15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV

advertisement
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
Mais de uma década a FINTA(r) a tristeza e a
desmotivação e a construir colectivamente
Futuros mais Solidários, Participados e
Sustentados numa Comunidade Culta e Inclusiva.
De 30 de Novembro a 5 de Dezembro, o FINTA
leva a cena a 15ª edição da Festa do Teatro. As
edições anteriores trouxeram muitos e bons
momentos teatrais à ACERT, às ruas de Tondela e
das suas freguesias, entre muitos outros locais.
Em 2009, queremos que o Festival seja também
um ponto alto para os tondelenses e visitantes.
Dia novo, estreia nova. A Companhia Voadora de
Santiago de Compostela, que integra actores cuja
carreira começou no TRIGO LIMPO, partilha com o
público mais uma estreia criada em residência no
Novo Ciclo a (primeira produção desta companhia foi
também criada em residência na sede da ACERT em
Janeiro/Fevereiro de 2008).
Haverá melhor forma de começar o FINTA do que
com uma nova criação da equipa da casa? Julgamos
que não! O Festival abre, assim, com uma estreia do
TRIGO LIMPO teatro ACERT. “Vila Cacimba”
constitui o retorno a Mia Couto e ao imaginário do
seu universo, naquela que é a 85ª produção da
companhia ACERTina. A encerrar a noite no bar e no
dia seguinte na rua, Niño Costrini espalhará a ironia e
o riso, fazendo a cidade transbordar de comédia,
Novo Circo e malabarismo.
À noite, uma das últimas criações dos Yllana, mestres
do humor que já nos brindaram com a sua presença
em várias edições do Festival.
No quinto dia, o “Projecto Satélite” da Circolando
fará do Teatro físico e visual a sua imagem de marca
num espectáculo para toda a família.
Nesta edição vamos ter vários retornos de
companhias que deixaram a sua marca nas edições
anteriores. Na tarde do feriado será apresentado no
Auditório Municipal (Filarmónica Tondelense) o mais
recente espectáculo infantil do GICC da Covilhã, com
o qual temos um antigo historial de colaboração. Os
mais novos têm aqui o primeiro dos espectáculos do
Festival.
Assim que escurecer, a última peça do Teatro de
Montemuro, um dos projectos mais característicos
do panorama artístico português, vai inundar a noite
com o brilho contagiante de corruptos incorrigíveis.
Pela coerência da sua actuação e pelo modo como
tem defendido a cultura nos territórios do interior,
este grupo tem vindo a estabelecer fortes laços com a
ACERT desde o seu início.
Depois será altura de Teatro para as Escolas, pela
mão dos nossos parceiros ao longo de todo o ano: O
Art’Imagem no Auditório Municipal.
No último dia à tarde, o CEPiA de Évora brinda-nos
com uma estreia: um espectáculo que, também criado
em residência artística no Novo Ciclo, constrói um
microcosmo dramatúrgico de ficção.
À noite daremos lugar a uma Companhia que,
presente no FINTA inaugural, nos presenteou com
um extraordinário espectáculo de marionetas. Desta
vez, o Teatro Corsario traz-nos uma estreia em
Portugal que tem merecido as melhores referências
na imprensa espanhola e internacional. “Aullidos” foi
inclusive considerado o “melhor espectáculo de
marionetas para adultos no Festival Internacional de
Marionetas de Valência”. O grupo de Luís
Bettencourt é a garantia de uma grande festa para
encerrar ao ritmo da música açoriana.
Presença constante ao longo do Festival será a
Companhia Marimbondo que, de Quarta-feira a
Sábado, fará os cantos e recantos de Tondela
transbordar de boa disposição.
De estreias e regressos se construirá, então, este
FINTA, a Festa de todos os que fazem do Teatro um
momento especial de partilha de emoções.
Suba o pano!
Dossier de Imprensa - Pág. 1
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
Programa FINTA
15º Festival Internacional de Teatro ACERT
Tondela, 30 Novembro a 05 Dezembro 2009
30 Nov. 21:45 ESTREIA TRIGO LIMPO TEATRO ACERT “Vila Cacimba”
23:30 Niño Costrini
01 Dez. 14:30 NIÑO COSTRINI (Ruas de Tondela)
16:00 GICC TEATRO DAS BEIRAS “LOL.pop”
21:45 Teatro Regional da Serrra do Montemuro “Saloon Ye-Ye”
02 Dez. 14:30 Companhia MARIMBONDO (Ruas de Tondela)
21:45 Estreia Plataforma Voadora “Super8”
03 Dez. 10:00 e 14:30 TEATRO ART’IMAGEM “História de uma gaivota e …”
14:30 COMPANHIA MARIMBONDO (Ruas de Tondela)
21:45 Teatro Yllana “Zoo”
04 Dez. 14:30 COMPANHIA MARIMBONDO (Ruas de Tondela)
21:45 CIRCOLANDO PROJ. SATÉLITE “Paisagens em Trânsito”
23:30 “Jamin’Tondela” B.Swing Café-concerto
05 Dez. 14:30 COMPANHIA MARIMBONDO (Ruas de Tondela)
18:30 ESTREIA CEPIA “Antes que a noite venha…”
21:45 TEATRO CORSÁRIO “Aullidos”
23:30 “Ynot Band” Café-concerto
Dossier de Imprensa - Pág. 3
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
TEATRO
ESTREIA
TRIGO LIMPO TEATRO ACERT
seg 30 nov’09
21:45 / AUDITÓRIO 1
Vila Cacimba
Uma aldeia que mente para viver, onde nasce um espectáculo… de verdade!
O TRIGO LIMPO teatro ACERT, a nossa companhia, regressa a Mia Couto, um autor do nosso
encantamento.
É num ambiente de sonho e de policial, onde o romance e a novela mexicana se fundem e confundem, que
seis actores colocam em cena uma história mirabolante centrada na busca… de um remédio.
Conseguirá o Doutor Sidónio erradicar a epidemia que assolou Vila Cacimba ou pretende apenas curar
Bartolomeu Sozinho? Conseguirá Suacelência um medicamento que lhe anule definitivamente a
transpiração ou morrerá envenenado por vingança? Conseguirá Dona Munda que lhe devolvam a filha
Deolinda ou será acusada de ser feiticeira?
Sonhar é uma cura ou dá um trabalhão danado? Há sempre um remédio para tudo ou a vida não tem
remédio?
A partir de “Venenos de Deus, Remédios do Diabo, As incuráveis vidas de Vila Cacimba” de Mia Couto
Dramaturgia e Encenação Pompeu josé
Actores Ilda Teixeira, José Rosa, Pompeu José, Raquel Costa, Sandra Santos e Zito Marques
Cenografia Zétavares, Pompeu José e Taller de Escultura
Música Fran Perez (executada em cena pelos actores)
Figurinos Ruy Malheiro (com apoio à execução de José Rosa e Sandra Santos)
Classif: maiores de 12 anos.
www.acert.pt/trigolimpo
Dossier de Imprensa - Pág. 4
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
TEATRO REGIONAL DA SERRA DE MONTEMURO
ter 01 dez’09
auditório 1/ 21:45
Saloon YE-YE
Incorrigíveis corruptos cedo têm o destino que sabem que merecem…
Em plena crise, num lugar inóspito no meio do nada, uma empresa que não é fantasma – um Saloon! –
tenta prosperar com a sua actividade de serviço público. Contudo, o ambiente não está de feição e o
Saloon conhece sucessivos donos que, disputando o poder à boa maneira do Oeste selvagem, tentam
impor a sua lei… ainda que por pouco tempo.
Catt Pingado, Kid Mocas, Débora Boy, Xerife Olívia, Susy Carioca, Teclas Man, Lulu Quem-me-dera, Speedy
Meu, FredySnif e Lucas Rosinha com Cavaca, o cavalo com cornos de vaca, são as personagens desta
destrambelhada história dos nossos dias.
Texto: Abel Neves
Encenação: Graeme Pulleyn
Interpretação: Abel Duarte, Paulo Duarte, Daniela Vieitas, Neusa Fangueiro e Nuno Bravo Nogueira
Musica: Carlos Clara Gomes
Cenografia e Figurinos: Ana Brum
Construção de Cenários: Carlos Cal
Ass. Cenografia: Maria Conceição Almeida
Confecção de Figurinos: Capuchinhas CRL
Cartaz: Zétavares
Direcção de Produção: Paula Teixeira
Assistência de Produção: Susana Duarte
Comunicação: Paula Teixeira e Susana Duarte
Operação: Carlos Cal e Eduardo Correia
Classif: maiores de 12 anos.
www.teatromontemuro.com
Dossier de Imprensa - Pág. 5
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
ESTREIA
VOADORA
qua 02 dez’09
21:45 / AUDITÓRIO 2
Super 8
A memória em formato SUPER 8 num musical que explora os seus meandros…
Eis um espectáculo sobre os mecanismos selectivos da memória, assinada pela Companhia Voadora em
co-produção com o Centro Dramático Galego. Neste banquete, todos os comensais se debatem entre a
decisão de recordar ou o desejo de esquecer. Teatro, Música e Dança unem-se num jogo evocativo a ritmo
da Pequena Orquestra Ambulante!
Se os primeiros amores, os primeiros beijos existem só porque nós os recordamos, e se essa é a sua única
existência, então todo o vivido vem a ser um romance em fase contínua de correcção, um relato
permanentemente reescrito.
SUPER8 questiona o papel da memória na construção dos nossos “eus”. Segunda parte da Triologia
“Lugares Comuns – Fracasso-Memória – Paraíso”, investiga os espaços reais e imaginários que
partilhamos e o modo como esses pontos de encontro influenciam o indivíduo contemporâneo em busca
da sua própria identidade.
· Espectáculo criado em residência no Novo Ciclo ACERT
Intérpretes: Jose Díaz, Marta Pazos, Hugo Torres, Uxia P.Vaello e Sergio Zearreta
Encenação: Marta Pazos
Apoio dramaturgia: Roberto Leal
Espaço cénico: Sandra Varela
Música Original: Hugo Torres e Jose Díaz
Estilismo: Fany Bell
Realização Vídeo: Jose Díaz
Classif: maiores de 12 anos.
www.voadora.es
Dossier de Imprensa - Pág. 6
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
YLLANA
qui 03 dez’09
21:45 / AUDITÓRIO 1
Zoo
Neste ZOO ninguém poderá escapar às garras do riso!
Na selva mais profunda, intrépidos exploradores afrontam a mais insensata das aventuras. A sua missão é
capturar um animal exótico em vias de extinção e trazê-lo para o Jardim Zoológico de uma grande cidade.
As contínuas trapalhadas dos protagonistas desencadeiam uma epopeia num local aparentemente
paradisíaco, convertendo-o num espaço povoado por criaturas excêntricas e tribos hostis.
Uma aventura contagiante a assinalar o regresso de uma Companhia que deixa sempre marcas profundas
no público do FINTA!
Ideia original, criação e direcção: Yllana
Direcção artística: Juan Francisco Ramos y David Ottone
Interpretes: César Maroto, Juan Francisco Dorado, Susana Cortés y Ruben Hernández
Cenário: Yllana
Efeitos sonoros: Jorge Moreno “Milky”
Sonoplastia: Luís López de Segóvia
Consultor de Magia: Willy Monroe
Figurinos: Gabriela Salaverri
Desenho de Luz: Juan A. González
Construção de adereços: 4D Escenografia
Audiovisuais: Ramón Sáez
Coreografia: Carlos Chamorro
Director técnico: Ismael Garcia
Produção: Mabel Caínzos e Ángel García
Classif: maiores de 12 anos.
www.yllana.com
Dossier de Imprensa - Pág. 7
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
CIRCOLANDO – PROJECTO SATÉLITE
sex 04 dez’09
21:45 / AUDITÓRIO 1
Paisagens em Trânsito
Teatro de marionetas, teatro do objecto, teatro físico. Três linguagens unidas numa misteriosa
história de exílio.
No átrio de uma estação de comboios imaginária está um homem carregado de malas. Um viajante sem
destino com uma história guardada na bagagem. O comboio não chega. Desesperado, o homem abre uma
mala atrás da outra, deixando a descoberto pedaços da sua vida. Badalos, farda de combate, palha, terra,
paisagens da memória aos poucos descobertas no fundo de cada mala.
A linha de comboio une as pontas à história. Começa no mesmo ponto onde termina. Pelo meio atravessa,
invisível, o mundo interior do viajante. Será mesmo um viajante? O condutor do comboio? O guarda da
estação? Personagens que nos ajudam a construir o nosso próprio comboio e seguir viagem.
Em 2006, a Circolando teve a ideia de apoiar projectos idealizados por colaboradores regulares com
quem existisse uma profunda identificação artística. O apoio a estes “Projectos-Satélite” traduz-se não
apenas no acompanhamento à encenação e à dramaturgia, mas também na produção, promoção e
construção plástica.
Criação e interpretação: Patrick Murys
Colaboração na encenação e dramaturgia: André Braga e Cláudia Figueiredo
Construção: Sandra Neves (adereços, marionetas e figurinos);
Carlos Pinheiro com a colaboração de Nuno Guedes (cenografia)
Desenho de luz: Cristóvão Cunha com a colaboração de Pedro Fonseca
Classif: maiores de 8 anos.
www.circolando.com
Dossier de Imprensa - Pág. 8
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
ESTREIA
CEPIA - CENTRO DE ESTUDOS PERFORMATIVOS E ARTÍSTICOS
sáb 05 dez’09
18:30 / AUDITÓRIO 2
Antes que a Noite Venha - Antígona
Um universo estético e dramatúrgico que simultaneamente habita e se deixa habitar pelo
ficcional.
Um texto, vários textos. As palavras de Eduarda Dionísio erguem-se como um monólito sobre a paisagem
de todos os textos que o compõem. Isso aprisionou-nos os movimentos. Mover sem partir!
Através das Falas de Antígona, a autora recria um microcosmo de ficção a partir de uma perspectiva
feminina. O resultado é um espectáculo construído sobre os traços distintivos de cada actriz, que explora
as diferentes respostas dessas identidades distintas a estímulos e lugares tão diversos como Évora e
Tondela.
· Espectáculo criado em residência no Novo Ciclo ACERT
Autor: Eduarda Dionísio
Encenação: Tiago de Faria
Elenco: Marta Soares e Joana Eliseu Cavaco
Músicos: André Penas e José Silva
Direcção Musical: Eduardo Gama
Cenografia: Tiago de Faria e Tiago Lança
Produção: Paula Coelho e Selma Santos
Classif: maiores de 16 anos.
cepiasemfiltro.blogspot.com
Dossier de Imprensa - Pág. 9
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
TEATRO CORSARIO
Sáb 05 dez’09
21:45 / AUDITÓRIO 1
Aullidos
Um espectáculo em que a fantasia, o terror, o erotismo e o humor negro se misturam na perfeição.
A mãe da adolescente Talía foi possuída por demónios e condenada pela Inquisição. Para proteger a sua
filha dos homens, volta como fantasma e adormece-a com uma agulha, vigiando para sempre o seu sono
debaixo do mar. Eis um conto de fadas para adultos.
Criada em Valladolid (1982), Teatro Corsario é uma Companhia cuja trajectória se caracteriza por um
tratamento especial dos clássicos escritos em castelhano, sendo o recurso às marionetas uma das suas
marcas distintivas.
Foi, aliás, com o trabalho “A Maldição de Poe”, inspirado na obra de Edgar Allan Poe, que o grupo esteve
presente na primeira edição do FINTA, deixando todos os espectadores rendidos. Em 2009 tem assim
lugar o regresso há muito desejado de companheiros de longa data, que prometem uma vez mais
contagiar o público.
Autor e director: Jesús Peña
Actores: Manipuladores – Teresa Lázaro, Olga Mansilla, Sergio Reques
Maquinista-Manipulador: Borja Zamorano o Iñaki Zaldua
Música original: Juan Carlos Martín
Som: Juan Ignacio Arteagabeitia “Atila” ou Javier García
Desenho de iluminação: Javier Martín
Técnicos de Iluminação: Javier Martín ou Santiago Romero
Marionetes e Cenografia: Teatro CorsArio
Classif: maiores de 16 anos.
www.teatrocorsario.com
Dossier de Imprensa - Pág. 10
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
PÚBLICO JOVEM
GICC TEATRO DAS BEIRAS
ter 01 dez’09
16:00 / Auditório Municipal de Tondela
LOL.pop
LOL.pop? Façamos login e entremos na açucarada imaginação de três amigos.
Um dia-a-dia recheado de desafios, peripécias e obstáculos. Na era da informação, com pais ocupados e
filhos que distribuem os tempos livres pela televisão, Internet e jogos, que espaço resta para que a
criança se desenvolva como um ser verdadeiramente humano, íntegro, único, com personalidade, gostos
e valores próprios?
O espectáculo explora o mundo actual dos mais pequenos, numa busca incessante pelo novo e pelas
relações humanas. É um outro olhar sobre o que nos rodeia e nos torna únicos na luta pela construção de
um mundo melhor.
Criação Colectiva
Encenação: Sónia Botelho
Interpretação: João Ventura, Rui Raposo Costa e Teresa Baguinho
Cenografia e adereços: Fernando Landeira
Desenho de luz: Vasco Mosa
Fotografia: João Antão
Classif: maiores de 4 anos.
www.teatrodasbeiras.pt
Dossier de Imprensa - Pág. 11
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
PÚBLICO ESCOLAR
TEATRO ART’IMAGEM
qui 03 dez’09
10:00 e 14:30 / Auditório Municipal de Tondela
Historia de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar
É um espectáculo para todos os públicos e para aqueles “que à beira do abismo compreenderam
que só voa quem se atreve a fazê-lo”.
Uma gaivota, vítima da poluição de uma maré negra, confia o seu pequeno ovo a um gato, chamado
Zorbas, pedindo-lhe para cumprir três promessas: não comer o ovo; cuidar dele até nascer a gaivotinha;
e, por fim, ensiná-la a voar.
A história desenrola-se numa cenografia móvel e em micro-escala, onde as atmosferas sonoras e as
nuances de luz e de sombras sublinham a plasticidade e oferecem o relevo e o zoom ao espectáculo.
Esta fábula ecológica é o regresso do Teatro Art’Imagem ao universo dos objectos, dos actores e das
formas animadas.
Texto Luís Sepúlveda
Tradução Pedro Tamen
Dramaturgia e Encenação Pedro Carvalho e Valdemar Santos
Interpretação e Manipulação Flávio Hamilton, Pedro Carvalho, Teresa Alpendurada e Valdemar Santos
Concepção Plástica e Cartaz Sandra Neves
Música original Carlos Adolfo
Vídeo Paulo Martins
Desenho de luz Leunam Ordep
Direcção Artística Teatro Art. Imagem - José Leitão
Classif: maiores de 4 anos.
www.teatroartimagem.org
Dossier de Imprensa - Pág. 12
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
ANIMAÇÃO TEATRAL E CAFÉ-TEATRO
NIÑO COSTRINI
seg 30 nov’09 / café-teatro finta
23:30 / bar novo ciclo acert
COMPANHIA MARIMBONDO
02 a 05 dez’09 / animação teatral
14:30 / ruas de tondela
ter 01 dez’09 / animação teatral finta
14:30 / entrada do parque urbano
ter 02 a 05 dez’09 / aperitivo finta
21:15 / bar novo ciclo acert
Aceite o convite de um provocador nato que
faz da ironia o seu meio de expressão e do
riso o seu trabalho.
Satisfaça o seu apetite artístico com um
programa tão animado como original.
O artista combina humor, delírio, circo e destreza
física em partes iguais, reservando um espaço
especial para uma reflexão disfarçada de piada.
Este espectáculo, desenrolado num idioma
universal, tem sido premiado em vários Festivais
de todo o mundo e suscitado uma forte
participação do público.
Uma salada bem temperada com uma pitada de
loucura, de cómico e insólito é o que propõe a
Companhia Marimbondo com as suas animações:
- Miss [email protected] a Matraphonia Total, uma banda
cómico teatral
- Chapô Clac, a extraordinária dupla de magia
cómica;
- Um casamento nunca antes visto e muitas
outras surpresas...
mundocostrini.com
www.marimbondo.org
CONCERTOS
Dossier de Imprensa - Pág. 13
15º Festival Internacional de Teatro ACERT | TONDELA | 30NOV - 05DEZ’09
JAM’IN TONDELA
YNOT BAND
sex 04 DEZ’09
23:30 / Bar Novo ciclo Acert
sáb 05 DEZ’09
23:30 / Bar Novo ciclo Acert
B.Swing
Luis Gil Bettencourt e os seus
amigos
Bossanova e swing, com funk, rock, pop e
outros estilos à mistura. Let’s jam?
O ponto de partida é a música. Canções em
Português ou Inglês, antigas ou recentes,
clássicas ou desconhecidas. Todas diferentes,
todas inspiradoras.
Alguns temas são mantidos próximos do original,
como os de Elis Regina no Festival de Jazz de
Montreux. Porém, a maioria – de Ornatos Violeta
a Djavan, passando por Red Hot Chili Peppers e
Nouvelle Vague – sofre mutações (premeditadas
ou improvisadas) de estilo, ritmo, harmonia e
estrutura...
Daniel Romeiro – Teclas
Inês Ochoa – Baixo eléctrico
Rui Lúcio – Percussão
Daniela Maia – Voz
www.myspace.com/jamintondela
Uma grande festa para encerrar ao ritmo da
música açoriana.
Ynot Band é composta por Tony Silveira, nascido
no Canadá, filhos de pais picarotos (Ilha do Pico,
Açores); Paulo Fonseca, baterista de diversos
grupos, como Cantinhos da Terceira; Raul
Cardoso e Ricardo Silva, músicos de uma nova
geração de gentes dos Açores; e o experiente
Luis Gil Bettencourt, cujo percurso vai desde a
música tradicional ao rock.
Pela voz de Tony (Ynot), o grupo dá uma nova
roupagem musical aos seus temas - standard e
originais -, formando um bloco de honestidade
musical.
Com humildade e vontade de celebrar a música,
estes artistas levam os seus acordes a todo o
lado... e desta vez têm presença marcada em
Tondela. Um saudoso regresso. Até porque dizem os elementos da banda, “It’s all about
music”.
Tony Silveira - Voz e Violão
Paulo Fonseca – Bateria
Ricardo Silva – Teclas
Raul Cardoso - Viola-Baixo
Luis Gil Bettencourt - Guitarra Eléctrica e Voz
www.myspace.com/ynotband
Dossier de Imprensa - Pág. 14
Download