Funções do Sangue

Propaganda
Aula de Sangue: Conceitos Gerais
Dra. Maria Tereza  27/11/00
Definição
Consta de uma fração líquida, o plasma, na qual estão suspensos os elementos figurado. Após a
coagulação a parte líquida (desprovida de células e destituída de fibrinogênio) é chamada de soro.
Constituintes
Plasma  compostos orgânicos / compostos inorgânicos (H2O  90% do plasma; Na, K, Ca, Mg, Cl,
P, Fe, Cu  concentração variável  equilíbrio dinâmico)
Corpúsculos em suspensão:
Eritrócitos (glóbulos vermelhos)  transporte de gases (O2 e CO2)
Leucócitos (glóbulos brancos)
neutrófilos  infecções bacterianas
eosinófilos  citotóxicos; parasitas
basófilos  resposta anafilática; edema
monócitos  fagocitose
linfócitos  resposta imune
Plaquetas (fragmentos do citoplasma de megacariócitos)  coagulação sanguínea
Constância da Composição
Homeostase
Estabilidade
Rapidez de intercâmbio
Tamponamento
Funções de diversos tecidos
difusão de substâncias
depósitos em células
elaboração ou destruição
eliminação de resíduos
Proteínas Plasmáticas
Síntese  hepatócitos, exceção as imunoglobulinas sintetizadas por linfócitos tipo B e por
plasmócitos
Exemplos  albumina, imunoglobulinas, fatores de coagulação, fibrinogênio
Predominância  albumina (proteína majoritária) e globulinas 1, 2, , 
Funções
Nutritiva  albumina  metabolismo protéico
Pressão osmótica  albumina  define fluxo de líquidos (capilares sanguíneos  interstício)
Coagulação  fibrinogênio
Viscosidade do plasma  fibrinogênio, albumina  define fluxo do sangue
Estrutura de suspensão  fibrinogênio > globulinas > albumina
Equilíbrio ácido-básico
Imunidade (globulinas, principalmente  e )
Funções do Sangue
Respiração  transporte de gases (hemácias)
Nutrição  ... digestão  transporte  absorção
Excreção  transporte de substâncias a serem excretadas (CO2)
Imunidade  imunoglobulinas
Equilíbrio hídrico do organismo
Regulação térmica  distribuição e manutenção do calor
Regulação da pressão osmótica  albumina
Regulação do equilíbrio iônico
Manutenção da pressão arterial (volemia)
Regulação de funções celulares (transporte de hormônios)
Propriedades Gerais do Sangue
Volume relativo de eritrócitos e plasma  medido com o hematócrito e expresso pelo volume de
glóbulos vermelhos em 100 mL de sangue incoagulável, centrifugado até a obtenção de um volume
constante em duas porções
Cor
Sangue arterial (oxigenado)  vermelho vivo  oxiehemoglobina
Sangue venoso (menos oxigenado)  vermelho escuro  hemoglobina reduzida
Plasma e soro  transparente ou amarelo  bilirrubina
Opacidade
Eritrócitos refletem luz
Densidade
Sangue > plasma
Sangue  depende da concentração de eritrócitos (homem > mulher)
Plasma  depende da concentração de proteínas
Viscosidade
Líquidos em movimento têm viscosidade, que depende de atrito entre as partículas
Sangue  ~ 4,7 (homem) 4,3 (mulher)  eritrócitos
Plasma ou soro  ~ 1,8  globulinas > albuminas (molécula maior, mais longas e assimétricas)
Pressão osmótica
Cerca de 25  35 mmHg
Pressão osmótica do sangue  igual ao plasma ou soro  isotônica
Pressão osmótica das proteínas do plasma (pressão oncótica)  albumina 80%
Volume
Cerca de 5,2 L
Depende  sexo, idade e gordura corporal do indivíduo
Homem  70 – 79 mL/ Kg de massa corporal
Mulher  65 mL/ Kg de massa corporal (menor número de eritrócitos, maior quantidade de
tecido adiposo)
Distribuição
Coração  250 mL
Sistema pulmonar  1300 mL
Artérias  550 mL
Capilares  300 mL
Veias  2250 mL
Reservatórios (fígado e baço)  550 mL
Variações e sua regulação
Volemia
Normovolemia
Hipovolemia
Hipervolemia
normocitêmica  eritrócitos = plasma
policitêmica  aumento de volume globular
oligocitêmica  diminuição de volume globular
Alterações fisiológicas
Após a puberdade  volume de sangue, plasma e eritrócitos do homem > mulher
Gravidez  aumento gradual de sangue materno (plasma)
Aumento da temperatura ambiente  aumento do volume total de sangue (contração do baço,
aumento do líquido intersticial)
Exercícios físicos  contração do baço e diminuição de água no plasma (transpiração)
Alterações patológicas
Hemorragia  hipovolemia normocitêmica
Desidratação intensa (queimaduras)  hipovolemia policitêmica
Policitemia vera  hipervolemia (aumento de eritrócitos e plasma)
Leucemias  hipervolemia (aumento d leucócitos e plasma)
Estabilidade de Sedimentação / Eritrossedimentação
Sedimentação  densidade da massa corpuscular / resistência do líquido
Lei de Stolkes:
Vs  velocidade de sedimentação
r  raio do corpúsculo
S  peso específico do corpúsculo
Sl  peso específico do líquido
g  constante da gravidade
  viscosidade do líquido
Variações na velocidade de eritrossedimentação
Mulher (~ 7,5 mm/ h) > homem (~ 3,3 mm/h)
Aumento de fibrinogênio (ex: gravidez - 45 mm/ h; infecções agudas) e de O2  aumenta a
velocidade de sedimentação
Diminuição de fibrinogênio, CO2, policitemias  diminuição da velocidade de sedimentação
Hemólise
Permeabilidade do eritrócito
Positiva  Cl-, HCO3-, H+, glicose, aminoácidos, uréia
Negativa  entrada de proteínas no plasma e saída de hemoglobina
Resistência à hipotonia
NaCl 0,9%  início da hemólise com 0,4 – 0,48%
quase totalmente com 0,3  0,34%
Hemólise por agentes químicos  substâncias orgânicas (éter, álcool, CHCl3, álcalis, saponina, sais
biliares, ..., venenos que contenham fosfolipases)
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards