hepatite b crônica em puérpera - relato de caso

Propaganda
HEPATITE B CRÔNICA EM PUÉRPERA - RELATO DE CASO
Daniela Maria Raulino da Silveira; Vitória Carvalho Cardoso; Eliete da Cunha
Araújo; Manoel do Carmo Pereira Soares.
[email protected]; [email protected];
[email protected]; [email protected]
Eliete da Cunha Araújo, mestre em medicina tropical, Universidade Federal do Pará,
Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Assistência Materno Infantil II.
Apoio Laboratorial: Instituto Evandro Chagas.
Apoio Financeiro: Programa Institucional de Bolsas de Extensão – PIBEX.
Área Temática: Saúde.
RESUMO
INTRODUÇÃO: A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima em torno de 350 milhões o
número de portadores crônicos do vírus da hepatite B (VHB), os quais constituiriam o contingente de
indivíduos aparentemente sadios. METODOLOGIA: Estudo de uma paciente 34 anos de idade, faioderma,
solteira, residente em Belém - PA e procedente do Maranhão, doméstica. Deu entrada na Maternidade da
Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMPA) em 10/08/2004, dando a luz a uma criança do sexo
feminino com 40 semanas de idade gestacional, pesando 2870 gramas, APGAR de 4/9. A paciente
encontrava-se assintomática, sendo o diagnóstico feito através da sorologia, por ela ter sido incluída no
Projeto Atendimento ao Menor Carente, visto não ser rotina a pesquisa de marcadores sorológicos para o
vírus da hepatite B em puérperas. RESULTADOS: Após a 1ª dose da vacina em 11/09/2004, o lactente
desenvolveu marcador sorológico compatível com imunidade (Anti HBs).
Descritores: hepatite B, gestação, profilaxia.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards