Prova Internato Rotatório Cirurgia 1) Qual dos medicamentos

Propaganda
Prova Internato Rotatório Cirurgia
1) Qual dos medicamentos abaixo é útil no preparo de pacientes com
hipertireoidismo no sentido de reduzir o sangramento peroperatório?
A) Corticoterapia 1 semana antes da cirurgia.
B) Beta-bloqueadores
C) Lugol 7-10 dias antes da cirurgia.
D) Propiltiouracil 30 dias antes da cirurgia.
2) Paciente com 28 anos, hérnia inguinal direita, no preparo préoperatório deverá ser realizado:
A) Hemograma e coagulograma completo.
B) Coagulograma + RX tórax.
C) ECG + hemograma + coagulograma + RX tórax.
D) Solicitar exames apenas em caso de suspeita na anamnese e exame
físico.
3) Assinale a afirmativa correta:
A) A aspirina deve ser suspensa 3 dias antes de qualquer procedimento
cirúrgico eletivo.
B) Os AINEs causam alterações irreversíveis nas plaquetas, devendo
ser suspensos 7 dias antes de qualquer cirurgia eletiva.
C) Os anti-coagulantes orais devem ser suspensos cinco dias antes de
cirurgias eletivas, com avaliação de segurança de TAP e INR.
D) Em pacientes com alto risco de tromboembolismo, a heparina deve
ser iniciada apenas cinco dias após a cirurgia, por alto risco de
sangramento do sítio operatório.
4) O sinal de Howship-Romberg está presente na hérnia:
A) Do forame obturador.
B) Inguinal.
C) Femural.
D) Perineal.
5) A técnica de reparo da parede posterior utilizando a fáscia
transversalis suturada à cinta ileopectínea é:
A) Bassini
B) Zimmerman
C) Lichtenstein
D) Stoppa
6) No ambulatório de anestesia, foi liberado um paciente com 65 anos
de idade, que teve um IAM há 5 meses e era portador de diabetes
melito (glicemia = 250mg/dl). Qual o ASA do paciente, e qual o
melhor período para realização de uma cirurgia renal
videolaparoscópica com anestesia geral?
A) ASA 4 e 6 meses após o IAM.
B) ASA 3 e 10 meses após o IAM.
C) ASA 2 e 1 ano após o IAM.
D) ASA 3 e 6 meses após o IAM.
7) A melhor técnica para tratar hérnias femurais é:
A) McVay
B) Bassini
C) Lichtenstein
D) Shouldice
8) As estenoses iatrogênicas na porção proximal do sistema biliar
extra-hepático são mais bem tratadas com:
A) Hepaticojejunostomia e Y de Roux.
B) Coledocoduodenostomia
C) Hepaticocoledocoanastomose término-terminal
D) Hepaticojejunostomia término-terminal
9) Paciente de 70 anos, diabético, hipertenso, deu entrada na
emergência com colecistite aguda, com 48h de evolução. A melhor
conduta é:
A) Colecistectomia precoce.
B) Antibioticoterapia venosa e cirurgia eletiva 30 dias após.
C) Colecistostomia.
D) CPRE.
10) Homem de 25 anos é trazido na emergência após PAF em andar
superior de abdome. Durante a laparotomia exploradora encontrase lesão de 2cm em colo transverso, sem evidência de outras
lesões. Presença de secreção colônica em cavidade abdominal em
grande quantidade. Tempo de evolução de 4h. Neste caso a
conduta indicada é:
A) Sutura da lesão primária e lavagem da cavidade com solução salina.
B) Colostomia de derivação e colocação de dreno de cavidade nos 4
quadrantes.
C) Ressecar a lesão, colectomia proximal e fístula mucosa.
D) Ressecar a lesão e anastomose primária.
11) Mulher de 60 anos é admitida em emergência com dor tipo cólica,
distensão, náuseas, vômitos e parada de eliminação de gases e
fezes. Nunca foi operada e não há evidência de hérnias da parede
abdominal. Refere antecedentes de cólicas em andar superior de
abdome, quadrante superior direito, irradiando para ponta de
escápula direita. Último episódio há 20 dias, quando foi internada e
precisou de antibióticos IV. O diagnóstico provável é obstrução
intestinal com barreira física em:
A) Duodeno
B) Jejuno
C) Íleo
D) Cólon
12) O melhor exame para iniciar a investigação deste quadro é:
A) USG
B) Enema opaco
C) Trânsito intestinal
D) RX abdome
13) No exame poderemos ver a tríade clássica de:
A) Ar nas vias biliares, obstrução e visualização do cálculo.
B) Quadro de obstrução, colecistite aguda e visualização do cálculo.
C) Colecistite aguda, ar nas vias biliares, visualização do cálculo.
D) Obstrução, ar nas vias biliares, colecistite aguda.
14) O exame laboratorial de prognóstico ruim isoladamente nas
pancreatites agudas é:
A) Proteína C reativa
B) Amilasemia
C) Leucocitose
D) Albuminemia
15) Paciente com quadro clínico de pancreatite leve, USG abdominal
revelando cálculo em colédoco terminal e ausência de cálculo em
vesícula biliar. A melhor conduta é:
A) CPRE
B) Colecistectomia
C) Colecistectomia + papilotomia cirúrgica precoce
D) CPRE + colecistectomia eletiva após remissão da pancreatite
16) Um paciente de 40 anos é portador de úlcera gástrica benigna
localizada em antro. Por não apresentar melhora clínica, foi
indicada seguinte cirurgia:
A) Gastroenteroanastomose
B) Antrectomia + vagotomia troncular
C) Vagotomia superseletiva
D) Ressecção em cunha + vagotomia troncular
17) Dentre as complicações pós reconstrução intestinal de
gastrectomia à BII, a que está relacionada a vagotomia incompleta
é:
A) Síndrome de alça aferente
B) Síndrome de alça eferente
C) Úlcera de boca anastomótica de segmento jejunal
D) Úlcera de boca anastomótica de segmento gástrico
18) Um paciente vítima de trauma abdominal apresenta-se hipotenso,
hipocorado e com dor abdominal. O diagnóstico mais provável e
ruptura de:
A) Fígado
B) Baço
C) Jejuno
D) Duodeno
19) Um paciente com contusão abdominal severa apresenta no RX
abdominal simples ar ao longo da borda do músculo psoas. O
diagnóstico mais provável é:
A) Lesão duodenal
B) Trauma renal
C) Perfuração de reto
D) Laceração de psoas
20) Qual o sintoma mais comum da úlcera duodenal?
A) Dor
B) Dispepsia
C) Náuseas e vômitos
D) Constipação
21) Mulher de 23 anos foi atendida na emergência com dor localizada
em fossa ilíaca direita, febre há 48h e leucocitose. Presença de
sinal de Blumberg. Toque vaginal sem alterações; exame perineal
com algumas cicatrizes, devido à fístulas anais de repetição.
Levada à laparotomia, que revelou íleo terminal espessado, com
espessamento de mesentério, por vezes cobrindo >50% da
circunferência do intestino delgado, com ausência de pus na
cavidade. Qual o diagnóstico provável?
A) Apendicite aguda
B) Doença de Crohn
C) Retocolite ulcerativa
D) Doença inflamatória pélvica
22) Em relação à questão anterior, qual o tratamento cirúrgico?
A) Fechar a cavidade abdominal sem nenhum procedimento específico.
B) Apendicectomia
C) Enterectomia
D) Íleo-colectomia à direita
23) Nos pacientes submetidos à esplenectomia, a complicação mais
comum pós-operatória é:
A) Abscesso subfrênico esquerdo
B) Fístula pancreática
C) Isquemia e perfuração gástrica
D) Atelectasia de base pulmonar esquerda
24) Paciente 89 anos, com diagnóstico de síndrome de estenose
pilórica por tumor de duodeno, primeira porção, foi submetida à
gastrojejunostomia para possibilitar nutrição oral. Quatro meses
depois, com piora do quadro, desnutrição grave, cardiopatia
congestiva grave e DPOC, esta paciente apresenta icterícia
obstrutiva progressiva. Qual o melhor procedimento para paliação
dos sintomas no caso?
A) CPRE com endoprótese
B) Drenagem percutânea transhepática
C) Hepático-jejunostomia
D) Coledoco-duodenostomia
25) O melhor tratamento para pseudocisto do pâncreas é:
A) Drenagem externa
B) Drenagem interna
C) Ressecção radical
D) Marsupialização do cisto
26) Em um paciente com hemorragia digestiva baixa, o exame mais
sensível para localização do sangramento é:
A) Laparoscopia
B) Colonoscopia
C) Arteriografia
D) Clister opaco
27) O uso de NPT está indicado em:
A) Neoplasia terminal
B) Obstrução intestinal
C) Fístula entero-cutânea de cólon
D) TCE
28) A hérnia inguinal associada ao pinçamento lateral de uma alça é:
A) Littré
B) Richter
C) Spiegel
D) Morgagni
29) Na pancreatite crônica alcoólica o tratamento cirúrgico está
indicado em caso de:
A) Hiperlipidemia
B) Dor intensa
C) Síndrome desabsortiva
D) Diabetes de difícil controle
30) Entre os hormônios abaixo, o que se eleva na resposta aguda ao
trauma é:
A) Tiroxina
B) Glucagon
C) Insulina
D) LH
31) A origem mais freqüente do carcinoma peri-ampular é:
A) Duodeno
B) Papila de Vater
C) Cabeça de pâncreas
D) Colédoco terminal
32) O problema mais temido na obstrução intestinal por carcinoma de
sigmóide com válvula íleo-cecal competente é?
A) Toxemia aguda
B) Necrose tumoral
C) Perfuração de ceco
D) Hemorragia grave
33) O aparecimento de dor epigástrica aguda em paciente idoso, com
quadro de hemorragia digestiva alta grave por úlcera gástrica é
mais provavelmente causado por?
A) Terebração para pâncreas
B) Perfuração concomitante
C) Isquemia miocárdica
D) Distensão gástrica aguda
34) A icterícia provocada por lesão iatrogênica de vias biliares devido
à colecistectomia, costuma aparecer depois de transcorridos:
A) 2-3 dias
B) 3-4 semanas
C) 2-3 meses
D) 1-2 anos
35) O melhor tratamento para úlcera duodenal, com menor recidiva, é:
A) Vagotomia troncular + gastroenteroanastomose
B) Vagotomia troncular + piloroplastia
C) Vagotomia troncular + antrectomia
D) Vagotomia superseletiva
36) Paciente feminina, 23 anos, nódulo cervical posterior direito com 3
meses de evolução, com histopatológico (após biópsia) de
metástase de carcinoma de tireóide. Qual o tumor mais provável?
A) Medular
B) Folicular
C) Indiferenciado
D) Papilífero
37) Na paciente anterior também foi detectado nódulo em lobo direito
da tireóide, com 2cm de diâmetro. Qual a melhor cirurgia?
A) Tireoidectomia total + linfadenectomia cervical + radioiodoterapia +
supressão hormonal
B) Tireoidectomia subtotal + linfadenectomia
C) Lobectomia direita + istmectomia + radioiodoterapia
D) Radioiodoterapia
38) Das lesões hepáticas benignas, a que tem maior correlação com o
uso de anticoncepcionais orais é:
A) Hemangioma
B) Adenoma
C) Cisto simples
D) Hiperplasia nodular focal
39) O uso do vermelho do Congo em paciente operado para úlcera
duodenal tem como finalidade:
A) Revelar hérnia hiatal
B) Revelar úlcera maligna
C) Avaliar anastomose
D) Demonstrar vagotomia incompleta
40) Para câncer gástrico em corpo, a cirurgia de escolha é:
A) Gastrectomia total
B) Vagotomia troncular com antrectomia
C) Gastrectomia subtotal com pancreatectomia
D) Hemigastrectomia + esplenectomia
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Criar flashcards