Carta de São Paulo aos Romanos

Propaganda
8, 28-30: O plano da salvação
E nós sabemos que Deus coopera em tudo para o bem daqueles que o amam, daqueles
que são chamados segundo o seu desígnio. Porque os que de antemão ele conheceu, esses
também predestinou a serem conformes à imagem do seu Filho, a fim de ser ele o primogênito
entre muitos irmãos. E os que predestinou, também os chamou; e os que chamou, também os
justificou, e os que justificou, também os glorificou.
Às vezes pensamos que tudo quanto acontece é porque Deus quer. Deus só quer o bem para
cada um de nós. Mas sim que é verdade que tudo quanto acontece, mesmo o pecado, a
tristeza e o mal Deus sabe aproveitar para o nosso bem, a nossa purificação, o nosso
amadurecimento e crescimento humano e espiritual. Deus tem um plano a amor para todos e
para cada um. Ele te quer bem. Agradece em silêncio a Deus porque Ele sonhava contigo
antes que tu nascesses. Pede-lhe a graça de descobrir o que Ele quer de ti, e a força do
Espírito para realizar na tua vida o projeto de Deus.
8,31-39: Hino ao amor de Deus.
Depois disto, que nos resta a dizer? Se Deus está conosco, quem estará contra nós?
Quem não poupou o seu próprio Filho e o entregou por todos nós, como não nos haverá de
agraciar em tudo junto com ele? Quem acusará os eleitos de Deus? É Deus quem justifica.
Quem condenará? Cristo Jesus, aquele que morreu, ou melhor, que ressuscitou, aquele que está
à direita de Deus e que intercede por nós? Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação,
a angústia, a perseguição, a fome, a nudez, o perigo, a espada? Segundo está escrito: “Por sua
causa somos postos à morte o dia todo, somos considerados como ovelhas destinadas ao
matadouro”. Mas em tudo isto somos mais que vencedores, graças àquele que nos amou.
Pois estou convencido de que nem a morte nem a vida, nem os anjos nem os
principados, nem o presente nem o futuro, nem os poderes, nem a altura, nem a profundeza,
nem qualquer outra criatura poderá nos separar do amor de Deus manifestado em Cristo Jesus,
nosso Senhor.
Nada poderá nos separar do amor de Deus que se manifesta em Jesus Cristo. Quem poderá
nos separar do amor de Cristo? Ninguém, nada! Em que momentos da minha vida eu tenho
experimentado esta fé? Neste momento eu vivo esta certeza de que Jesus está perto de mim,
dentro de mim? Procuro corresponder a tanto amor? Como que eu posso corresponder ao
amor de Cristo? Ele merece de mim uma resposta generosa, grande, plena.
“O vento
sopra onde
quer
e ouves o seu
ruído,
mas não sabes
de onde vem
nem para onde
vai.
Assim acontece
Com todo
aquele
Que nasceu
do Espírito”
(João 3, 8)
3- FINAL DA ORAÇÃO PESSOAL
Quais sentimentos prevaleceram nesta oração? O texto me ajudou a dialogar com
Deus? Qual é a mensagem principal que Deus me comunicou? Compreendi bem como Deus
me ama e me chama a participar do seu projeto? Vou dizer a Deus uma palavra final de louvor
e de agradecimento, tal como meu coração quer se expressar.
Que o Senhor oriente por bons caminhos a obra que Ele iniciou em você. Amém!
Carta de São Paulo aos Romanos
Capítulo 8: A vida espiritual do cristão
1.
INTRODUÇÃO:
- Procurar um lugar de solidão e silêncio, por se tratar de uma oração pessoal.
- Se colocar na presença de Deus com amor e confiança. Deus te ama.
- Pedir a Deus a luz do Espírito Santo para compreender a sua Palavra.
- Deus quer te falar uma Palavra de Vida, de bem e de paz.
- Atitude de ESCUTAR – CONTEMPLAR – ADORAR
A leitura é de oração, sem pressa, deixando Deus falar no teu coração. O importante não é fazer
uma leitura, o que vale é orar: escutar a Deus e responder como Ele merece. Contemplar e
Adorar.
2. LEITURA ORANTE..
Ler o texto devagar, pensando sempre: O que hoje, agora, Deus quer me dizer por meio desta
leitura bíblica?
8,1-13: A vida no Espírito
Portanto, não existe condenação para aqueles que estão em Cristo Jesus. A Lei do
Espírito da vida em Cristo Jesus te libertou da lei do pecado e da morte. De fato – coisa
impossível à Lei, porque enfraquecida pela carne – Deus, enviando o seu próprio Filho numa
carne semelhante à do pecado e em vista do pecado, condenou o pecado na carne, a fim de que
o preceito da Lei se cumprisse em nós que não vivemos segundo a carne, mas segundo o
espírito.
Com efeito, os que vivem segundo a carne desejam as coisas da carne, e os que vivem
segundo o espírito, as coisas que são do espírito. De fato, o desejo da carne é morte, ao passo
que o desejo do espírito é vida e paz, uma vez que o desejo da carne é inimigo de Deus: pois
ele não se submete à lei de Deus, e nem o pode, pois os que estão na carne não podem agradar
a Deus. Vós não estais na carne, mas no espírito, se é verdade que o Espírito de Deus habita
em vós, pois quem não tem o Espírito de Cristo não pertence a Ele. Se, porém, Cristo está em
vós, o corpo está morto, pelo pecado, mas o Espírito é vida, pela justiça. E se o Espírito
daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vós, aquele que ressuscitou Cristo
Jesus dentre os mortos dará vida também a vossos corpos mortais, mediante o seu Espírito que
habita em vós.
Portanto, irmãos, somos devedores não à carne para vivermos segundo a carne. Pois se
viverdes segundo a carne, morrereis, mas, se pelo Espírito fizerdes morrer as obras do corpo,
vivereis.
Deus nos perdoa em Jesus Cristo, não quer nos castigar nem condenar. Por meio do
Espírito Santo Jesus vive dentro de nós, perto de nós, ao nosso lado. Ele morreu por nós e
abriu para nós um caminho de vida e de luz. Ele caminha com a gente, partilha nossas dores e
alegrias, angústias e esperanças. Você pertence a Jesus Cristo, Ele comprou tua vida pelo
preço da cruz. Você se sente amado por Deus? A sua vida é marcada pela presença de Jesus
Cristo? Agradece a Jesus pelo seu imenso amor por você.
8,14-17: Filhos e Filhas de Deus graças ao Espírito
Todos os que são conduzidos pelo Espírito de Deus são filhos de Deus. Com efeito,
não recebestes um espírito de escravos, para recair no temor, mas recebestes um espírito de
filhos adotivos, pelo qual clamamos: Abba! Pai! O próprio Espírito se une ao nosso espírito
para testemunhar que somos filhos de Deus. E se somos filhos, somos também herdeiros;
herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo, pois sofremos com ele para também com ele
sermos glorificados.
Você é filha e filho muito amado pelo Pai Criador. Ele nos dá de presente todo dia, hoje
também, o seu Espírito Santo, para nos renovar e nos fazer semelhantes a Jesus. O Espírito
clama em nós a Deus: Papai!. Com toda confiança filial. E você, costuma ter na sua vida esta
confiança com Deus? Ou ainda tem medos, resistências e dificuldades para aceitar a Deus em
tua vida com amizade? Deus é para você mais um amigo ou um carrasco? Fala, neste
momento, a Deus do jeito que você está se sentindo: agradece, pede perdão, louva, pede
força, oferece o teu coração a Deus... que Ele te escuta e acolhe com carinho. Sempre!
8,18-27: Destinados à glória
Penso, com efeito, que os sofrimentos do tempo presente não tem proporção com a
glória que deverá revelar-se em nós. Pois a criação em expectativa anseia pela revelação dos
filhos de Deus. De fato, a criação foi submetida à vaidade – não por seu querer, mas por
vontade daquele que a submeteu – na esperança de ela também ser libertada da escravidão da
corrupção para entrar na liberdade da glória dos filhos de Deus. Pois sabemos que a criação
inteira geme e sofre as dores de parte até o tempo presente. E não somente ela. Mas também
nós, que temos as primícias do Espírito, gememos interiormente, suspirando pela redenção do
nosso corpo. Pois nossa salvação é objeto de esperança; e ver o que se espera não é esperar.
Acaso alguém espera o que vê? E se esperamos o que não vemos, é na perseverança que o
aguardamos.
Assim também o Espírito socorre a nossa fraqueza. Pois não sabemos o que pedir
como convém; mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inefáveis, e aquele que
perscruta os corações sabe qual o desejo do Espírito; pois, é segundo Deus que ele intercede
pelos santos.
O Reino de Deus já está no meio de nós. Ainda, porém, não chegou à sua plenitude. Está a
caminho. Nós também já somos filhas e filhos de Deus... mas o pecado, às vezes, desfigura
em nós esta graça. A dor, o sofrimento, o pecado, as limitações humanas atrapalham a Vida
Divina presente em nós. Por isso aqui na terra vivemos em parte o que é o céu... mas
esperamos a plenitude, a realização total. Entretanto nosso coração suspira por Deus como
dizia Santo Agostinho: “Fizeste-nos, Senhor, para ti, e o nosso coração não ficará satisfeito até
que descanse em ti” O Espírito puxa em nós para sermos como Jesus, para acolhermos cada
vez mais o seu Reino de vida plena e feliz para todos. E você, sente essa sede de Deus, esse
desejo de ser como Deus quer? . Você deixa a Deus espaço no seu coração para Ele poder
morar em você e te transformar do jeito que Ele te quer? Você deixa o Espírito Santo orar ao
Pai em você? A sua oração é uma oração egoísta ou de amor? Fala a Deus neste momento o
que você sente, coloca para Ele as tuas preocupações, mágoas, tristezas, dificuldades.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards