sendo navegável desde as planícies da Hungria, só tem sido utilizado em seu
baixo curso, em função dos conflitos na Europa Central.
d) Danúbio, principal via de transporte fluvial na Europa Central, sendo o mais afetado pelos conflitos
étnicos na antiga Iugoslávia.
e) Volga, importante via fluvial da Europa Oriental, afetada pela campanha da Rússia contra os
separatistas tchetchenos.
15. (Uel 2001) "A região do Mediterrâneo em torno de um mar percorrido por mercadores desde muito
antes da era cristã, uma faixa litorânea de dimensões variáveis, apresenta características únicas. Isto se
deve a uma longa história em comum, a fenômenos socioeconômicos recentes e a um clima bastante
diferenciado."
(PITTE, J. R. "Geografia: a natureza humanizada". São Paulo: FTD, 1998. p.132.)
Sobre o tema, é correto afirmar:
a) O cultivo da oliveira persiste há séculos e prende-se principalmente às condições climáticas do
Mediterrâneo.
b) As chuvas são abundantes e distribuídas regularmente ao longo do ano em toda a região
mediterrânea.
c) O Mediterrâneo é um polo de atração turística devido ao clima quente equatorial em toda a sua orla
europeia e africana.
d) O Mediterrâneo, por ser um mar interior, não tem conexão com as águas do Oceano Atlântico.
e) Os países chamados mediterrâneos são os mais desenvolvidos da Europa, dadas as facilidades
existentes para o comércio marítimo.
16. (Mackenzie 2001) Observe o mapa da Europa e assinale a associação correta.
a) I - Estepes
b) II - Floresta Boreal
c) III - Floresta Caducifoliada
d) IV - Floresta Temperada
e) V - Tundra
17. (Pucpr 2001) No mapa da EUROPA, observe a correspondência entre as áreas numeradas e as
expressões à direita dos parênteses.
Assinale a sequência correta.
(
(
(
(
) Lombardia
) Tâmisa
) Mar de Barents
) Região dos Bascos
a) 6, 5, 4, 2.
b) 1, 4, 2, 5.
c) 5, 6, 4, 3.
d) 5, 6, 1, 3.
e) 4, 6, 3, 1.
18. (Fgv 2001) A camada de gelo do Ártico está ficando menor e mais fina, o que é comparável à perda
de uma Holanda a cada ano. Tal redução pode ter efeitos dramáticos, porque a formação dos bancos de
gelo é uma parte importante da "esteira rolante" que envia água salgada ao fundo do mar e a impele
para o Sul, permitindo o afluxo das águas quentes dos trópicos, a exemplo da Corrente do Golfo. Os
padrões de clima fazem prever que esse processo de redução continuará e, com isso, haverá uma
grande perda de convecção do mar da Groenlândia e do Labrador.
(Adapt. de Tim Radford. "The Guardian". In Jornal "O Estado de São Paulo", 29/04/2000.)
Do texto anterior pode-se inferir que, se o efeito estufa persistir devido ao aquecimento global,
provavelmente, a longo prazo:
a) a "esteira rolante" correspondente à Corrente do Golfo - de águas quentes - que flui do Caribe para o
Norte, poderá fundir-se com a Corrente do Atlântico Norte - de águas frias - que flui do Estreito de
Behring para as Ilhas Aleutas.
b) o transporte de calor pelo oceano, partindo dos trópicos para as altas latitudes, será muito mais
rápido, pois a perda da convecção elevará muito as temperaturas médias do Norte Europeu.
c) a transmissão de calor para as altas latitudes será mais lenta, podendo interromper a ação da
Corrente do Golfo, o que tornará mais frio o clima das regiões beneficiadas por ela, como o Norte e o
Noroeste da Europa.
d) o recuo das geleiras no Ártico será catastrófico para o Labrador e a Groenlândia, mas a maioria se
beneficiará com o aumento da água doce, sobretudo a Holanda, cujas fontes são comprometidas pela
salinização.
e) provocará, em ritmo acelerado, a separação de icebergs do continente, que flutuarão sobre os
oceanos, resfriando-os, e, como a água demora mais para aquecer, os invernos serão mais longos e os
verões mais curtos.
19. (Mackenzie 2000) São características climáticas da área destacada no mapa da Europa:
a) Elevadas temperaturas e precipitações abundantes durante todo o ano.
b) Amplitudes térmicas muito acentuadas e intensas precipitações.
c) Chuvas bem distribuídas ao longo do ano e temperaturas amenas.
d) Verões quentes e secos e invernos úmidos e suaves.
e) Temperaturas baixas e prolongado período seco.
20. (Puccamp 1999) A União Europeia foi criada pelo Tratado de Roma (1957) com o nome de
Comunidade Econômica Europeia (CEE). É composta atualmente de 15 países membros e seus
objetivos foram sendo alcançados gradativamente.
Considere os itens a seguir e identifique os objetivos mais atuais ainda a serem definitivamente
implantados.
I - Moeda europeia comum.
II - Política de saúde, política de concessão de vistos e cooperação no domínio da justiça e assuntos
internos.
III - Supressão de tarifas aduaneiras.
IV - Livre circulação de serviços e capitais.
V - Legislação comum de preservação ambiental.
Estão corretos SOMENTE
a) I e II
b) I, II e V
c) II e III
d) II, III e V
e) IV, V
21. (Unioeste 1999) Sobre o bloco econômico denominado União Europeia, é correto afirmar:
01) Foi organizado tendo como referência e apoio a bem-sucedida constituição do Nafta - North
American Free Trading Agreement (Acordo de Livre Comércio da América do Norte) que conta com a
participação dos Estados Unidos, Canadá e México, criada na década de cinquenta e sendo o primeiro
mercado supranacional integrado do mundo.
02) O Tratado de Maastricht, assinado por representantes dos países membros do bloco econômico,
tem como metas futuras a organização de uma política externa e de defesa comum e a utilização de
uma moeda única (o euro), a ser administrada por um banco central europeu.
04) Com a reunificação ocorrida em 1990, a Alemanha voltou a ser uma grande potência situada no
centro do continente, destacando-se na União Europeia como o país de maior importância geopolítica no
continente.
08) Conhecida inicialmente como Comunidade Econômica Europeia (CCE), essa organização passa
formalmente a se chamar União Europeia (UE) em 1993, quando o Tratado de Maastricht entra em
vigor, contando em 1995 com a participação de quinze países.
16) A adesão mais importante acontecida na década de 1990, enquanto país membro, foi a da Rússia,
após as transformações políticas e econômicas ocorridas nos países socialistas europeus e a extinção
da União Soviética.
32) Antigos problemas regionais têm criado embaraços no processo de consolidação e expansão da
União Europeia.
22. (Mackenzie 1998) Assinale a alternativa correta sobre a hidrografia da Europa.
a) O rio Ródano escoa a produção agrícola do Norte da França.
b) O rio Danúbio permite a ligação da Europa Central com o Atlântico.
c) O rio Reno escoa a produção do Vale do Ruhr.
d) O rio Pó permite a irrigação das áreas áridas do Sul da Itália.
e) O rio Elba liga o interior da Alemanha ao Mar Negro.
23. (Mackenzie 1997) No mapa da Europa a seguir, assinale a alternativa que caracteriza a região
destacada.
a) O clima é influenciado pelos Alpes, as precipitações são intensas e responsáveis pela exuberante
floresta.
b) O inverno é ameno e úmido e a seca existe porque a região é influenciada pelas condições
atmosféricas do Saara.
c) O solo calcário e pedregoso permite a existência de riquezas minerais responsáveis pela principal
atividade regional.
d) Com vegetação degradada, apresenta amplitudes térmicas elevadas que facilitam a excelente
produção agrícola.
e) O inverno é longo, frio e seco e sua vegetação é formada por árvores resinosas que alimentam a
indústria de papel.
24. (Unirio 1997) A partir do Tratado de Maastricht, novas metas foram traçadas para a integração
europeia. Entretanto, têm surgido vários problemas que dificultam a concretização dessas metas. A esse
respeito, são feitas as afirmativas a seguir.
I - Para atender às exigências da União Monetária Europeia (UEM), que limita o deficit orçamentário dos
países em 3% do PIB, vários países estão promovendo políticas de contenção dos gastos públicos. Tais
medidas têm levado à revolta grande parte das populações europeias.
II - Na tentativa de resguardar o mercado europeu da concorrência norte-americana, os países da União
Europeia vêm desenvolvendo um intenso programa de subsídios à agricultura, provocando o
descontentamento dos setores industriais que se sentem excluídos dos incentivos governamentais.
III - Com a falência do Estado-Nação crescem em toda a Europa os movimentos nacionalistas.
Centenas de territórios invocam uma cultura, uma língua e um conjunto de tradições para justificar seu
desejo de soberania. O neonacionalismo expande-se sobretudo em regiões ricas, como o nordeste da
Itália, a Catalunha e Savóia.
A(s) afirmativa(s) correta(s) é(são):
a) apenas a I.
b) apenas a III.
c) apenas a I e a II.
d) apenas a I e a III.
e) apenas a II e a III.
25. (Unirio 1996) O sul da Europa sofre os efeitos do clima temperado mediterrâneo, que tem como
principal característica a estiagem no verão. Entretanto, a maior parte dos tipos climáticos apresenta os
maiores índices de precipitação justamente no verão, a partir de uma maior evaporação.
Assinale a opção que explica corretamente o regime de chuvas dessa região da Europa, no verão.
a) A expansão do centro de alta pressão do Saara atinge o sul da Europa e impede a entrada dos
ventos de oeste carregados de vapor d'água.
b) A corrente marítima do Mediterrâneo é fria, logo libera apenas uma pequena quantidade de vapor
d'água.
c) A baixa pressão atmosférica da região cria uma zona dispersora de massas de ar, o que impede o
recebimento de umidade.
d) As grandes elevações existentes na parte mais meridional desse continente impossibilitam a
passagem das massas de ar provenientes da região central.
e) O relevo plano do continente facilita a dispersão das massas de ar que são formadas nessa porção
meridional, provocando chuvas regulares na porção centro-norte.
26. (Mackenzie 1996) São características do clima continental da Europa:
a) chuvas escassas, temperaturas baixas, verões e invernos amenos.
b) invernos prolongados e rigorosos, chuvas em torno de 500mm anuais e verões muito curtos.
c) grandes amplitudes térmicas, invernos muito frios e intensas precipitações de neve.
d) invernos amenos, influenciados pelas Correntes Marítimas, céu sempre nublado e ventos úmidos.
e) estações pouco definidas, neves constantes, invernos curtos e verões prolongados.
27. (G1 1996) Como a corrente marítima do "Golfo do México" influência o clima da costa oeste da
Europa?
28. (G1 1996) Vegetação que aparece nas altas latitudes com curtos verões, na Europa:
a) estepes.
b) coníferas.
c) tundra.
d) savanas.
e) sahel.
29. (G1 1996) O litoral Europeu, apresenta-se muito recortado e com inúmeras penínsulas. Assinale a
que não pertence à Europa.
a) Jutlândia.
b) Ibérica.
c) Itálica.
d) Escandinava.
e) Málaca
30. (G1 1996) Quais são as Montanhas Jovens da Europa?
Gabarito:
Resposta da questão 1:
[E]
(4) CÁUCASO – É uma cadeia do período terciário cuja principal característica é o movimento
separatista das antigas republicas da ex-URSS.
(1) PIRINEUS – É uma cadeia do período terciário situada entre Espanha e França.
(3) ALPES – É uma cadeia do período terciário situada na Suíça e Áustria, principal divisor de água da
hidrografia europeia.
(5) CÁRPATOS – É uma cadeia do período terciário situada no corredor dos antigos países socialistas
europeus.
(2) MONTES URAIS – É um maciço antigo que corta longitudinalmente a Rússia, definindo a fronteira
entre o continente europeu e o asiático.
Resposta da questão 2:
[C]
As afirmativas incorretas são: I (a vegetação mediterrânea é encontrada no norte da África e no sul da
Europa, é composta por plantas esclerófilas, ou seja, adaptadas a resistir aos predadores e ao verão
seco, visto que apresentam morfologia e fisiologia para reduzir a perda de água por transpiração) e IV
(em áreas desérticas e semidesérticas, a vegetação é xerófila, uma vez que apresenta adaptações para
diminuir a perda de água por transpiração; as savanas localizam-se em áreas de clima tropical).
Resposta da questão 3:
[D]
As florestas temperadas e subtropicais ocorrem nas zonas térmicas temperadas dos hemisférios norte e
sul de média latitude. Estão adaptadas a verões quentes e invernos frios com alta amplitude térmica
anual e com razoável índice pluviométrico. Esses biomas ocorrem no leste e noroeste dos Estados
Unidos, Europa Ocidental, América do Sul (Mata de Araucária no Brasil e Matas Andinas do Chile da
Argentina), Nova Zelândia, sudeste da Austrália, Japão e leste da China. Grande parte destas
formações vegetais foram devastadas devido à concentração demográfica, urbanização, industrialização
e expansão agrícola.
Resposta da questão 4:
[D]
O “balé dos acendedores de lampiões” referido no texto corresponde aos fusos horários da Terra. Os
fusos horários são resultado da combinação entre o movimento de rotação (24 horas) e a circunferência
da Terra (360°), fazendo com que cada fuso horário tenha 15°.
Resposta da questão 5:
[E]
O clima temperado que domina grande parte do continente europeu é caracterizado pela elevada
amplitude térmica anual. O verão é quente e com maior pluviosidade. O inverno é frio com geadas e
precipitação nival (neve).
Resposta da questão 6:
[A]
Todos os mapas apresentam distorções. A projeção de Mercator é cilíndrica, conforme (preserva as
formas), porém distorce as áreas proporcionais à medida que se afasta do equador. Paralelos e
meridianos se cruzam em ângulos de 90° e a projeção foi bastante utilizada para orientar a navegação.
Quanto ao planisfério, na maioria das vezes, o mapa de Mercator é apresentado com a Europa no
centro e na posição superior, o que configura uma visão eurocêntrica do mundo.
Resposta da questão 7:
[B]
A crise financeira a partir de 2008 (elevados deficit público, dívida interna e dívida externa), vários
países europeus entraram em recessão econômica, aumento do desemprego elevado e foram palco de
greves e distúrbios sociais. O quadro socioeconômico motivou discussões sobre a viabilidade de manter
o livre fluxo de pessoas nos países da União Europeia. Uma vez que a crise em nações como a Grécia e
Portugal pode levar ao aumento do fluxo migratório em direção aos países que apresentam economia
mais estável como a Alemanha.
Resposta da questão 8:
01 + 02 + 16 = 19.
[01] CORRETA – Em 1944 foi assinado um acordo de cooperação entre Bélgica, Holanda e Luxemburgo
cujo objetivo era estimular o comércio entre os países membros alavancando a recuperação de suas
economias no pós-guerra.
[02] CORRETA – Em 1950 foi concebido o Plano Schuman que previa a partilha de recursos entre
Alemanha e França criando uma base de cooperação cuja expansão se dá com a criação da CECA e
posteriormente com a assinatura do Tratado de Roma, em 1957, formando o Mercado Comum Europeu.
[04] INCORRETA – Em 1960 foi criado a EFTA (Associação Europeia de Livre Comércio).
[08] INCORRETA – A Associação Europeia de Livre Comércio (AELC ou EFTA – European Free Trade
Association) é uma organização cuja fundação em 1960 reuniu os países que não tinham aderido ao
Mercado Comum Europeu, embora seu objetivo fosse semelhante, já que buscava fomentar o comércio
entre os países membros. Atualmente, a organização conta com a participação da Noruega, Suíça,
Liechtenstein e Islândia.
[16] CORRETA – A União Europeia foi criada em 1992 com a assinatura do Tratado de Maastricht,
substituindo o Mercado Comum Europeu. Em 2004 e 2007 ocorreu a adesão de 12 países sendo a
maioria da Europa Oriental.
Resposta da questão 9: [B]
Resposta da questão 10: [D]
Resposta da questão 11: [B]
Resposta da questão 12: [B]
Resposta da questão 13: [E]
Resposta da questão 14: [D]
Resposta da questão 15: [A]
Resposta da questão 16: [E]
Resposta da questão 17: [E]
Resposta da questão 18: [C]
Resposta da questão 19: [D]
Resposta da questão 20: [B]
Resposta da questão 21: 02 + 04 + 08 + 32 = 46
Resposta da questão 22: [C]
Resposta da questão 23: [B]
Resposta da questão 24: [D]
Resposta da questão 25: [A]
Resposta da questão 26: [C]
Resposta da questão 27: Por ser corrente marítima quente, impede o congelamento de áreas mais ao
norte (Noruega) e causa nevoeiros nas ilhas Britânicas.
Resposta da questão 28: [C]
Resposta da questão 29: [E]
Resposta da questão 30: Alpes, Apeninos, Alpes Dináricos, Pirineus e Cáucaso.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards