laudo de insalubridade e periculosidade

Propaganda
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Elaboração:
Aprovação:
Cyrus Santos Rebouças
Engenheiro de Segurança do Trabalho
CREA: 270806863-6
Matrícula SIAPE: 2213916
Maria Grazielle Santana Silveira
Matrícula SIAPE: 1878672
Chefe da Divisão de Gestão de Pessoas
Este documento quando impresso só é válido com assinatura
QUADRO DE CONTROLE DE REVISÕES
Data
Revisão
Descrição
Motivo
20/07/2015
-----
Emissão
1
Motivo: 1- Atendimento à Legislação / 2- Incorporação de nova atividade / 3- Alteração de metodologia /
4- Melhoria do processo
Observação 1: Este documento quando impresso só é válido com assinatura.
Observação 2: O documento original assinado encontra-se na DIVGP.
Observação 3: Documento atualizado conforme padronização Laudo de
Insalubridade e Periculosidade SOST/DGP/EBSERH/MEC, em anexo.
VIGÊNCIA: Indeterminado
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Sumário
1-Identificação da Empresa........................................................................
03
2-Introdução.................................................................................................
03
3-Diretrizes...................................................................................................
03
4-Objetivos...................................................................................................
04
5-Fundamentação Legal- Complementação.............................................
04
6-Considerações Gerais.............................................................................
04
7-Metodologia Aplicada na Avaliação Pericial do Ambiente..................
05
8-Definições.................................................................................................
05
9-Suspensão do Pagamento do Adicional de Insalubridade e
Periculosidade
07
10-Caracterização das Edificações do Hospital.......................................
07
11- Mapeamento dos Setores Insalubres e dos Setores Perigosos.......
08
12-Recomendações.....................................................................................
11
12-Conclusões.............................................................................................
12
14- Anexos
14.1- Descrição dos Setores......................................................................
12
14.2- Descrição dos Cargos.......................................................................
20
14.3-Lista de Abreviações..........................................................................
33
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
1. Identificação da Empresa

Razão Social: EBSERH – Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares Ltda.

UNIDADE: Hospital Universitário de Sergipe

CNAE (versão 2.0): 86.60-7-00

Ramo de Atividade: Atividade de Atendimento Hospitalar

Grau de Risco: 03

CNPJ: 15.126.437/0010-34

Endereço: Rua Claudio Batista nº 505; Bairro Palestina – CEP 49.060-025;
Aracaju – Sergipe.

Telefone: (79) 2105- 1734

Sítio Eletrônico: www.ebserh.mec.gov.br

Contato: Maria Grazielle Santana Silveira

Chefe de Divisão de Gestão de Pessoas

Telefone: (79) 2105- 1734

Correio Eletrônico: [email protected]
2. Introdução
O presente laudo tem por função reconhecer legalmente a percepção do
adicional de insalubridade e periculosidade por quem de direito (empregados) que
laboram na Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH, com lotação
no Hospital Universitário de Sergipe.
Os estudos realizados nas diversas áreas do HU-SE descritos neste Laudo,
aplica-se somente aos trabalhadores da EBSERH-SE regidos pela CLT.
3. Diretrizes
Esta perícia terá como diretriz básica o atendimento as legislações vigentes
no país, que regulamentam e se aplicam ao tema: insalubridade e periculosidade, para
3
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
trabalhadores Regidos pela CLT- Consolidação das Leis Trabalhistas, regime adotado
pela EBSERH-HU-UFS.
4. Objetivo
O referido laudo trata de avaliação pericial conclusiva sobre as condições de
exposição a agentes insalubres e perigosos existentes no Hospital Universitário de
Sergipe, com a finalidade de definir o enquadramento da(s) atividade(s) nos termos
da legislação vigente, especificamente a Lei 6.514 de 22 de dezembro de 1977 e
Portaria 3.214 de 08 de junho de 1978, NR 15 e NR 16, por intermédio do Laudo
Técnico de Avaliação da Exposição Ocupacional à Insalubridade e Periculosidade, a
que possam estar expostos os empregados da Empresa Brasileira de Serviços
Hospitalares que laboram no Hospital Universitário da Universidade Federal de
Sergipe, conforme prescrito na legislação em vigor.
5. Fundamentação Legal – Complementação
 A Seção XIII Capítulo V do Título II da Consolidação das Leis do Trabalho;
 O Artigo 194 da Seção XIII, Título II, Capítulo V da CLT que dispõe: “O
direito do empregado ao adicional de Insalubridade ou de Periculosidade cessará
com a eliminação do risco a sua saúde ou integridade física nos termos desta Seção
e das normas expedidas pelo Ministério do Trabalho’’;
 Artigo 191 da Seção XIII, TÍTULO II, Capítulo V da CLT que dispõe: “A
eliminação ou a neutralização da insalubridade ocorre:
I - Com a adoção de medidas que conservem o ambiente de trabalho dentro dos
limites de tolerância;
II- Com a utilização de Equipamentos de Proteção Individual pelo trabalhador, que
diminuam a intensidade ou concentração do agente agressivo no ambiente de trabalho
a valores abaixo dos limites de tolerância”.
6. Considerações Gerais
No período compreendido entre 13/04/2015 a 13/05/2015, foram realizadas
vistorias nos diversos setores e unidades do Hospital Universitário de Sergipe
visando à identificação da possível existência de condições insalubres e perigosas,
causada pelo efetivo exercício de atividades laborais nos ambientes analisados.
O presente trabalho foi legitimado por um “Inquérito Preliminar de Riscos”
junto aos funcionários da empresa. As perícias realizadas com vistas à determinação
de insalubridade implicam em peculiaridades que precisam ser tratadas pelos
profissionais indicados para realizá-las, de modo que os mesmos não excedam os
limites de sua competência por convicções subjetivas ou estribadas em critérios
estritamente técnicos.
Essas perícias devem partir do seguinte pré-requisito: “Os universos de
aplicação dos conceitos de insalubridade para fins de percepção dos respectivos
adicionais são aqueles definidos nos diplomas legais pertinentes”.
Cabe, portanto, em primeiro lugar, verificar se os fundamentos legais
existentes em seus aspectos técnicos sobre o assunto contemplam as atividades ou
condições, objeto da perícia.
4
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Como fundamento legal a limitar o alcance as condições estritamente técnicas
entendem-se as Leis Especiais pertinentes à matéria, os Decretos que as regulam, e
as Portarias do Ministério do Trabalho e Emprego, sobretudo a Portaria 3.214/78 que
dispõe sobre as Normas Regulamentadoras.
7. Metodologia Aplicada na Avaliação Pericial do Ambiente
Este laudo foi desenvolvido com base em avaliações qualitativa e quantitativa,
desenvolvidas nos diversos setores e unidades do HU-SE, utilizando a metodologia de
avaliações descritas na NR 15- Atividades e Operações Insalubres e na NR 16Atividades e Operações Perigosas.
O procedimento pericial obedeceu à seguinte sequência de atividades:
 Inspeção preliminar nas dependências do Hospital visando o conhecimento
dos procedimentos de trabalho adotados pelos empregados da empresa;
 Inspeção detalhada nos locais em que os empregados desenvolvem suas
atividades
 Levantamento de informações atinentes ao(s) cargo(s)/função(ões)
ocupado(s) pelos empregados da EBSERH no HU-SE;
 Levantamento de informações, através da realização de entrevistas, junto aos
gestores das unidades (chefias) e pessoas que detêm conhecimento sobre as
atividades e operações que os empregados da EBSERH desenvolvem no
ambiente Hospitalar;
 Coleta de documentação necessária para subsidiar a perícia (plantas de
situação, descritivo das atividades de cada um dos cargos / funções e
atribuições, organograma da empresa no hospital, normas e procedimentos
internos);
 Realização das avaliações de agentes de riscos ambientais onde as mesmas
se fazem necessárias;
 Análise dos dados e dos riscos envolvidos;
 Análise quanto ao enquadramento legal (verificação do atendimento ou
não das características ambientais ou laboriais desenvolvidas pelos
empregados da EBSERH no HU-SE diante dos requisitos constantes na
legislação aplicável);
 Recomendações;
 Conclusões;
 Elaboração do Laudo Técnico Pericial.
8. Definições
O Art. 189 da CLT define: “Serão consideradas atividades ou operações
insalubres aquelas que, por sua natureza, condições ou método de trabalho,
exponham os empregados a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de
tolerâncias fixados em razão da natureza, da intensidade do agente e do tempo de
exposição aos seus efeitos”;
Riscos Ambientais – consideram-se riscos ambientais os agentes físicos,
químicos e biológicos existentes nos ambientes de trabalho que, em função da sua
5
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
natureza, concentração ou intensidade e tempo de exposição, são capazes de causar
danos à saúde do trabalhador (item 9.1.5 da Norma Regulamentadora - NR-9).
Agentes Físicos – consideram-se agentes físicos as diversas formas de
energia a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como: ruído, vibrações,
pressões anormais, temperaturas extremas, radiações ionizantes, bem como o infrasom e o ultra-som (item 9.1.5.1 da NR-9).
Agentes Químicos – consideram-se agentes químicos as substâncias, os
compostos ou produtos que possam penetrar no organismo pela via respiratória, nas
formas de poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases ou vapores, ou que, pela natureza
da atividade de exposição possam ter contato ou ser absorvido pelo organismo
através da pele ou por ingestão (item 9.1.5.2 da NR-9).
Agentes Biológicos - consideram-se agentes biológicos as bactérias, fungos,
bacilos, parasitas, protozoários, vírus entre outros (item 9.1.5.3 da NR-9).
Tempo de Exposição – a NR-15 no seu anexo 14 define tempo de exposição
como contato permanente. Assim, considera-se como contato permanente a
obrigatoriedade diária de realizar funções de risco com exposição aos agentes
insalubres, cuja execução das tarefas nessas condições possa ser
inquestionavelmente caracterizada nas atividades cotidianas e no conjunto de
atividades do profissional. Essa definição foi normatizada no Art. 65 do Decreto
3.048 de 06 de maio de 1999 – Regulamento da Previdência Social com a seguinte
redação:
Art. 65. Considera-se tempo de trabalho permanente aquele que é exercido
de forma não ocasional nem intermitente, no qual a exposição do empregado, do
trabalhador avulso ou do cooperado ao agente nocivo seja indissociável da produção
do bem ou da prestação do serviço. (Redação dada pelo Decreto nº 8.123, de 2013).
Parágrafo único. Aplica-se o disposto no caput aos períodos de descanso
determinados pela legislação trabalhista, inclusive férias, aos períodos de afastamento
decorrentes de gozo de benefícios de auxílio-doença ou aposentadoria por invalidez acidentária,
bem como aos de percepção de salário-maternidade, desde que, à data do afastamento, o
segurado estivesse exposto aos fatores de risco de que trata o Art. 68. (Redação dada pelo
Decreto nº 8.123, de 2013).
Segundo a NR-15, o trabalho em condições insalubres assegura aos
trabalhadores submetidos aos mesmos os adicionais descritos a baixo, sendo que o
valor monetário percebido pelo trabalhador deverá ser calculado sobre o salário
mínimo da região.
40% (quarenta por cento) para insalubridade de grau máximo;
20% (vinte por cento) para insalubridade de grau médio;
10% (dez por cento) para insalubridade de grau mínimo;
No caso de incidência de mais de um fator de insalubridade, será apenas
considerado o de grau mais elevado, para efeito de acréscimo salarial, sendo vedada
a percepção cumulativa.
O artigo Art. 193 da CLT define: - São consideradas atividades ou operações
perigosas, na forma da regulamentação aprovada pelo Ministério do Trabalho, aquelas
que, por sua natureza ou métodos de trabalho, impliquem o contato permanente com
inflamáveis ou explosivos em condições de risco acentuado, conforme descrito nos
anexos 01, 02, 03, 04 e 05 da Norma Regulamentadora 16. Também são consideradas
condições perigosas os trabalhadores que desenvolvem atividades e operações com
6
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
radiação ionizante ou substâncias, conforme descrito na Portaria GM n.º 518, de 04 de
abril de 2003 e no anexo (*) da NR-16.
§ 1º - O trabalho em condições de periculosidade assegura ao empregado um
adicional de 30% (trinta por cento) sobre o salário sem os acréscimos resultantes de
gratificações, prêmios ou participações nos lucros da empresa.
Equipamento de Proteção Individual - EPI é todo dispositivo de uso
individual, destinado a proteger a saúde e a integridade física do trabalhador. Deve
ser fornecido gratuitamente ao empregado, de acordo com o risco a que está
submetido e, em perfeito estado de conservação e funcionamento (NR-06). É
responsabilidade das chefias orientar os empregado para o porte adequado do EPI e
cobrar o seu uso.
Equipamento de Proteção Coletiva - EPC é todo dispositivo destinado a
proteger a saúde e a integridade física de uma coletividade de trabalhadores
expostos a um determinado risco, por exemplo: enclausuramento acústico de uma
fonte de ruído, proteção de partes móveis de maquinas e equipamentos, sinalização
de segurança, uso de extintores de incêndio, entre outros.
9. Suspensão do Pagamento do Adicional de Insalubridade e Periculosidade
O pagamento dos adicionais por trabalhos insalubres e perigosos será
suspenso quando:
a) Cessado o risco pela eliminação ou neutralização da insalubridade pelo
uso de medidas de proteção coletiva e individual (uso do EPI), constatado por
engenheiro de segurança ou médico do trabalho;
b) O empregado for removido do ambiente que originou a concessão do
adicional;
c) O empregado estiver distante do local ou deixar de exercer o tipo de
trabalho que deu origem à percepção do adicional.
d) Os motivos previstos no artigo 191 da Seção XIII, TÍTULO II, Capítulo V da
CLT.
10. Caracterização das Edificações do Hospital
O Hospital Universitário de Sergipe está dividido em 06 edificações, os quais
são:
1Ambulatório;
2Área Administrativa;
3Laboratório de Patologia e Banco de Sangue;
4Divisão de Logística e Infraestrutura;
5Unidade de Imagens;
6Maternidade;
A edificação da Maternidade encontra-se inacabada, não sendo realizado em
seu interior nenhum tipo de atividade laboral por parte dos trabalhadores da EBSERH.
A Unidade de Imagens também se encontra inacabada, mas no pavimento Térreo da
edificação funcionam os setores de Diagnóstico por Imagens, Exames Cardiológicos e
Exames de Endoscopia e Colonoscopia.
7
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
11. Mapeamento de Riscos Ambientais e Qualificação dos Setores Insalubres
Setor
Ambulatório
Risco Ambiental
Físico
Químico
Insalubre?
Biológico
Sim
Não
Grau de Insalubridade
Mínimo
Médio
Coordenação de Enfermagem/
Administrativa do Ambulatório
Reumatologia e Perícia
X
X
X
X
X
X
Clínica Médica 1
X
X
X
Sala de Cicatrização
X
X
X
Unidade de Psicologia
X
X
X
Unidade de Serviço Social
X
X
X
Ouvidoria
X
X
X
Clinica Médica 2
X
X
X
Atenção Farmacêutica
X
X
X
UDOPE
X
X
X
Clinica Cirúrgica
X
X
X
Clinica Pediátrica
X
X
X
Ambulatório de
Pesquisas Biomédicas
Centro de Reabilitação em
Hanseníase
Auditoria Interna
X
X
X
X
X
X
Unidade de Reabilitação
X
X
X
SOST
X
X
X
Setor
Administrativo
_
Risco Ambiental
Físico
Químico
X
Insalubre?
Biológico
Sim
Não
Máximo
_
Grau de Insalubridade
Mínimo
Médio
DIVGP
-
X
-
Unidade de Contratos
-
X
-
Divisão Administrativa e
Financeira
Unidade de Apoio Operacional
-
X
-
-
X
-
Unidade de Processamento de
Informações Assistenciais- UPIA
Unidade de Avaliação e
Controladoria
-
X
-
-
X
-
Máximo
8
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Unidade de Liquidação de
Despesas
Setor de Orçamentos e Finanças
-
X
-
-
X
-
SGPTI
-
X
-
Superintendência
-
X
-
Assessoria Jurídica
-
X
-
Unidade de Licitações
-
X
-
Setor
Risco Ambiental
Físico
Químico
Sim
X
X
X
X
X
X
X
Núcleo de Educação
Permanente-NEP
Setor
Hospital-Térreo
-
Risco Ambiental
Físico
Não
Grau de Insalubridade
Biológico
Banco de Sangue
Laboratório de Patologia
Insalubre?
Mínimo
Grau de Insalubridade
Químico
Biológico
Sim
X
X
X
X
Unidade de Farmácia
X
X
X
Revisão de Prontuários e
Estatísticas de Pacientes
Unidade de Nutrição
X
Laboratório de Análises Clínicas
Setor
Hospital- 1º Andar
X
Risco Ambiental
Físico
Não
X
Mínimo
Médio
Máximo
X
X
X
Insalubre?
Não
Grau de Insalubridade
Químico
Biológico
Sim
Clínica Pediátrica
-
X
X
X
Psiquiatria
-
X
X
X
Serviço de Vigilância
Epidemiológica
Serviço de Controle de Infecção
Relacionada à Assistência a
Unidade de Saúde
Gestão de Riscos
Assistenciais
CME
-
X
-
X
X
X
-
X
X
X
X
X
X
X
Centro Cirúrgico
X
X
X
X
X
Máximo
-
X
Insalubre?
Médio
Mínimo Médio
Máximo
X
9
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Setor
Hospital- 2º Andar
Risco Ambiental
Biológico
Sim
Hotelaria Hospitalar
_
X
X
X
Clínica Cirúrgica 1
_
X
X
X
Clínica Cirúrgica 2
_
X
X
X
UTI
X
X
X
X
Risco Ambiental
Físico
Não
Grau de Insalubridade
Químico
Setor
Hospital- 3º Andar
Físico
Insalubre?
Insalubre?
Não
Mínimo Médio
Máximo
Grau de Insalubridade
Químico
Biológico
Sim
Mínimo Médio
Residência em Saúde
_
X
X
X
Clínica Médica 1
_
X
X
X
*Clínica Médica 2
_
X
X
_
Máximo
X
* Apenas os Médicos Infectologistas, Enfermeiros e Técnicos de Enfermagem receberão o adicional de 40%.
Risco Ambiental
Insalubre?
Setor
UIMG- Unidade de Imagem e Físico Químico Biológico Sim
Não
Métodos Gráficos
Grau de Insalubridade
Mínimo Médio
Unidade de Colonoscopia e
Endoscopia
Unidade Cardiológica
_
X
X
X
X
_
_
X
X
X
Unidade por Imagem
X
_
X
X
X
Setor
Divisão Logística e
Infraestrutura
Risco Ambiental
Físico
Químico
Insalubre?
Biológico
Sim
Não
Grau de Insalubridade
Mínimo
Médio
Setor de Infraestrutura
_
X
_
Setor de Patrimônio
_
X
_
Divisão de Logística e
Infraestrutura
Engenharia Clínica
_
X
_
X
Unidade de Compras
_
X
_
Setor de Suprimentos
_
X
_
Setor de Administração
_
X
_
X
Máximo
Máximo
X
10
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
11. 2- Mapeamento dos Setores Perigosos
Setor
UIMG- Unidade de
Imagem e Métodos
Gráficos
Médico
Radiologista
Diagnóstico por Imagem,
Perigoso
Sim
e
Tipo de Exposição
Não
Inflamável
Radiação
Ionizante
X
X
Tecnólogo em Radiologia
X
X
Físico Radiodiagnóstico.
X
X
Setor
Divisão Logística e
Infraestrutura
Perigoso
Sim
Engenheiro Eletricista
X
Engenheiro Mecânico
X
Setor
Engenheiro de Segurança
no Trabalho
X
Roubos ou
Violências
Tipo de Exposição
Não
Inflamável
Radiação
Ionizante
Energia
Elétrica
Roubos ou
Violências
X
X
X
Perigoso
Sim
Energia
Elétrica
Tipo de Exposição
Não
Inflamável
X
Radiação
Ionizante
Energia
Elétrica
Roubos ou
Violências
X
Técnico em Segurança no
X
X
X
Trabalho
Observação: Os demais setores que compõem o HU-EBSERH-SE, não se caracterizam como perigosos.
12. Recomendações
Que o presente laudo, caso necessário, seja reavaliado bienalmente ou assim que novas legislações
sobre os temas Insalubridade e Periculosidade sejam modificadas;
Os equipamentos de proteção individual – EPI, descartáveis ou não, deverão estar à disposição em
número suficiente nos postos de trabalho, de forma que seja garantido o imediato fornecimento ou reposição.
Fornecer e orientar o uso mediante protocolo de recebimento, preferencialmente pelo setor de saúde e
segurança do trabalho;
Que a EBSERH realize a descrição oficial dos cargos e a publique para todos os efeitos legais, pois a
do presente laudo se restringe tão somente à perícia de insalubridade e/ou periculosidade;
Caso, por meio de perícia, se constate que a atividade exercida seja, concomitantemente,
insalubre e perigosa, será facultado aos empregados que estão sujeitos a estas condições, optar pelo
adicional que lhe for mais favorável, não podendo perceber, cumulativamente, ambos os adicionais.
Que seja implementado um modelo de organização administrativa para internação de pacientes com
doenças infectocontagiosas, pois existe no hospital casos desse tipo de patologia e não há leitos exclusivos
para estes pacientes, bem como se recomenda que nas escalas ou plantões de enfermeiros e técnicos de
enfermagem sejam nomeados previamente, dentre esses profissionais, os que irão tratar desse tipo de
patologia, a fim de aplicar a insalubridade de grau máximo somente para esse grupo, evitando expor todos a
tais riscos.
11
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
13. Conclusões
É o parecer conclusivo que:
1) Os empregados lotados nos setores cujo a insalubridade foi caracterizada conforme preconiza o
Mapeamento do Riscos Ambientais e Qualificação da Insalubridade, perceberão o devido adicional
conforme o grau citado na referido Mapa, já aqueles que estão lotados em setores salubres mas que
exercem atividades em setores insalubres ou perigosos será feito uma pericia no local de trabalho a fim de
verificar as atividades realizadas pelo empregado, com intuito de avaliar a concessão do adicional.
2) Aqueles empregados lotados e que exercem atividades em setores com exposição à radiação
ionizante, constarão no Mapeamento do Riscos Ambientais e Qualificação da Insalubridade, como expostos
a riscos físicos e biológicos.
Segundo o Art. 21 do Regulamento de Pessoal da EBSERH, de 01/2014, em seus parágrafos
1º e 2º, os adicionais de Insalubridade e Periculosidade, serão calculados conforme o salário base do
empregado.
3) Os empregados lotados nos setores cujo a periculosidade foi caracterizada conforme preconiza o
Mapeamento dos Riscos Perigosos, perceberão o devido adicional no valor de 30% (trinta por cento) sobre
o salário base sem os acréscimos resultantes de gratificações, prêmios ou participações nos lucros da
empresa.
4) Os profissionais envolvidos com Roubos ou violências - Lei 6.514 de 22 de dezembro de 1977 e
Portaria 3.214 de 08 de Junho de 1978, NR 16, Anexo 3, Atividades e operações perigosas com exposição a
roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissional de segurança pessoal ou
patrimonial.
5) Os profissionais que exercem atividades ou operações perigosas perceberão o devido adicional
pelos seguintes motivos: Unidade de Diagnóstico por imagem – Lei 6.514 de 22 de dezembro de 1977 e
Portaria 3.214 de 08 de Junho de 1978, NR 16, Anexo (*), Atividade 4 – Atividades de operação com
aparelhos de raio-x, com irradiadores de radiação gama, radiação beta ou radiação de nêutrons, incluindo:
4.1. Diagnóstico médico e odontológico, 4.2. Radioterapia, 5. Atividades de Medicina Nuclear.
6) Aos Técnicos de Radiologia conforme Lei nº 7.394 de 24/10/1985, receberão adicional de
40% sobre seu salário básico referente ao risco de vida
14. Anexos
14.1 – Descrição dos Setores
Contato
Setor
Ambulatório
Profissionais
Paciente
Materiais
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
Coordenação de Enfermagem/
Administrativa do Ambulatório
X
_
_
Téc. de Enfermagem
Enfermeiros
Assistente Administrativo
Reumatologia e Perícia
X
X
_
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Clínica Médica 1
X
X
_
Médicos
Téc. de Enfermagem
Cicatrização
X
X
_
Téc. de Enfermagem
Unidade de Psicologia
X
_
_
Psicólogos
Unidade de Serviço Social
X
_
_
Assistentes Sociais
12
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Ouvidoria
X
_
_
Assistente Administrativo
Clinica Médica 2
X
X
_
Médicos
Téc. de Enfermagem
Enfermeiro
Atenção Farmacêutica
X
_
_
Farmacêuticos
Tec. em Farmacia
UDOPE
X
X
_
Cirurgião Dentista
Téc. em Saúde Bucal
Clinica Cirúrgica
X
X
_
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Clinica Pediátrica
X
X
_
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Ambulatório de
Pesquisas Biomédicas
X
X
_
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Centro de Reabilitação em Hanseníase
X
X
_
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Auditoria Interna
_
_
_
Auditor
Assistente
Administrativo
Unidade de Reabilitação
X
X
_
SOST
X
X
_
Fisioterapeuta;
Terapeuta Ocupacional
Educador Físico
Fonoaudiólogos
Eng. de Segurança do Trabalho
Téc. de Segurança do Trabalho
Médico do Trabalho;
Enfermeiro do Trabalho;
Téc. de Enfermagem do
Trabalho;
Assistente Administrativo
Contato
Setor
Profissionais
Paciente
Banco de Sangue
Materiais
_
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
_
Tec. Em Enfermagem
X
Laboratório de Patologia
_
_
X
Núcleo de Educação Permanente-NEP
_
_
_
Médico Patologista
Tec. Em Histologia
Assistente Administrativo
Enfermeiro
13
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Contato
Setor
Administrativo
Paciente
Profissionais
DIVGP
_
_
_
Unidade de Contratos
_
_
_
Materiais
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
Administrador
Psicólogo
Pedagogo
Assistente Administrativo
Analistas Administrativos
Assistente Administrativo
Divisão Administrativa e Financeira
_
_
_
Assistente Administrativo
Unidade de Apoio Operacional
_
_
_
Unidade de Processamento de
Informações Assistenciais- UPIA
_
_
_
Unidade de Avaliação e Controladoria
_
_
_
Unidade de Liquidação de Despesas
_
_
_
Chefe da Unidade
Assistente Administrativo
Analista AdministrativoContabilidade
Assistente Administrativo
Setor de Orçamentos e Finanças
_
_
_
SGPTI
_
_
_
Analista AdministrativoContabilidade
Assistente Administrativo
Analista de Rede e Suporte
Analista de Telecomunicações
Analista de Sistemas
Operacionais
Analista de Tecnologia da
Informação- TI
Analista de Processos
Téc. em Suporte
Superintendência
_
_
_
Superintendente
Assessoria Jurídica
_
_
_
Advogados
Unidade de Licitações
_
_
_
Assistente
Administrativo
Contato
Setor
Divisão Logística e Infraestrutura Paciente
Profissionais
Setor de Infraestrutura
_
_
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
_
Setor de Patrimônio
_
_
_
Materiais
Engenheiro Civil
Engenheiro Mecânico
Engenheiro Eletricista
Assistente Administrativo
Analista AdministrativoArquitetura
Assistente Administrativo
14
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Divisão de Logística e Infraestrutura
_
_
_
Assistente
Administrativo
Engenharia Clínica
X
X
_
Engenheiro Clínico
Unidade de Compras
_
_
_
Chefe da Unidade
Setor de Suprimentos
_
_
_
Analista Administrativo
Assistente Administrativo
Setor de Administração
_
_
_
Assistente Administrativo
Contato
Setor
UIMG- Unidade de Imagem e
Métodos Gráficos
Profissionais
Paciente
Materiais
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
X
X
_
X
X
_
Unidade de Colonoscopia e Endoscopia
Unidade Cardiológica
Unidade por Imagem
X
X
_
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Médico
Téc. em Enfermagem
Medico
Médicos Radiologistas
Físico Médico
Tecnólogo em
Radiologia
Téc. em Radiologia
Contato
Setor
Hospital-Térreo
Paciente
Laboratório de Análises Clínicas
_
Unidade de Farmácia
Materiais
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
X
_
_
_
_
_
_
_
X
Revisão de Prontuários e Estatísticas de
Pacientes
X
Unidade de Nutrição
X
Profissionais
Farmacêuticos
Biomédicos
Téc. em Laboratório
Assistente Administrativo
Farmacêuticos
Técnico em Farmácia
Assistente Administrativo
Téc. de Enfermagem
Nutricionista
15
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Contato
Setor
Hospital- 1º Andar
Paciente
Materiais
Profissionais
Clínica Pediátrica
X
X
Psiquiatria
X
X
Serviço de Vigilância Epidemiológica
X
X
Serviço de Controle de Infecção
Relacionada à Assistência a Saúde
X
X
Unidade de Gestão de Riscos
Assistenciais
X
X
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
_
_
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
Médicos
Enfermeiros
Téc. de Enfermagem
_
Téc. em Enfermagem
Enfermeiro
_
Enfermeiro
Téc. de Enfermagem
_
CME
Centro Cirúrgico
_
X
Enfermeiro
Farmacêutico
Téc. em Farmácia
X
_
X
_
Enfermeiro
Téc. em Enfermagem
Médicos Cirurgiões
Enfermeiros
Téc. em Enfermagem
Téc. em Farmácia
Contato
Setor
Hospital- 2º Andar
Paciente
Profissionais
Hotelaria Hospitalar
X
X
Clínica Cirúrgica 1
X
X
Clínica Cirúrgica 2
X
X
UTI
X
X
Materiais
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
_
Assistente Administrativo
_
Enfermeiro
Téc. de Enfermagem
Médico
_
Enfermeiro
Téc. de Enfermagem
Médico
_
Médico Intensivista
Enfermeiro intensivista
Fisioterapeuta Intensivista
Téc. de Enfermagem
16
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Contato
Setor
Hospital- 3º Andar
Paciente
Materiais
Residência em Saúde
X
_
_
Assistente Administrativo
Clínica Médica 1
X
X
_
Enfermeiro
Médicos
Téc. de Enfermagem
Clínica Médica 2
X
X
X
Setor
Ambulatório
Profissionais
Permanente com
Paciente em
Isolamento Infecto
Contagiante
Descrição
Neste setor são realizadas marcações de consultas,
atendimento médico nas diversas especialidades,
atendimento Odontológico às pessoas portadoras de
necessidades especiais.
São realizados atendimentos por parte de Psicólogos,
Assistentes Sociais, Enfermeiros, Farmacêuticos,
Fisioterapeutas, Terapeutas Ocupacionais, Educador
Físico, técnicos de Enfermagem, etc.
São desenvolvidas atividades de saúde e segurança
ocupacional aos trabalhadores, etc.
Unidade que presta apoio ao hospital na analise,
orientação e defesa de processos jurídicos e
Assessoria Jurídica administrativos. Assegura o patrocínio jurídico em
processos, ações e recursos. Desenvolver outras
atividades de natureza jurídica e que estejam dentro do
rol de competência estabelecido pela empresa
Unidade destinada à prestação de serviços, apoio,
controle e cadastro de pessoas empregadas da empresa.
Divisão de Gestão de
Unidade responsável pela capacitação, treinamento e
Pessoas
controle das avaliações de desempenho.
Divisão
Administrativa
Financeira
Superintendência
Setor de Gestão de
Processos e
Tecnologia da
Informação
Unidade administrativa responsável pelas atividades a de
licitações, contabilidade fiscal e de custos, orçamento e
finanças, compras, contratos e administração.
Unidade ligada ao colegiado executivo e tem como
principal função gerir o hospital como um todo, tanto
os setores ligados à atividades fim como os de atividade
meio ou acessório.
Unidade destinada ao apoio operacional do sistema de
informação e informática de todo o hospital.
Unidade destinada à realização de exames e/ou
terapias que se utilizam de imagens, radiologia,
Unidade de Imagens
hemodinâmica, tomografia, ressonância magnética.
Também são realizados exames cardiológicos e
exames de endoscopia e colonoscopia.
Médico Infectologista
Médico Pneumologista
Enfermeiro
Téc. de Enfermagem
EPI's
Utilizados
Luva de procedimento
Máscaras N95
Jalecos
Não se aplica
Não se aplica
Não se aplica
Não se aplica
Não se aplica
Avental de Chumbo
Protetor de Tireoide
Luvas de Procedimento
Máscara N 95
17
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Unidade administrativa responsável por gerenciar as
Divisão de Logística e
atividades de logística e infraestrutura hospitalar,
Infraestrutura
engenharia hospitalar, patrimônio, compras, suprimento,
almoxarifado do hospital. Unidade responsável pela
manutenção da infraestrutura física do hospital.
Não se aplica
Executa os exames de Biópsia, citologia e necrópsias de
pacientes internados ou que foram submetidos a cirurgias.
Máscara N95
Luva de
Procedimento
Jaleco
Setor responsável por coletar, armazenar, processar e
Banco de Sangue distribuir o sangue doado por voluntários.
Máscara N95
Luva de
Procedimento
Jaleco
Laboratório de
Patologia
Laboratório de
Análises Clinicas
Farmácia
Unidade funcional destinada a realização de análise
clinicas necessárias para o diagnostico e a orientação
terapêutica de pacientes
Tem como principal função a disponibilização dos
medicamentos de acordo com a prescrição medica, nas
quantidades e especificações solicitadas, promovendo o
uso seguro e correto de medicamentos e correlatos.
Unidade Funcional destinada à recepção, ao expurgo à
Central de Material limpeza, à descontaminação, ao preparo, à esterilização,
Esterilizado (CME) à guarda e à distribuição dos materiais utilizados nas
diversas unidades de um estabelecimento de saúde.
Centro Cirúrgico
Unidade Funcional destinada ao desenvolvimento de
atividades cirúrgicas, bem como à recuperação pósanestésica e pós-operatória imediata.
Unidade Funcional destinada ao diagnóstico de
Clinica Cirúrgica 1 e 2 pacientes que necessitam de desenvolvimento de
atividades cirúrgicas.
Clinica Medica 1
Clinica Medica 2
Clinica Pediatrica
Nutrição Clinica
Unidade destinada à realização de atividades de
assistência médico- hospitalar a pacientes das diversas
áreas da medicina.
Unidade destinada à realização de atividades de
assistência médico- hospitalar a pacientes com doenças
pulmonares e infecciosas.
Unidade destinada à realização de atividades de
cuidados especiais a crianças
Atua na área de administração e produção de dietas e
na nutrição clinica dos pacientes do hospital. Realiza
orientação
de
alta
nutricional
para todos os
pacientes que necessitam de dieta especifica.
Luva de procedimento
Jaleco
Máscara N95
Luva de Procedimento
Máscara
Luva de Nitrílica; Bota PVC;
Máscara Cirúrgica
Luva de
Procedimento
ETC
Máscara N95
Luva de
Procedimento
Jaleco
Máscara N95,
Luva de
Procedimento;
Jaleco
Máscara N95,
Luva de
Procedimento;
Jaleco
Luva de procedimento
Máscara N95
Jaleco
Máscara N95,
Luva de
Procedimento;
Jaleco
18
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Gerencia de
Atenção à Saúde
Unidade administrativa responsável por gerenciar as
atividades de gestão do cuidado, apoio diagnostico e
terapêutico, gestão medica e de enfermagem, vigilância
em saúde, regulação e avaliação em saúde e suas
ramificações.
Unidade administrativa responsável por gerenciar as
Gerencia de Ensino e atividades de gestão de pesquisa e inovação
Pesquisa
tecnológica, a gestão de ensino e suas ramificações.
Núcleo de Vigilância
Epidemiológica
UTI
Conjunto de ações que proporcionam o conhecimento,
a detecção ou a prevenção de qualquer mudança nos
fatores determinantes
e condicionantes de saúde
individual ou coletiva, com a finalidade de recomendar
e adotar as medidas de prevenção e controle das
doenças ou agravos.
Unidade completa dotada de sistema de monitorização
continua que atende pacientes em estado potencialmente
grave ou com descompensação de um ou mais sistemas
orgânicos e com um tratamento intensivo tenham
capacidade de se recuperar, unidade adulto.
Não se aplica
Não se aplica
Luva de procedimento
Luva de procedimento;
Luva Cirúrgica;
Máscara N95
19
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
14.2 – Descrição dos Cargos
Cargos
Descrição Sumária das Atribuições dos Cargos
Área Assistencial
Assistente Social
Planejar soluções, organizar e intervir em questões relacionadas à saúde e manifestações sociais
do e do paciente, para elaboração, implementação e monitoramento do Serviço Social, com foco
na promoção da saúde; Contribuir e participar nas ações de Saúde Ocupacional; Realizar
acompanhamento psicossocial de trabalhadores e pacientes, buscando alternativas de
enfrentamento individual e coletivo; Prestar serviços sociais orientando pacientes, acompanhantes,
famílias, comunidade e equipes de trabalho da Instituição sobre direitos, deveres, serviços e
recursos sociais; Formular relatórios, pareceres técnicos, rotinas e procedimentos; Planejar,
elaborar e avaliar programas, projetos e planos sociais em diferentes áreas de atuação
profissional; Coletar, organizar, compilar, tabular e difundir dados; Desempenhar atividades
administrativas e assistenciais; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Biólogo
Desenvolver atividades gerais de laboratório de análises clínicas e patológicas, como a coleta do
material biológico (exclui-se aqui as coletas que são consideradas atos médicos), a execução dos
testes, especialmente (mas não somente), análises citológicas, citogênicas, de biologia molecular
e de citometria; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Biomédico
Atuar em equipes de saúde, a nível tecnológico, nas atividades complementares de diagnósticos;
Analisar amostras de materiais biológicos, bromatológicos e ambientais; Coletar e preparar
amostras e materiais; Desenvolver pesquisas técnico-científicas; Atuar em bancos de sangue e de
células tronco hematopoiéticas; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Cirurgião Dentista
Atender e orientar os pacientes; Executar procedimentos odontológicos; Estabelecer diagnósticos
e prognósticos; Promover e coordenar medidas de promoção e prevenção da saúde e ações de
saúde coletiva; Atuar em equipes multidisciplinares e interdisciplinares; Realizar demais atividades
inerentes ao emprego.
Planejar, organizar, coordenar, executar e avaliar o processo de Enfermagem e os serviços de
assistência de Enfermagem; Planejar, organizar, coordenar e avaliar as atividades técnicas e
auxiliares de Enfermagem nas unidades assistenciais; Supervisionar a equipe de Enfermagem no
desempenho de suas atividades; Elaborar, executar e participar dos eventos de capacitação da
equipe de Enfermagem; Implementar ações para a promoção da saúde; Participar da elaboração e
execução de planos assistenciais de saúde do idoso, do adulto, do adolescente, da mulher e da
criança nos âmbitos hospitalar e ambulatorial; Prestar assistência aos pacientes de maior
Enfermeiro - Assistencial complexidade técnica e que exijam conhecimentos de base científica e capacidade de tomar
decisões imediatas; Prestar assistência direta de Enfermagem a pacientes graves com risco de
vida; Participar e atuar nos programas de prevenção e controle sistemático de infecção hospitalar,
relacionadas à saúde e doenças transmissíveis em geral; Realizar e participar da prevenção e
controle sistemático de danos que possam ser causadas aos pacientes durante a assistência de
Enfermagem; Participar de projetos de construção ou reforma de unidades assistenciais; Realizar
demais atividades inerentes ao emprego.
Enfermeiro Cardiologia
Planejar, organizar, coordenar, supervisionar, executar e avaliar todas as atividades de
enfermagem em pacientes adultos com afecções cardiovasculares em situações
clínicascirúrgicas e criticamente enfermos; Conhecer e atuar nas políticas para a atenção
cardiovascular e a epidemiologia das doenças cardiovasculares na organização do Sistema de
Saúde, bem como em relação às resoluções do Ministério da Saúde sobre a organização da
atenção cardiovascular no país; Conhecer e atuar nas opções terapêuticas clínicocirúrgicas e
percutâneas em atenção cardiovascular; Conhecer e compreender as alterações anátomofisiológicas do sistema cardiovascular; Realizar as atribuições de Enfermeiro e demais atividades
inerentes ao emprego.
20
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Planejar, organizar, supervisionar, executar e avaliar todas as atividades de enfermagem, em
pacientes adultos e pediátricos, submetidos ao tratamento dialítico com circulação extracorpórea,
categorizando-o como um serviço de alta complexidade; Coordenar as atividades da equipe de
enfermagem sob sua supervisão no desempenho das atividades dialíticas nos vários níveis de
complexidade; Realizar assistência de enfermagem direta em situações de maior complexidade
Enfermeiro- Nefrologia técnica; Monitorar o procedimento dialítico instalado bem como atender as necessidades clínicas do
paciente durante o procedimento de acordo com protocolo terapêutico previamente definido; Elaborar
protocolos terapêuticos de enfermagem para prevenção, tratamento e minimização de ocorrências
adversas aos pacientes submetidos ao tratamento dialítico com circulação extracorpórea; Realizar as
atribuições de Enfermeiro e demais atividades inerentes ao emprego.
Assistir a mulher nas diferentes fases do seu ciclo biológico vital com ênfase na promoção da saúde,
Enfermeiro- Saúde da incluindo o planejamento familiar, a gestação, o puerpério, as ações da clínica e do cuidado
Mulher
relacionados aos principais agravos de sua saúde, o climatério de forma integral e personalizada,
considerando seu contexto social, cultural, econômico e político e determinantes de saúde; Realizar
as atribuições de Enfermeiro e demais atividades inerentes ao emprego
Enfermeiro- Terapia
Intensiva
Enfermeiro- Terapia
Intensiva Pediátrica
Farmacêutico
Planejar, organizar, coordenar, supervisionar, executar e avaliar todas as atividades de enfermagem
em pacientes adultos criticamente enfermos; Desenvolver as atividades assistenciais e propor
alternativas de transformação na realidade gerencial e do cuidado ao paciente criticamente enfermo
e/ou em situação de risco de morte; Executar as funções pertinentes à sua profissão que possa
identificar intercorrências e tomar decisões imediatas sobre o atendimento do paciente critico; Realizar
as atribuições de Enfermeiro e demais atividades inerentes ao emprego.
Planejar, organizar, coordenar, supervisionar, executar e avaliar todas as atividades de enfermagem
em pacientes pediátricos criticamente enfermos; Desenvolver as atividades assistenciais e propor
alternativas de transformação na realidade gerencial e do cuidado ao paciente criticamente enfermo
e/ou em situação de risco de morte; Executar as funções pertinentes à sua profissão que possam
identificar intercorrências e tomar decisões imediatas sobre o atendimento do paciente pediátrico
crítico; Realizar as atribuições de Enfermeiro e demais atividades inerentes ao emprego.
Realizar tarefas específicas de desenvolvimento, produção, dispensação, controle, armazenamento,
distribuição e transporte de produtos da área farmacêutica tais como medicamentos, alimentos
especiais, cosméticos, imunobiológicos, domissanitários e insumos correlatos; Realizar análises
clínicas, toxicológicas, fisioquímicas, biológicas, microbiológicas e bromatológicas; Participar da
elaboração, coordenação e implementação de políticas de medicamentos; Orientar sobre uso de
produtos e prestar serviços farmacêuticos; Realizar pesquisa sobre os efeitos de medicamentos e
outras substâncias sobre órgãos, tecidos e funções vitais dos seres humanos e dos animais; Realizar
preparação, produção, controle e garantia de qualidade, fracionamento, armazenamento, distribuição
e dispensação de radiofármacos; Realizar demais atividades inerentes ao emprego
Especificar e operar equipamentos; Desenvolver e implementar programas para análise de aceitação,
controle e garantia de qualidade dos equipamentos; Administrar a análise de rejeição de radiografias
em departamentos de radiodiagnóstico, incluindo avaliação e otimização de custos; Operar câmaras
de ionização e outros instrumentos que permitam avaliar condições de calibração de equipamentos de
Físico- Fisica Médica- raio X ou processadoras de filmes; Conhecer aplicações clínicas básicas utilizadas em
Radiodiagnóstico
radiodiagnóstico convencional, e em técnicas especializadas como tomografia convencional e
computadorizada, mamografia, e outros; Realizar levantamentos radiométricos em salas onde estão
instalados equipamentos radiológicos e propor métodos de otimização da proteção; Conhecer as
normas nacionais e internacionais desta área, bem como participar de atividades para o
desenvolvimento de textos normativos para radiodiagnósticos; Realizar demais atividades inerentes
ao emprego.
Fisioterapeuta
Atender pacientes; Realizar ações de prevenção, promoção, proteção, educação, intervenção,
recuperação, habilitação e reabilitação do paciente, utilizando protocolos e procedimentos específicos
de fisioterapia e ortoptia; Realizar diagnósticos específicos; Analisar condições dos pacientes;
Desenvolver programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida; Realizar demais
atividades inerentes ao emprego.
21
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Realizar consulta fisioterapêutica, anamnese; Solicitar e realizar interconsulta e encaminhamentos;
Realizar ações de prevenção, promoção, proteção, educação, intervenção, recuperação, habilitação e
reabilitação do paciente crítico ou potencialmente crítico, em Unidade de Terapia Intensiva - UTI,
utilizando protocolos e procedimentos específicos de fisioterapia; Realizar avaliação física e
cinesiofuncional específica; Realizar avaliação e monitoramento da via aérea natural e artificial;
Planejar e executar medidas de prevenção, redução de risco e descondicionamento
cardiorrespiratório; Prescrever e executar terapêutica cardiorrespiratória e neuromúsculo-esquelética;
Aplicar métodos, técnicas e recursos de expansão pulmonar, remoção de secreção, fortalecimento
Fisioterapeuta- Terapia muscular, recondicionamento cardiorrespiratório e suporte ventilatório; Avaliar e monitorar os
parâmetros cardiorrespiratórios, inclusive em situações de deslocamentos do paciente crítico ou
Intensiva
potencialmente crítico; Gerenciar a ventilação espontânea, invasiva e não invasiva; Realizar o
desmame e extubação do paciente em ventilação mecânica; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Fonoaudiólogo
Nutricionista
Profissional de
Educação Física
Psicóloga - Área
Hospitalar
Tecnólogo em
Radiologia
Terapeuta
Ocupacional
Atender pacientes para prevenção, habilitação e reabilitação daqueles que utilizam protocolos e
procedimentos específicos de fonoaudiologia; Tratar de pacientes efetuando avaliação e diagnóstico
fonoaudiológico; Orientar pacientes, familiares, cuidadores e responsáveis; Desenvolver programas de
prevenção, promoção da saúde e qualidade de vida; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Prestar assistência nutricional a indivíduos e coletividades (sadios e enfermos); Organizar, administrar
e avaliar unidades de alimentação e nutrição; Efetuar controle higiênico-sanitário; Participar de
programas de educação nutricional; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Participar de equipes multidisciplinares, auxiliando no tratamento de pessoas com problemas físicos
ou psíquicos; Executar, organizar e supervisionar programas de atividade física para pessoas e
grupos; Condicionar fisicamente crianças, adolescentes, adultos e idosos; Avaliar o resultado do
tratamento por meio de testes e questionários de qualidade de vida; Realizar demais atividades
inerentes ao emprego.
Estudar, pesquisar e avaliar o desenvolvimento emocional e os processos mentais e sociais de
indivíduos, grupos e instituições, com a finalidade de análise, tratamento, orientação e educação;
Diagnosticar e avaliar distúrbios emocionais e mentais e de adaptação social, elucidando conflitos e
questões e acompanhando o paciente durante o processo de tratamento ou cura; Investigar os
fatores inconscientes do comportamento individual e grupal, tornando-os conscientes; Desenvolver
pesquisas experimentais, teóricas e clínicas e coordenar equipes e atividades de área e afins;
Avaliar alterações das funções cognitivas, buscando diagnóstico ou detecção precoce de sintomas,
tanto em clínica quanto em pesquisas; Acompanhar e avaliar tratamentos cirúrgicos,
medicamentosos e de reabilitação; Promover a reabilitação neuropsicológica; Auditar, realizar
perícias e emitir laudos, gerando informações e documentos sobre as condições ocupacionais ou
incapacidades mentais; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Realizar exames de diagnóstico ou de tratamento; Processar imagens e/ou gráficos; Planejar
atendimento; Organizar área de trabalho, equipamentos e acessórios; Operar equipamentos;
Preparar paciente para exame de diagnóstico ou de tratamento; Atuar na orientação de pacientes,
familiares e cuidadores; Gerenciar os serviços e procedimentos radiológicos, atuando conforme as
normas de biossegurança e radioproteção; Coordenar e gerenciar equipes e processos de trabalho
nos serviços de radiologia e diagnóstico por imagem. Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Executar métodos e técnicas terapêuticas e recreacional objetivando restaurar, desenvolver e
conservar a capacidade mental do paciente; Realizar diagnósticos, intervenções e tratamentos de
pacientes utilizando os devidos procedimentos de terapia ocupacional; Orientar pacientes,
familiares, cuidadores e responsáveis; Desenvolver e organizar programas de prevenção, promoção
de saúde e qualidade de vida; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
22
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Técnico em
Enfermagem
Assistir ao Enfermeiro no planejamento, programação e orientação das atividades de enfermagem, na
prestação de cuidados diretos de enfermagem em estado grave, na prevenção e no controle
sistemático da infecção hospitalar, na prevenção e controle de danos físicos que possam ser
causados a pacientes durante a assistência de saúde; Executar atividades de assistência de
enfermagem na saúde do idoso, do adulto, da mulher, do adolescente, da criança e do recém-nascido,
excetuadas as privativas do Enfermeiro; Prestar cuidados de enfermagem pré e pós operatórios;
Circular em sala de cirurgia e instrumentar; Executar atividades de desinfecção e esterilização;
Organizar o ambiente de trabalho e dar continuidade aos plantões; Trabalhar em conformidade às
boas práticas, normas e procedimentos de biossegurança; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Participar da elaboração e implementação da política de saúde e segurança no trabalho (SST);
Realizar auditoria, acompanhamento e avaliação na área; Identificar variáveis de controle de doenças,
acidentes, qualidade de vida e meio ambiente; Desenvolver ações educativas na área de saúde e
Técnico em
segurança no trabalho, participar de perícias, fiscalizações e da adoção de tecnologias e processos de
Enfermagem- Saúde do trabalho; Integrar processos de negociação e gerenciar documentação de SST; Investigar e analisar
Trabalhador
acidentes, recomendar medidas de prevenção e controle; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Realizar operações farmacotécnicas; Conferir fórmulas; Efetuar manutenção de rotina em
equipamentos, utensílios de laboratório e rótulos das matérias primas; Controlar estoques, condições
Técnico em Farmácia de armazenamento e prazos de validade; Realizar testes de qualidade de matérias primas,
equipamentos e ambiente; Trabalhar de acordo com as boas práticas de manipulação e dispensação;
Documentar atividades e procedimentos da manipulação farmacêutica; Seguir procedimentos
operacionais padrões; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Técnico em Histologia
Manejar e cuidar da saúde de animais de biotério, tais como: ratos, camundongos e hamsters;
Auxiliar em experimentação animal, manipulando produtos químicos, coletando tecidos,
transplantando pele, confeccionando lâminas, congelando e transferindo embriões; Preparar o
ambiente e os materiais aplicados ao bioterismo; Monitorar as condições ambientais e físicas do
biotério; Descartar material biológico; Operar máquinas e equipamentos; Trabalhar em
conformidade às boas práticas, normas e procedimentos técnicos e de biossegurança; Realizar
demais atividades inerentes ao emprego.
Auxiliar e executar atividades padronizadas de laboratório - automatizadas ou técnicas clássicas necessárias ao diagnóstico, nas áreas de parasitologia, microbiologia médica, imunologia,
hematologia, bioquímica, biologia molecular e urinálise; Colaborar, compondo equipes
Técnico em Laboratório multidisciplinares, na investigação e implantação de novas tecnologias biomédicas relacionadas às
análises clínicas, Operar e zelar pelo bom funcionamento do aparato tecnológico de laboratório de
saúde; Em sua atuação é requerida a supervisão profissional pertinente, bem como a observância à
impossibilidade de divulgação direta de resultados; Realizar demais atividades inerentes ao emprego .
Técnico em Óptica
Técnico em
Radiologia
Desenhar e confeccionar lentes oftálmicas e de contato por prescrição médica; Identificar, classificar
e medir óculos e lentes de contato, segundo suas características: grau, diâmetro, espessura,
curvatura e índice de refração; Identificar as medidas necessárias para a adaptação da lente à
armação dos óculos e consequente ajuste ao rosto; Realizar as adaptações de lentes de contato;
Executar a montagem das lentes no aro, seguindo as medidas preestabelecidas; Auxiliar o paciente
em relação à oferta de lentes disponíveis; Identificar os problemas de montagem, centralização e
grau que dificultam a adaptação aos óculos, sugerindo possíveis medidas corretiva; Realizar
demais atividades inerentes ao emprego.
Realizar exames radiográficos convencionais; Processar filmes radiológicos, preparar soluções
químicas e organizar a sala de processamento; Preparar o paciente e o ambiente para a realização
de exames nos serviços de radiologia e diagnóstico por imagem; Auxiliar na realização de
procedimentos de medicina nuclear e radioterapia; Acompanhar a utilização de meios de contraste
radiológicos, observando os princípios de proteção radiológica, avaliando reações adversas e
agindo em situações de urgência, sob supervisão profissional pertinente; Realizar demais
atividades inerentes ao emprego.
23
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Técnico em Saúde
Bucal
Atuar na promoção, prevenção e controle das doenças bucais; Promover e participar de programas
educativos e de saúde bucal, orientando indivíduos e grupos, principalmente com relação à
escovação e aplicação de flúor; Participar da realização de estudos epidemiológicos em saúde
bucal; Realizar, sob supervisão do cirurgião-dentista, atividades clínicas voltadas para o
restabelecimento da saúde, conforto, estética e função mastigatória do indivíduo; Supervisionar,
sob delegação, o trabalho do auxiliar de consultório dentário; Controlar estoques e gerencia a
manutenção do aparato tecnológico presente num consultório dentário; Realizar demais atividades
inerentes ao emprego.
24
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Cargos
Descrição Sumária das Atribuições dos Cargos
Área Administrativa
Advogado
Representar a instituição, onde for necessário, perante todas as instâncias em atividades
administrativas, judiciais e extrajudiciais, defendendo os interesses e direitos institucionais,
acompanhando os processos nos quais a EBSERH seja parte ou tenha interesse; Emitir
pareceres e representar a EBSERH como advogado, seja em juízo ou fora deste, em todas as
áreas; Atuar de forma preventiva junto aos diversos setores da Empresa; Realizar demais
atividades inerentes ao emprego.
Pesquisar, analisar, planejar, dirigir, controlar, elaborar e executar projetos, ações e tarefas nos
campos da administração financeira e orçamentária, de custos, gestão de pessoas, suprimentos,
Analista
logística, administração geral e outros; Preparar planos e projetos para orientar os dirigentes e
demais técnicos de outros campos de conhecimento quanto à aplicação das ferramentas
Administrativo administrativas mais adequadas; Avaliar e acompanhar planos de ação de curto, médio e longo
Administração
prazo, assim como programas e projetos específicos, com vistas à obtenção de subsídios e
incentivos; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Auxiliar na elaboração de planos e projetos associados à arquitetura dos hospitais universitários
federais em todas as suas etapas, sugerindo materiais, acabamentos, técnicas, metodologias,
Analista Administrativo analisando dados e informações, sempre acompanhado do Arquiteto responsável pelo projeto;
- Arquitetura
Participar da supervisão de obras e serviços nos hospitais universitários, com os demais
profissionais envolvidos e do desenvolvimento de estudos de viabilidade financeira, econômica,
ambiental; Prestar serviços de assessoramento, junto ao Arquiteto responsável no Hospital, bem
como sugerir políticas de gestão; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Analista
Administrativo Biblioteconomia
Disponibilizar informação em qualquer suporte; Gerenciar centros de documentação, informação
e correlatos, além de redes e sistemas de informação; Tratar tecnicamente e desenvolver
recursos informacionais; Disseminar informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração
do conhecimento; Desenvolver estudos e pesquisas; Realizar difusão cultural; Desenvolver
ações educativas; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Analista
Administrativo Contabilidade
Elaborar e controlar balancetes, emitir relatórios periódicos com os dados contábeis da
Instituição; Controlar e orientar o processamento de contas a pagar e a receber; Orientar os
serviços de apropriação, de apuração e de rateio de custos; Coordenar o inventário físico dos
bens patrimoniais e emitir relatórios; Assessorar a Empresa no acompanhamento e na
supervisão dos sistemas contábil, financeiro, orçamentário e patrimonial; Pesquisar legislação
pertinente à área de atuação; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Analista
Administrativo Economia
Analisar o ambiente econômico e macroeconômico; elaborar e executar projetos de pesquisa
econômica, de mercado e de viabilidade econômico-financeira e afins; Participar do
planejamento estratégico e de curto, médio e longo prazo, orientando e coordenando as
atividades do âmbito econômico; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Desenhar amostras; Analisar e processar dados; Construir instrumentos da coleta de dados; Criar
Analista Administrativo banco de dados; Desenvolver sistemas de codificação de dados; Planejar pesquisa; Realizar
demais atividades inerentes ao emprego.
- Estatística
Participar da organização e planejamento das atividades jornalísticas da EBSERH, produção e
edição de conteúdo para veículos de comunicação institucionais; Assessorar a Empresa na
Analista Administrativo comunicação institucional interna e externa; Elaborar materiais a serem divulgados na imprensa e
respostas para divulgação por meio dos instrumentos de mídia institucionais; Assessorar os
- Jornalismo
dirigentes da Empresa no tratamento com a mídia; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Planejar, executar e apoiar ações e produtos voltados à comunicação da Instituição com
Analista Administrativo empregados, usuários e sociedade; Promover a imagem pública da EBSERH; Auxiliar na
– Relações Públicas organização e cerimonial dos eventos internos e externos promovidos pela Empresa; Assessorar
os dirigentes na participação de eventos, em questões relacionadas a cerimonial e protocolo;
Realizar demais atividades inerentes ao exercício do emprego.
Analista de
Tecnologia da
Informação Processos
Coordenar e executar atividades de análise, avaliação e racionalização de processos,
levantamento de requisitos e especificação de sistemas; Capacitar colaboradores, estabelecer e
acompanhar métricas e indicadores; Utilizar ferramentas para identificação e priorização de
problemas, atendendo às especificações e demandas recebidas; Realizar demais atividades
inerentes ao emprego.
25
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Elaborar diagnósticos de ambientes servidores sob os diversos sistemas operacionais; Realizar
estudos para implementação de serviços de rede; Elaborar diagnóstico de servidores WEB e de
Analista de Tecnologia aplicação; Utilizar ferramentas para administração, análise de performance, inventário e tunning de
da Informação –
sistemas aplicativos nos ambientes de sistemas operacionais; Elaborar estudos e pesquisas para
Sistemas Operacionais implementação de serviços de backup e restore; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Analista de
Tecnologia da
Informação - Suporte
de Redes
Executar ações de acompanhamento, planejamento, otimização, resolução de problemas
técnicos e suporte técnico de rede; Criar políticas de segurança e prevenção contra invasões
físicas e/ou lógicas; Criar e manter rotinas de backup; Projetar, administrar, configurar e prestar
manutenção em redes de computadores e segurança de recursos da rede; Realizar demais
atividades inerentes ao emprego.
Analista de Tecnologia Coordenar, monitorar e executar atividades de redes de comunicação interna e externa; Cuidar da
infraestrutura de rede; Executar, supervisionar, monitorar e avaliar implementações na área de
da Informação Telecomunicações telecomunicações; Realizar demais atividades inerentes ao emprego
Engenheiro Civil
Elaborar, gerenciar e supervisionar projetos de engenharia civil; Gerenciar obras; Controlar a
qualidade dos empreendimentos; Coordenar a operação e manutenção das obras e projetos no
âmbito da engenharia civil; Estudar viabilidade técnico-econômica e elaborar orçamentos; Prestar
consultoria e assistência; Elaborar e coordenar pesquisas tecnológicas; Fiscalizar a execução de
obras, técnica e financeiramente; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Engenheiro Clínico
Atuar na gestão de tecnologias dos equipamentos médicoassistenciais; Planejar, definir e
executar políticas e programas para incorporação de novas tecnologias para a saúde; Coordenar
atividades de manutenção predial e hospitalar; Elaborar cronograma de manutenção preventiva e
corretiva; Elaborar relatórios, indicadores de desempenho, custos, orçamentos e ordens dos
serviços executados; Atender às demandas solicitadas pelas áreas operacionais do hospital;
Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Responder pelo planejamento de ações de Segurança do Trabalho no ambiente profissional;
Estabelecer e coordenar planos de ações preventivas e corretivas de modo a reduzir e até
eliminar os riscos existentes à saúde do trabalhador, atuando junto à equipe multidisciplinar da
Instituição; Realizar demais atividades inerentes ao emprego.
Supervisionar, controlar e orientar serviços referentes à geração, transmissão, distribuição e
utilização da energia elétrica; Coordenar serviços referentes a equipamentos, materiais e
Engenheiro Eletricista máquinas elétricas; Gerenciar sistemas de medição e controle de energia elétrica; Analisar
propostas técnicas; Instalar, configurar e inspecionar sistemas e equipamentos; Executar testes e
ensaios; Projetar, planejar, especificar sistemas e equipamentos; Elaborar documentação técnica;
Coordenar empreendimentos e estudar processos referentes à área de atuação; Realizar demais
atividades inerentes ao emprego.
Engenheiro de
Segurança do
Trabalho
Engenheiro Mecânico
Projetar, supervisionar, testar e administrar sistemas e conjuntos mecânicos, componentes,
ferramentas e materiais, especificando limites de referência para cálculo; Implementar atividades
de manutenção; Desenvolver atividades de fabricação de produtos; Elaborar documentação
técnica, coordenar e assessorar atividades técnicas; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego.
Pedagogo
Atuar no desenvolvimento de recursos humanos e desenvolver programas de capacitação para as
diversas áreas da Instituição; Elaborar e coordenar estudos, trabalhos, pesquisas e planos
atinentes à realidade educacional/instrucional; Realizar projeto global, regional ou setorial na área
de educação atinente à realidade da Instituição; Implementar, avaliar e coordenar a (re)
construção do projeto pedagógico na assistência de pacientes; Elaborar e executar plano de
orientação para acompanhantes e visitantes, participando de programas de educação de
pacientes e familiares; Realizar acompanhamento pedagógico a pacientes internados, pacientes
do serviço de visão subnormal e baixa visão da área de oftalmologia, mantendo interface com os
serviços de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia, enfermagem e médico;
Desempenhar atividades administrativas e assistenciais; Realizar demais atividades inerentes ao
emprego
Psicólogo- Área
Organizacional
Atuar no desenvolvimento de recursos humanos, seleção, acompanhamento, análise de
desempenho e capacitação de funcionários; Supervisionar e capacitar residentes, estudantes e
outros profissionais da área; Elaborar e monitorar projetos psicossociais voltados para saúde dos
trabalhadores; Desenvolver escuta qualificada aos funcionários em caso de urgência; Realizar
demais atividades inerentes ao emprego.
26
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Assistente
Administrativo
Técnico em
Informática
Executar ações e tarefas de apoio administrativo, relativas à gestão de pessoas, suprimentos,
comunicação administrativa, reprografia, patrimônio, jurídico e demais serviços de apoio
administrativo; Preencher documentos, preparar relatórios, formulários, planilhas e prontuário;
Acompanhar processos administrativos, cumprindo todos os procedimentos necessários
referentes aos mesmos; Atender clientes, usuários e fornecedores; Realizar demais atividades
inerentes ao emprego.
Desenvolver programas de computador, seguindo as especificações e paradigmas da lógica de
programação e das linguagens de programação; Utilizar ambientes de desenvolvimento de
sistemas, sistemas operacionais e banco de dados; Realizar testes de programas de
computador, mantendo registros que possibilitem análises e refinamento dos resultados;
Executar manutenção de programas de computadores implantados; Realizar demais atividades
inerentes ao emprego.
Participar da elaboração e implementação da política de Segurança e Saúde no Trabalho (SST);
Técnico em Segurança Realizar auditoria, acompanhamento e avaliação na área; Identificar variáveis de controle de
doenças, acidentes, qualidade de vida e meio ambiente; Desenvolver ações educativas na área
do Trabalho
de saúde e segurança no trabalho; Participar de perícias, fiscalizações e da adoção de
tecnologias e processos de trabalho; Integrar processos de negociação e gerenciar documentação
de SST; Investigar e analisar acidentes; Recomendar medidas de prevenção e controle; Realizar
demais atividades inerentes ao emprego.
27
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Descrição Sumária das Atribuições dos Cargos
Cargos
Área Médica
Médico Anestesiologia
Aplicar anestesia para cirurgias e exames especializados, administrando substâncias
anestésicas, para minorar o sofrimento de pacientes com processos intensos e possibilitar a
realização dos referidos exames e intervenções cirúrgicas; Reconhecer os mecanismos e
etiopatogenia; Diagnosticar e tratar a dor aguda e crônica; Realizar as atribuições de Médico e
demais atividades inerentes ao emprego.
Médico – Cancerologia Diagnosticar e tratar as doenças oncológicas, empregando meios clínicos e cirúrgicos, buscando a
cura, recuperação parcial ou métodos paliativos no alívio das dores ou sintomas decorrentes;
Cirúrgica
Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego
Médico – Cancerologia Diagnosticar e tratar as doenças oncológicas, empregando meios clínicos, buscando a cura,
recuperação parcial ou métodos paliativos no alívio das dores ou sintomas decorrentes; Realizar as
Clinica
atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico – Cancerologia Diagnosticar e tratar as doenças oncológicas, empregando meios clínicos e cirúrgicos, em crianças
e adolescentes, buscando a cura, recuperação parcial ou métodos paliativos no alívio das dores ou
Pediátrica
sintomas decorrentes; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Diagnosticar e tratar afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, empregando meios clínicos
ou cirúrgicos, para promover ou recuperar a saúde dos pacientes; Realizar as atribuições de
Médico - Cardiologia Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico – Cardiologia- Diagnosticar e tratar afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, empregando meios clínicos ou
cirúrgicos, para promover ou recuperar a saúde dos pacientes; Realizar exames de eletrofisiologia
Eletrofisiologica
clínica invasiva; Emitir laudos; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
Clinica Invasiva
emprego.
Médico – Cardiologia Diagnosticar e tratar afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, empregando meios clínicos ou
cirúrgicos, para promover ou recuperar a saúde dos pacientes; Realizar exames ecocardiográficos
Ecocardiograma
e similares; Emitir laudos; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Diagnosticar e tratar afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, em crianças e adolescentes,
empregando meios clínicos ou cirúrgicos, para promover ou recuperar a saúde dos pacientes;
Médico - Cardiologia Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Pediátrica
Médico – Cirurgia
Cardiovascular
Diagnosticar e tratar afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, empregando meios clínicos ou
cirúrgicos, para promover ou recuperar a saúde dos pacientes; Realizar as atribuições de Médico e
demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar afeções de cabeça e pescoço, empregando processos adequados e
Médico - Cirurgia de instrumentação específica, tratamento clínico e cirúrgico, paliativo e curativo, para promover a
Cabeça e Pescoço saúde e bem-estar dos pacientes; Realizar as atribuições de médico e demais atividades inerentes
ao emprego.
Médico - Cirurgia do Diagnosticar e tratar afecções do aparelho digestivo e anexos, realizando intervenções clínicas,
Aparelho Digestivo cirúrgicas, inclusive transplante, utilizando os recursos técnicos e materiais apropriados, para
Médico - Cirurgia
Geral
Médico - Cirurgia
Pediátrica
extrair órgãos ou tecidos patológicos ou traumatizados, corrigir sequelas ou lesões e promover a
saúde e bem-estar do paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Realizar intervenções cirúrgicas, utilizando os recursos técnicos e materiais apropriados, para
extrair órgãos ou tecidos patológicos ou traumatizados, corrigir sequelas ou lesões, estabelecer
diagnóstico cirúrgico ou definitivo e promover a saúde e bem estar do paciente; Realizar ou
auxiliar transplante; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Realizar intervenções cirúrgicas, em crianças e adolescentes, utilizando os recursos técnicos e
materiais apropriados, para extrair órgãos ou tecidos patológicos ou traumatizados, corrigir
sequelas ou lesões, estabelecer diagnóstico cirúrgico ou definitivo e promover a saúde e bem-estar
do paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
28
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Médico - Cirurgia
Plástica
Médico - Cirurgia
Torácica
Médico - Cirurgia
Vascular
Médico - Clínica
Médica
Diagnosticar e tratar problemas estéticos, deformidades ou malformações físicas e funcionais,
recorrendo a procedimentos clínicos e cirúrgicos para melhorar ou corrigir o aspecto físico-funcional
do paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar afecções do tórax realizando procedimentos clínicos e cirúrgicos, inclusive
transplante, utilizando os recursos técnicos e materiais apropriados, para extrair órgãos ou
tecidos patológicos ou traumatizados, corrigir sequelas ou lesões e promover a saúde e bem estar
dos pacientes; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar, indicar e realizar cirurgia vascular, adotando recursos, técnicas e equipamentos
adequados, para preservar ou restituir a função vascular; prescrever tratamento, indicando
medicamentos e medidas gerais, para obter a melhora da função vascular; Realizar punções ou
infiltrações nos troncos nervosos simpáticos e nervos periféricos, para diagnóstico e tratamento;
Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Efetuar exames médicos; Emitir diagnósticos; Prescrever medicamentos; Realizar outras formas
de tratamento para diversos tipos de enfermidades, aplicando recursos de medicina preventiva
ou terapêutica, para promover a saúde e bem-estar do paciente; Planejar e executar atividades
de cuidado paliativo; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Diagnosticar e tratar doenças hematológicas e do tecido hematopoiético, aplicando medicação
Médico- Transplante adequada e realizando exames laboratoriais e subsidiários e testes para promover e recuperar a
saúde do paciente; Planejar e executar procedimentos de Transplante de Medula Óssea;
de Medula Ossea
Acompanhar o paciente no pré e pós transplante; Realizar as atribuições de Médico e demais
atividades inerentes ao emprego.
Médico-Radiologia
Intervencionista e
Angiorradiologia
Realizar, supervisionar e interpretar exames radiológicos e de
técnicas especiais ou orientando sua execução e analisando os
solicitações médicas; Supervisionar e realizar procedimentos e
com intuito diagnóstico ou terapêutico; Realizar as atribuições
inerentes ao emprego.
imagens em geral, empregando
resultados finais, para atender a
cirurgias minimamente invasivas
de Médico e demais atividades
Diagnosticar e tratar das afecções broncopulmonares, de crianças e adolescente, empregando
Médico- Pneumologia meios clínicos e recursos tecnológicos para promover, prevenir, recuperar e reabilitar a saúde;
Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Pediatrica
Diagnosticar e tratar das afecções broncopulmonares, empregando meios clínicos e recursos
Médico- Pneumologia tecnológicos para promover, prevenir, recuperar e reabilitar a saúde; Realizar as atribuições de
Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico- Ginecologia e Atender à mulher no ciclo gravídico-puerperal, prestando assistência médica específica, para
preservar a vida e a saúde da mãe e do filho; Realizar procedimentos, tratar de afecções do
Obstetrícia
aparelho reprodutor feminino e órgãos anexos, empregando tratamento clínico-cirúrgico, para
promover ou recuperar a saúde; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes
ao emprego
Médico Hematologia e Diagnosticar e tratar doenças hematológicas e do tecido hematopoiético, aplicando medicação
adequada e realizando exames laboratoriais e subsidiários e testes para promover e recuperar a
Hemoterapia
saúde do paciente; Supervisionar e executar atividades relacionadas com a transfusão de sangue,
controlando todo o processo hemoterápico, para propiciar a recuperação da saúde dos pacientes;
Planejar e executar procedimentos de Transplante de Medula Óssea; Acompanhar o paciente no
pré e pós transplante; Realizar as atribuições de médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
MédicoHemodinâmica e
Cardiologia
Intervencionista
Diagnosticar e tratar de afecções cardíacas congênitas ou adquiridas, empregando meios clínicos
ou cirúrgicos, notadamente em procedimentos de hemodinâmica, para promover ou recuperar a
saúde dos pacientes; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
29
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Executar e avaliar exames clínicos em trabalhadores; Realizar estudos epidemiológicos; Planejar e
executar ações coletivas e preventivas de saúde; Auxiliar no monitoramento das medidas de
controle dos riscos ambientais; Realizar atendimentos de emergência clínica e de acidentes de
Médico- Medicina do trabalho; Acompanhar as condições dos postos de trabalho; Controlar Absenteísmo por motivo de
saúde; Elaborar laudos periciais sobre acidentes de trabalho, doenças profissionais e condições de
Trabalho
insalubridade; Auxiliar no gerenciamento de inquéritos sanitários, levantamentos de doenças
profissionais, lesões traumáticas e estudos epidemiológicos; Participar da elaboração e
coordenação de atividades de prevenção de acidentes e programas de vacinação; Realizar
estudos ergonômicos das atividades e participar da elaboração da análise profissiográfica e do
planejamento, instalação e funcionamento dos serviços médicos da Empresa; Realizar as
atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Atuar no suporte à vida ou suporte de sistemas e órgãos em pacientes que estão em estado crítico,
Médico- Medicina que geralmente necessitam de um acompanhamento intensivo e monitorado; Realizar e orientar
cuidados intensivos a pacientes em estado crítico; Planejar e executar atividades de cuidado
Intensiva
paliativo; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico- Medicina
Intensiva Pediátrica
Atuar no suporte à vida ou suporte de sistemas e órgãos em crianças e adolescentes que estão
em estado crítico, que geralmente necessitam de um acompanhamento intensivo e monitorado;
Realizar e orientar cuidados intensivos a pacientes em estado crítico; Planejar e executar
atividades de cuidado paliativo; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes
ao emprego.
Médico Coloproctologia
Diagnosticar e tratar afecções do aparelho digestivo e anexos, realizando intervenções clínicas e
cirúrgicas, utilizando os recursos técnicos e materiais apropriados, para extrair órgãos ou tecidos
patológicos ou traumatizados, corrigir sequelas ou lesões e promover a saúde e bem estar dos
pacientes; Realizar exames e cirurgias em coloproctologia; Realizar as atribuições de Médico e
demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar de afecções da pele e anexos, realizando intervenções clínicas e cirúrgicas,
utilizando os recursos técnicos e materiais apropriados, para extrair órgãos ou tecidos
Médico - Dermatologia patológicos ou traumatizados, corrigir sequelas ou lesões e promover a saúde e bem estar dos
pacientes; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais, aplicando medicação
adequada e realizando exames laboratoriais e subsidiários e testes de metabolismo, para
Médico –
promover e recuperar a saúde do paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades
Endocrinologia e
inerentes ao emprego.
Metabolica
Médico Endocrinologia e
Metabolica
Pediátrica
Médico - Endoscopia
Respiratória
Médico Gastroenterologia
Médico - Geriatria
Médico - Hepatologia
Diagnosticar e tratar doenças endócrinas, metabólicas e nutricionais em crianças e adolescentes,
aplicando medicação adequada e realizando exames laboratoriais e subsidiários e testes de
metabolismo, para promover e recuperar a saúde do paciente; Realizar as atribuições de Médico e
demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar de afecções do tórax realizando procedimentos clínicos e cirúrgicos,
utilizando os recursos técnicos e materiais apropriados, para extrair órgãos ou tecidos patológicos
ou traumatizados, corrigir sequelas ou lesões e promover a saúde e bem-estar do paciente;
Realizar e supervisionar procedimentos endoscópicos e videoendoscópios do aparelho
respiratório com finalidade diagnóstica e terapêutica; Realizar as atribuições de Médico e demais
atividades inerentes ao emprego.
Efetuar exames médicos, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e realizar outras formas
de tratamento do aparelho digestivo e outras enfermidades, aplicando recursos de medicina
preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e bem-estar do paciente; Realizar as atribuições
de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar de doenças da terceira idade, aplicando medicação adequada e realizando
exames laboratoriais, subsidiários, testes para promover e recuperar a saúde do paciente;
Planejar e executar atividades de cuidado paliativo; Trabalhar com equipe multiprofissional de
maneira interdisciplinar; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Efetuar exames médicos, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e realizar outras formas
de tratamento do aparelho digestivo e outras enfermidades, notadamente nas doenças
hepáticas, aplicando recursos de medicina preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e
bem-estar do paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
30
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Médico - Infectologia
Diagnosticar e tratar doenças infecciosas e parasitárias, aplicando recursos de medicina
preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e bem-estar do paciente; Proceder a
investigação epidemiológica em colaboração com as equipes das unidades envolvidas;
Supervisionar e revisar os casos levantados pela vigilância epidemiológica dos enfermeiros e
assessorar tecnicamente este sistema; Proceder a investigação epidemiológica de surtos ou
suspeitas de surtos; Recomendar os isolamentos nos pacientes com infecções transmissíveis;
Assessorar o corpo clínico sobre a racionalização no uso de antimicrobianos; Assessorar a
direção sobre questões relacionadas ao controle das infecções hospitalares; Rever e normatizar
a indicação de procedimentos invasivos; Divulgar os resultados de exames em andamento no
laboratório de bacteriologia às clínicas, a respeito de pacientes internados, sob o uso de
antimicrobianos ou não; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao
emprego.
Médico - Infectologia
Pediátrica
Diagnosticar e tratar doenças infecciosas e parasitárias, aplicando recursos de medicina
preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e bem-estar de crianças e adolescentes;
Realizar auditorias, supervisões, emitir pareceres pertinentes à infectologia no ambiente
hospitalar; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico- Nefrologia
Diagnosticar e tratar as afecções do sistema nefrourinário, fazendo exame clínico no paciente e
orientando a realização dos exames subsidiários, para recuperar-lhe a saúde; Efetuar exames
médicos; Emitir diagnósticos; Prescrever medicamentos e realizar outras formas de tratamento do
aparelho urinário, inclusive transplante; Acompanhar os pacientes no pré e pós-cirúrgico; Aplicar
recursos de medicina preventiva ou terapêutica, para promover a saúde e bem estar do paciente;
Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Diagnosticar e tratar de afecções agudas, crônicas ou traumatológicas do sistema nervoso central
Médico - Neurocirurgia e periférico, valendo-se de meios clínicos, procedimentos invasivos ou não cirurgias, para
promover, recuperar ou reabilitar a saúde do paciente; Realizar as atribuições de Médico e
demais atividades inerentes ao emprego.
Médico - Neurologia
Diagnosticar e tratar doenças e lesões orgânicas do sistema nervoso central e periférico,
realizando exames clínico e subsidiário, visando a saúde e bem-estar do paciente; Realizar as
atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Examinar e medicar os olhos, empregando processos adequados e instrumentação específica,
tratamentos cirúrgicos ou cirúrgicos, prescrevendo lentes corretoras e medicamentos, para
Médico - Oftalmologia promover ou recuperar a saúde visual; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades
inerentes ao emprego.
Médico - Ortopedia e
Traumatologia
Diagnosticar e tratar de afecções agudas, crônicas ou traumatológicas dos ossos e anexos,
valendo-se de meios clínicos ou cirúrgicos, para promover, recuperar ou reabilitar a saúde do
paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico Otorrinolaringologia
Diagnosticar e tratar das afecções dos ouvidos, nariz e garganta, empregando meios clínicos ou
cirúrgicos, para recuperar ou melhorar as funções desses órgãos; Realizar as atribuições de
Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico - Patologia
Executar e supervisionar testes e exames hematológicos, sorológicos, bacteriológicos,
parasitológicos, coprológicos, citológicos, anatomopatológicos e outros, valendo-se de aparelhos
e técnicas específicas em laboratório de análises clínicas, para elucidar diagnósticos; Realizar
as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
Médico - Pediatria
Prestar assistência médica específica às crianças até a adolescência, examinando-as e
prescrevendo cuidados pediátricos ou tratamentos, para avaliar, preservar ou recuperar sua
saúde; Planejar e executar atividades de cuidado paliativo; Realizar as atribuições de Médico e
demais atividades inerentes ao emprego.
Médico - Psiquiatria
Diagnosticar e tratar as afecções psicopatológicas, empregando técnicas especiais,
individuais ou de grupo, para prevenir, recuperar ou reabilitar o paciente; Realizar as
atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
31
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Realizar, supervisionar e interpretar exames radiológicos e de imagens em geral, incluindo
Médico - Radiologia e mamografia, empregando técnicas especiais, para atender a solicitações médicas ou orientando
Diagnóstico por
sua execução e analisando os resultados finais; Auxiliar no tratamento clínico-cirúrgico, para
promover ou recuperar a saúde; Realizar as atribuições de Médico e demais atividades
Imagem
inerentes ao emprego.
Médico Reumatologia
Diagnosticar e tratar as doenças do tecido conjuntivo, e doenças em geral; Efetuar exames
médicos, emitir diagnósticos, prescrever medicamentos e realizar outras formas de tratamento
para promover a saúde e bem-estar do paciente; Realizar as atribuições de Médico e demais
atividades inerentes ao emprego.
Médico - Urologia
Diagnosticar e tratar afecções do aparelho geniturinário, masculino e feminino, empregando
meios clínico-cirúrgicos para promover ou recuperar a saúde; Planejar e realizar transplantes;
Realizar as atribuições de Médico e demais atividades inerentes ao emprego.
32
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
14.3 – Lista de Abreviações
Abreviação
ABNT
Significado
Associação Brasileira de Normas Técnicas
CLT
Consolidação das Leis do Trabalho
CME
Central de Material Esterelizado
CNAE
Classificação Nacional de Atividades Econômicas
EBSERH
Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares
EPC
Equipamentos de Proteção Coletiva
EPI
Equipamentos de Proteção Individual
HU-SE
NBR
NR
Hospital Universitário de Sergipe
Norma Brasileira
Norma Regulamentadora
SOST
Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho
SGPTI
Setor de Gestão de Processos e Tecnologia da Informação
UFSE
Universidade Federal de Sergipe
UDOPE
UTI
Unidade Odontológica Para Pacientes Especiais
Unidade de Terapia Intensiva
33
LAUDO DE INSALUBRIDADE
E
PERICULOSIDADE
Este documento é emitido em via impressa e digital, com 34 páginas. A via
impressa é assinada pelo Engenheiro de Segurança do Trabalho e pela Chefe de
Divisão de Gestão de Pessoal, ficando arquivada no Serviço de Saúde e Segurança
Ocupacional, SOST da EBSERH/HU-SE e à disposição da Inspeção do Trabalho.
Aracaju, 20 de Julho de 2015.
___________________________________________________
Cyrus Santos Rebouças
Engenheiro de Segurança do Trabalho
CREA: 270806863-6
Matrícula SIAPE: 2213916
__________________________________________________
Maria Grazielle Santana Silveira
Chefe da Divisão de Gestão de Pessoas
Matrícula SIAPE: 1878672
34
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards