seguimento dos pacientes portadores de diabetes mellitus do

Propaganda
SEGUIMENTO DOS PACIENTES
PORTADORES DE DIABETES MELLITUS
DO NÚCLEO DE SAÚDE DA FAMÍLIA 6
Geovani de Souza Bezerra¹, Guilherme Branco Fontanetti¹, Guilherme Pereira Certo¹, Gustavo Henrique Martins
Reis¹, Gustavo Pinheiro dos Santos Setti¹, Henrique Bartholomeu Trad Souza¹, Hugo Fernando Waki¹, Isabel Thalia
Veldt¹, Samára dos Santos Sampaio², Daniela Santos de Lourenço Pereira², Luciane Loures dos Santos³
¹Graduando do 1º ano do curso de Medicina da FMRP-USP.
²Mestranda do Programa de Pós-graduação em Saúde na Comunidade da FMRP-USP.
³Docente da disciplina Atenção a Saúde na Comunidade I do curso de Medicina da FMRP-USP.
Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP
Unidade de Saúde da Família – Núcleo 6
INTRODUÇÃO E OBJETIVOS
O termo “Diabetes Mellitus” (DM) refere-se a um
transtorno metabólico de etiologias heterogêneas,
caracterizado por hiperglicemia e distúrbios no
metabolismo de carboidratos, proteínas e gorduras,
resultantes de defeitos da secreção e/ou da ação da insulina.
O acompanhamento por profissionais de saúde para
pacientes portadores dessa doença crônica auxilia no
enfrentamento aos fatores de riscos, redução de erros e/ou
descuidos com os medicamentos, quando for necessário
utilizar, reduzindo os efeitos indesejáveis e a evolução da
doença.
Este estudo tem como objetivo desenvolver um mapa
temático para auxiliar no seguimento das pessoas
portadoras de DMe avaliar a necessidade de busca ativa de
pacientes sem seguimento.
MATERIAL E MÉTODOS
Foi realizado um levantamento do seguimento dos pacientes
com Diabetes Mellitus (DM) cadastrados no Núcleo de
Saúde da Família 6. A partir da identificação dos portadores
de DM, foi realizada a revisão dos prontuários individuais
analisando as variáveis: hygia, nome, data de nascimento,
endereço, número da família, micro área, convênio, uso de
insulina, presença de Hipertensão Arterial Sistêmica,
últimas consultas, número de faltas e a indicação para
realização da visita domiciliar. Os dados foram digitados
em uma planilha no Excel, simultaneamente a coleta, pelos
próprios alunos.
RESULTADOS
Figura 2: Planilha com os dados dos pacientes
com Diabetes Mellitus.
Figura 3: Mapa dinâmico dos pacientes
com DM do NSF 6
Figura 2: Planilha com os dados dos pacientes
com Diabetes Mellitus.
Os dados coletados possibilitaram a construção de um mapa temático utilizando o
Google MapsR, onde foram postados os pacientes com DM, especificando aqueles
que usavam insulina e aqueles que necessitavam de Visita Domiciliar. Foram
analisados 126 pacientes com DM, destes 60,32% possuem Hipertensão Arterial,
21,43% fazem uso de insulina, 20,3% possuem convênio saúde, 65,38% precisavam
de visita domiciliar. Os alunos fizeram a busca ativa de pacientes que não
mantinham segmento em conjunto com os agentes comunitários, residentes de
Medicina de Família e Comunidade e interno de medicina. Foram realizadas 16
visitas domiciliares e pelo relato dos pacientes constatou-se a importância das
visitas para a construção do vínculo do paciente com o Núcleo.
CONCLUSÕES
Quando não tratada previamente, a DM evolui para graves complicações, onerando
o sistema de saúde com gastos com alta tecnologia e gerando incapacidades
funcionais nos indivíduos que acabam saindo precocemente do mercado de
trabalho, tem sua estrutura social modificada, podendo até gerar sobrecarga ao
sistema previdenciário. Porém, por mais eficaz que for o tratamento, é necessário
que cada paciente compreenda o processo que está passando e aprenda a lidar com
os fatores de riscos no dia a dia. Esse é o papel principal do profissional médico,
como também de toda a equipe de saúde, seguir o paciente acometido por DM e que
faz parte do território da USF, estimulando o seu autocuidado, a prevenção das
complicações e evolução da doença. O mapa temático elaborado nesse estudo
organiza o processo de trabalho e facilita esse seguimento.
BIBLIOGRAFIA
Figura 1: Estudantes da ASC I montando o
projeto, revisando prontuários, construindo a
planilha e o mapa.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde.
Departamento de Atenção Básica. Estratégias para o cuidado da pessoa
com doença crônica: diabetes mellitus / Ministério da Saúde, Secretaria
de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – Brasília:
Ministério da Saúde, 2013.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards