Aproximações da Filosofia

Propaganda
Filosofia
Lógica
Não há consenso quanto à definição da lógica. Alguns autores definem-na como o estudo dos
processos válidos e gerais pelos quais atingimos a verdade. Outros como a ciência das leis do
pensamento, ou somente como o estudo dos princípios da inferência válida. Esta pluralidade de
definições dá-nos conta da diversidade de estudos que são abrangidos pela Lógica.
Algumas ideias:
-É um sistema de raciocínio segundo o qual a partir de algumas premissas obtém-se
determinadas conclusões
-O seu objectivo é evitar os erros de raciocínio
-Só tem que partir do material que é verdadeiro
-Preocupa-se com os critérios de validação do raciocínio
-Em lógica não criamos nada, apenas temos consciência
-Interessa-se pelas regras de coerência do pensamento, não em sentido material, mas em
sentido formal.
-É o estudo da razão na linguagem ou o estudo do discurso racional
-Respeita as regras da validade, mas pode não corresponder à realidade
-Não há espaço para a dúvida, apenas para sim ou não
-Tem como principal objectivo garantir a coerência do discurso
Verdade e Validade
Algumas ideias:
-O valor da verdade das proposições é decidido não pela lógica mas pela ciência empírica.
-A verdade diz-se do que é afirmado nas premissas, o seu aspecto material.
-A validade respeita à forma ou estrutura do raciocínio ou argumento.
-Diz-se verdadeira uma proposição que descreve fielmente uma dada característica(s) de um
sujeito. É falsa quando a predicação de um sujeito não corresponde á realidade.
-Diz-se válido o raciocínio que obedece formalmente a uma estrutura correcta que permita
obter uma dada conclusão, a partir de dadas permissas, independentemente do seu conteúdo.
-A validade é legítima, a verdade é muito mais ambiciosa
1
-A validade diz apenas respeito ao raciocínio no seu todo, pois é pelo encadeamento das
premissas e conclusão que se verifica a sua compatibilidade com as regras da lógica.
- A verdade diz respeito apenas a cada uma das premissas ou conclusão, visto que uma delas
pode ser verdadeira e a(s) outra(s) falsa(s).
Instrumentos Lógicos
Raciocínio
Algumas ideias:
-Implica rigor (lógica)
-É um desenvolvimento do conhecimento através de meios lógicos a partir de elementos
conhecidos ou admitidos, aos quais chamamos premissas ou antecedentes
-Forma específica de pensar
-É pensar de um modo lógico
-Operação mental pela via da qual se chega a uma conclusão
-Permite-nos compreender as coisas de modo a que as coisas que eram inacessíveis se tornem
acessíveis
Conceito
Algumas ideias:
-É uma ideia que representa ou designa algo
-É algo que está inserido na minha capacidade mental
-Não é definição. A definição é que é feita do conceito
-É algo que está exclusivamente na minha mente
-É uma produção da mente
-Ideia que serve para designar uma cadeia/classe de eventos
-Para o obtermos, temos de nos referir aos elementos que o constituem
Termo
Algumas ideias:
-É a expressão linguística do conceito, ou seja, expressar a minha linguagem
-Não é mais do que a representação ou verbalização do conceito
2
-Forma falada do conceito
Propriedades do conceito:
Extensão do termo: O termo pode entrar em toda, nenhuma, alguma ou em alguma não da sua
extensão.
Compreensão do termo: Conjunto de propriedades/predicados que se aplicam a esse conceito
Ex: Quando nos referimos à extensão de “pássaro” dizemos canários, melros…Quando nos
referimos À compreensão, dizemos penas, bico, asas.
-Quanto maior for a extensão, menor é a compreensão, e vice-versa
Ordem crescente de extensão: do menos extenso ao mais extenso
Ordem decrescente de extensão: do mais extenso ao menos extenso
Ordem crescente de compreensão: do menos compreendido ao mais compreendido
Ordem decrescente de compreensão: do mais compreendido ao menos compreendido
Tipos de Proposição
Tipos de
Proposição
Universais
Afirmativas
Negativas
Particulares
Afirmativas
Negativas
Exemplo:
1-Todos os homens são mortais
2-Nenhum homem é imortal
3-Alguns homens são heróis
4-Alguns homens não são corajosos
Universais:
1: Afirmativa
2: Negativa
Particulares:
3: Afirmativa
4: Negativa
3
Distribuição dos termos
-Um termo diz-se distribuído quando se faz referência a cada um dos membros da classe que o
termo representa. Pode dizer-se, igualmente, que é tomado em toda a sua extensão, ou ainda
universalmente
Tipos de Proposição
A
E
I
O
Sujeito
Distribuído
Distribuído
Não distribuído
Não distribuído
Predicado
Não distribuído
Distribuído
Não distribuído
Distribuído
Princípios da Lógica
Princípio da Identidade
Uma proposição é equivalente a ela própria
(Aquilo que é, é/ o que não é, não é/ A=A)
Princípio da Não-Contradição
É o princípio da base da reflexão lógica que permite distinguir o verdadeiro do falso, o erro da
verdade
Uma proposição não pode ser verdadeira e falsa ao mesmo tempo e segundo a mesma
perspectiva.
(Uma coisa não pode ser e não ser ao mesmo tempo, A ≠ não A
Princípio do Terceiro Excluído
De duas proposições contraditórias, se uma é verdadeira a outra é falsa, e se uma é falsa, a
outra é verdadeira, não existe meio-termo
(Toda a coisa é ou não é, uma coisa ou é verdadeira ou é falsa, não existe uma terceira
possibilidade, ou seja, o terceiro é excluído)
4
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards