Autorreguladas - 8º ano

Propaganda
Produção Textual
Aluno
Caderno de Atividades
Pedagógicas de
Aprendizagem
Autorregulada – 02
8º Ano | 2° Bimestre
Disciplina
Curso
Bimestre
Série
Produção Textual
Ensino Fundamental
2°
8ª
Habilidades Associadas
1. Identificar o texto didático como a base para a construção dos demais gêneros focados no bimestre.
2. Expandir o enunciado com elementos caracterizadores do substantivo e elementos circunstanciais.
3. Utilizar as formas nominais dos verbos como componentes de textos dos gêneros em questão.
4. Selecionar e pesquisar verbetes.
Apresentação
A Secretaria de Estado de Educação elaborou o presente material com o intuito de estimular o
envolvimento do estudante com situações concretas e contextualizadas de pesquisa, aprendizagem
colaborativa e construções coletivas entre os próprios estudantes e respectivos tutores – docentes
preparados para incentivar o desenvolvimento da autonomia do alunado.
A proposta de desenvolver atividades pedagógicas de aprendizagem autorregulada é mais uma
estratégia pedagógica para se contribuir para a formação de cidadãos do século XXI, capazes de explorar
suas competências cognitivas e não cognitivas. Assim, estimula-se a busca do conhecimento de forma
autônoma, por meio dos diversos recursos bibliográficos e tecnológicos, de modo a encontrar soluções
para desafios da contemporaneidade, na vida pessoal e profissional.
Estas atividades pedagógicas autorreguladas propiciam aos alunos o desenvolvimento das
habilidades e competências nucleares previstas no currículo mínimo, por meio de atividades
roteirizadas. Nesse contexto, o tutor será visto enquanto um mediador, um auxiliar. A aprendizagem é
efetivada na medida em que cada aluno autorregula sua aprendizagem.
Destarte, as atividades pedagógicas pautadas no princípio da autorregulação objetivam,
também, equipar os alunos, ajudá-los a desenvolver o seu conjunto de ferramentas mentais, ajudando-o
a tomar consciência dos processos e procedimentos de aprendizagem que ele pode colocar em prática.
Ao desenvolver as suas capacidades de auto-observação e autoanálise, ele passa ater maior
domínio daquilo que faz. Desse modo, partindo do que o aluno já domina, será possível contribuir para
o desenvolvimento de suas potencialidades originais e, assim, dominar plenamente todas as
ferramentas da autorregulação.
Por meio desse processo de aprendizagem pautada no princípio da autorregulação, contribui-se
para o desenvolvimento de habilidades e competências fundamentais para o aprender-a-aprender, o
aprender-a-conhecer, o aprender-a-fazer, o aprender-a-conviver e o aprender-a-ser.
A elaboração destas atividades foi conduzida pela Diretoria de Articulação Curricular, da
Superintendência Pedagógica desta SEEDUC, em conjunto com uma equipe de professores da rede
estadual. Este documento encontra-se disponível em nosso site www.conexaoprofessor.rj.gov.br, a fim
de que os professores de nossa rede também possam utilizá-lo como contribuição e complementação às
suas aulas.
Estamos à disposição através do e-mail [email protected] para quaisquer
esclarecimentos necessários e críticas construtivas que contribuam com a elaboração deste material.
Secretaria de Estado de Educação
2
Caro aluno,
Neste caderno, você encontrará atividades diretamente relacionadas a algumas
habilidades e competências do 2° Bimestre do Currículo Mínimo de Produção Textual da
8ª Série do Ensino Fundamental. Estas atividades correspondem aos estudos durante o
período de um mês.
A nossa proposta é que você, Aluno, desenvolva estas atividades de forma
autônoma, com o suporte pedagógico eventual de um professor, que mediará as trocas
de conhecimentos, reflexões, dúvidas e questionamentos que venham a surgir no
percurso. Esta é uma ótima oportunidade para você desenvolver a disciplina e
independência indispensáveis ao sucesso na vida pessoal e profissional no mundo do
conhecimento do século XXI.
Neste Caderno de Atividades conheceremos o texto didático e o verbete
enciclopédico! Além de conhecer esse gêneros textuais, aprenderá a expandir os
enunciados e a colocar suas ideias de maneira clara e eficiente.
Este documento apresenta 3 (três) aulas. As aulas podem ser compostas por uma
explicação base, para que você seja capaz de compreender as principais ideias
relacionadas às habilidades e competências principais do bimestre em questão, e
atividades respectivas. Leia o texto e, em seguida, resolva as Atividades propostas. As
Atividades são referentes a dois tempos de aulas. Para reforçar a aprendizagem,
propõe-se, ainda, uma avaliação sobre o assunto.
Um abraço e bom trabalho!
Equipe de Elaboração
3
Sumário
Introdução..........................................................................................
03
Aula 01: Texto didático.......................................................................
05
Aula 02: Além dos verbetes................................................................
10
Aula 03: Relacionando........................................................................
14
Avaliação............................................................................................
17
Referências.........................................................................................
20
4
Aula 1: o texto didático
Caro aluno, você já leu algum texto que tem por objetivo maior somente
informar, definir, explicar, aclarar alguma coisa? Certamente que conhece. Durante
seus anos de estudo escolares você já deve ter lido muitos textos didáticos. O que seria
especificamente um texto didático?
O texto didático é aquele que aparece nos livros para instruí-lo sobre assunto de
determinada matéria, como o ensino de ciências, artes, história e outras disciplinas.
Cada matéria apresenta termos próprios para explicar os fenômenos estudados.
Para entender corretamente esse tipo de texto você precisa saber o significado
exato de termos específicos, como o termo ‘independência’ em um texto de história,
‘célula’ em um texto de ciências e ‘triângulo’ em um texto de matemática.
Cada campo de saber usa suas próprias terminologias para oferecer mais
exatidão aos conteúdos estudados, evitando que o estudante tenha múltiplas
interpretações de um mesmo termo, como ocorre na linguagem literária e poética.
Veja os termos em negrito no texto didático de geografia a seguir:
POR QUE NÃO CHOVE NO SERTÃO NORDESTINO?
Na realidade, chove no sertão, como é chamada a região de clima semiárido e
vegetação de caatinga. Porém a quantidade de água registrada é baixa, com
distribuição irregular no ano. Conheça os responsáveis por essa característica.
1. Fatores oceânicos - Mesmo sob o Equador, a temperatura do mar nos litorais
potiguar e cearense é mais baixa em relação às áreas adjacentes. Com baixa
evaporação, há menos umidade presente.
2. Influência do relevo - A serra da Borborema, que atravessa vários estados, impede
a passagem das correntes atmosféricas úmidas que partem do oceano para o interior.
Por isso chove mais no litoral.
3. Frentes polares - As frentes polares - encontro de massas de ar diferentes - causam
chuvas. Mas, como elas têm pouca força quando chegam ao Nordeste, predomina um
quadro de estabilidade.
4. Fatores atmosféricos- O Nordeste é uma área de alta pressão - com correntes de ar
5
que transferem o calor para latitudes maiores -, situação que favorece a estabilidade
do tempo e a ausência de chuvas.
Disponível em: http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-2/nao-chove-sertaonordestino-736936.shtml
Observe como o autor construiu o texto para passar a informação sobre um
fenômeno climático. Ele atendeu aos seguintes critérios didáticos:
 Objetivo do texto: informar, explicar.
 Como? Fornecendo as características, tópicos, exemplos do fenômeno
climático.
 Explicou cada fenômeno próprio da área de geografia.
Agora podemos voltar ao texto e entender a construção, veja:
 Qual o objetivo desse texto didático que você acabou de ler?
R = Informar, explicar o motivo de não chover no sertão nordestino.
 Quantas características o texto fornece para explicar o motivo de não chover?
R = Quatro características.
 Quais são essas características?
R = fatores oceânicos, influência do relevo, frentes polares e fatores atmosféricos.
Esse roteiro de leitura acima – objetivo, quantas e quais características – facilita
o seu estudo e a compreensão do assunto da disciplina em estudo.
Vamos ler outros textos didáticos e prestar atenção à terminologia usada!
6
Atividade 1
1. Um texto didático de uma matéria pode também conter termos mais vistos em
outra matéria. Sabemos que tudo que aprendemos é interligado. Na escola, para
facilitar o estudo, as matérias são divididas, mas o que buscamos com todas elas é
compreender o mundo, nossa origem, história, desenvolvimento e culturas. Veja o
texto didático sobre a origem da Literatura no Brasil e responda:
NASCIMENTO DO BRASIL
Por volta do século XIV e XV a Europa passava por transformações econômicas e
sociais: o crescimento do capitalismo, das cidades.
Após o declínio do feudalismo, a burguesia encontrava no Estado monárquico a
garantia de unificação e centralização representada na figura do rei. O comércio inicia
sua expansão e as mercadorias passam a ser transportadas e, dessa forma, os grupos
mercantis são formados ao longo do continente europeu. A expansão marítima é
intensificada e as disputas pelo comércio marítimo também.
Novas rotas mercantis são criadas a fim de suprir as demandas do mercado
consumidor, que só aumentava. A Península Ibérica, formada por Portugal e Espanha,
estava em posição de poder: acabara de reconquistar seus territórios ocupados, até
então, por muçulmanos, e estava em posição geográfica favorável para a navegação, o
que favoreceu a conquista de novas terras. As rotas comerciais para o Oriente
favoreciam a descoberta e colonização de novas terras por parte de Portugal.
Após a bem sucedida expedição de Vasco da Gama às Índias, o rei de Portugal, D.
Manuel I, resolve enviar uma esquadra às Índias, liderada por Pedro Álvares Cabral,
com a intenção de estreitar vínculos comerciais. Contudo, a esquadra que inicialmente
iria em direção à costa africana, se pendeu para o continente americano. Alguns
estudos comprovam que o rei D. Manuel I já sabia da existência do Brasil, já que desde
1351 o território brasileiro era representado em mapas como uma ilha em meio ao
Atlântico. Porém, não há confirmação exata a respeito desse assunto.
No dia 22 de abril a esquadra portuguesa avista um monte, o Monte Pascoal,
intitulado assim por ser Páscoa.
7
O escrivão da esquadra, Pero Vaz de Caminha, registra a primeira missa na nova
terra, chamada de Vera Cruz, feita pelo Frei Henrique de Coimbra, o qual pregou que o
território descoberto deveria ser convertido ao cristianismo, em nome do rei.
A terra, então, passou a se chamar Terra de Santa Cruz e, posteriormente, Brasil,
devido à quantidade de pau-brasil no litoral.
As expedições marítimas tinham a proteção da Ordem de Cristo, sob chefia do
papa. Os portugueses estavam em guerra religiosa com os árabes e as expedições
tinham a intenção de propagar a fé cristã e disseminar os infiéis.
A Ordem de Cristo era, portanto, uma companhia religiosa e militar comandada
pelas orientações do papa, o único com autorização para ocupar territórios como o
Brasil, repleto de “infiéis”.
Podemos considerar como o início da literatura a carta de Pero Vaz de Caminha, os
diários de navegação, os tratados firmados, além dos escritos pedagógicos e
informativos da evangelização jesuíta. O mais enfático jesuíta é Padre José de
Anchieta, que veio ao Brasil com a proposta de catequizar os índios, por volta de 1553.
Dedicou-se à catequese e é conhecido por suas poesias de devoção, cartas e estudos
da língua tupi (autor da primeira gramática tupi-guarani).
Fonte: http://www.brasilescola.com/literatura/nascimento-brasil.htm
a) Além de termos da área de literatura o texto didático faz clara referência a outras
matérias. Você sabe dizer quais?
( ) matemática
( ) língua portuguesa
( ) história
( ) inglês
( ) artes
( ) música
( ) geografia
( ) educação física
( ) ciências
8
b) Segundo o texto a esquadra portuguesa avista um monte e o chama de ‘Monte
Pascoal’ por estarem na época da Páscoa. Você já notou que na língua portuguesa nós
utilizamos de palavras que já existem e com elas criamos outras para nomear coisas
novas? Explique porque nossa terra foi chamada de Terra de Santa Cruz e,
posteriormente, Brasil.
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
c) No texto didático ‘POR QUE NÃO CHOVE NO SERTÃO NORDESTINO?’ o que você
conseguiu entender? Marque um (X) nas respostas corretas:
( ) Na verdade chove muito no sertão nordestino
( ) A distribuição de chuvas é irregular durante o ano
( ) São 6 fatores responsáveis pela falta de chuva
( ) Um dos fatores que ocasionam a falta de chuva é a influência do relevo
( ) Frentes polares causam chuvas
( ) O Nordeste é uma área de baixa pressão
( ) O texto não diz o que ocasiona a falta de chuva
( ) Chove menos no litoral
( ) Há baixa evaporação da água
9
Aula 2: Além dos Verbetes
Você, aluno, já utilizou uma enciclopédia? Sabe o que é um verbete
enciclopédico?
Antes vamos entender o que é verbete. Vejamos a definição:
Verbete é um texto escrito, de caráter informativo, destinado a explicar um conceito
segundo padrões descritivos sistemáticos, determinados pela obra de referência da
qual faz parte: mais comumente, um dicionário ou uma enciclopédia. O verbete é
essencialmente destinado a consulta, o que lhe impõe uma construção discursiva
sucinta e de acesso imediato, embora isso não incorra necessariamente em curta
extensão. (...)
Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Verbete
Na enciclopédia são apresentadas informações básicas pertinentes para o
entendimento de determinado conteúdo, de forma clara, sistemática e organizada. A
finalidade da enciclopédia é registrar conhecimentos, servindo de referencial de
consulta como fonte segura. Antigamente, as enciclopédias só eram encontradas em
bibliotecas e escolas, mas hoje com a difusão da internet, e dos meios de
comunicação, podemos encontrar os textos enciclopédicos na internet. O site
enciclopédico mais famoso é a Wikipédia, uma enciclopédia feita por todos.
Quando fazemos uma pesquisa escolar sobre determinado tema o qual
desconhecemos é muito comum recorrermos às enciclopédias e dicionários para, a
partir das definições encontradas, escrevermos nosso trabalho expressando um
entendimento mais amplo sobre aquele assunto.
A enciclopédia é organizada através de verbetes assim como os dicionários. A
diferença é que na enciclopédia os verbetes descrevem os assuntos mais
detalhadamente, abordando não só a definição do objeto de pesquisa, mas também
sua história, formas de uso e desenvolvimento.
10
Vamos aos exemplos:
Verbete de dicionário
PALAVRA PESQUISADA: AVIÃO
s.m. Máquina voadora, mais pesada que o ar e propelida por um (ou mais de um)
motor de explosão, que aciona uma (ou mais de uma) hélice, ou por turbina a gás (nos
modelos a jato). A sustentação desses aparelhos depende de asas fixas à fuselagem
(alguns tipos mais modernos apresentam asas retráteis).
Disponível em: http://www.dicio.com.br/aviao/
Verbete de enciclopédia
PALAVRA PESQUISADA: AVIÃO
Um avião ou aeroplano é qualquer aeronave que necessita de asas fixas para se
sustentar no ar. Pode possuir um ou mais planos de asa, sendo estas fixas em relação
ao corpo da aeronave, ou seja, que dependem do movimento do veículo como um
todo para gerar sustentação aérea. Essa definição de asa fixa também se aplica aos
que possuem asas dobráveis pois estas também só geram sustentação ao se deslocar
todo o veículo.
Duas características comuns a todos os aviões são a necessidade de um fluxo
constante de ar pelas asas para a sustentação da aeronave e a necessidade de uma
área plana e livre de obstáculos onde eles possam alcançar a velocidade necessária
para decolar e alçar voo, ou diminuí-la, no caso de uma operação de pouso. A maioria
dos aviões, portanto, necessita de um aeroporto, dispondo de uma boa infraestrutura
para receber adequada manutenção e reabastecimento, e para o deslocamento de
tripulantes, carga e passageiros. Enquanto a grande maioria dos aviões pousa e decola
em terra, alguns são capazes de fazer o mesmo em corpos d'água (hidroaviões), outros
são capazes de decolar e pousar tanto na água quanto em terra (aviões anfíbios) e
alguns até mesmo sobre superfícies congeladas.
O avião é atualmente o meio de transporte civil e militar mais rápido do planeta (Sem
levarmos em conta os foguetes e os Ônibus Espaciais). Aviões a jato comerciais podem
alcançar cerca de 900 km/h, e percorrer um quarto da esfera terrestre em questão de
horas, e mesmo pequenos aviões monomotores são capazes de alcançar facilmente
velocidades que giram em torno de 175 km/h ou mais em voo de cruzeiro. Já aviões
supersônicos, que operam atualmente apenas para fins militares, podem alcançar
velocidades que superam em várias vezes a velocidade do som (340 m/s = 1224 km/h).
Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Avi%C3%A3o
11
Com os exemplos fica claro que o verbete enciclopédico abrange não só a
definição da palavra avião, como também suas características, tipos e utilizações.
Agora vamos criar nossos verbetes enciclopédicos.
Atividade 2
1. A partir dos trechos destacados do texto, vá além do verbete e expanda o
significado dos enunciados:
Ex: Aviões a jato comerciais podem alcançar cerca de 900 km/h  e por conta dessa
alta velocidade muita gente tem medo de andar de avião.
a) Duas características comuns a todos os aviões são
_________________________________________________________________________
b) A maioria dos aviões, portanto, necessita de um
_________________________________________________________________________
c) Aviões monomotores são capazes de alcançar facilmente velocidades
_________________________________________________________________________
d) Enquanto a grande maioria dos aviões pousa
_________________________________________________________________________
e) Mesmo pequenos aviões monomotores são
_________________________________________________________________________
2. Expanda o significado dos substantivos coletivos, sem fugir ao tema do exercício. Se
achar necessário, consulte um dicionário.
a) Fui à apresentação de voo da força aérea e lá ouvimos várias bandas
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
b) A esquadrilha que sobrevoava o céu
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
12
c) Ela vai aos show só para ver o esquadrão
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
d) Já que não posso voar uso o binóculo para ver a constelação
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
e) De dentro do avião é possível enxergar o arquipélago de
_________________________________________________________________________
_________________________________________________________________________
13
Aula 3: Relacionando
O texto didático tem sua compreensão facilitada pela consulta aos verbetes
enciclopédicos e dicionarizados. Muitas vezes a linguagem do texto didático é típica de
uma área de saber muito específica, o que dificulta sua leitura sem o apoio de um
dicionário ou enciclopédia para a consulta do vocabulário. Observe o texto de ciências
sobre a origem do universo:
A DESCOBERTA DO BÓSON DE HIGGS DEMONSTROU QUE O UNIVERSO NÃO É
NATURAL?
(...) A descoberta espetacular do bóson de Higgs em julho de 2012 confirmou uma
teoria de quase 50 anos de idade de como as partículas elementares adquirem sua
massa – e, por consequência, como elas podem formar grandes estruturas como
galáxias e seres humanos (...)
No entanto, para que o bóson de Higgs fizesse sentido com a massa (ou energia
equivalente), que foi determinado a ter, o LHC precisava ter encontrado várias outras
partículas também. Nenhuma delas apareceu.
Com a descoberta de uma única partícula, as experiências do LHC se aprofundam em
um
problema
que
a
física
vem
antecipando
por
décadas.
Equações modernas parecem captar a realidade com uma precisão de tirar o fôlego,
prevendo corretamente os valores de muitas constantes da natureza e a existência de
partículas como o bóson de Higgs. (...)
Disponível em: http://hypescience.com/a-descoberta-do-boson-de-higgs-mostrou-que-o-universo-nao-enatural/
Vocabulário necessário à compreensão:
Bóson de Higgs – nome de uma partícula que recebeu este nome em
homenagem ao físico britânico Peter Higgs, que propôs sua existência.
Partícula- pequena parte
LHC – abreviação em inglês de ‘Colisor de Hádrons’, aparelho de testagens na
área da física utilizado para provar a existência do Bóson de Higgs.
Massa- mistura de água, areia e cal; corpo sólido, compacto; fluxo de ar; massa
específica ou volumétrica, quociente da massa de um corpo por seu volume
14
Galáxia - Sistema estelar de forma semelhante à de um disco, com um bulbo
central, que contém bilhões de estrelas, entre as quais está o Sol.
Com a consulta vocabular feita conseguimos decifrar vários termos do texto de
ciências. Mas, mesmo assim, o termo ‘massa’ pode ter vários significados como massa
de bolo, massa de cimento feito pelo pedreiro, mas inserida nesse contexto só pode
significar a opção sublinhada acima!
É importante estar atento às várias possibilidades de significado de uma mesma
palavra!
Agora vamos praticar!!! Leia as atividades a seguir sobre verbetes enciclopédicos.
Atividade 3
1. Partindo do verbete enciclopédico sobre vírus, escreva um texto didático para seu
colega de sala para que ele possa compreender melhor o que é um vírus. Alguns itens
podem ser adicionados ao seu texto para facilitar a explicação como: onde eles se
desenvolvem como sobrevivem que males trazem à saúde das pessoas, e como
podemos nos curar de um vírus.
Verbete enciclopédico: VÍRUS
Vírus são organismos acelulares, ou seja, não são constituídos por células mas por
uma cápsula proteica que envolve seu material genético, que pode ser uma
molécula de DNA ou RNA ou ainda os dois juntos. Alguns vírus, além da cápsula,
possuem um envelope de lipídios que reforça sua proteção.
Os vírus são parasitas obrigatórios, o que quer dizer que só sobrevivem se
estiverem em um organismo, pois se utilizam das organelas das células do
hospedeiro para se reproduzir. O vírus infecta a célula, multiplica-se e a destrói,
espalhando suas “cópias” para células sadias, onde o processo se repete.
As infecções por vírus caracterizam enfermidades muito diversas, desde gripes
simples até doenças mais graves, como febre amarela, raiva e aids (...)
Disponível em: http://drauziovarella.com.br/virus-e-bacterias/virus/
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
15
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
2. O verbete sobre vírus se refere à qual tipo?
( ) Organismo pequeno do reino animal.
(
) Programa criado para infectar outros programas e softwares do sistema
operacional.
( ) Micróbio invisível ao microscópio comum responsável por doenças contagiosas
3. A partir dos verbos retirados do verbete enciclopédico “Vírus” crie frases com suas
formas nominais: infinitivo, particípio e gerúndio.
Ex: “uma cápsula proteica que envolve seu material genético”
“seu material genético é envolvido por uma cápsula protéica”
“uma cápsula proteica que vai envolvendo o seu material genético”
“uma cápsula proteica que vai envolver seu material genético.”
a. possui
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
b. infecta
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
c. destrói
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
d. espalhando
_______________________________________________________________
____________________________________________________________________
16
Avaliação
1. Partindo do significado resumido da palavra HIPOPÓTAMO que é dado pelo
dicionário, crie um verbete enciclopédico da mesma palavra. Lembre-se que esse tipo
de verbete possui sentido amplo.
DICA: Além da descrição você poderá incluir itens como origem, classificação,
comportamento e curiosidades. Não precisa conhecer bem o animal para produzir o
verbete, basta ser criativo!
Verbete de dicionário
PALAVRA: hipopótamo
s.m. Mamífero de grandes dimensões, paquiderme. Um dos maiores animais que
vivem em terra. Somente o elefante e o rinoceronte são maiores que ele. Um grande
hipopótamo selvagem de rio pode pesar 3t ou mais. No sentido figurado, a palavra
hipopótamo também pode significar pessoa enorme, bruta.
Disponível em: http://www.dicio.com.br/hipopotamo/
Verbete enciclopédico
PALAVRA: HIPOPÓTAMO
17
2. Leia o texto didático sobre escravidão e responda ás perguntas:
Escravidão no Brasil
No Brasil, a escravidão teve início com a produção de açúcar na primeira
metade do século XVI. Os portugueses traziam os negros africanos de suas colônias
na África para utilizar como mão-de-obra escrava nos engenhos de açúcar do
Nordeste. Os comerciantes de escravos portugueses vendiam os africanos como se
fossem mercadorias aqui no Brasil. Os mais saudáveis chegavam a valer o dobro
daqueles mais fracos ou velhos.
O transporte era feito da África para o Brasil nos porões do navios negreiros.
Amontoados, em condições desumanas, muitos morriam antes de chegar ao Brasil,
sendo que os corpos eram lançados ao mar.
Nas fazendas de açúcar ou nas minas de ouro (a partir do século XVIII), os
escravos eram tratados da pior forma possível. Trabalhavam muito (de sol a sol),
recebendo apenas trapos de roupa e uma alimentação de péssima qualidade.
Passavam as noites nas senzalas (galpões escuros, úmidos e com pouca higiene)
acorrentados para evitar fugas. Eram constantemente castigados fisicamente, sendo
que o açoite era a punição mais comum no Brasil Colônia.
Eram proibidos de praticar sua religião de origem africana ou de realizar suas
festas e rituais africanos. Tinham que seguir a religião católica, imposta pelos
senhores de engenho, adotar a língua portuguesa na comunicação. Mesmo com
todas as imposições e restrições, não deixaram a cultura africana se apagar.
Escondidos, realizavam seus rituais, praticavam suas festas, mantiveram suas
representações artísticas e até desenvolveram uma forma de luta: a capoeira.
Disponível em: http://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/escravidao.htm
1. Dê o significado das palavras como se fosse pesquisado num dicionário ou
enciclopédia, mas de acordo com o contexto em que aparecem no texto:
a) Escravidão
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
18
b) Açúcar
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
c) Colônia
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
d) Mercadoria
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
e) Dobro
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
f) Desumano
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
g) Trapo
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
h) Religião
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
i) Cultura
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
19
Referências
[1] CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar. Texto e interação: uma
proposta de produção textual a partir de gêneros e projetos. São Paulo: Atual, p. 192195, 2000.
[2] KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e escrever: estratégias de produção
textual. São Paulo: Contexto, p. 102-125, 2009.
[3] MARCUSCHI, Luiz Antonio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão.
Parábola Ed., 2009.
20
Equipe de Elaboração
COORDENADORES DO PROJETO
Diretoria de Articulação Curricular
Adriana Tavares Maurício Lessa
Coordenação de Áreas do Conhecimento
Bianca Neuberger Leda
Raquel Costa da Silva Nascimento
Fabiano Farias de Souza
Peterson Soares da Silva
Ivete Silva de Oliveira
Marília Silva
Professores elaboradores de PT
Heloisa Macedo Coelho
Ivone da Silva Rabello
Rosa Maria Ferreira Correa
21
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards