Lesão Ulcerada Benigna de Ceco como Causa de Hemorragia

Propaganda
Arquivos Catarinenses de Medicina V. 32. Supl. nº. 1 de 2002 S 52
XV Congresso Catarinense de Medicina
RESUMO
Lesão Ulcerada Benigna de Ceco como
Causa de Hemorragia Digestiva Baixa
Jarabiza R, Bonin GS, Ortellado DK, Vieira R, Gerent WA, Santos JM.
Serviço de Cirurgia Geral - Hospital Universitário da
Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC - Florianópolis - SC
Introdução
A hemorragia digestiva constitui a manifestação clínica
mais dramática de várias afecções do trato gastrointestinal, podendo manifestar-se de forma oculta, visível ou volumosa. Nos pacientes em que o sangramento se apresenta volumoso, o quadro clínico pode ser catastrófico, com
comprometimento hemodinâmico grave e ameaça à vida,
necessitando de pronto diagnóstico e tratamento.
Objetivo
O presente trabalho tem por objetivo relatar um caso
de sangramento digestivo baixo, com repercussão hemodinâmica em um paciente atendido no Serviço de Cirurgia do
Hospital Universitário da UFSC, cujo achado cirúrgico revelou um cisto benigno de ceco e um plastrão apendicular.
Resultado
O paciente foi investigado através de endoscopia
digestiva alta, enema opaco e colonoscopia com biópsia. Esta evidenciou um cisto cecal e erosão do
ceco com sinais de sangramento recente. A biópsia
mostrou alterações inflamatórias inespecíficas. Com
este achado e a persistência dos episódios de sangramento, o paciente foi submetido a uma ileo-colectomia segmentar de ± 10 cm, com anastomose primária, evoluindo satisfatoriamente no pós-operatório.
O laudo de anatomia patológica confirmou o diagnóstico de lesão benigna, mostrando lesão cística amolecida de conteúdo seroso e colóide de 2,0x1,7x1,5
cm em submucosa, apendicite aguda com focos de
ulceração e cólon com área de processo inflamatório
crônico e agudo.
Material e métodos
Paciente masculino, branco, de quarenta e nove anos,
apresentando vômitos, dor e distensão abdominal, iniciados
há cinco dias da internação, evoluiu no 1o. dia de internação, com quadro de enterorragia com repercussão hemodinâmica. Os episódios de sangramento repetiram-se por
três vezes durante o período de internação, requerendo inclusive hemoterapia.
Conclusão
A hemorragia digestiva baixa tem causas diversas, sendo as mais comuns a angiodisplasia e a doença diverticular do cólon (60 a 80% dos casos), exceto em jovens, onde predominam as malformações
artério-venosas. Os sangramentos volumosos por lesões ulceradas benignas, como observado neste paciente, são extremamente raros.
52
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards