A_Harmonia_da_Mente_com_o_Coracao_-_10-12

Propaganda
A Harmonia da Mente com o Coração
Radha Burnier1
A mente tortuosa e colorida pelo desejo é fonte de inúmeras ilusões e conflitos. Muitas são as
formas do desejo: ambição, cobiça, ganância, apego, domínio e assim por diante.
Conforme dizem os Upanishads, a mente é dupla: impura sob a oscilação do desejo e pura
quando livre de seu controle. Somente a mente pura tem indicações da verdade. Penetrando no
coração de todas as coisas ela desenvolve a compaixão e expressa-se espontaneamente na reta
ação. Ao contrário, a mente impura é entrelaçada com o desejo de maneira tão intricada que não
consegue ver claramente, nem sabe como agir. Estar cego e confuso, ambicioso e dominador é
fonte de enorme sofrimento.
No mundo contemporâneo vemos que a destruição é causada pela ambição e cobiça da mente
poluída. Os animais são explorados sem piedade. A horrível busca dos pedófilos ricos
procurando crianças em terras distantes e a exploração implacável com a venda de armas,
drogas e semelhantes, acontece o tempo todo.
O ensinamento-sabedoria sempre enfatizou a necessidade de purificar a mente de desejos
egoístas, não somente como um requisito para trilhar a senda espiritual, mas também para
construir a estrutura de uma sociedade saudável. O indivíduo e a sociedade são um. O
comportamento de cada indivíduo modela a sociedade elevando-a ou degradando-a,
conduzindo-a à desintegração ou a uma verdadeira civilização. Por outro lado, as influências
que atuam na sociedade repercutem nos indivíduos, condicionando suas vidas e suas ações.
Portanto, expurgar da mente o desejo egoísta é um requisito para o progresso individual e social.
Hoje a pureza interior é rejeitada por muitas pessoas por ser considerada apenas uma questão
moral e sentimental de caráter irrelevante para a vida prática. A mente desejosa é esperta, mas
não inteligente. Portanto, na prática, necessita de energia para purificar-se, porque somente a
mente pura, que é inteligente, sabe o que é benéfico. Obviamente, não é inteligente continuar
com o tráfico de armas, persistir em contaminar a Terra com produtos químicos, destruir
florestas ou interferir com o frágil equilíbrio ecológico deste planeta. Ainda assim, tudo isto está
sendo feito implacavelmente por ganância, ou por algum outro tipo de ambição.
Onde há desejo, há não somente falta de inteligência como também de sentimento. O desejo não
é o mesmo que ternura. O desejo é gerado pelo sentimento de existência separada, enquanto que
a ternura nasce de um profundo sentido de afinidade e simpatia. O desejo, que aguça a
capacidade mental, embota a sensibilidade. Por outro lado, a ternura se expressa pela nãoseparatividade e favorece respostas sensíveis, que conduzem ao amor e à compaixão e, portanto,
à espiritualidade.
As pessoas esperam ansiosamente que o novo milênio traga alguma mudança. Contudo, um
novo nível de prosperidade e progresso pode ser alcançado somente se a mente mudar, o que
significa que ela deve harmonizar-se com a ternura e não ser impelida pelo desejo. Isto resultará
em clareza de visão e, portanto, em ordem e benesses para a sociedade.
A mente é um instrumento maravilhoso quando harmonizada com o coração, que não é um
símbolo do desejo, da paixão, do sentimentalismo e da superficialidade, mas daquela
profundidade na consciência, cujas respostas são impessoais e totalmente altruísticas. A razão e
o sentimento se fundem no coração, tornando-se o fundamento da sabedoria.
1
Presidente Internacional da Sociedade Teosófica em Adyar, Chennai, Índia.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards