UNIVERSIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DO ESTADO E DA

Propaganda
1
SÉRGIO HENRIQUE ALVES
PROJETO
CSPA
CONSELHO DE SOLUÇÕES DE PROBLEMAS
AGROCHAPADA
PARANATINGA – MT
2010
2
SÉRGIO HENRIQUE ALVES
PROJETO
CSPA
CONSELHO DE SOLUÇÕES DE PROBLEMAS
AGROCHAPADA
Projeto elaborado para fins de soluções
e
melhoria continua de problemas e possíveis
acidentes ocorridos nos processos,, referente às
atividades operacionais que abrangem toda a
empresa, sob a Orientação dos profissionais da
área de, Administração, Manutenção, Equipe
Técnica e colaboradores da Fazenda Agro
chapada.
PARANATINGA – MT
2010
3
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO.........................................................................................................04
2. DESENVOLVIMENTO...........................................................................................05
2.1. Unidade Temática: Administração Financeira e Orçamentária.........................05
2.1.1. Aula 1....................................................................................................................05
2.1.2. Aula 2....................................................................................................................05
2.1.3. Aula 3....................................................................................................................08
2.1.4. Aula 4....................................................................................................................09
2.1.5. Aula 5....................................................................................................................10
2.1.6. Aula 6....................................................................................................................11
2.1.6. Aula 7....................................................................................................................11
2.1.6. Aula 8....................................................................................................................13
2.1.6. Aula 9....................................................................................................................14
2.1.6. Aula 10..................................................................................................................15
2.2. Unidade Temática – Gestão de Recursos Financeiros e Materiais.....................16
2.2.1. Aula 1....................................................................................................................16
2.2.2. Aula 2....................................................................................................................17
2.2.3. Aula 3....................................................................................................................18
2.2.4. Aula 4....................................................................................................................18
2.2.5. Aula 5....................................................................................................................18
2.2.6. Aula 6....................................................................................................................19
3. CONSIDERAÇÕES FINAIS...................................................................................20
4. REFERÊNCIAS........................................................................................................21
4
1. INTRODUÇÃO
Este trabalho tem como objetivo expor o processo de solucionar e resolver
problemas existentes e que irão surgir, minimizar e agilizar as tarefas e os processos
operacionais. Vem agregar valores e auxiliar no desenvolvimento e sistematizar as
operações.
Nesse sentido, o trabalho apresenta seu Desenvolvimento dividido em itens,
sendo que em cada um deles serão expostos relatos das atividades desenvolvidas nestas.
5
2. SOLUÇÃO DE PROBLEMAS
2.1. FORMAÇÃO DO CONSELHO
PRESIDENTE
VICE PRESIDENTE
REPRESENTANTE
I
COLABORADOR I
COLABORADOR II
REPRESENTANTE
II
COLABORADOR
III
COLABORADOR
IV
2.1.1 COORDENAÇÃO
Ficou sobre minha responsabilidade a coordenação e execução dos trabalhos á seguir:
2.1.1.1 - Aplicação de Defensivos: serei coordenador da equipe de aplicações, sendo
responsável pela equipe e equipamentos a que me forem confiados, minha função é
executar as atividades propostas da melhor forma possível, respeitando os
colaboradores, planejar e executar as atividades visando economia e praticidade, dentro
dos padrões oferecidos pela empresa, colaborar com os projetos e parceiros, visando
sempre o crescimento da empresa. Respeitar meus superiores e acatar as normas
emitidas pela organização. Disponho-me a agir com a razão, honestidade,
responsabilidade, dignidade, amizade, companheirismo e comprometimento.
2.1.1.2CONJUNTO OPERACIONAL DISPONIVEL
04 - UNIPORT – JACTO
01 - CAMINHÃO PIPA 10.000 LTS
01 - TANQUE PIPA 30.000 LTS
01 - TANQUE PIPA 5.000 LTS
01 - TANQUE 10.000 ESTACIONARIO CABECEIRA DA PISTA
02 - MOTOS BOMBAS MOVEL
6
01 - MOTOR DE ABASTECIMENTO ESTACIONÁRIO
01 - CAMINHONETE S10
01 - VALTRA 1780 – PUXAR O PIPA 30.000
02 - PISTA DE POUSO
04 - DEPOSITOS DE PRODUTOS – AGRICOLA INFERIOR
01 - DEPOSITO DE PRODUTOS – AGRICOLA SUPERIOR
01 - DEPOSITO DE PRODUTOS – OFICINA PESADA
01 – CAMINHÃO PARA TRANSPORTE DE PRODUTOS E EQUIPAMENTOS
DISPONIBILIDADE DOS PRODUTOS EM TEMPO HABIL
MANUTENÇÃO EM TEMPO HABIL PARA AS MAQUINAS E EQUIPAMENTOS
2.1.1.3 – EQUIPE OPERACIONAL
OPERADORES DE UNIPORT
* Andre
* Gelson
* Marcos
* Oelton
EQUIPE DE APOIO
* Enio
* Leandro
* Vanderley
* Gilberto
7
2.1.3 Nesta aula 3, "Comportamento do Cliente", aprendi que o cliente mudou seu
modo de pensar e de agir, com a revolução e as mudanças causadas pela competição
global, desenvolvimento tecnológico e a sofisticação de compradores e vendedores,
temos que nos preparar para essa realidade, os tempos mudaram, temos que criar
valores aos nosso clientes e satisfazer suas necessidades. Temos que analisar
profundamente nossos clientes. Temos que fazê-los fiéis a nossa marca. Na aula com o
professor local fizemos as atividades presenciais em grupos, onde o professor nos tirou
todas as dúvidas existentes. Em casa fiz os exercícios do auto-estudo que o professor
nos passou. Fiz também uma pesquisa sobre Comportamento do cliente para entender
melhor este assunto:
Comportamento do cliente: por que é importante entender?
Empresas de todo o mundo estão cientes da necessidade e importância de buscar
pesquisar para poder entender o comportamento do cliente, como forma de melhor
buscar ferramentas, instrumentos, variáveis, estímulos que possam direcioná-los para
seus produtos ou serviços, mobilizando mente e comportamento.
Com a velocidade que estamos em termos de mudanças globais, a tecnologia que cada
vez mais se torna presente em nossas vidas, os diversos gostos e mudanças de gostos,
interesses, necessidades e desejos, o estudo do comportamento do cliente nos oferece
informações básicas para a tomada de decisões empresariais de sucesso.
8
Aprendendo sobre o comportamento do cliente, os profissionais de negócios podem
entender por que os clientes compram o que compram ou em termos mais gerais, por
que eles respondem aos estímulos do mercado da maneira que o fazem.
Sem esse entendimento, o comportamento do cliente, sua resposta, sua forma de agir e
reagir, permanecem um mistério.
Também quando do lançamento de produtos ou de renovação de uma marca,
embalagem, produto ou serviço, também é de extrema importância entender como o
consumidor irá reagir à mesma, pois sabemos que diante do novo, tanto podemos ter
aceitação, como neutralidade, como rejeição e, é nesse ponto que os profissionais que
estudam o comportamento desejam verificar que predomínio de resposta se terá, dentro
do público estudado e pesquisado, assim obtendo maiores sucessos diante do que for
definido em nível empresarial para ser colocado no mercado.
Hoje as pessoas buscam valores duradouros, principalmente quando o cliente busca
consumir itens industrializados.
Várias são as empresas hoje que investem e muito em pesquisa de comportamento,
buscando entender seu cliente real e potencial para muito mais atendê-lo dentro de seus
interesses, sabemos que não é uma coisa fácil, até porque o comportamento do ser
humano não é estático e fixo e também pela gama infinita de estímulos que temos a nos
mobilizar por completo o tempo todo e nos levar a buscar ter interesses variados,
desejos infinitos e necessidades que nós nem conhecíamos.
Assim, busque conhecer seus clientes, pesquise-os, você empresário, terá muitos
melhores resultados em suas vendas e no relacionamento com seus clientes.
2.1.4 Na aula 4 que tem como tema: “Produto”, na verdade produto não é só o produto
em si mais sim tudo que o cerca como, bens e serviços, marca, embalagem e tudo que
agrega valores aos clientes. Existem vários tipos de produtos, os de consumo, os
industriais, os de acabamento cada um com sua peculiaridade. O produto tem que ter
boa qualidade e preço competitivo visando perpetuar sua marca e fazer clientes fiéis,
esse é o ponto mais importante. Para desenvolver um determinado produto primeiro
temos que montar uma estratégia de mercado, estudar o mercado consumidor,
capacidade de compra, cultura social entre outros. Depois do produto pronto temos que
nos atentar em não deixar ele se desvalorizar, pois ai seria o fim do produto e até mesmo
da marca em alguns casos. Já na aula presencial com o professor local fizemos
atividades do livro. Fiz também a leitura do auto-estudo que me foi passado pelo
9
professor local. Fiz também uma pesquisa na internet sobre o assunto desta aula: De
forma geral, um produto é uma espécie de compilação de diversos fatores.
Produto pode ser:



em Economia, um produto é algo que pode ser oferecido em um mercado para
satisfazer a um desejo ou necessidade;
na Indústria, um produto é o resultado de actividades ou de processos.
em Matemática, produto é o resultado de uma multiplicação; usa-se em diversos
contextos:
o Produto cartesiano - produto de conjuntos;
o Produto escalar - produto de vectores que dá como resultado um escalar
o Produto vectorial - produto de vectores que dá como resultado um vector
o Produto triplo - um produto entre três vectores, envolvendo o produto
escalar e o vectorial;
o Produto categorial - produto de categorias;
o Produto fibrado - uma construção da teoria das categorias.
o Produto topológico - produto de espaços topológicos
o Produto de funções
o Produto de matrizes
o Produto de grupos
2.1.5. Iniciamos a aula 5 com o tema: “Preço” essa aula foi muito interessante, vi que o
preço é o único elemento do composto que gera receita, os outros geram despesas. É o
preço que determina se um produto será ou não comprado ou vendido. Ele que
representa a oportunidade para compradores e vendedores. Hoje em dia o preço é
determinado pela concorrência, existem muitos produtos similares e de qualidade no
mercado e o preço as vezes é quem faz a diferença. Aprendi que tem algumas
ferramentas usadas na precificação sendo elas: precificação por markup, pela taxa de
retorno, ponto de equilíbrio, base no custo, licitação ou tomada de preço, com base na
concorrência, no valor para o cliente, e outros. Na verdade o mais importante é usar o
bom censo e trabalharmos com ética e responsabilidade. Já na aula com o professor
local fiz a leitura do texto postado e discutimos em sala na presença do professor. Em
casa fiz a leitura do auto-estudo conforme me foi passado e orientado pelo professor
local.
Pesquisa: Preço - Em economia, contabilidade, finanças e negócios, o preço é o valor
monetário expresso numericamente associado a uma mercadoria, serviço ou patrimônio.
O conceito de preço é central para a microeconomia, onde é uma das variáveis mais
importantes na teoria de alocação de recursos (também chamada de teoria dos preços).
Em Marketing preço é uma das quatro variáveis no Composto Mercadológico, ou
marketing mix que os mercadólogos usam para desenvolver um plano de marketing.
Segundo Jay Conrad Levinson 14% dos consumidores decidem suas compras baseandose exclusivamente no preço. Computa-se no preço, não apenas o valor monetário de um
produto, mas tudo aquilo que o consumidor tem que sacrificar ao adquirir um bem.
10
O verdadeiro preço de alguma coisa é o trabalho e a dificuldade para adquirí-la. Por isso
os mercadólogos incluem em suas considerações os custos indiretos, custos de
manutenção, a necessidade de recompra, e mesmo a energia física, o tempo e o custo
emocional de se adquirir uma oferta.
2.1.6. Nesta aula 6 “Promoção”, agora vamos falar um pouco do terceiro P que é nada
mais que a comunicação da empresa com o mercado. A promoção é que pode alavancar
as vendas e o faturamento de uma empresa. A promoção bem trabalhada trás bons
resultados entre eles a lembrança da marca, mudanças de atitudes, fidelização da marca
pelo cliente. A promoção serve também para desovar produtos encalhados ou que
venham a vencer seu prazo, abrindo recursos para implantação de novos modelos,
atualizando o seu produto com o mercado que muda muito rápido nos dias de hoje. A
promoção de alguns produtos, atraem os consumidores que por sua vez também
compram produtos que não estão na promoção, estratégia de alavancar vendas. Na aula
com o professor fiz a leitura do texto que ele nos passou e no meu auto-estudo fiz a
leitura dos textos postados.
2.1.7. A 7ª Aula deste módulo discutimos sobre Distribuição, esta parte é uma das mais
importantes é ela que mostra a organização da empresa, dela depende vários clientes. É
a distribuição que vai complementar os outros Ps. Cada empresa implanta sua estratégia
de distribuição. Para se ter sucesso na distribuição são levados em conta alguns fatores
muito importantes para agilizar o processo, o armazenamento, a organização, a
combinação a classificação, galpão de deposito e o mais importante de tudo isso é fazer
com que o produto chegue no local certo em perfeitas condições e em tempo hábil, isso
que trás a confiabilidade dos clientes perante a empresa. Qualquer descuido pode perder
o cliente por descontentamento. Até mesmo dentro de uma loja temos que nos atentar
com a distribuição dos produtos para facilitar o cliente a comprar, facilitando o acesso
aos produtos menos importantes mas que com estratégia bem montada de distribuição
não passam despercebidos. Na aula com o professor local li um texto sobre o assunto
abordado e discutimos em grupo, no auto-estudo fiz a leitura do texto postado.
11
Pesquisa: Existe um grande número de canais disponíveis - entre eles:
Venda direta ao cliente, via e-mail, telefone ou internet;
Representantes, que tipicamente vendem diretamente em nome dos fabricantes;
Distribuidoras, que geralmente vendem aos atacadistas;
Varejista, geralmente chamados de comerciantes, que vendem aos consumidores finais;
CRITÉRIOS de AVALIAÇÃO / SELECÇÃO dos CANAIS de DISTRIBUIÇÃO
A escolha de um canal de distribuição, é um aspecto fundamental na elaboração de uma
adequada estratégia de Marketing Mix. O canal ou canais terão que ser coerentes, com
as restantes variáveis de marketing mix e com o posicionamento pretendido por uma
determinada empresa ou organização. Esta correcta articulação, revela-se decisiva para
o êxito de uma estratégia ou plano de plano de marketing. A selecção ou avaliação de
um canal de avaliação, deverá passar pela análise de um conjunto de critérios. De forma
a obter uma métrica comparativa, os critérios deverão ser ponderados em função da sua
importância para o negócio ou empresa.
Os critérios a considerar:
CRITÉRIOS de MERCADO
Valor de mercado em valor
Valor de mercado em quantidades
Número de pontos de venda
Cobertura geográfica
Potencial de crescimento
CRITÉRIOS de MARKETING
Número de concorrentes presentes do canal
Sofisticação dos concorrentes presentes
Adequação do canal ao posicionamento pretendido
Nível de notoriedade do canal
Características dos clientes
Imagem percebida do canal
Custo de promoção
Custo do espaço
Merchandising
Custo de entrada
Custo de saída
Barreira á entrada e á saída
CRITÉRIOS COMERCIAIS
Dinamismo comercial do canal de distribuição
Compatibilidade comercial com eventual presença noutro tipo de canais alternativos
Influência no processo de compra
12
Nível de fidelização / exclusividade
Conhecimento a apetência para os produtos e serviços em causa
Preços e margens praticadas
Condições de pagamento
Capacidade negocial
CRITÉRIOS FINANCEIROS
Capacidade financeira dos concorrentes presentes no canal
Custo do investimento
Pay-back do investimento
Rentabilidade do investimento
CRITÉRIOS LOGISTICOS
Custos de distribuição
Custos de transportes
Custos de stockagem
2.1.8. A aula 8 falou sobre ´´Pesquisa de Marketing´´,.esta pesquisa é feita para
identificarmos as oportunidades e problemas de marketing, avaliar as ações de
marketing, melhorar o desempenho e atendimento de marketing e usar essas
informações para melhorar os produtos de acordo com a necessidade dos clientes. Na
verdade o que mais interessa na pesquisa de marketing é sabermos que tipo de pessoas
compram nossos produtos, onde elas moram, quanto elas ganham, quantas ela são, se a
demanda por nossos produtos estão aumentando ou não, se há novos mercados que
ainda não atingimos, se os nossos canais de distribuição não precisam ser alterados e
como eles vêem nossos produtos. Na pesquisa tem duas fontes que são muito
importantes a fonte interna e a externa. Na verdade o principal papel da pesquisa de
marketing é obter informações especificas em um determinado período, afim de reduzir
os riscos na tomada de decisão. Na aula com o professor local fizemos leitura de testos e
no auto-estudo fiz a leitura dos textos postados. Fiz também uma pesquisa sobre o
assunto.
Pesquisa: A pesquisa de marketing tem por objetivo a coleta de dados e informações
sobre determinado mercado, que de certa forma auxiliem nas tomadas de decisão, e no
exercício de um papel proativo na administração. O plano de marketing é desenvolvido
de acordo com informações que geralmente têm sua origem nos resultados obtidos por
meio desta pesquisa.
13
De acordo com a American Marketing Association apud McDaniel e Gates (2006, p.8),
“A pesquisa de marketing é a função que liga o consumidor, o cliente e o público ao
“marqueteiro” por meio de informações – informações estas utilizadas para identificar e
definir oportunidades e problemas de marketing; gerar, aperfeiçoar e avaliar ações de
marketing; monitorar o desempenho do marketing, e melhorar a compreensão do
marketing como um processo. A pesquisa de marketing especifica as informações
necessárias para abordar essas questões; formula o método para a coleta de informações;
administra e implementa o processo de coleta de dados; analisa os resultados, e
comunica as descobertas e suas implicações.”
Ainda conforme McDaniel e Gates (2006, p.12), “A administração proativa altera o mix
de marketing para se encaixar aos novos padrões emergentes nos ambientes
econômicos, sociais e competitivos, ao passo que a administração reativa espera a
mudança causar um grande impacto na empresa para só depois agir”.
Ou seja, no caso de uma pequena empresa, esse grande impacto pode ser fatal para o
negócio, levando a falência. Daí a importância da pesquisa de marketing, e o constante
planejamento.
2.1.9. Nesta aula 9 vamos falar sobre ´´Marca´´, a marca pode ser um nome, um
símbolo, um termo, um sinal ou uma somatória de tudo isso. A marca é quem da apoio a
propaganda e ao marketing da empresa. Gerir uma marca é um fator de extrema
importância para a empresa, na verdade ela identifica o fabricante ou a empresa.
Normalmente as marcas são associadas aos produtos fabricados pela empresa. Muitas
pessoas compram produtos pela marca não dando muito valor em qualidade e preços.
Por isso é muito importante ter uma boa marca no mercado. Uma marca fraca não
consegue mostrar seus produtos e dificilmente vai alavancar suas vendas. Existem
muitas pessoas que são fiéis as marcas, só que para fazer com que uma marca se
perpetue no mercado é necessário muito investimento em marketing e propaganda.. Na
aula com o professor local fizemos leitura de textos sobre o assunto e discutimos em
sala. Fiz atividades do auto-estudo.Também fiz uma pesquisa na internet sobre o
assunto para entender melhor.
Pesquisa: A Marca é a representação simbólica de uma entidade, qualquer que ela seja,
algo que permite identificá-la de um modo imediato como, por exemplo, um sinal de
presença, uma simples pegada. Na teoria da comunicação, pode ser um signo, um
símbolo ou um ícone. Uma simples palavra pode referir uma marca.
14
Em termos de negócios, a capacidade que se reconhece ao consumidor para identificar e
diferenciar serviços ou produtos, cabe por inteiro ao nome que é atribuído à marca.
O termo é frequentemente usado hoje em dia como referência a uma determinada
empresa: um nome, marca verbal, imagens ou conceitos que distinguem o produto,
serviço ou a própria empresa. Quando se fala em marca, é comum estar-se a referir, na
maioria das vezes, a uma representação gráfica no âmbito e competência do designer
gráfico, onde a marca pode ser representada graficamente por uma composição de um
símbolo e/ ou logotipo, tanto individualmente quanto combinados.
Uma marca registrada é uma marca registrada em agências governamentais nacionais
(Instituto Nacional da Propriedade Industrial) ou internacionais (por ex. Instituto de
Harmonização do Mercado Interno).
Uma marca de alto renome é uma marca de prestígio, notoriedade e tradição
incontestáveis, motivo pelo qual recebe especial proteção quanto a sua propriedade
intelectual.
Uma marca genérica é uma marca quando o nome de uma empresa ou produto passa a
ser utilizado como se fosse essa empresa ou produto. Geralmente esses nomes são
substantivados, tais como ocorrem com as empresas Danone e Gilette e com as
fotocópias da Xerox, esponjas de aço da Bombril ou com os produtos de plástico da
Tupperware.
2.1.10. Já na aula 10 cujo tema é ``Varejo´´ – Estudo de caso no setor de
supermercados´´ nesta aula foi nos apresentado um estudo de casos do setor
supermercadistas de Campo Grande Mato grosso do sul, onde foram entrevistados 82
gerentes de supermercados, sendo 8 de grandes porte, 26 de médio porte e 18 de
pequeno porte. A conclusão é que as empresas entrevistadas demonstraram diferentes
necessidades e uso de informação para negócios, muito influenciadas pelo perfil dos
seus gestores. Pelo que aprendi nesta aula é muito importante este tipo de ação, que nos
mostra muitas duvidas e erros que passam despercebidos e que pode prejudicar o
andamento da empresa. E a pesquisa pode nos ajudar a tomar decisões acertadas e
corrigir esses erros. Depois de coletados os dados da pesquisa temos que por em prática
as soluções. Já na aula com o professor local discutimos sobre esse assunto.
2.2 Unidade Temática – Gestão Mercadológica.
15
2.2.1 – Na aula 01 vamos falar sobre, “A Comunicação”, foi passado pela professora
interativa a evolução da comunicação onde nos mostrou como se iniciou e a que ponto
chegou, e começo a pensar onde vai chegar, será que terá muitas novidades ainda? Isso
com certeza só o tempo vai nos dizer. Na aula com o professor local Cláudio, fiz as
atividades propostas no livro e a leitura do texto postado como auto-estudo. Discutimos
sobre o tema proposto. Fiz uma pesquisa na internet para aumentar meus
conhecimentos. Pesquisa: Comunicação é um campo de conhecimento acadêmico que
estuda os processos de comunicação humana. Entre as subdisciplinas da comunicação,
incluem-se a teoria da informação, comunicação intrapessoal, comunicação
interpessoal, marketing, propaganda, relações públicas, análise do discurso,
telecomunicações e Jornalismo.
Também se entende a comunicação como o intercâmbio de informação entre sujeitos
ou objetos. Deste ponto de vista, a comunicação inclui temas técnicos (por exemplo, a
telecomunicação), biológicos (por exemplo, fisiologia, função e evolução) e sociais (por
exemplo, jornalismo, relações públicas, publicidade, audiovisual e meios de
comunicação de massa).
A comunicação humana é um processo que envolve a troca de informações, e utiliza
os sistemas simbólicos como suporte para este fim. Estão envolvidos neste processo
uma infinidade de maneiras de se comunicar: duas pessoas tendo uma conversa face-aface, ou através de gestos com as mãos, mensagens enviadas utilizando a rede global de
telecomunicações, a fala, a escrita que permitem interagir com as outras pessoas e
efetuar algum tipo de troca informacional.
No processo de comunicação em que está envolvido algum tipo de aparato técnico que
intermedia os locutores, diz-se que há uma comunicação mediada.
O estudo da Comunicação é amplo e sua aplicação é ainda maior. Para a Semiótica, o
ato de comunicar é a materialização do pensamento/sentimento em signos conhecidos
pelas partes envolvidas. Estes símbolos são então transmitidos e reinterpretadas pelo
receptor. Hoje, é interessante pensar também em novos processos de comunicação, que
englobam as redes colaborativas e os sistemas híbridos, que combinam comunicação de
massa e comunicação pessoal e comunicação horizontal.
O termo comunicação também é usado no sentido de transportes (por exemplo, a
comunicação entre duas cidades através de trens).
2.2.2 Iniciamos a aula 2 que tem como tema: "Linguagem e Comunicação”,
discutindo sobre língua oral e língua escrita, vimos o quanto é importante falarmos bem,
ao longo dos tempos a escrita e a fala vem tendo mudanças significativas em suas
pronuncias. Vimos que na característica a língua oral é diferente da escrita. Nos dias de
hoje o que vem mudando o mundo em escrita é a internet que utiliza muitos sinais,
abreviaturas, códigos., etc. Recentemente vimos na língua portuguesa as mudanças para
unificar a língua, para facilitar o entendimento entre os países de língua portuguesa, só
16
espero que isso resolva realmente o problema. Na aula com o professor local fizemos
exercícios proposto e fiz a leitura do texto postado e fiz também as atividades de autoestudo. Fiz exercícios do livro que será postado abaixo conforme solicitação.
Atividades:
1 – Ler a matéria sobre a língua portuguesa ``Riqueza da língua´´, Revista Veja,
ed.2005, de 12 de setembro de 2007, disponibilizada em nosso ambiente e responder as
seguintes questões:
a) Porque é importante haver normas que determinem o uso da língua portuguesa?
R: Dominar a norma culta de um idioma é plataforma mínima de sucesso para
profissionais de todas as áreas. Engenheiros, médicos, economistas, contabilistas, e
administradores que falam e escrevem certo com lógica e riqueza vocabular, tem mais
chance de chegar ao topo do que profissionais tão qualificados quanto eles mas sem o
mesmo domínio da palavra. Por essa razão, as mudanças ortográficas interessam e
trazem dúvidas a todos.
b) O que realmente faço para melhorar meu modo de falar e escrever?
R: Leio muito.
c) Quais as utilidades da língua portuguesa no seu dia a dia?
R: No meu dia a dia ela é empregada de forma informal, onde poço nas horas menos
importantes brincar com as palavras e nas horas mais formais usa-las corretamente.
Claro que isso depende de com quem estamos falando e de que assunto, estamos
tratando.
2.2.3 A aula 3 que tem como tema: “Eficácia da Comunicação” a linguagem constitui
importante ferramenta na comunicação empresarial. Uma comunicação eficiente se faz
com o bom uso da língua. Precisamos ser objetivos em nossas comunicações, construir
períodos curtos, evitar adjetivações, escrever na ordem direta, usar a voz ativa,
simplicidade, adequar ao publico alvo, respeitar as normas gramaticais. Já na aula com o
professor local Cláudio, fizemos os exercícios propostos e a leitura do texto postado.
17
2.2.4 O tema da aula 4 é: "Coesão e Coerência Textual", o que entendi que mesmo
em uma frase ou desenho tudo tem que se amarrar, a frase tem que iniciar e ter
continuidade para facilitar a compreensão, pois se faltar alguma palavra ou gravura
entre as partes tudo pode ficar vago sem nexo. Vi também alguns recursos utilizados
para se manter a coesão textual, ex: Substituir nomes já expressos anteriormente, usar
palavras sinônimas, utilizar pronomes, transformar em substantivos os verbos
anteriormente citados ou vice-versa, empregar numerais, empregar advérbios
pronominais,
associar
idéias
semelhantes,
usar
conjunções
coordenativas
e
subordinativas para fazer a ligação entre orações. Tem também expressões para auxiliar
na construção e organização do texto: expressões que indicam certeza, dúvidas,
possibilidades, flexibilidade, para introduzir um assunto, para concluir, para expor seu
ponto de vista ou dar sua opinião, para propor alternativas, para expressar uma
concordância, para refutar discordar, outras expressões próprias a organizar idéias no
período. Na aula com o professor local fizemos os exercícios proposto e a leitura do
texto postado e discutimos sobre o assunto da aula.
2.2.5 Iniciamos a aula 5 com o tema: “Noções Básicas de Gramática”, nesta aula
vimos sobre a normalização da língua escrita, acentuação tônica, crase, vimos sobre a
mudança das regras acentuais da língua portuguesa, na verdade tivemos uma visão geral
da gramática, o que é certo e o que é errado usar em uma frase. Foi muito importante
esta aula pois ela me tirou muitas dúvidas que me perseguiam durante muito tempo.
Esta aula com certeza vai me ajudar em muito meus dias na empresa, evitando os erros
que eu cometia no dia a dia. Na aula com o professor local Cláudio, resolvemos
exercícios propostos e fiz a leitura do testo proposto.
2.2.6 Iniciamos a aula 6 com o tema: “Textos Empresariais”, pelo que vi nesta aula,
confere com a minha realidade, pois, na empresa em que trabalho todo gera em torno da
escrita, os relatórios, as petições, pedidos, convocações, controles, etc. Para nós
administradores estes documento servem como prova para futura discordância ou
irregularidade que poça surgir. É uma grande ferramenta que deve ser adotada por
18
todos. Para mim foi muito importante ver os modelos de ofícios, cartas, aviso,
memorando, com certeza irá auxiliar, no meu dia a dia na empresa. Na aula com o nosso
professor local Cláudio, fizemos exercícios propostos em sala e discutimos sobre o
assunto da aula.
3 - CONSIDERAÇÕES FINAIS
Neste Módulo aprendi o quanto é importante conhecer a língua portuguesa, hoje é
imprescindível ler e escrever bem. Com a globalização e as técnicas e recursos que
estão se espalhando, não passa despercebido os erros de grafia. Temos que tomar muito
cuidado. Foi muito importante também neste módulo o conhecimento que adquiri sobre
a questão mercadológica. São muitos os detalhes que temos que estar atento para
melhorar e não deixar com que o mercado nos descartam do meio. Nos dias de hoje só
os bons conseguiram ter sucesso. Conhecer nossos clientes e parceiros é fundamental
para o nosso sucesso, pois sem eles não conseguimos rodar nossa empresa. Fazer com
que nossos clientes se sintam em casa é a nossa obrigação, ouvi-los é a nossa função,
pois só assim entenderemos cada um de nossos clientes. Temos que estar bem
19
preparados e antenados as mudanças a atualizar o mais rápido possível. A análise de
pesquisa é muito importante para que possamos tomar decisões de mudanças
estratégicas de negócios caso a empresa diminua seu ganho. Temos que estar de olho no
ponto de equilíbrio da empresa para termos certeza de que estamos trabalhando dentro
do planejado. Vi o quanto é importante a logística e o custo que a envolve, cuidados
com os produtos para que cheguem até o cliente em perfeitas condições.. Enfim aprendi
muitas coisas novas, vi o quanto é importante estar atualizado nos processos e nas
inovações. Ampliei meus conhecimentos na área administrativa e pessoal, estarei mais
preparado para atentar aos detalhes e entender o processo num todo. Graças a esta
oportunidade que estou tendo de cursar esta matéria, sinto que estou abrindo novos
horizontes na minha carreira profissional.
4 - REFERÊNCIAS
http://pt.wikipedia.org/wiki/Marketing
http://pt.wikipedia.org/wiki/Produto
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pre%C3%A7o
20
http://pt.wikipedia.org/wiki/Distribui%C3%A7%C3%A3o_(Log%C3%ADstica)
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards