DOSSIÊ TEMÁTICO: Infância e Educação A INFÂNCIA NO

Propaganda
DOSSIÊ TEMÁTICO: INFÂNCIA E EDUCAÇÃO
A INFÂNCIA NO PROCESSO CIVILIZADOR
Anilde Tombolato Tavares da Silva
Doutoranda em Educação pela Unesp de Marília – SP. Docente do Departamento de
Educação da Universidade Estadual de Londrina. E-mail: [email protected]
Resumo: O presente trabalho busca trazer alguns apontamentos em relação ao processo
civilizador do sociólogo alemão Norbert Elias, principalmente no que se refere às relações de
correspondência ocorridas entre as transformações sociais com as alterações na estrutura
psicológica dos indivíduos, que incidem nos padrões de comportamento, para que possamos
refletir sobre as contribuições da infância neste processo. Tomamos como base para este
trabalho a obra O Processo Civilizador, na qual o autor faz uma análise histórica das
mudanças que localizou no desenvolvimento da personalidade e das normas sociais no
processo formador da civilização moderna para o presente. Entendendo a civilização como um
processo contínuo e inacabado, apontamos a infância como um ponto crucial para a
moldagem dos padrões de comportamento do indivíduo, visando o desenvolvimento da
sociedade moderna.
Palavras-chave: Infância. Processo civilizador. Padrão de comportamento.
INFANCY IN THE CIVILIZER PROCESS
Abstract: The present work intends to discuss some issues concerning the civilizer process of
the German sociologist, Norbert Elias. Specifically, the contributions of childhood as they
relate to the corresponding relations which occurred between social changes and psychological
structure alterations of individuals affecting patterns of behavior, so that we can think about
the contributions of childhood for this process. We base this study on the work entitled The
Civilizer Process, in which the author makes a historical analysis of the changes in the
development of personality and social rules in the formation process of modern civilization for
the present. Understanding civilization as an unfinished and ongoing process, we point out
childhood as a crucial feature for the modeling of patterns of behavior of the individual for the
development of modern society.
Keywords: Childhood. Civilizer Process. Behavior Pattern.
LIPMAN E O ENSINO DE
UMA FILOSOFIA IDEAL
Liliane Barreira Sanchez
Doutoranda em Filosofia da Educação pela Universidade
do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). E-mail: [email protected]
Resumo: Este trabalho apresenta os princípios gerais do Programa de Filosofia para Crianças
de Matthew Lipman, questiona alguns de seus pressupostos filosóficos e pedagógicos,
criticando seu caráter normativo e contraditório. Questiona os objetivos deste programa,
baseado no ensino da lógica e na formação de valores. Critica a proposta de neutralidade
política e ideológica de um ensino de filosofia, que pretende formar bons cidadãos para
conviver em uma sociedade democrática ideal, através do uso de metodologias específicas para
esse fim.
Palavras-chave: Filosofia. Educação. Infância.
LIPMAN ET L’ENSEIGNEMENT D’UNE PHILOSOPHIE IDÉALE
Résumé: Dans ce travail, on présente les principes généraux du Programme de Philosophie
pour Enfants de Matthew Lipman. On s’interroge sur certains de ces présupposés
philosophiques et pédagogiques en critiquant leurs caractères normatifs et contradictoires. On
s’interroge aussi sur les objectifs de ce programme basé sur l’enseignement de la logique et la
formation de valeurs. On critique la proposition de neutralité politique et idéologique d’un
enseignement de philosophie qui vise à former de bons citoyens pour vivre ensemble dans une
société démocratique idéale en faisant usage de méthodologies spécifiques à cette fin.
Mots-Clés: Philosophie. Éducation. Enfance.
MÚSICA E CULTURA INFANTIL: UMA BREVE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL
Ana Lúcia Castilhano de Araújo
Doutoranda em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Docente da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). E-mail: [email protected]
Resumo: Este trabalho procura relacionar questões relativas ao ensino de artes e música na
Educação Infantil, e à compreensão de uma cultura da Educação Infantil a partir de algumas
reflexões sobre a prática do ensino de artes para crianças pequenas. O objetivo foi organizar
argumentos que reforcem a questão da necessidade de se investir na formação geral da criança
pequena, partindo da contribuição que as artes têm para a criança, até chegar à possibilidade de
se regularizar o seu ensino nas escolas e pré-escolas.
Palavras-chave: Educação infantil. Prática pedagógica. Artes. Educação musical. Cultura
infantil.
MUSIC AND INFANTILE CULTURE:
A BRIEF BIBLIOGRAPHY REVIEW FOR CHILD EDUCATION
Abstract: This paper tries to discuss questions related to the teaching of arts, music and Child
Education, as well as the understanding of Child Education, based on some reflections about
the practice of teaching arts for small children. The objective of the paper was to organize
arguments that enforce the necessity to invest on the general formation of small children,
considering the contribution of the arts for pre-school children.
Keywords: Child Education. Pedagogical Practices. Arts. Music Education. Infantile Culture.
TEATRO INFANTIL: UM OLHAR PARA
O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA
Sandra Márcia Campos Pereira
Doutoranda em Educação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp),
Campus de Araraquara, SP. Docente da Universidade Estadual
do Sudoeste da Bahia (Uesb). E-mail: [email protected]
Resumo: O teatro infantil surge com preocupações didáticas, sendo marginal em relação ao
gênero destinado ao adulto, porém, apesar das adversidades, consegue alcançar seu
reconhecimento artístico e, ao ocupar espaço em instituições escolares, descaracteriza-se e
muitas vezes passa a ter o sentido que lhe era atribuído pelos jesuítas com o Ratio Studiorum.
Este trabalho tem por objetivo analisar a importância do teatro infantil para o
desenvolvimento da criança, abordando tanto o teatro encenado por adultos para ela, como
aquele realizado pelo público infantil, que geralmente é encenado nas escolas. A metodologia
utilizada é de cunho qualitativo com base na análise bibliográfica. A conclusão a que se chegou
é que o teatro é indispensável para a criança, seja ela uma espectadora ou participante direta.
Palavras-chave: Educação. Teatro infantil. Criança
INFANTILE THEATER: A LOOK AT CHILD DEVELOPMENT
Abstract: Children’s theater comes with didactic worries, being marginal in regard to the adultoriented genre but, in spite of the odds, it can attain its artistic acknowledgement and, while
taking part in school institutions, it loses its frame and is often viewed in the sense attributed
by the Jesuits under the Ratio Studiorum. This work aims at analyzing the importance of
children’s theater in child development by approaching both the theater staged by adults
toward kids and the one made by kids themselves, which is usually staged in schools. The
methodology used was qualitative based on bibliographic analysis. The conclusion to which
one has come is that theater is essential to children regardless of being spectators or direct
participants. In the first case, they can take an inner trip by means of the story, the characters,
the scenery, etc, so they can solve conflicts. Through staging they can assimilate the real and a
lot of changes may be provided. Now, when a child takes part in the show, it is necessary to be
aware of it by valuing the process of construction and creation and by trying to understand the
change which it is going through. The final product must be a consequence of the process, not
the aim of the work which is being performed.
Keywords: Education. Children’s theater. Child development.
RELAÇÃO PAIS E FILHOS E O PROCESSO DE
APRENDIZAGEM ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO
Maria Aparecida Carmem Bonfim Silva
Pós-graduada lato sensu em Psicologia da Educação pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia
(Uesb). Docente de Psicologia da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC). E-mail: [email protected]
Ruben de Oliveira Nascimento
Mestre em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Docente de Psicologia da
Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) e da Faculdade Juvêncio Terra.
E-mail: [email protected]
Resumo: Este trabalho é um resumo revisto e ampliado de um estudo de caso de um aluno do
ensino fundamental, que apresentava baixa motivação para aprendizagem e pouco
envolvimento com as tarefas propostas. Na análise do caso, observou-se uma relação entre
essa baixa motivação para a aprendizagem com o contexto familiar, principalmente no tocante
à relação pais-filho. O trabalho traz reflexões sobre a relação pais e filhos, e suas possíveis
repercussões no processo de aprendizagem escolar.
Palavras-chave: Relação pais e filhos. Motivação para a aprendizagem. Cognição e afeto.
Família e escola.
PARENT-CHILD RELATIONS AND THE SCHOOL
LEARNING PROCESS: A CASE STUDY
Abstract: The present article is a broadened and revised summary of a case study of an
elementary school student who showed low learning motivation and little involvement with
proposed school activities. It was noted in the case study that there is a relation between low
learning motivation and the family context, mainly concerning parent-child relationships. The
work reflects on parent-child relationships and the possible repercussions that may evolve
during the school learning process.
Keywords: Parent-child relationships. Learning and motivation. Cognition and affection.
Family and school.
ARTIGOS
ADOLESCÊNCIA E ARTE: ESTÉTICA E PRÁTICAS CULTURAIS
Celso Vitelli
Doutorando em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Docente da
Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), de Canoas, RS. E-mail: [email protected].com.br
Resumo: Este trabalho traz o adolescente para o centro da cena, considerando a velocidade
das mudanças que marcam o tempo presente. A teoria aponta para a presença das diferentes
identidades constituídas em relação a estes adolescentes que vêm se alterando conforme o
surgimento de novas “tribos”. Revela-se um cotidiano social no qual a adolescência é celebrada
em nossa cultura e interpelada por uma sociedade fortemente voltada para o consumo,
interferindo na concepção de valores sociais e culturais, produzidos e reproduzidos
constantemente.
Palavras-chave: Estética. Cultura e adolescência.
ADOLESCENCE AND ART: AESTHETICS AND
CULTURAL PRACTICES
Abstract: The objective of this paper is to bring the adolescent to the center of the scene,
taking into consideration the speed of the changes that mark the present time. The study
points out the presence of different identities, related to these adolescents, which have been
changed and formed according to the emergence of new “gangs”. The paper unveils a social
quotidian in which adolescence is celebrated in our culture and influenced by a society strongly
directed towards consumption. This interferes with the conception of social and cultural
values, which are constantly produced and reproduced.
Keywords: Esthetics. Culture and adolescence.
O GOVERNO DA RAZÃO: ESCOLARIZAÇÃO, SUBJETIVAÇÃO
E PSICOLOGIA GENÉTICA
Paulo Gurgel
Doutor em Educação pela PUC-SP. Docente de Psicologia da Educação da
Faculdade de Educação da Ufba. E-mail: [email protected]
Resumo: Neste artigo abordamos o sujeito epistêmico formatado pela instituição escola,
espaço privilegiado da história da educação ao longo do século XX. Para tanto, procedemos
uma análise da psicologia genética de Jean Piaget em suas relações com práticas pedagógicas
centradas no sujeito-aluno. Enquanto tecnologias de produção de cidadãos em tempos de
liberalismo e de bem-estar social, estas práticas ditaram os ideais do governo da razão e se
encontram na raiz do sujeito piagetiano, tanto em sua dimensão diacrônica como sincrônica.
Palavra-chave: Governamentalidade. Subjetivação e epistemologia.
THE GOVERNMENT OF REASON:
EDUCATION, SUBJECTIVENESS AND GENETIC PSYCHOLOGY
Abstract: This paper deals with the epistemic subject formatted by an institution called school,
a privileged space for the history of education throughout the 20th century. An analysis of Jean
Piaget´s genetic psychology in its relation with pedagogical practices centered on the student
will be conducted. Like technologies designed to produce citizens in liberal and welfare times,
these practices dictated the ideals for governing reason and they are in the roots of the
piagetian subject in his synchronic and diachronic dimensions as well.
Keywords: Governmental. Subjectiveness and epistemology.
HEIDEGGER EDUCADOR: ACERCA DO APRENDER E DO ENSINAR
Roberto Saraiva Kahlmeyer-Mertens
Doutorando em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Docente do Centro
Universitário Plínio Leite (Unipli). Autor de Filosofia primeira: estudos sobre Heidegger e
outros autores. Rio de Janeiro: Papel & Virtual, 2004. E-mail: [email protected]
Resumo: O texto questiona a possibilidade do aprender/ensinar. Investigaremos se a
educação e seus conteúdos podem ser considerados mathematas (para os gregos: “aquilo que
pode ser aprendido”). Apresentaremos as contribuições que Heidegger traz à Filosofia da
Educação ao afirmar que todo ensinar é reconduzir quem aprende ao “lugar” de todo
aprender. Assim, o aprender/ensinar seria recordar desta instância na qual se constituem os
significados capazes de orientar a existência deste indivíduo que aprende.
Palavras-chave: Aprender. Ensinar. Mathematas. Filosofia da educação.
HEIDEGGER, THE EDUCATOR: ON LEARNING AND TEACHING
Abstract: The aim of this essay is to question the possibility of learning/teaching. For that
purpose, we will investigate if education can be considered mathematas. We will present
Heidegger’s contributions to the Philosophy of Education, when he states that all teaching
process reconducts the one who learns to the “place” of learning. Thus, the learning/teaching
process would be the remembrance of instances in which the whole group of meanings enable
the existence of the one who learns.
Keywords: Learning. Teaching. Mathematas. Philosophy of education.
EXISTENCIALISMO E EDUCAÇÃO – A FILOSOFIA SARTRIANA DA
LIBERDADE COMO FUNDAMENTO PEDAGÓGICO?
Luciano Donizetti da Silva
Mestre em Filosofia Contemporânea pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Doutorando em
História da Filosofia pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). E-mail: [email protected]
Resumo: Este artigo tem como objetivo principal responder à seguinte questão: a filosofia
sartriana da liberdade pode fundamentar uma pedagogia? Para respondê-la é preciso, antes de
tudo, entender a noção de liberdade na filosofia de Sartre, seu fundamento ontológico e sua
explicitação fenomênica. A seguir, é preciso haver-nos com as dificuldades decorrentes de tal
liberdade, e assim buscar uma pedagogia progressista que se paute pelo respeito à liberdade
individual que é, para Sartre, a razão de ser de todos os homens.
Palavras-chave: Sartre. Educação. Liberdade.
EXISTENTIALISME ET ÉDUCATION – LA PHILOSOPHIE SARTRIENNE DE
LA LIBERTÉ COMME FONDEMENT PÉDAGOGIQUE?
Résumé: Dans cet article, on a le but principal de répondre à la question suivante: la
philosophie sartrienne de la liberté peut-elle être à la base d’une pédagogie? Pour y répondre,
on a avant tout besoin de comprendre la notion de liberté dans la philosophie de Sartre, son
fondement ontologique et son explicitation phénoménologique. Ensuite, il faudra traiter des
difficultés courantes d’une telle liberté, et ainsi chercher à construire une pédagogie
progressiste fondée sur le respect de la liberté individuelle, qui est, d’après Sartre, la raison
d’être de tous les hommes.
Mots-clés: Sartre. Éducation. Liberté.
Download