Artigo 9

Propaganda
ANUÁRIO DA PRODUÇÃO ACADÊMICA DOCENTE
EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
A menor distância entre o sonho e a realidade
Arley Regina Lobo – Universidade Anhanguera - Uniderp
RESUMO: A Educação a Distância é uma metodologia de ensino que visa consolidar
a eficiência da aprendizagem formal sem a obrigatoriedade da presença diária do
aluno em sala de aula, ou seja, o aluno poderá estudar no lugar em que estiver e,
com isso, a EAD busca promover e facilitar a realização do sonho de todos que, por
algum motivo, não conseguiram concluir o ensino superior. Dessa forma, através
de pesquisa bibliográfica e de experiência como tutora a distância, este trabalho
objetiva demonstrar como a metodologia EAD pode proporcionar desenvolvimento
intelectual e crescimento pessoal aos alunos que se dedicam ao estudo e, assim, eleva
a auto-estima, contribui para o desenvolvimento profissional e motiva o educando
a buscar constantemente aprimorar sua formação pessoal. Essa metodologia vem
sendo o objetivo de muitos profissionais que atuam na área da educação, pois é uma
metodologia inovadora e que está requerendo mudança de cultura nas instituições de
ensino, nos jovens e adultos.
PALAVRAS-CHAVE:
Auto-Estima - Qualidade –
Educação a Distância
KEYWORDS:
Self-Esteem - Quality - Distance
Education
ABSTRACT: Distance Education is a teaching methodology that aims to consolidate the
efficiency of formal learning without mandating the daily presence of the student in
the classroom, or the student can study in the place where you are, and with it, the EAD
search promote and facilitate the realization of the dream of everyone who, for some
reason, failed to complete higher education. Thus, through a literature review and
experience as a tutor at a distance, this paper aims to demonstrate how the methodology
can provide EAD intellectual development and personal growth for students engaged
in the study and, thus, raises self-esteem, contributes to the professional development
and motivates the learner to seek constantly enhance their personal development. This
methodology has been the goal of many professionals who work in education as it is
a new methodology which is requiring change of culture in educational institutions,
young people and adults
Artigo Original
Recebido em: 22/02/2012
Avaliado em: 03/08/2012
Publicado em: 10/04/2014
Publicação
Anhanguera Educacional Ltda.
Coordenação
Instituto de Pesquisas Aplicadas e
Desenvolvimento Educacional - IPADE
Correspondência
Sistema Anhanguera de
Revistas Eletrônicas - SARE
[email protected]
v.5 • n. 11 • 2011 • p.107-115
Educação a distância - A menor distância entre o sonho e a realidade
1. INTRODUÇÃO
Educação a distância é a modalidade educacional na qual alunos e professores estão
separados, física ou temporalmente e, por isso, faz-se necessária a utilização de meios e
tecnologias de informação e comunicação. Essa modalidade é regulada por uma legislação
específica e pode ser implantada na educação básica (educação de jovens e adultos, educação
profissional técnica de nível médio) e na educação superior.” (http://www.mec.gov.br )
A Educação à distância tem como público alvo, alunos com menor poder aquisitivo que,
normalmente moram distantes dos grandes centros e que estavam afastados do ensino formal
há algum tempo. Conforme nos esclarece Moran (2011), “muitos alunos vêm de escolas pouco
exigentes, e não desenvolveram sua autonomia intelectual nem digital”. Pela carência afetiva
e intelectual, aliadas a facilidade e rapidez na comunicação, a EAD oportuniza ao aluno o
estabelecimento de vínculo afetivo e profissional com todos os profissionais envolvidos no
processo. Esse vínculo é feito a partir de contatos pessoais e individuais, através das inúmeras
ferramentas disponibilizadas pelas instituições de ensino. Assim sendo, os profissionais,
destacando os Professores Tutores a Distância, tornam-se participantes indiretos da vida do
aluno durante o processo educacional. As angústias, as dificuldades, as alegrias e as tristezas
do aluno são sistematicamente compartilhadas com esses profissionais que buscam além da
orientação para a compreensão do conteúdo ministrado na tele aula, elevar a auto-estima do
aluno, anular sua insegurança e motivá-lo a seguir em frente para consolidar a realização do
sonho individual que é a conclusão do ensino superior.
Ainda há resistências e preconceitos com a metodologia aplicada na Educação a
Distância. A EAD está alterando a cultura pedagógica e administrativa da educação, bem
como, todos os recursos, metodologias e ferramentas da aprendizagem e, com isso, a
educação presencial está crescentemente utilizando metodologia de ensino semi presencial,
reorganizando todo processo de aprendizagem.
Cada vez mais, os horários e locais de aprendizagem estão sendo flexibilizados, os
alunos podem aprender onde, quando e como for conveniente sem, necessariamente, estar
fisicamente presente em sala de aula, mas, com professores disponíveis a contribuir com seu
processo de construção do conhecimento.
De acordo com o MEC, em março de 2009 havia o registro de 5.636 pólos de apoio presencial
vinculados a 145 instituições credenciadas para a modalidade de educação a distância. Com as
constantes adequações que vêm sendo promovidas. (http://www.mec.gov.br)
Com a educação a distância, o acesso ao conhecimento e as informações chegam aos
mais diferentes locais desse nosso país de dimensões continentais, assim a aprendizagem se
torna significativa através da interação assertiva.
Está previsto na Constituição Federal de 1988 e é garantido por lei que a educação é
direito de todos e dever o Estado e, nesta modalidade de ensino é nítido o avanço constante da
tecnologia, não desvalorizando as técnicas e os recursos utilizados na educação tradicional,
108
Anuário da Produção Acadêmica Docente
Arley Regina Lobo
mas promovendo e valorizando os recursos que são facilitadores no processo de ensino e de
aprendizagem.
Devemos valorizar os recursos e desenvolver capacidades entre os usuários da EAD
afim da verdadeira aprendizagem significativa.
Para Demo (2001), qualidade em educação implica em:
“a) Qualidade acadêmica, que surge na produção original do conhecimento por meio
da docência. Refere-se às capacidades do professor de transmitir conhecimentos
advindos das práticas de pesquisa que convergem em soluções para problemas
específicos da sociedade;
b) Qualidade social, que significa que, decorrente das atividades de ensino, de
pesquisa e de extensão, as instituições educacionais atuem de forma relevante no
desenvolvimento da sociedade;
c) Qualidade educativa, que é a capacidade das instituições atuarem na formação
plena do cidadão para que possam contribuir e interferir em suas respectivas
realidades sociais”
Assim sendo, a partir de pesquisa bibliográfica e prática adquirida com trabalho na
área, nesse artigo serão demonstradas as benfeitorias e facilidades da metodologia EAD aos
alunos das diversas áreas em busca da certificação de ensino superior.
2. REFERENCIAIS DE QUALIDADE EM EAD
De acordo com ROESLER (2011), o Ministério da Educação apresentou dez itens básico que
devem ser observados pelas instituições para atingirem nível satisfatório de qualidade. São
eles:
1. Compromisso dos gestores;
2. Desenho do projeto;
3. Equipe profissional multidisciplinar;
4. Comunicação/interação entre os agentes;
5. Recursos educacionais;
6. Infraestrutura de apoio;
7. Avaliação contínua e abrangente;
8. Convênios e parcerias;
9. Transparência nas informações;
10. Sustentabilidade financeira;
Aliados aos referenciais de qualidade, as instituições de ensino disponibilizam aos
alunos, través das tarefas e das atividades propostas, oportunidade de criar, desenvolver,
produzir e gerir seu próprio conhecimento, o aluno é incentivado a buscar qualificação e
aprendizagem e, assim, seu processo educacional é incitado, consolidando o aprendizado
das matérias aprendidas. Se, com a utilização das mídias convencionais, já eram possíveis
v.5 • n.11 • 2011 • p.107-115
109
Educação a distância - A menor distância entre o sonho e a realidade
propostas de atividades consideradas inovadoras, agora, existem infinidades de opções que
objetivam potencializar a aprendizagem, como rádio, videoconferências, teleaulas, telefone,
internet, tablet, entre outros equipamentos utilizados para auxiliar no processo educacional.
Na educação, os recursos tecnológicos tem se destacado através da internet que é uma
mídia que possibilita integrar, num mesmo espaço o texto, as imagens, o som, o diálogo
em tempo real, o audiovisual e registra as possibilidades de interatividade próprias dos
ambientes on-line, denotando o enriquecimento das metodologias de ensino e dos interrelacionamentos a distância e, com isso, vem estimulando o princípio da individualização
onde o aluno vai buscar auto-aprendizagem e independência para estudar e o princípio
da motivação onde o aluno aprende a utilizar os recursos disponíveis para potencializar e
persistir no estudo sem monitoramento direto, gerando autonomia aos alunos.
A democratização do ensino é outro fator que contribui diretamente no aumento do grau
de escolaridade e o EAD tem contribuído bastante neste aspecto, abrangendo populações de
regiões distantes e de difícil acesso à rede de ensino, cujas condições econômicas são pouco
favoráveis, elevando o interesse dos alunos pela metodologia e incentivando a continuidade
no ensino a distância.
As normas e procedimentos estabelecidos para as universidades sem que se perca sua
autonomia didática e científica, proporcionando a ampliação da oferta de cursos também é
indispensável e, por fim, a instituição de um marco regulatório, com base em documentos
legais que são discutidos por deputados e senadores representantes da sociedade.
A partir daí, definitivamente, há alteração da cultura educacional onde o conhecimento
não mais se transmite passivamente, ao contrário, é construído gradativamente,
individualmente, respeitando-se os limites dos alunos e respeitando sua autonomia.
3. ESTABELECIMENTO DE RELAÇÕES VIRTUAIS
Os cursos que se utilizam da metodologia EAD podem ser semipresenciais ou presenciaisvirtuais, os quais são “cursos em que, pelo menos, oitenta por cento da carga horária
correspondente às disciplinas curriculares não seja integralmente ofertada em atividades
com a freqüência obrigatória de professores e alunos” (MEC, 2002).
Na estrutura da EAD, o aluno será instigado para que aumente sua curiosidade, sua
necessidade e sua vontade de buscar informações, caberá aos professores gerar desequilíbrio
ao aluno, construindo o próprio conhecimento e, assim, para que ele aprenda cada vez mais
sobre os assuntos abordados. Para isso, encontrará diversos profissionais cuidadosamente
treinados para suprir suas necessidades educacionais. São profissionais capacitados,
portadores de diploma de curso de pós graduação, mestrado, doutorado e pós doutorado,
com formação específica voltada para a EAD, maduros intelectual e emocionalmente, que
110
Anuário da Produção Acadêmica Docente
Arley Regina Lobo
trabalham focados no bem estar, na motivação e no sucesso do processo educacional dos
alunos, entre eles, coordenador de pólo, professor EAD, professor tutor presencial, professor
tutor à distância.
Com toda estrutura tecnológica, pedagógica e administrativa alicersada objetivando
possibilitar qualidade de ensino e facilitar o processo de aprendizagem dos alunos, a
autonomia na condução do processo escolar vem sendo um dos principais chamarizes dessa
metodologia de ensino.
As relações virtuais estão se tornando tão eficientes quanto às presenciais. A
metodologia EAD utiliza-se da comunicação síncrona (em tempo real, como ferramentas de
bate papo) ou assíncrona (receptor off line, ou seja, por mensagens e fóruns). A metodologia
EAD também se aproxima dos alunos, facilitando a comunicação, através de vídeoaulas,
tele aulas, e mensagens instantâneas.
Dessa forma, o aluno tem, durante as tele aulas, disponível através da mediação do
professor tutor presencial, suas dúvidas sanadas pelo professor EAD durante as aulas.
Posteriormente, se ainda estiver em dúvida, tem disponível contato com seus professores
tutores a distância em tempo real e, quando esse profissional não está on line, ao conectarse, recebe automaticamente a mensagem do aluno.
Assim, as relações virtuais são estabelecidas, o processo de aprendizagem é fortalecido
com eficiência, flexibilidade e autonomia para que o aluno, cada vez mais, se qualifique e se
aproxime da realização do seu sonho.
4. AUTONOMIA ESCOLAR COMPROVADA
A possibilidade de autocontrole, da autogestão e da autonomia durante o processo de
escolaridade se estabelece como características centrais da EAD, oportunizando, por um
lado, que os educandos imprimam um ritmo de estudo de acordo com o que lhes for mais
conveniente e, por outro lado, que estes avancem no seu aprendizado de acordo com o grau
de amadurecimento cognitivo, interesse, tempo e conhecimento prévio que detêm sobre
determinado objeto de estudo, garantindo a autogestão do conhecimento.
Em 2011/1, realizou-se um estudo para verificação da veracidade nas informações
obtidas quanto à autonomia e a flexibilidade da metodologia EAD.
A partir do acompanhamento direto de um grupo de alunos, regularmente matriculados
no curso de Gestão de Recursos Humanos à Distância, em uma conceituada Instituição de
Ensino Superior, obtiveram-se os seguintes resultados:
v.5 • n.11 • 2011 • p.107-115
111
Educação a distância - A menor distância entre o sonho e a realidade
Figura 1: Acesso através do Ambiente Virtual de Aprendizagem
Na figura 1 pode-se observar que os alunos da 2ª Série dos pólos pesquisados,
diversificam bastante os períodos de acesso ao ambiente virtual de aprendizagem, porém
há sinais de maior acesso no período noturno do que nas interações por email (figura 2),
o que pode sinalizar que, como nem todas as empresas viabilizam o acesso ao ambiente
virtual, o aluno, ao chegar em casa, acessa seu AVA para assistir as aulas disponibilizadas
no ambiente virtual.
Figura 2: Acesso através de email.
Na figura 2 pode-se observar que os alunos da 2ª Série dos pólos pesquisados, diversificam
bastante os períodos de acesso através de email, destacando-se a maioria de acessos no período
matutino em São José dos Campos e no período vespertino, em Sorocaba, ou seja, durante
o horário comercial, o que pode sinalizar para alunos que aproveitem seu tempo livre no
trabalho para acessar sua caixa de email e interagir com o Prof. Tutor a Distância.
Observa-se ainda que, na 2ª série dos pólos pesquisados, o acesso através do ambiente
virtual de aprendizagem é significativamente mais utilizado pelos alunos do que o acesso
pelo ambiente virtual de aprendizagem. Cada acesso do aluno no AVA pode refletir uma
112
Anuário da Produção Acadêmica Docente
Arley Regina Lobo
aula assistida, uma dúvida tirada, parte de uma atividade desenvolvida, ou seja, promoção
de aprendizagem através da troca de informações. Através do AVA os alunos podem
também participar do fórum de discussão, ter acesso a biblioteca virtual, comprar livros do
próprio curso e de outros cursos (PLT), postar suas atividades e assistir palestras.
5. PARA REALIZAR É PRECISO SONHAR
Segundo Lobo (2008),
“O ser humano deve ser estudado em sua amplitude, observando seu
desenvolvimento global e, procurando contribuir para a conquista de melhores
condições de sobrevivência, com liberdade, dignidade e igualdade entre os diferentes
povos, tendo em vista que os seres humanos buscam continuamente alcançar bom
nível de qualidade de vida”.
Atualmente, surge uma nova geração. Estamos diante de uma geração de jovens
inovadores, pró ativos, independentes, entendedores do poder da mídia, que aprendem
por meio da interação. “A informação não é apenas consumida. Ela também é produzida
pelos jovens. [...] Esses jovens têm autoconfiança e auto-estima. Sabem que seu futuro
não está nas mãos de governos ou empresas. Valorizam os direitos individuais, como a
privacidade e a liberdade de expressão. E mais: querem ser tratados com justiça. Há um
traço cultural marcante que faz com que eles queiram dividir uma parte da riqueza que
ganham.” (Tapscott & Williams, 2006, p. 39)
Assim, o degrau a que cada um ascenderá nessa carreira será aquele que a natureza
marcou por si só, em suas faculdades, como o termo de seus esforços. (Romme, 1889, p.
189). A Educação a Distância representa além da conquista a partir do avanço escolar ou
a conclusão do ensino superior, a EAD reflete a busca constante por autonomia e poder
decisório sobre o processo educacional do aprendiz, refletindo inconscientemente, o poder
sobre decisões importantes na condução das próprias vidas, buscando aumento na qualidade
de vida a partir da realização do seu sonho. Qualidade de vida, para Cardoso et al. (2003),
é a realização, em todos os níveis, de maneira holística, ou seja, o ser humano satisfaz suas
necessidades de maneira global e, assim, facilita o processo de promoção da saúde.
Saúde, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, citado por Guimarães e
Grubits, (apud Lobo, 2008), é: “um método de completo bem estar físico, mental e social”,
ou seja, um estado de equilíbrio das funções orgânicas, equilibrando o estado físico, mental,
espiritual e afetivo.
Segundo Castro (2002), “a motivação individual busca o equilíbrio do ser humano”.
Ao buscar a realização dos seus sonhos, materializados na educação formal, os jovens
aprendizes, traçam metas e vislumbram atingir seus objetivos a curto, médio e longo prazo.
Com a acessibilidade, a flexibilidade e a facilidade de interação e aprendizagem que a
Educação a Distância, a conclusão da escolarização tem estado, cada vez mais, ao alcance
de todos aqueles que almejam progresso, sucesso e crescimento.
v.5 • n.11 • 2011 • p.107-115
113
Educação a distância - A menor distância entre o sonho e a realidade
6. CONCLUSÃO
Após pesquisa bibliográfica aliada a experiência adquirida durante acompanhamento da
evolução de alunos inscritos no curso superior de Gestão de Recursos Humanos, em Universidade
Privada, autorizada pelo MEC, inscritos em programa EAD, concluo que a metodologia utilizada
nesse processo é eficiente e inovadora, flexível e acessível a todos os níveis de escolaridade
onde, caberá aos alunos, reforçarem seu aprendizado a partir das ferramentas disponibilizadas
e tornarem-se bons profissionais com a conquista dos seus sonhos.
A EAD, paulatinamente, vem diversificando e ampliando seu campo de atuação e,
com isso substituindo o ensino tradicional e apresentando alternativas de aprendizagem
para todos que realmente querem estudar, aprender, crescer e desenvolver-se, visando o
estabelecimento da liberdade na condução do próprio processo educativo, com ferramentas
tecnológicas de alta qualidade.
Para estar inserido, participar ativamente e com nível satisfatório de qualidade no
programa aplicado no ensino a distância, é imprescindível que as etapas de planejamento,
produção e aplicação do ensino a distância sejam detalhadamente trabalhadas pela equipe
executiva do projeto a fim de atender a necessidade dos alunos.
Dessa forma, os alunos inscritos nos programas EAD além de terem a possibilidade
real de conclusão do seu processo escolar, motivam-se para a continuidade da sua formação.
A EAD pode amplia a capacidade de memorização, raciocínio e elevar sua auto-estima, a
partir da realização dos seus objetivos, das suas metas e dos seus sonhos.
REFERÊNCIAS
http://portal.mec.gov.br
http://moran10.blogspot.com/
http://www.webartigos.com/articles/72035/1/Educacao-a-Distancia-/pagina1.
html#ixzz1XrXXQQtW
http://portal.inep.gov.br/web/censo-da-educacao-superior/censo-da-educacao-superior
http://portal.mec.gov.br/sesu/index.php?option=content&task=view&id=588&Itemid=298.
ALVES, Carina. Propostas Metodológicas e Uso das Tecnologias em EaD. Diretoria de Extensão e
Pós- Graduação. Anhanguera Educacional, 2011.
BRASIL. Constituição ( 1988 ). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF,
Senado, 1988.
DEMO, P. Educação e qualidade. 6. ed. São Paulo: Papirus, 2001
LANDIM, Cláudia M. das M. P. F. Educação à Distância: algumas considerações. Rio de Janeiro: [
s.n ], 1997. 146p.
______.; WILLIAMS, Anthony D. Wikinomics. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.
LOBO, Arley Regina . Qualidade de Vida dos Trabalhadores Rurais Indígenas. Dissertação de
Mestrado. Mato Grosso do Sul: Uniderp, 2008.
ROMME, G. Rapport sur l’instruction publique considérée dans son ensemble, 20 décembre de
1792. In : GUILLAUME, James. Procès Verbaux du Comité d’instruction publique de la Convention.
Paris : s.ed., 1889. p. 347-369
114
Anuário da Produção Acadêmica Docente
Arley Regina Lobo
ROESLER, Jucimara. Referenciais de Qualidade em educação à distância. Pós- Graduação 2011.
Leitura Fundamental, aula 1, parâmetros legais para uma Educação a distância de Qualidade,
Anhanguera Virtual, 2011
TAPSCOTT, Don. Geração Net. São Paulo: Makron Books, 1998.
v.5 • n.11 • 2011 • p.107-115
115
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards