Aula PrevBio

Propaganda
ACIDENTES OCUPACIONAIS COM RISCO
BIOLÓGICO:
O QUE FAZER PARA EVITAR CONTAMINAÇÃO?
Grupo Prev-Bio
FAMEMA
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?
OS EPIs CORRETOS FORAM UTILIZADOS
DE ACORDO COM O RISCO?
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?
1. ACONSELHAR O PROFISSIONAL DA
SAÚDE
 Esclarecer as condições do acidente
 Esclarecer os riscos envolvidos
 Acalmar o profissional
 “Preocupar” o profissional se o mesmo não
estiver se importando muito...
ATENÇÃO
A MELHOR PREVENÇÃO É SEGUIR AS
ORIENTAÇÕES ADEQUADAMENTE,
SEMPRE!!
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?
2. CUIDADOS COM A ÁREA DA LESÃO
Exposição percutânea:
 Lavar com água e
sabão
Exposição em mucosa
 Irrigar com água ou
soro fisiológico
2. CUIDADOS COM A ÁREA DA LESÃO



O uso de antisséptico tópico pode ser
utilizado
Não é recomendado agentes como éter,
glutaraldeído ou hipoclorito
Não se recomenda “espremer” o ferimento
ATENÇÃO
INFORME SEUS SUPERIORES, NÃO
OCULTE O PROBLEMA
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?
3. IDENTIFICAR O PACIENTE-FONTE
 Conhecer a status sorológico da fonte
 Aconselhar e coletar sangue
 Testes rápido anti-HIV (não entregar)
 Anti-HIV convencional, vírus B e C
 Agendar retorno para resultados em 3-4
semanas
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?
4. AVALIAR O RISCO DO ACIDENTE
X
AVALIAÇÃO DO RISCO DO ACIDENTE
EXPOSIÇÕES GRAVES
Grande Volume de Sangue




Lesão profunda
Agulha de grosso calibre
Agulha previamente em
veia/artéria da fonte
Presença de sangue visível
no dispositivo utilizado
Altos Títulos de HIV



Paciente-fonte com infecção
aguda pelo HIV
Paciente-fonte em estágio
terminal da doença
Carga viral elevada
MATERIAL BIOLÓGICO COM RISCO DE
TRANSMISSÃO DE HIV, HBV E HCV




Sangue ou fluido contendo sangue
Secreção vaginal e sêmen
Liquidos: peritoneal, pleural, pericárdico,
amniótico, articular, LCR e saliva em
ambiente odontológico
Material concentrado de HIV em laboratório
de pesquisa
MATERIAL BIOLÓGICO SEM RISCO
DE TRANSMISSÃO DO HIV, HBV E
HCV





SUOR
LÁGRIMA
FEZES
URINA
SALIVA (EXCETO EM AMBIENTE
ODONTOLÓGICO)
ATENÇÃO
A MELHOR PREVENÇÃO É NÃO SE
ACIDENTAR!!
ATENDIMENTO DOS ACIDENTES
OCUPACIONAIS COM RISCO BIOLÓGICO
ATENDIMENTO NO
PS PELO MÉDICO
RESPONSÁVEL
1. PEDIR SOROLOGIAS DO
ACIDENTADO E DA FONTE
2. VER SE HÁ EXPOSIÇÃO
A MATERIAL DE RISCO
3. CONSIDERAR GRAU DE
RISCO (ESQUEMA I )
1. ENCAMINHAR À FARMÁCIA
AS PRESCRIÇÕES COM OS
ARV RECOMENDADOS
2. AVALIAR INDICAÇÃO
DE HBIG (ESQUEMA II)
EM CASOS DE DÚVIDAS
CHAMAR :
1. ENFERMEIRA CHEFE
2. CHEFE DE PLANTÃO
QUE ESTARÁ DEVIDAMENTE
INFORMADO DAS MEDIDAS
A SEREM TOMADAS
ATENÇÃO
ACIDENTE COMUNICADO PREVINE
FUTUROS ACIDENTES
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?
5. CONDUTAS COM O PROFISSIONAL
DE SAÚDE ACIDENTADO
ACONSELHAR E COLETAR SANGUE PARA:
Anti-HIV convencional
Hemograma
Provas de função hepática e renal
Sorologia anti- HCV e anti-HBsAg (?)
PEP – QUANDO INICIAR?



Idealmente dentro de 1 a 2 horas após o
acidente
Até 48-72 h ainda pode ser benéfico
Manter o PEP por 4 semanas
PEP – ACIDENTADAS GRÁVIDAS



As profissionais acidentadas que estiverem
grávidas devem ser esclarecidas sobre os
riscos dos ARV
Não existe motivo para não prescrever PEP
para as grávidas
Não utilizar EFAVIRENZ na PEP das
gestantes
ACONSELHAMENTO PÓS-EXPOSIÇÃO


Efeitos adversos das drogas
Sinais e sintomas de
infecção aguda pelo HIV

1.
2.

Prevenir transmissão
secundária:
Abstinência sexual ou
preservativos
Não doar sangue
Nutrizes devem ser
aconselhadas sobre os
riscos de transmissão e
sobre as drogas utilizadas
ACOMPANHAMENTO PÓS-EXPOSIÇÃO


Exame clínico semanal
Anti-HIV:em 6 semanas
em 3 meses
em 6 meses
em 1 ano, em condições especiais
O QUE FAZER NO MOMENTO DO
ACIDENTE?


Notificação do acidente
Comunicação de Acidente de Trabalho
(CAT)
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards