Apresentação do PowerPoint - Fundação Pró-Rim

Propaganda
FUNDAÇÃO PRÓ-RIM DE
SANTA CATARINA
MÉTODOS DE DEPURAÇÃO
EXTRA-RENAL
Dr. Paulo Eduardo Cicogna
Médico Residente
Nefrologia
DIÁLISE
• Processo químico pelo qual duas
soluções separadas por uma
membrana semi-permeável
influencia nas composições uma da
outra.
• Depuração
– Difusão
– Ultrafiltração
• Convecção
DIÁLISE
Difusão
• Passagem de substâncias
tóxicas (solutos) em
maior concentração no
sangue para uma solução
de menor concentração
(solução de diálise) ,
através de uma membrana
porosa, semi-permeável,
até o completo
equilíbrio dinâmico
entre as soluções.
DIÁLISE
Ultrafiltração
• Ocorre quando a água
impulsionada pela
pressão hidrostática
ou pela força osmótica
é empurrada através da
membrana.
• Arrasto de solvente ou
convecção – solutos
que podem passar
facilmente através dos
poros são movidos em
companhia da água
HEMODIÁLISE
• Conjunto de modalidades que
utiliza diretamente o sangue para
depuração por filtros especiais,
com membranas semi-permeáveis
artificiais.
HEMODIÁLISE
HEMODIÁLISE
HEMODIÁLISE
História
• A primeira descrição de diálise
– membrana de pergaminho
HEMODIÁLISE
História
• O primeiro sistema de diálise
HEMODIÁLISE
História
• Primeiro tratamento dialítico
para humanos
HEMODIÁLISE
História
• O primeiro tratamento em humanos
HEMODIÁLISE
História
• O tambor rotatório –
celofane como membrana
semi-permeável
HEMODIÁLISE
História
• Rim artificial de Kolff-Brigham
HEMODIÁLISE
História
• No Brasil:
– 1949 – Ribeiro de Almeida testa
o primeiro Rim Artificial
– 1955 – Primeira máquina modelo
Kolff-Brigham no Hospital Pedro
Ernesto-RJ e após HC-SP
HEMODIÁLISE
História
• Primeiro programa HD crônico
HEMODIÁLISE
História
• Dialisador de Kill
HEMODIÁLISE
História
• Máquina para paciente único
Dr Belding H.
Scribner
• In 2002, Scribner won
the Lasker award—
widely considered to
be the most
prestigious award for
medical achievement
after the Nobel prize
HEMODIÁLISE
História
• Shunt de Scribner
HEMODIÁLISE
História
• 1962 – FAV de Cimino-Bressia
HEMODIÁLISE
História
• Cateter duplo-lúmem
HEMODIÁLISE
História
• A inovação – dializador
de fibras ocas
HEMODIÁLISE
Modalidades
• Hemodiálise intermitente
– FS 300-500ml/min
– Depuração elevada
– 4h – 2-3x/semana
• Hemodiálise alta eficiência
– Dialisador de alta eficiência
• Hemodiálise alto fluxo
– FS > 500ml/min
HEMODIÁLISE
Modalidades
• Hemofiltração
– Membrana de alta permeabilidade
– Solutos transportados por arrasto
pelo grande volume de ultrafiltração
– Grande depuração de moléculas médias
e grandes
– Líquido perdido é reposto, mantendo o
balanço hídrico
– Alto custo
HEMODIÁLISE
Modalidades
• Hemodiafiltração
– Modificação da hemofiltração
para melhorar a depuração de
moléculas pequenas
– Ocorre também a difusão para um
líquido de diálise
HEMODIÁLISE
Modalidades
• Hemofiltração
arteriovenosa
contínua – CAVH
– Hemofiltro - PA +
Sifão da bolsa
• Hemodiálise
arteriovenosa
contínua
– Hemodialisador Banho com líquido
de diálise
HEMODIÁLISE
Modalidades
• Hemoperfusão
– Técnica utilizada para
a remoção de toxinas
– Uso de substâncias
ativas microcapsuladas
• Carvão Ativado
• Amberlite (resina)
– Intoxicação endógenas
ou exógenas
HEMODIÁLISE
Modalidades
• Hemoperfusão
DIÁLISE PERITONEAL
• “Modalidade de diálise na qual
uma solução hipertônica é
infundida na cavidade
peritoneal e ocorre transporte
trascapilar de água e solutos,
por ultrafiltração e difusão,
através da membrana
peritoneal, que funciona como
membrana semi-permeável”
DIÁLISE PERITONEAL
História
• 1960:
– Scribner inicia a técnica da Diálise
Peritoneal como manutenção de
vida
• 1964:
– Descoberta do cateter de longa
permanência ( Palmer, Quinton e
Gray), que mais tarde é
modificado pelo Dr. Tenckhoff.
• 1976:
– Dr. Moncrief e Dr. Popovich criam
a Diálise Peritoneal Contínua
(Texas,EUA) Travenol /EUA
desenvolve o Sistema fechado
com bolsas flexíveis para DP
DIÁLISE PERITONEAL
História
• 1977:
– Dr. Oreopoulus e col. comprovam
a eficácia da técnica da Diálise
Peritoneal Contínua – CAPD com
o Sistema Standard (Toronto
Western Hosp /Canadá)
• 1978:
– CAPD Diálise Peritoneal
Ambulatorial Contínua
• 1980:
– Dr. Miguel Carlos Riella , na
cidade de Curitiba, Estado do
Paraná, introduz o Conceito da
Terapia Ambulatorial Contínua,
tornando-se o pioneiro do
tratamento de CAPD no Brasil.
DIÁLISE PERITONEAL
DIÁLISE PERITONEAL
Modalidades
• Diálise
peritoneal
ambulatorial
contínua – CAPD
– Realizada em
casa pelo
próprio paciente
– Trocas de 2-3
litros, 4-5x/dia
DIÁLISE PERITONEAL
Modalidades
• Diálise
peritoneal
cíclica
contínua – CCPD
ou DPCC
– Uso de cicladora
automática à
noite + Last Bag
DIÁLISE PERITONEAL
Modalidades
• Diálise
peritoneal
intermitente
noturna – NIPD
ou DPIN
– Uso de cicladora
automática à
noite com
cavidade seca
durante o dia
DIÁLISE PERITONEAL
Modalidades
• Diálise
peritoneal
intermitente –
IPD ou DPI
– Semelhante à DPIN
– Paciente agudo
– Paciente crônico
3x/semana
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards