Caros alunos, Este é o fórum do mês de outubro e a tarefa de vocês

Propaganda
Citocinas
Editar
Caros alunos,
Este é o fórum do mês de outubro e a tarefa de vocês é escolher uma citocina e falar sobre
suas funções biológicas e sua importância. O texto deve conter as principais ações e
peculiaridades da citocina escolhida e não vale repetir, ou seja, após um colega escolher uma
dada citocina é necessário que se escolha uma outra. Para aqueles que desejarem se aprofundar
no seu texto indo além dos livros textos sugiro o seguinte endereço da web:
http://www.copewithcytokines.de, então é só seguir o link ”click here to COPE with Cytokines” e
a seguir escolher a letra. Exemplo: se você quer falar de IFN-gamma (interferon-gamma)
ou interleucina 12, escolha a letra “I”, ou se preferir TNF-alpha, escolha a letra ” T “.
.
26 Comentários »
26 Respostas
1. editar isto em Outubro 7, 2009 às 9:54 pm | Responder
Darivaldo
professor escolhi TNF-alpha…
o
editar isto em Outubro 20, 2009 às 12:08 am | Responder
chicoteixeira
Ok Darivaldo!
2. editar isto em Outubro 12, 2009 às 12:41 pm | Responder
Oi, professor. Escolhi o interferon-gama, tá?
Abraço.
Nágila
o
editar isto em Outubro 20, 2009 às 12:07 am | Responder
chicoteixeira
Ok Nágila!
Um abraço!
3. editar isto em Outubro 18, 2009 às 11:14 am | Responder
Sarmento
Dayse
Professor, falerei de IL-6!!!!
Ok?
o
editar isto em Outubro 19, 2009 às 11:53 pm | Responder
chicoteixeira
Ok Dayse!
Um abraço!
4. editar isto em Outubro 20, 2009 às 3:19 pm | Responder
Gisele Santos
Boa tarde professor vou falar sobre Interleucina-1
5. editar isto em Outubro 20, 2009 às 3:20 pm | Responder
Gisele Santos
E como vão falar sobre o TNF no fórum vou fazer algumas comparações entre
estes
6. editar isto em Outubro 20, 2009 às 3:32 pm | Responder
Gisele Santos
As Citocinas são uma familia de proteinas que medeiam muitas das respostas de
imunidade inata e adaptativa. As mesmas citocinas podem ser produzidas por
muitos tipos celulares diferentes, e citocinas individuais frequentemente agem
em diversos tipos celulares. As citocinas são sintetizadas em resposta a
estimulos inflamatorios ou antigênicos e geralmente atuam localmente, de modo
autócrino ou parácrino, por ligação a receptores de alta afinidade nas célulasalvo.
7. editar isto em Outubro 20, 2009 às 3:49 pm | Responder
Gisele Santos
A função principal da IL-1 é como mediadora da resposta inflamatória do
hospedeiro a infecções e outros estimulos inflamatórios. A IL-1 age em conjunto
com o TNF na imunidade inata e na inflamação. A principal fonte celular de 1L1 são fagócitos mononucleares ativados. A produção de 1L-1 por estes é
induzida por produtos bacterianos tais como: LPS, e por outras citocinas, tais
como TNF. Ao contrário do TNF, a IL-1 também é produzida por muitos tipos
celulares que não os macrófagos, tais como neutrófilos, células epteliais e
células endoteliais. Existem duas formas de IL-1, chamada IL-1 ALPHA e IL-1
BETA, que são menos de 30% homólogas uma à outra, mas se ligam aos
mesmos receptores de superfície celular e medeiam as mesmas atividades
biológicas.
Ações biológicas: Os efeitos biológicos da IL-1 são semelhantes aos do TNF e
dependem da quantidade de citocina produzida.
- Quando secretada em baixa concetração, a IL-1 atua como mediador da
inflamação local. Ela age na célula endotelial para aumentar a expressão de
moléculas de superfície que medeiam a adesão de leocócitos tais como ligantes
para integrinas.
-Quando secretada em maiores quantidades, a IL-1 entra na corrente sanguínia e
exerce efeitos endócrinos. A IL-1 sistêmica compartilha com o TNF a habilidade
de causar febre, induzir a síntese de proteínas plasmáticas de fase aguda pelo
fígado e iniciar o desgaste metabólico ( caquexia).
8. editar isto em Outubro 26, 2009 às 7:14 pm | Responder
Luís Edilson
Olá professor, irei falar sobre a IL-3.
o
editar isto em Outubro 26, 2009 às 9:18 pm | Responder
chicoteixeira
Ok Luís!
9. editar isto em Outubro 27, 2009 às 11:21 am | Responder
Morais
Camila
olá professor eu irei falar sobre a Interleucina-12 e fazer associação com
interferon-gama pelas células NK(Natural Killers),uma vez que essa interleucina
age para o aumento da secreção de células Nk e linfócitos T auxiliares(CD4)
o
editar isto em Outubro 27, 2009 às 12:54 pm | Responder
chicoteixeira
Ok Camila! Vc então fala sobre IL-12!
10. editar isto em Outubro 27, 2009 às 4:21 pm | Responder
Sarmento
Dayse
IL-6 é uma citocina que atua tanto na imunidade inata quanto na adaptativa. Ela
é sintetizada por fagócitos mononucleares, células do endotélio vascular,
fibroblastos e outras células, em resposta a microorganismos e a outras citocinas,
especialmente Il-1 e TNF. Ela também é fabricada por algumas células T
ativadas. O receptor para IL-6 consiste em uma proteína de ligação à citocina e
de uma subunidade transdutora de sinal, e ambas pertencem à família de
receptores de citocina tipo I. A subunidade transdutora de sinal de 130 KD é
chamada de gp 130; ela ativa uma via de sinalização JAK/STAT e é também o
componente de sinalização de outros receptores de citocina.
A IL-6 possui várias ações diferentes.Na imunidade inata, ela estimula a sintese
de proteinas da de fase aguda. A IL-6 estimula a produção de neutrofilos por
progenitores da medula ossea, geralmente atuando de comum acordo com
fatores estimuladores de colônias. Na imunidade adaptativa, a IL-6 estimula o
crescimento de linfócitos B atua similarmente como um fator de crescimento
para plasmócitos neoplásicos (mielomas), e muitas células de mieloma que
crescem autonomamente secretam IL-6 como fator de crescimento autócrino.
além disso, a IL-6 pode promover o crescimento de hibridomas produtores de
anticorpos monoclonais, os quais são derivados de mielomas.
11. editar isto em Outubro 28, 2009 às 10:04 pm | Responder
Morais
Camila
A Interleucina-12 é uma citocina heterodimérica produzida pelas células
fagociticas, células antigênicas pre-existentes profissional assim como as células
dendriticas e células de Langerhans na pele, e células B. A produção da
interleucina-12 é induzida por bactéria, patógenos intracelular, fungos, virus, ou
seus produtos na via independente da célula T ou a via dependente célula T,
através do mediador tardio CD40, interação ligação-CD40. A Interleucina-12 é
produzida rapidamente após a infeção e atua como uma citocina pro-inflamatória
obtendo produção do interferon gama, por células killer T e natural, que ativa a
fagocitose celular.
As células efetoras de citotoxicidade natural de linfócitos são chamadas de
natural killers ou NK (assassinons naturais em inglês).Essas células apresentam
portanto, atividade citotóxica contra determinados alvos, independentemente das
móleculas clássicas MHC-I , isto quer dizer que células NK de qualquer
indivíduo são capazes de matar as mesmas células-alvos, não se observando
aparentemente , nenhuma restrição desta atividade pelo MHC.
A Interleucina 12 é secretada pelos macrófagos após a ativação pela célula
apresentadora de antígenos (APC). A principal função é aumentar a secreção de
interferon-gama pelas células NK (natural killers) e pelos linfócitos T auxiliares
(CD4).Logo as células NK exercem um papel importante na imunidade celular:a
secreção de citocinas.Células NK ativadas por IL-12 podem secretar IFN-Gama
que como o citado é um importante ativador de linfócitos Th responsáveis pela
imunidade celular .Assim , a ativação natural de células NK pode ser mais um
mecanismo de indução da imunidade celular frente a determinados estímulos
antigênicos .As citocinas produzidas pelos linfócitos Th (principalmente IL-2 ou
interferon-gama )podem agir nas células NK, induzindo desde sua proliferação
até um aumento considerável de sua atividade citotóxica.
12. editar isto em Outubro 28, 2009 às 11:14 pm | Responder
Kodama
Cintia
IL-4 é uma glicoproteína de 129 aminoácidos de massa molecular de 20 kDa e é
produzida, principalmente, pelo subgrupo TH2 das células T CD4 auxiliares.
A atividade biológica da IL4 consiste em induzir a diferenciação das células
TH2 a partir dos precursore CD4 virgens, estimular a produção de IgE e IL 5
que ativam eosinófilos e suprimir as funções do macrófago dependentes da IFNgama.
IL4 aumenta a expressão de antígenos MHC-2 pelas células B que vão
apresentar antígenos para células-T. Esta pode ser uma forma de promover a
expansão clonal de células B específicas e, assim, o sistema imunológico pode
ser capaz de responder a concentrações muito baixas de antígenos.
IL2 e PAF (fator ativador de plaquetas) induzem a síntese de IL4 enquanto TGFbeta inibe. IL4 inibe a ativação das células NK de células induzidas por IL2.
O crescimento do mieloma múltiplo pode ser suprimido por IL4 que inibe a
síntese de IL6, um fator de crescimento do mieloma. IL4 também inibe a síntese
de IL6 humana em macrófagos alveolares.
IL4 tem importância clínica no tratamento de doenças inflamatórias e doenças
auto-imunes, uma vez que inibe a produção de citocinas inflamatórias, tais como
IL1, IL6 e TNF-alfa por monócitos e de TNF por células-T. Também pode ser
útil no tratamento de tumores, doenças sistêmicas e de defeitos imunes. IL4
inibe o crescimento de cólon e carcinoma mamário.
13. editar isto em Outubro 29, 2009 às 1:30 pm | Responder
Luís Edilson
Dentre várias Interleucinas (IL) já citadas neste fórum, uma em especial me
chamou a atenção pelo fato de atuar de maneira adjuvante e decisiva na função
do sistema imune e hematopoético, esta IL é a IL-3.
A IL-3 também chamada de linfocina, tem origem, principalmente na ativação
de células T por antígenos, daí surgindo a denominação de linfocina, mas esta
“via” de síntese desta IL não se restringe apenas ás células T, ela também pode
ser originada a partir de células NK, mastócitos, células endoteliais e monócitos.
Um dos fatores que está relacionado com a inibição da produção desta IL são os
Glicocorticóides, pois estes inibem a ativação de células T, comprometendo
assim, a a principal via de síntese de IL-3.
A IL-3 é uma proteína com cerca de 133 aa, e que não necessita de glicosilação
para se tornar biologicamente ativa. Ela encontra em maior grau os seus
receptores em macrófagos, mastócitos, monócitos, basófilos e células
precursoras na medula óssea, por este fato, sendo considerada como fator de
crescimento celular de múltiplas linhagens e estimulando a diferenciação e
proliferação de várias linhagens sanguíneas e teciduais, além de estabilizar a
ligação entre o sistema imune e o sistema hematopoético.
A atividade biológica da IL-3 são espécie-específica, e é um dos fatores de
condicionamento para as células-tronco hematopoiéticas, que torna as células
mais sensíveis aos fatores de qualidade, tais como a EPO, GM-CSF e IL6. A IL3
também induz a expressão aumentada de receptores para fatores estimuladores
de colônias.
Estas são as principais características estruturais e funcionais da IL-3.
Fonte: Clutterbuck, EJ, Hirst, EM, Sanderson, CJ. Human interleukin 5 (IL-5)
regulates the production of eosinophils in human bone marrow cultures:
comparisons and interactions with IL-1, IL-3, IL-6 and GM-CSF. Blood 1989.
73:1504-1512.
http://www.copewithcytokines.de/cope.cgi?key=IL3
14. editar isto em Outubro 29, 2009 às 11:18 pm | Responder
Cintia Sayaka
Vou falar um pouco sobre a Interleucina 4.
A IL 4 é uma glicoproteína com 129 aminoácidos, que equivale
aproximadamente a 20 kDa. Esta interleucina é produzida, principalmente, pelo
subgrupo Th2 e é responsável pela proliferação e diferenciação das células B
ativadas, pela expressão de antígenos MHC classe 2 e pela estimulação da
produção de anticorpos IgE e de IL 5 que, por sua vez, ativam eosinófilos.
A IL 4 aumenta a expressão de antígenos MHC classe 2 pelas células B,
promovendo a sua capacidade de responder a outros estímulos e de apresentar
antígenos para células-T. Esta pode ser uma forma de promover a expansão
clonal de células B específicas, fazendo com que o sistema imunológico seja
capaz de responder a concentrações muito baixas de antígenos.
A IL 2 e o PAF (fator ativador de plaquetas) induzem a síntese de IL 4, enquanto
que a TGF-beta inibe. A IL4 inibe a ativação das células NK de células
induzidas por IL2. A mudança de isotipo do anticorpo IgE induzida por IL4 em
células B é antagonizado por IFN-gama. O crescimento do mieloma múltiplo
pode ser suprimido por IL 4 que inibe a síntese de IL6, um fator de crescimento
do mieloma.
A IL 4 tem importância clínica no tratamento de doenças inflamatórias e
doenças auto-imunes, uma vez que inibe a produção de citocinas inflamatórias,
tais como IL1, IL6 e TNF-alfa por monócitos e de TNF por células-T. IL4 pode
ser útil também no tratamento de tumores sólidos, de doenças sistêmicas
hematopoiéticas e de defeitos imunes. IL4 inibe o crescimento de cólon e
carcinoma mamário.
15. editar isto em Outubro 30, 2009 às 7:36 pm | Responder
Eu vou falar da IL-2!
cleiton
o
editar isto em Outubro 30, 2009 às 7:50 pm | Responder
chicoteixeira
Ok Cleiton!
16. editar isto em Outubro 31, 2009 às 11:59 am | Responder
cleiton
A Interleucina-2 (IL-2) é uma proteina produzida pelo organismo. As células T,
células brancas do sangue, produzem IL-2 quando são estimulas pela infecção.
A IL-2 faz com que as células encarregadas de lutar contra a infecção se
multipliquem e amadureçam. Os doentes que levam IL-2 têm grandes aumentos
de contagem de células T (CD4+l). A IL-2 é chamada um modelador do sistema
imune.
A interleucina -2 é um peptídio de PM 15400,consistindo em 133 aminoácidos e
uma ponte de dissulfidica interna essencial.Ela exerce uma série de efeitos
imunologico atraves da proliferação e da produção de linfocinas por células
T,células B e células citotoxicas.
Em varias espécies de animais incluindo o homem,possivelmente só há um
único gene para a IL-2,oqual se localisa no cromossomo 4.
Tudo se inicia pelo antigeno apresentado sobre células acessórias para as células
T;isso para ativar linfócitos para que respondam,de forma mais intensa á IL-2.
Existe uma íntima relação entre concentração entre a IL-2 que causa proliferação
linfocitaria e a concentração que leva a uma ligação significativa da IL-2.
Após ativação das células T,a transcrição e a tradução de novo precedem o
aparecimento da IL-2 secretada.
A indução é feita em duas etapas:
A primeira chamada de competencia,é iniciada por um sinal exogeno enviado
para células T pelo antigeno ou pelo mitogeno.
Na segunda etapa , a ligação da IL-2 ou seu receptor de alta afinidade é
necessaria para a progressão da célula T através do ciclo celular.
17. editar isto em Outubro 31, 2009 às 12:03 pm | Responder
Rodrigues
Luana Lorena
Fator de crescimento e transformação beta (TGF-β) é uma proteína que controla
a proliferação, diferenciação celular e outras funções na maioria das células. Ela
desempenha um papel na imunidade, câncer, doenças cardíacas, diabetes e
síndrome de Marfan. TGF-β atua como um fator antiproliferativo em células
epiteliais normais e em estágios iniciais da oncogênese. Algumas células
secretam TGF-β, e também possuem receptores para TGF-β. Isso é conhecido
como autócrino. Células cancerosas aumentam a sua produção de TGF-β, que
também atua sobre as células vizinhas.
TGF-β existe em pelo menos cinco isoformas, conhecidas como TGF-β-1, TGFβ-2, TGF-β-3, TGF-β-4, TGF-β-5, que não estão relacionadas com TGF-α. Suas
sequências de aminoácidos mostram homologias entre 70-80%.
As atividades biológica de TGF-β não são espécie-específicos. Os vários
isotipos de TGF-β exercem muitas atividades biológicas e suas ações sobre as
células são qualitativamente semelhantes na maioria dos casos, embora haja
alguns exemplos de atividades distintas.
No sistema imune TGF-β atua inibindo a proliferação de linfócitos T por “downregulação” predominantemente IL2 mediada por sinais proliferativos. Ela
também inibe o crescimento de células natural killer in vivo e desativa
macrófagos. TGF-β bloqueia a atividade antitumoral in vivo mediada por IL2 e
linfócitos transferidos ativado ou linfócitos tumor infiltrantes. TGF-β inibe a
síntese de GM-CSF, IL3 e a expressão do receptor para o GM-CSF. Ela também
inibe o crescimento de células progenitoras hematopoéticas imaturas induzida
por IL3, GM-CSF e M-CSF, em particular o crescimento de CFU-GEMM. TGFβ-1 inibe CFU-GEMM aproximadamente 100 vezes mais forte do TGF-β-2.
TGF-β também inibe megacariocitopoiese. Em muitos tipos de células TGF-β
antagoniza as atividades biológicas do EGF, PDGF, aFGF e bFGF. TGF-β-1 e
TGF-β-2 inibem a proliferação de linfócitos induzida por IL1. A forma latente
do TGF-β é um forte inibidor de linhas celulares eritroleucemia.
O grau de inibição do crescimento induzida pelo TGF-β depende do tipo de
célula, na concentração de TGF-β, e na presença de outros fatores. Dependendo
do tipo de célula ou condições, a secreção de TGF-β pode ser induzida por uma
série de estímulos diferentes, incluindo esteróides, retinóides, EGF, NGF,
ativadores dos linfócitos, a vitamina D3, e IL-1. A síntese do TGF-β pode ser
inibida pela EGF, FGF, dexametasona, cálcio e hormônio folículo estimulante.
TGF-β também influencia a expressão de seu próprio gene e isso pode ser
importante na cicatrização de feridas.
18. editar isto em Outubro 31, 2009 às 1:37 pm | Responder
Dayvison
Oi Professor vou escrever sobre uma citocina pouco estudada, que é a IL-16.
19. editar isto em Outubro 31, 2009 às 1:43 pm | Responder
Dayvison
Interleucina 16
A Il-16 é uma citocina produzida por células epiteliais e linfócitos T ativados, e
que é caracterizada como uma quimio-atratora para certos tipos de células
imunitárias que expressam a molécula de superfície celular CD4, estimulando a
migração de linfócitos TCD4+ e monócitos.
A IL-16 foi originalmente descrita como um fator que podia atrair células T
ativadas, em humanos. A partir dessas informações, evidenciou-se que esta
interleucina recrutava e ativava muitas outras células que expressavam além
molécula CD4 e monócitos, também eosinófilos e células dendríticas.
Embora os primeiros estudos tenham identificado antígenos CD4 como
receptores para a interleucina-16, o fato das células provenientes de
camundongos KNOCKOUT, que não possuem o antígeno CD4, responderem a
IL-16, indica que há pelo menos 2 subtipos distintos de receptores.
A estrutura da IL-16 foi determinada após a clonagem do gene, em 1994. Esta
citocina é produzida por um peptídeo precursor (pro-IL-16) que requer que
processamento por uma enzima denominada caspase-3 se torne ativa.
OBS: Há relatos de que suprime a replicação do HIV.
20. editar isto em Novembro 1, 2009 às 12:30 am | Responder
Nágila
O IFN-gama é produzido principalmente por células T e células natural-killers,
ativadas por antígenos, mitógenos ou aloantígenos. É produzida pelos linfócitos
que expressam os antígenos de superfície CD4 e CD8. A síntese da IFN-gama é
induzida, entre outras coisas, por IL2, por bFGF, e por EGF. A síntese da IFNgama é inibida por alfa-1, vitamina D3 25-dihidroxi, dexametasona e CsA
(Ciclosporina A). As células B também produzem essa citocina.
A interferon-gama tem atividades antiviral e antiparasitária, além de inibir a
proliferação de células normais e transformadas. O IFN-gama mostra sinergia
com o TNF-alfa e o TNF-beta quando da inibição da proliferaçãode vários tipos
celulares. As atividades inibitórias aumentadas do IFN-gama são mais intensas
que as dos outros interferons. Entretanto, a principal atividade biológica do IFNgama parece ser de natureza imunomodulatória, ao contrário dos outros
interferons que têm como principal atividade, a antiviral.
Nas células T-auxiliares, a IL2 induz a síntese do IFN-gama e de outras
citocinas. IFN-gama atua sinergicamente com IL1 e IL2 e parece ser requisitada
para a expressão de receptores para IL2 na superfície de linfócitos T. O bloqueio
de receptor para IL2 por anticorpos específicos também inibe a síntese de IFNgama também medeia mecanismos de citotoxicidade. O IFN-gama é um
modulador do aumento e da diferenciação funcional de células T. É ainda um
fator estimulante no aumento de linfócitos T e potencializa a resposta destas
células frente a mitógenos e fatores de crescimento.
O IFN-gama inibe o aumento de células B induzido por IL4, além da produção
de IgG1 e IgE por IL4 em células B estimulada por lipopolissacarídeos
bacterianos. Também regula a expressão dos genes para MHC de classe II e é o
único interferon que estimula a expressão destas proteínas.
O IFN-gama pode ter valor no tratamento de infecções oportunistas em
pacientes com AIDS. Mostrou-se igualmente eficaz para reduzir a inflamação,
sintomas clínicos, e eosinofilia na dermatite atópica severa.
Diane
Interleucina-10
A IL-10 é um inibidor dos macrófagos ativados logo, está envolvida no
controle homeostático das reações da imunidade inata e da imunidade mediada
por célula. Apresenta estrutura de domínio globular com quatro α-hélices e ligase a um receptor de citocinas tipo II. É produzida principalmente por macrófagos
ativados e, como inibe as funções dos macrófagos, é um ótimo exemplo de
regulador de feedback negativo.
Os efeitos biológicos da IL-10 resultam de sua capacidade em inibir muitas
das funções dos macrófagos ativados: inibe a produção de citocinas IL-12 e de
TNF pelos macrófagos ativados. Os mecanismos bioquímicos desta ação ainda
não são conhecidos. Como a IL-12 é um estímulo fundamental para a secreção
do INF- e é um indutor das reações imunes inatas e mediadas por célula contra
microrganismos intracelulares, a IL-10 atua para regular negativamente todas
essas reações. Outro efeito é a inibição da expressão de co-estimuladores e das
moléculas de MHC de classe II nos macrófagos. Devido a estas ações, a IL-10
inibe a ativação de células T e termina com as reações imunes mediadas pela
célula. A IL-10 atua também estimulando a proliferação das células B humanas
em cultura, contudo a importância desta ação é desconhecida.
Segundo pesquisas, em camundongos nocautes de IL-10 desenvolvem
doença inflamatória intestinal, provavelmente devido à ação descontrolada dos
macrófagos reagindo aos microrganismos entéricos. Eles também sofrem
excessiva inflamação e lesão tecidual em resposta a irritantes químicos.
O vírus Epstein-Barr possue um gene homólogo à IL-10 humana, e a IL-10
viral tem as mesmas atividades que a citocina natural. Fato que sugere a
intrigante possibilidade de que a aquisição do gene da IL-10 durante a evolução
do vírus, conceda ao vírus a capacidade de inibir a imunidade do hospedeiro e
assim a vantagem da sobrevivência no hospedeiro infectado.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards