Pronunciamento do Deputado Federal CORIOLANO SALES (PMDB

Propaganda
Pronunciamento do Deputado Federal
CORIOLANO
comentando
SALES
as
(PMDB-BA)
dificuldade
para
obtenção de empréstimos dos micro e
pequenos empresários. Sessão de 07 de
maio de 2002.
Senhor Presidente, Senhoras Deputadas e Senhores Deputados:
Superar a burocracia e democratizar o acesso às linhas de
financiamento são os maiores desafios da pequena empresa. Talvez seja
pelo fato dos bancos não terem interesse em fazer empréstimo para
pequenos empresários. E, para conseguir esse empréstimo, mais vale uma
boa relação com o gerente do banco do que uma ficha limpa.
Hoje existem cerca de 3,6 milhões de empresas formais no Brasil,
que são do comércio, indústria e serviços. Temos 4,6 milhões de empresas
rurais. Nessas 3,6 milhões, 98% são pequenas e microempresas. Nas 4,6
milhões de propriedades rurais, 4,1 milhões são de agricultura familiar.
Segundo o IBGE, temos 9,5 milhões de empreendedores informais. Já
segundo o Dieese, são 14,5 milhões. Qualquer número que você adote, é
um número fantástico. Estamos falando de algo como 20 milhões de
empreendedores no Brasil.
E uma das maiores reclamações dos empreendedores é justamente
a dificuldade de obtenção de crédito.
Existe uma quantidade de
brasileiros que é excluída dos bancos. Existe uma outra categoria de
brasileiros, pequenas empresas, que tem serviços bancários mas é
excluída do empréstimo. O Brasil tem apenas 30% do seu PIB alavancado
em empréstimos. Se você vai para a Inglaterra ou Alemanha, esse
percentual é superior a 100%.
De acordo com pesquisa recentemente feita, a maioria dos
empresários (cerca de 57%) diz estar enfrentando dificuldade financeiras,
índice que aumenta entre os menos escolarizados. E a situação piora para
quem tem mais de 60 anos.
Entre outras coisas, estabeleceu-se uma máxima de que as pequenas
empresas morrem muito e são arriscadas. A média nacional de
mortalidade no primeiro ano é de 36%. As causas são o despreparo para
a gestão empresarial, não é preciso apenas saber fazer bem feito um
determinado produto, é preciso saber gerir uma empresa que está por
trás daquele produto, RH, tributos, planejamento estratégico, mercado,
marketing, logística.
Do ponto de vista do crédito, não tem crédito e, quando tem, é caro.
Os bancos estatais, nos últimos três anos, por conta do Brasil
Empreendedor, aumentaram os empréstimos às pequenas empresas. No
entanto, os bancos privados recuaram. Houve um aumento expressivo no
crédito para pessoas físicas. Isso significa que os bancos estão financiando
a pessoa jurídica, a pequena empresa, como pessoa física, em que a
cobrança é mais fácil e os juros, maiores.
Muito obrigado
CORIOLANO SALES
Deputado Federal
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards