Arquivo no formato – 68KB

Propaganda
CONDIÇÕES ACESSÍVEIS DE FORMAÇÃO: O PONTO DE VISTA DE
UNIVERSITÁRIOS COM DEFICIÊNCIA1
Kele Cristina da Silva2
Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins3
O aumento expressivo do índice de matrículas de pessoas com deficiência no ensino
superior tem levado diferentes pesquisadores a discutir e problematizar formas acesso e
permanência deste público na universidade. Sabe-se que estamos vivendo em um
momento histórico desafiador para a educação. Posto isso, examinar como pessoas com
deficiência matriculadas em instituições de nível superior, conceituam as condições de
acessibilidade de universidades públicas brasileiras, constitui como o objeto principal
desta pesquisa. Esta ação integra um projeto de pesquisa em rede mais amplo intitulado
“Acessibilidade no ensino superior: da análise das políticas públicas educacionais ao
desenvolvimento de mídias instrumentais sobre deficiência e inclusão”, financiado pelo
Programa Observatório da Educação (EDITAL/CAPES N º 49/2012). Serão objetivos
principais desta pesquisa: traçar o perfil do público com deficiência matriculado nos
cursos de graduação de uma universidade publica do estado de São Paulo; identificar o
conceito de acessibilidade presente no discurso dos participantes, analisar como
qualificam as condições para o acesso e permanência na universidade. A amostra desse
estudo será composta por alunos da graduação que se autodeclararam deficientes no ato
da matrícula em duas universidades públicas brasileiras. A coleta de dados será feita por
meio de entrevista recorrente, orientada por roteiro semiestruturado. A análise dos dados
far-se-á com base técnica da Análise de Conteúdo, sendo este o procedimento utilizado
para examinar o discurso dos participantes da pesquisa e classificar suas respostas de
acordo com a demanda da coleta. A partir do relato descritivo e exploratório, pretende-se
compreender como os participantes interpretam suas condições de acessibilidade à
universidade partindo do ponto de vista dos protagonistas do movimento da educação
inclusiva no ensino superior.
Palavras-chave: Educação Superior, Acessibilidade, Deficiência.
1Projeto
de pesquisa financiado pelo Programa Observatório da Educação – OBEDUC (Edital nº 49/12 –
OBEDUC/CAPES), sob a coordenação da Dra. Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins (PPGE/FFC- Unesp - Marília) e
da Dra Lúcia Pereira Leite (PPGPDA/FC-Unesp-Bauru). Email: [email protected]
2Aluna
no Programa de Pós-graduação em Educação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual
Paulista “Júlio de Mesquita Filho” – UNESP, Marília, SP. Brasil. Email: kel[email protected]
3Docente
do Departamento de Educação Especial e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de
Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” - UNESP – Marília,SP. Brasil. Email:
[email protected]
Download